[Oneshot] Irmãos por um dia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Oneshot] Irmãos por um dia

Mensagem por Ni em Qua Set 10, 2014 11:59 pm

Título: Irmãos por um dia
Classificação: K+
Personagens: Taichi, Daisuke e um pouco de Koushirou + Team 02
Capítulos: 1 [oneshot]
Resumo: Depois de um dia a responder S.O.S., Taichi acidentalmente vai parar em um mundo onde ele não é irmão de Hikari, mas sim de outra pessoa


Fora um chamado rápido de um digimon, e apenas os dois estiveram disponíveis para atendê-lo; Taichi e Daisuke abriram o portal e foram até lá, e depararam-se com um Monochromon atacando um vilarejo.
Após resolverem o caso, com a ajuda de Greymon e Lighdramon, ambos decidiram passar um tempo por lá, até a hora de voltarem pra casa.

Jogaram uma bola com os digimons e Taichi até arriscara um prato de ramen feito por Daisuke. Não estivera tão ruim assim (mas Lighdramon parecia um crítico de culinária), mas ele sabia que o kouhai tinha de melhorar mais.

Quando chegara a hora de ir embora, algo estranho aconteceu: O portal sofreu alguma interferência de um raio e lá se foi o Yagami a parar… em seu quarto?!

- Mas que diabos?! - exclamou ele, agora olhando para o ambiente em que aterrissara de cabeça no chão. Era justo o seu quarto, e tudo estava do jeito que deixara como da última vez.

Como já era tarde, nem jantou e foi direto para a cama. A comida que comera na Digital World já bastava, e até que desejou que o Daisuke o chamasse mais vezes para experimentar suas receitas malucas (Taichi achava que Daisuke tinha um dom culinário). Antes de fechar os olhos, lembrou se de todas as coisas que ele e Daisuke fizeram, e rezou para que mais um S.O.S. o colocasse em ação mais uma vez.

Ele só não queria deixar de lado aquela vida de escolhido… Não mesmo.

Fechou os olhos e sonhou justo com os eventos de anos atrás, com a Digital World e com toda aquela adrenalina que sentia em cavalgar no Greymon. Ser um herói era um máximo, apesar de ter seus prós e contras.


- Oi, niisan! NIISAN!

Uma voz familiar o chamava, mas em seu sonho era apenas a doce Hikari no horizonte. Ela corria em sua direção e chamava-o de… Espera, a Hikari o chamaria de “oniichan”.

Aquilo fez com que Taichi franzisse a sobrancelha até que finalmente despertasse de seu sonho. Ao olhar ao redor do quarto, tentou encontrar a pessoa quem estava chamando-o. Foi aí que viu, parado na porta, uma criatura que ele jamais pensou em ver pela manhã em sua casa.

- Daisuke?! O que diabos você está fazendo aqui?!

O garoto piscou os olhos em confusão.

- O que eu estou fazendo aqui? - repetiu ele - Está com amnésia? Eu moro aqui!

- Como raios você pode estar morando na minha casa?! E aonde está a Hikari?

- Está na casa dela, ué.

- Mas a Hikari… Como a minha irmã pode estar morando sozinha?

- Sua irmã?! - Daisuke riu após aquela frase - É eu sei, todo mundo queria ter a Hikari-chan como irmã! Até eu queria que ela fosse nossa irmã.

A cabeça de Taichi estava confusa, mas conseguiu captar um pouco a mensagem: Hikari não era sua irmã naquele momento. Ela não era parte da família Yagami. Mas o que o assustava era o Daisuke dizer “nossa” irmã.

- O que foi, Taichi-niisan? - disse ele.

- “Niisan”? - Taichi arregalou os olhos e limpou os ouvidos, como se tivesse a impressão que não tinha escutado bem - Você me chamou de “niisan”?!

- Sim, e a mamãe já fez o café da manhã, - respondeu Daisuke - Ela pediu para que eu te acordasse, já que se continuar dormindo você vai perder a aula.

- E-espera aí!! Como diabos você é meu irmão?! O que aconteceu aqui?! A Hikari é minha irmã mais nova!! Você é irmão da Jun-senpai!

