Ranking: Os 7 melhores livros para você

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ranking: Os 7 melhores livros para você

Mensagem por Mimi-chan em Sex Set 16, 2011 5:04 pm

Para interagirmos melhor. Percebo que muitos aqui gostam e cultivam o hábito da leitura. Então, nada melhor do que compartilharmos algumas experiências no DZ. Lukas postou em um tópico que sete é o número da perfeição. Neste sentido, quais são seus 7 livros preferidos?

Minha lista é:



1º - O Hobbit - J. R. R. Tolkien.

Isso foi engraçado. Interessei-me por O Hobbit quando lia algumas notícias sobre os novos lançamentos de filmes. Cliquei no link que dizia que o filme baseado no livro estava enfrentando alguns problemas da produção. Fiquei muito curiosa com a sinopse da película. Fui atrás, então, de saber mais sobre O Hobbit e seu autor. Li o quanto pude todas as biografias online que encontrei do Tolkien. Eis que baixei o ebook. Desculpem-me, mas, detesto ler livros pelo PC. Livro tem que ser de papel e tinta pra mim. Depois que baixei, passei a ler devagarzinho no estágio quando não tinha o que fazer. Mas, aquilo me incomodara muito. Fui almoçar no Shopping e achei o livro. Caro. R$59 reais. E eu ainda não tinha recebido meu salário. Comprei no cartão de crédito. Devorei-o em uma semana. A estória da aventura de Bilbo Bolseiro, os anões e Gandalf atrás do tesouro que Smaug, o dragão tomou para si (minha parte preferida é a conversa entre ele e Bilbo). Até que me custou um tempo. Quando terminei, senti-me maravilhada por um mundo completamente diferente. Tolkien e O Hobbit subiram para o topo da minha lista. Apreendi a apreciar literatura infanto-juvenil (já que os livros do Tolkien são classificados assim). E passei a estudar sobre ele e as coisas maravilhosas que escreveu. Qualquer pessoa deve ler algum livro do Tolkien na vida!




2º - A Vida como ela é... - Nelson Rodrigues

Sinceramente? Não lembro quando virei fã do Nelson Rodrigues. Só lembro de procurar alo diferente para ler: estava cansada de romances chatinhos e populares. Eu queria ler algo real e chocante. Se não me engano, conheci-o melhor no curso de comunicação mesmo, com algum professor indicando ele. Eis que leio esta citação:

"Sou um menino que vê o amor pelo buraco da fechadura. Nunca fui outra coisa. Nasci menino, hei de morrer menino. E o buraco da fechadura é, realmente, a minha ótica de ficcionista. Sou (e sempre fui) um anjo pornográfico.”
Nelson Rodrigues

Pra quê? FIQUEI DOIDA pra ler algo dele! Minha madrinha deu-me dinheiro de aniversário e o que Mimi-chan fez? Comprou A Vida como Ela é... O Livro consiste em pequenos contos sobre a vida cotidiana, claro que com um pouco de ironia e até absurdo. Li uma entrevista (acho) uma vez, que dizia que ele via algo acontecer na rua e partir daquilo, Nelson escrevia suas estórias. Muito bom! Ele é minha maior inspiração.




3º - Antologia Poética - Vinícius de Moraes


Este livro não comprei. Não ganhei. Não peguei emprestado. Eu tomei-o para mim. hsuahsuhaushuahsu..

Assim, minha mãe ganhou esse livro do meu pai quando eles namoravam em 1987 (e nem pensavam em me ter). Já tinha ouvido falar dele, visto que, eu já era fã do Vinícius de Moraes por causa das suas composições com Tom Jobim, durante a Bossa Nova. Até que um dia, Mimi-chan estava trálálá e ouviu a mãe falar para a amiga que tinha esse livro e que o emprestara para uma sobrinha que NUNCA o devolvera. O que eu fiz? Poli a minha linda cara de pau e fui atrás dele. AH! Mas, eu ia até o inferno atrás desse livro. Minha prima me devolveu e fiquei pra mim. Tá foda que ia devolver pra mamãe. suahuashuhasuhashsuhsa...

Li-o apaixonadamente. Como o nome sugere, o livro é uma coletânea com as melhores poesias e sonetos de Vinícius de Morais. E não, o Soneto da Fidelidade não é o meu preferido. O meu preferido é o Soneto do Amor Total. Confiram abaixo:

Soneto do Amor Total (p. 197)

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistérios e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Lindo, neh?




4º - O Diário de um Fescenino - Rubem Fonseca

Esse livro.. achei por acaso. Vejam bem, quando não tenho o que fazer na universidade, fico vagando pela biblioteca... Especialmente na seção de leitura informal. Um belo dia, eu procurava algum livro de contos para passar o tempo (sim, amo contos) e vi "fescenino"... Achei a palavra interessante. Peguei o livro e li o que estava escrito na capa. Era um pequeno trecho do texto que transcrevo a seguir:

Spoiler:
"Os japoneses têm um provérbio: o sujeito começa a envelhecer quando não quer mais aprender. Meu provérbio é que o sujeito começa a envelhecer quando não quer mais amar, quando perde o entusiasmo pela comunhão sexual, não tem mais coragem de enfrentar a incandescência, os refinamentos eróticos e também as desilusões, aflições e a logística exasperante da aventura amorosa. É preciso, como afirma o Dom Juan do Molière, manter um olhar atento para os méritos de todas as mulheres, render homenagem a cada uma e pagar a cada uma o tributo a que nos obriga a natureza." (p. 129-130).

Ei.. achei muito foda.. Li o livro em 2 dias! Ele basicamente descreve a vida de Rufus, um homem maduro que divaga em seu diário como lida com o amor, o sexo e