- A Jun-san? - Daisuke suspirou - Está falando da irmã mais velha da Hikari-chan que não sai do pé do Yamato-san? Eu ser irmã dela?! Ela me odeia, diferente da doce Hikari-chan!!

- Mas é por isso que você-- COMO ASSIM A MINHA IRMÃ É IRMÃ DA JUN-SENPAI?!

- Ué, ela é uma Motomiya também - Daisuke deu de ombros - Motomiya Hikari. Ela e eu somos colegas, você sabe disso.

- B-bem, eu vou me vestir e aí eu… Diz pra mãe que já estou indo.

- Okay, niisan~ - e ele fechou a porta do quarto.

Taichi levantou num pulo da cama e vestiu-se, mas ao mesmo tempo tentou compreender a situação cabeluda em que se encontrava: Daisuke não é um Motomiya, mas sim um Yagami. Ele é o mais novo da família… Não não tinha COMO aquilo ser real.

Uns dois a três belisques e Taichi percebeu que não era sonho e sim pura realidade. Talvez fosse alguma pegadinha de Daisuke e Hikari, tentando deixá-lo confuso e louco. Mas Hikari não iria fazer aquilo depois de uns seis anos, e até desaprovaria a idéia. Mas aquele doido do seu kouhai também… Ele parecia sério quanto a isso.

Talvez fosse um sonho, mas nenhum dos beliscões que dera funcionara. Taichi não viu outra alternativa senão seguir o guião até que descobrisse o que raios acontecera com o seu mundo.

Ele vestiu o uniforme da High School e saiu do quarto, encontrando Daisuke com o uniforme verde da Junior High, os pais à mesa e Miko a perambular entre as pernas deles.

- Bom dia~ - disse a mãe, colocando o prato à frente do filho mais velho - Pensei que você iria se atrasar hoje.

- B-bem, - ele olhou para Daisuke, que comia a comida seriamente e sem dar rizinhos -- outra prova que não era uma brincadeira - O Daisuke foi me acordar.

- Faço isso todo dia, - ressaltou este - Por acaso bateu com a cabeça? - e ele olhou para Taichi, desconfiado.

- E-eu fui dormir tarde, lembra?? - o Yagami mais velho tentou arranjar uma desculpa, forçando um sorriso - M-Muito dever de casa dá nisso!

- Nem jantou, - relembrou a mãe - e você não é muito de passar o tempo inteiro no quarto.

- Era dever de matemática! - mentiu.

- Ah, você não era bom em matemática? - exclamou tanto o pai quanto Daisuke.

- Taichi-niisan, - Daisuke encarou-o - você é bom em matemática e me ajudou na terça a resolver um problema difícil! Até a Hikari-chan ficou impressionada quando eu contei a ela!

- Uh… Mas era algo muito MUITO difícil, sabe? - Taichi estava ficando mais e mais confuso com aqueles olhares - Nem mesmo um gênio da matemática conseguiria resolver em meros dez segundos!

- Bom, acho melhor você ir - disse a mãe - ou irá se atrasar para a aula. Sua bicicleta está pronta já.

- O-obrigado!! - ele terminou de comer o que podia e saiu de casa.


No fim da aula, Taichi saiu à procura de alguém com quem pudesse comentar sobre a maluquice que o acontecera pela manhã. Viu Yamato com Sora e preferiu não interrompê-los, pois teve a impressão que deviam estar discutindo sobre algo importante. Por sorte, viu Koushirou indo para um canto, com o notebook embaixo do braço.

- Koushirou, - Taichi chamou-o, aproximando-se rapidamente do amigo - me diz que eu não estou maluco… Sabe o Daisuke?

- Sim, - respondeu o ruivo - o que ele tem?

- Ele disse ser o meu irmão!

- Mas ele é, - Koushirou franziu a sobrancelha - Taichi-san, por acaso aconteceu algo contigo? Como pode dizer que o Daisuke-kun--

- Como você… Espera, é uma pegadinha, certo? O Daisuke combinou com todos vocês sobre isso. Daqui a pouco ele aparece rindo da minha cara, e eu vou arrancar as goggles de-- Mas ele não estava a usá-las.

- Você as deu para a Hikari-san, - disse o Izumi - Ela tinha goggles até, era sua fan. Hikari-san era uma das crianças que Vamdemon raptou, não se lembra?

- Não me diga que o Daisuke é o escolhido da Luz…

- Mas ele é.

- O parceiro dele não é o V-mon?

- Não, este é o parceiro da Hikari-san, a parceira dele é a Tailmon. Não se lembra?!

Agora tudo parecia mais confuso do que antes. Primeiro Daisuke o chamou de “niisan”; sua família nem sequer estranhou a ausência de Hikari… Agora Koushirou confirma que Hikari não era mesmo sua irmã?!

- Taichi-san, - Koushirou chamou-o - acabei de captar um S.O.S. vindo da Digital World.

- Ótimo, pra completar meu dia, um S.O.S.! - ele pôs a mão na testa - Chama o grupo do Daisuke, vai…

- Eles já estão lá, e precisam da nossa ajuda - disse Koushirou, lendo o e-mail que Miyako acabou de enviar para ele - “Precisamos do Greymon, é o único que pode nos ajudar agora!!”

- Mandem eles abrirem o portal que já vou lá, - disse o Yagami - estou com o meu digivice pra estas ocasiões.


O portal abriu-se e Taichi apareceu em uma área de campo, similar ao mesmo lugar onde encontrara Agumon quando o Kaiser atacara. E lá estava Agumon, a esperá-lo; Taichi e Agumon correram para o local onde encontrava-se o grupo, que era justo perto em ruínas antigas. Havia um pequeno vilarejo de digimons cujo Taichi jamais encontrara antes. Tais digimons eram raposas amareladas e as maiores (provavelmente do estágio criança) com luvas roxas.

Ao chegar lá, deparou-se com os parceiros das crianças a segurar uma das ruínas que estavam prestes a desabar em cima das casas. A primeira coisa que ele fez foi olhar diretamente para Hikari, como se ela ainda fosse a mesma pessoa; a garota usava suas goggles e estava a ordenar que XV-mon continuasse firme, junto de Ankylomon, Nefertimon e Pegasmon. Shurimon e Stingmon salvavam os digimons de dentro das casas.

- Hikari!! - chamou ele automaticamente, fazendo com que a garota o estranhasse.

- Taichi-niisan! - disse Daisuke com um sorriso em seu rosto - Você veio! Isso vai ser ótimo, pois Greymon é forte o suficiente para segurar a estrutura e nos dar tempo de resgatar os digimons!

- “Niisan”... - ele ainda não se acostumou com aquilo - Bem… Agumon, evolua! - olhou para o digimon dinossauro, que parecia tão confuso quanto Taichi.

- Tem alguma coisa te incomodando? - disse o parceiro digimon.

- N-Nada… Vamos falar disso depois, certo? Agora evolua e ajude-os…!

Agumon evoluiu para Greymon e posicionou em um ponto em que conseguiu levantar um pouco mais a ruína, permitindo que Stingmon e Shurimon pudessem evacuar todos os digimons depressa; Taichi ficou a observar o grupo, principalmente como Daisuke e Hikari pareciam os mesmos de sempre, como a Hikari ser gentil e graciosa, enquanto o Daisuke a gritar e incentivar Nefertimon a continuar dando o seu melhor. A única coisa que os diferenciava dos normais Hikari e Daisuke era o fato que Daisuke era seu irmão e Hikari não. Ironicamente, ele percebeu que o cabelo do Daisuke era uma cor similar da do dele, enquanto a de Hikari era similar da de Jun. Mas o mesmo corte, a mesma personalidade.

Porém ela era Motomiya Hikari e Daisuke era um Yagami.

Após terminarem o resgate, Daisuke agradeceu-o tanto que ele não entendia como era tão estranho ouvir aquele que costumava ser seu kouhai a chamar de “senpai” passar a chamá-lo de “niisan”. Ele ainda estava confuso quanto a isso; Daisuke cutucou-o no ombro após de um silêncio mortal.

- Taichi-niisan, está bravo?

Taichi percebeu o grupo inteiro a olhá-lo.

- Não, não estou… Eu… Bem, Daisuke… Não sei como dizer isso, mas não--

- Olha a hora! - Miyako o interrompeu - Tenho muito o que fazer hoje! Desculpa, preciso ir, até mais!!

- Eu tenho kendo hoje, - disse Iori - Eu vou com você.
- Preciso terminar meus afazeres, - disseram Takeru e Ken em coro.

- E eu tenho que editar umas fotografias, - disse Hikari, e Taichi olhou-a como se quizesse que ela não fosse embora - Até mais meninos, - ela acenou e então foi embora, com V-mon atrás dela.



- Daisuke, eu não quero dizer que você é um péssimo irmão mas…
- Taichi-niisan, foi algo que eu fiz?!

Ambos foram para o parque jogar bola. Tailmon estava sentada em uma árvore e observando-os com um olho, enquanto o outro estava fechado; ela fechou o olho depois de algum tempo, dormindo rapidamente.

Os olhos de Daisuke estiveram a lacrimejar só de ouvir aquela frase. Taichi sentiu-se um pouco constrangido com aquele olhar de cachorro pidão, mas continuou.

- Não que você seja um péssimo irmão, mas acho que houve um engano.

- Um engano?! Mas como?! O que foi que eu fiz?! Se foi a pegadinha que eu fiz semana passada, eu já lhe disse que estive arrependido! Eu te juro, niisan!!

- Mas tu és dramático que nem o Daisuke mesmo… - ele suspirou - Não é pegadinha, eu acho que tem algo de estranho aqui, não percebeu ainda?

- Eu sou adotivo?! Ou sou um clone?!

- Não seu idiota, eu não sou do seu mundo.

Daisuke arregalou os olhos em espanto, era como se Taichi estivesse lhe dizendo algo que guardou por anos. A sensação que o pequeno “irmão” sentia era de que tinha perdido seu adorável irmão em um acidente ou que o tivessem raptado.

- Não é o meu irmão?! Como assim você não é o Taichi-niisan?! É um clone maligno que veio para nos espionar e destruir o grupo?! Ou é um Taichi falso?!

- Nenhum dos dois - Taichi pôs a mão na testa -, eu apenas sou de outro mundo. Não sei como diabos vim parar aqui, só sei que o Taichi daqui e eu trocamos de lugar. Acho que ele está a ter o mesmo problema que eu, só que a Hikari iria compreender que ele é de outro mundo.

- Está querendo dizer que eu não te compreendo, Taichi-niisan?!

- Não, estou querendo dizer que é meio estranho ouvir você me chamar de “niisan” quando eu estou acostumado com o Daisuke do meu mundo me chamar por “senpai”.

- Bem, posso não ser um gênio como o Koushirou, - começou o outro - mas talvez possamos encontrar um jeito de te mandar de volta pro seu mundo. Me diga, o que você fez antes de vir parar aqui?

- Estive na Digital World com você-- digo, com o Daisuke do meu mundo.

- E então… Você veio para cá, certo? - o Yagami mais novo pôs a mão no queixo, pensativo - Oi, Tailmon! - em seguida, chamou sua parceira - Tem como você pedir ajuda ao Koushirou?

- Mas… - ela suspirou, porém saltou da árvore e parou diante do menino - O que você quer que eu diga a ele?

- Só diga para nos encontrar na nossa casa em algumas horas. Vou explicar a ele do que se trata.



Assim que Koushirou entrou no quarto de Daisuke, o mais novo começou a explicar. A explicação foi tão extensa que Taichi teve de interrompê-la e dar a sua própria versão, que foi menos demorada. Koushirou observou Taichi por alguns segundos e depois exclamou:

- Você realmente se parece com o Taichi-san… Até o modo de falar, principalmente a forma de interagir com o Daisuke-kun.

- Ah? Quer dizer que o Taichi deste mundo também tem problemas com ele?
- Ow! Taichi-niisan gosta de mim… Ele só me acha um pouco exagerado.
- Só um pouco?!

- Taichi-san e Daisuke-kun são grandes amigos, - constatou o Izumi - mas entendo que… Bem, eles tem suas brigas. Mas eles realmente são irmãos.

- É, eu tenho algumas briguinhas com o Daisuke, mas não somos irmãos… Talvez até parecemos irmãos, mas não somos.

- Neste mundo nós somos - o mais novo sorriu -, e isso te deixa assustado, Taichi...senpai?

- Não sei! Sim? - ele coçou a cabeça com as duas mãos - É tão confuso! Não que isso seja ruim, mas o Daisuke e eu como irmãos seria uma loucura para mim!

Koushirou pigarreou: - Mas essa loucura existe e está sentada ao seu lado. Este garoto se chama Yagami Daisuke, e ele é o seu irmão e o escolhido da Luz.

- Então me expliquem como isso aconteceu-- Digo, como o Daisuke aqui é o escolhido da Luz. Essa loucura toda me deixou curioso. O Taichi daqui também… Cometeu um erro quando era mais jovem?

- Está falando do dia em que eu quase morri por causa que fui jogar bola com o Taichi-niisan? - disse um inocente Daisuke - Sim, e ele depois ficou tão super protetor que eu tive várias brigas com ele. - Mas é claro, o Daisuke dali não era tão diferente do que o Taichi conhecia.

- Bem, pulemos essa parte, ok? - Yagami sentia uma certa angústia de falar daquilo - O escolhido da Luz é o Daisuke, certo…?

Daisuke acenou positivamente com a cabeça: - Sim, eu sou o oitavo escolhido; Taichi-niisan descobriu isso quando Tailmon e Wizarmon apareceram na varanda, falando que eu era a oitava criança. Logo depois algo estranho aconteceu… Wizarmon e Tailmon foram buscar o meu brasão, mas eles não voltaram. Taichi-niisan foi atrás deles, prometendo trazê-los de volta. E então começou o ataque de Vamdemon.

- É o mesmo que aconteceu no meu mundo, só que com a minha irmã…

- Daisuke-kun saiu atrás de Taichi-san - explicou Koushirou -, mas foi capturado com as demais crianças. Só que ele foi salvo pela Sora-san e o levou para Taichi-san e Yamato-san; Taichi-san prometeu ao Daisuke-kun que iria resgatar Tailmon, e então tentou infiltrar-se no Big Sight; lá dentro estava ainda Mimi-san, cujo viu o que Vamdemon estava fazendo; Vamdemon separou todas as crianças e começou a investigar qual delas era a oitava criança…

- Até que eu não consegui mais esperar pelo Taichi-niisan - continuou Daisuke - e então fui capturado… De novo.

- Era de se esperar - riu Taichi, mas Daisuke encheu as bochechas de ar e cruzou os braços - Ah, desculpe!

- Todos nós fomos para o prédio da Fuji TV - prosseguiu Koushirou - e de lá começamos um plano para resgatá-lo. Enquanto isso, os adultos tentaram criar um motim e lutar contra os Bakemons que estavam a fazê-los de reféns; Mimi-san estava lá e viu Hikari-san, cujo se tornou uma escolhida três anos depois. Nós lutamos contra Vamdemon e nessa luta perdemos um grande companheiro, Wizarmon.

- Ainda me culpo pela morte dele…- Daisuke abaixou a cabeça - Foi por minha culpa que ele morreu. Se eu tivesse--

- Nada disso! - Taichi socou a cabeça do “irmão” - Se você tivesse morrido, o “Taichi-niisan” teria perdido algo precioso. Então sem essa, “irmãozinho”.

- D-depois disso - Daisuke olhou-o - Nós fomos para a Digital World enfrentar os Dark Masters, fiquei meio doente pelo caminho e tivemos que parar numa cidade. Tomei o remédio e melhorei, e nós enfrentamos Mugendramon e explodimos aquela área com um bonito Gaia Force! Depois foi a vez do Metal Seadramon, mas nós perdemos nossa amiga Whamon… E então Pinocchimon, que  sequestrou eu e o Takeru para brincar com armas! Takeru nos safou dele, e então o irmão dele, o Yamato-san, brigou com o meu irmão e isso não foi nada legal. E então encontramos Piemon, que transformou todo mundo, incluindo eu, em chaveirinhos. Takeru ficou sozinho e aí ele fez com que Patamon evoluísse para Holy Angemon!

- Que estranho… - Taichi olhou para Koushirou e Daisuke - Nós primeiro enfrentamos Metal Seadramon, depois Pinocchimon, Mugendramon e Piemon. E os únicos que restaram foram Takeru e Hikari. O que você fez pra--

- Daisuke-kun foi o primeiro a desafiar Piemon e a virar um chaveiro - respondeu Koushirou num suspiro.

- Ah… Ok, faz sentido.

- Daisuke-kun nos trouxe muitos problemas… Mas conseguimos derrotar os Dark Masters e Apocalymon.

- Total sentido.

- Ow ow - Daisuke franziu o nariz - Eu posso ter sido um desastre, mas também ajudei! E também foi a minha primeira vez na Digital World, queriam que eu fosse já um expert?! E contra o Kaiser? Também fui importante! A Hikari-chan não teria conseguido ir adiante sem a nossa ajuda!

- A Hikari é a líder?

- Sim, e a melhor de todas! Mas o Takeru parece que gosta dela, e isso tá quase arruinando nossa amizade! Então nós somos amigos-rivais; mas não vou perder pro Takeru, nem pro Ken!

- Bem, a conversa está boa, mas eu preciso voltar pro meu mundo, - Taichi olhou para o lado - Mas como vamos fazer isso? Devo ir para a Digital World e esperar que algo aconteça?

- Se você estava na Digital World… - Koushirou abriu seu notebook e começou a digitar - A que momento você foi enviado para cá?

- Quando eu e o Daisuke estávamos a voltar para o mundo humano. Me lembro que alguma coisa parecida com um raio atingiu a TV e então-- Espera aí! Alguma coisa atingiu a TV! Por isso que eu vim parar aqui e não na sala de computação!

- Ohhh!! - Daisuke exclamou - Lembro-me que o Taichi-niisan estava na Digital World com o Ken ontem pela tarde… Será que ele não foi enviado para o seu mundo? Talvez? E se tentarmos causar outra interferência no portal? Ou descobrir o que foi que atingiu o portal e então desfazê-lo com a ajuda de Gennai-san e então poderemos destrocar os Taichis! Ele poderia abrir um portal para o seu mundo e então tudo estaria resolvido.

- Mas é óbvio que é isso que temos de fazer, gênio. - Taichi deu um tapa em sua testa.

- Mas ainda tem outra coisa: Temos que ter certeza que você voltará para o seu mundo, por isso precisamos investigar e tentar achar o que causou a interferência para que não aconteça outra vez. E se acontece de ter sido causada propositalmente? Alguém talvez tenha tentado se livrar e você e do Daisuke do seu mundo, atirando-os em outra dimensão! E isso não seria loucura, já que o Digimon Kaiser já trancou o Taichi-niisan na Digital World por horas!

- Não foi a Hikari? - lembrou-se Taichi do que acontecera no passado - No meu mundo foi a Hikari, mas o que diabos o meu outro eu estava fazendo?!

- Nos ajudando a destruir a Torre Negra - disse Daisuke, dando de ombros - Só que ele ficou preso lá e nós tivemos que abrir um portal de outro local e irmos até a cidade onde ele estava preso. Eu queria ir sozinho, mas Takeru e Hikari-chan vieram junto… E o Andromon o agarrou e quase o machucou, mas o Digivice dele deu curto-circuito no Evil Ring.

- Já vi que esse mundo está louco… - pensou o Yagami mais velho.

- Bom, você e o Daisuke-kun deveriam ir para a Digital World - interrompeu Koushirou - Estarei aqui, monitorando-os. Qualquer problema, irei contatar os outros.

- OK, então vamos lá! - Daisuke pegou o seu D-3 e apontou para a tela. ele segurou o braço de Taichi e Tailmon pulou assim que eles foram sugados para a Digital World.


De lá, só tinham uma única coisa a fazer: Ir para o lugar onde ele estava com o Daisuke de seu mundo. andaram por algumas horas, até que decidiram voar em Nefertimon. Alguns minutos depois, ambos chegaram aonde Taichi diz ter enfrentado um Monochromon; o local estava calmo e sem sinal algum de Monochromon.

- Ei, Taichi-senpai - chamou-o Daisuke -, no seu mundo… o Daisuke também é igual a mim? Ele é parceiro da Nefertimon ou é diferente? Do jeito que você falou, tive a impressão de que Hikari-chan e eu trocamos de família.

- Ah? Daisuke é parceiro de V-mon, enquanto Hikari é parceira de Tailmon. E sim, essa troca maluca é assim no meu mundo. Você é irmão da Jun-senpai e a Hikari é minha irmã.

- Não consigo imaginar um mundo onde Taichi-niisan não é meu irmão… - ele falou em um tom meio choroso - Eu gosto tanto dele que jamais o trocaria por outro irmão!

- Talvez… O Daisuke do meu mundo adoraria ter um irmão como eu - pensou Taichi - Talvez seja por isso que ele está sempre querendo passar mais tempo comigo…

- Sendo assim, talvez o Lighdramon  tenha acidentalmente acertado o portal, - ponderou Daisuke - o outro eu é um idiota… Bom saber disso.

- E-está chamando a si mesmo de idiota?! - Taichi gaguejou, surpreso ao ouvir o garoto.

- Taichi-niisan me chama de idiota quando faço algo idiota, então sim? Seu amigo é um idiota, se ele acertou a TV com um raio, isso significa que ele foi o responsável por te enviar pra esta dimensão.

- Então o culpado é o Daisuke… - Taichi deu um tapa em sua testa outra vez - Quem diria que isso aconteceria por causa do Lighdramon dele.

- Sem problemas - o garoto sorriu - Só temos que encontrar Gennai-san e pedir para que ele abra o portal para o seu mundo--

- Ou você podia abrir o portal e ver se consegue acessar o meu mundo.

- Seria isso possível?

- Não sei, o que acha de tentar? Se for que nem o Daisuke, é capaz de acertar de primeira. Aquele louco tem uma sorte incrível.

Daisuke olhou para Nefertimon, que o devolveu o olhar; o garoto cruzou os braços e deu um longo suspiro; Taichi não entendeu por que raios Daisuke parecia estar descontente com a idéia.

- Não sou um gênio como o Koushirou - começou ele - mas as probabilidades de conseguirmos te mandar para o seu mundo sem uma interferência são muito baixas. Nesse caso, teria de pedir para a Hikari-chan vir e usar o Lighdramon para que gere uma instabilidade no portal e aí rezarmos pra que você seja enviado para o seu mundo e o Taichi-niisan volte para o nosso. E isso também seria tão arriscado, pois poderia também te enviar pra outro mundo. Ao menos que você queira arriscar tudo ao invés de pensar nas consequências…

- Já entendi… Você fala demais que nem o Daisuke, só que tem mais cérebro que ele.

- Apenas estou dizendo o que o Koushirou diria - ele pôs a língua pra fora.

- Ele não é bem um “gênio” - disse Nefertimon - mas às vezes impressiona.

- Tal como o Daisuke do meu mundo… - riu Taichi.

- Oi!! Estou falando sério, e se você entendeu… Então sabe que é arriscado DEMAIS fazer isso. Vamos seguir o que Koushirou nos recomendaria: Encontrar Gennai e pedir pra que ele destroque os Taichis.

- Mas isso é algo que o Daisuke não faria, pois acharia difícil achar Gennai e resolveria num simples "Nós podemos refazer o que aconteceu e torcer pra que funcione".

- Eu adoraria fazer isso, mas Lighdramon não é meu parceiro e eu não tenho certeza se Nefertimon seria capaz de causar uma interferência. Ela não possui nenhum ataque que possa dar um curto-circuito na TV e abrir o portal.

- Nós podemos pedir ajuda ao Elecmon!

- Sem chance, Elecmon tem muito o que fazer. E outros digimons causariam um dano pior e poderia até nos deixar trancados na Digital World, como aconteceu com o Taichi-niisan.

- Então tem como pedir pra Hikari vir aqui e nos dar uma força?

- Não, mas resolvo isso num segundo, - ele pegou o D-terminal do bolso e começou a escrever uma mensagem. E então enviou-a. Taichi não compreendeu o que ele tinha feito, mas decidiu aguardar.  Alguns minutos depois, viu Tentomon vindo de algum canto e este posicionou-se acima do portal - Prontinho. Agora sim temos uma interferência.

- Tentomon-- Ah, raios. Então é isso que você pensou.

- Isso mesmo - ele sorriu - Agora quando você abrir o portal, Tentomon vai usar seu Petit Thunder na TV e então você e o Taichi-niisan vão trocar de lugar! Isto é, se ele estiver tentando a mesma coisa nesse meio tempo.

Torcendo para que o outro-Taichi fizesse o mesmo, este Yagami apontou seu digivice para o ecrã da TV e esperou que Tentomon causasse o mesmo efeito. Quando a tela ligou-se, o digimon joaninha disparou um raio e fez com que o portal sofresse outra anomalia. Ao mesmo tempo, Daisuke e Lighdramon faziam o mesmo, só que com o outro Taichi.

O que aconteceu foi que em uma fração de segundos ambos Taichis se viram, mas não o suficiente para compreender aquela cena; Taichi caiu de cabeça na sala de computação da Junior High e viu que a sala estava trancada e vazia, com um Koushirou a ser esmagado. Mal teve tempo de se levantar quando a tela brilhou outra vez e Daisuke caiu em cima dele, com Chibimon a rolar pelo chão.

- SAIAM DE CIMA DE MIM! - berrou o Izumi com uma voz abafada.

Ao saírem um de cima do outro, Taichi olhou diretamente para o cabelo de Daisuke; ele esperava ter confirmado que era o seu kouhai e não o seu “irmão”. Daisuke estranhou a atitude de Taichi e então chamou-o:

- Taichi-senpai? - ele franziu a sobrancelha - Conseguimos ou você ainda é o Taichi-senpai que veio de outra dimensão onde é meu irmão?

Taichi não sabia o que dizer, ele apenas abriu um enorme sorriso e abraçou Daisuke como se ele tivesse desaparecido por anos. O pobre Daisuke não entendeu direito, mas preferiu não comentar graças ao dia que ele passou com o outro Taichi.

- Hey, vocês dois - disse o Yagami quando soltou o Motomiya de seu abraço - Vamos jogar bola. Aposto que você ainda é bom nisso, Koushirou.

- Eh?!?
avatar
Ni
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 117
Data de inscrição : 08/09/2014
Idade : 24
Mensagem Pessoal : My Sweet Passion

http://digitalgate02.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Oneshot] Irmãos por um dia

Mensagem por Rayana em Ter Out 14, 2014 7:12 am

NINA, CHOREI DE RIR, muito principalmente com o final!! xDDD Valeu a pena esperar por um tempo para que pudesse sentar-me e ler isto com calma. Isto está fantástico e é provavelmente das melhores one-shots que lá li escritas por ti!! Acho também que é a primeira fanfic tua que vejo com o Taichi como protagonista.

Adoro este conceito, e apesar da confusão de troca de personagens quase que isto poderia ser canon! Coincide com a teoria dos multi-universos usada em V-Tamer e nos animes! Até mesmo o Gennai chega a dar pistas de que eles existem, e a própria presença do Ryou Akiyama em Tamers é prova (embora discutível) de que trocas de personagens em universos não são completamente inviáveis.

Sobre a caracterização dos personagens, gostei da maneira como escreveste o Taichi aqui, assim como o Daisuke-escolhido-da-luz (achei que aproxima-se até um pouco da maneira como costumas caracterizar o Daisuke nas tuas contas do tumblr). Destaque para o Koushirou forever genious, expecto no final, talvez XD

A maioria dos fãs que escreve o Taichi é fã de Adventure e não-tão-fã de 02, e por isso costumam fazer um "downgrade" na personalidade dele ao ponto de parecer que ele não aprendeu nada durante a primeira aventura dele na Digital World. Até eu já dei comigo a cair neste erro e quando reparo fico com uma vontade doida de reeditar tudo o que escrevi (LOL).

Finalmente, mas não menos importante: o teu modo de escrita é simples mas, no geral, acho-a simpática e funcional. Talvez seja por isto que tenhas uma facilidade tão grande em escrever. És o tipo de pessoa que prefere fazer a acção progredir na base da troca de diálogos. Em vez de meter um narrador a explicar o que aconteceu, preferes que sejam os personagens a dizê-lo e satisfazer as dúvidas do leitor, de maneira directa, sem grandes rodeios.

Diferente de mim, que prefiro recorrer ao narrador indirecto, dando acesso directo aos pensamentos, suspeitas e mundo sensorial (recorrendo aos cindo sentidos) dos personagens, embora seja isto também um dos motivos porque depois não termino as fanfics; exige uma determinada pre-disposição mental que nem sempre tenho. XD

\o/ Obrigada pela fanfic!
avatar
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 29
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum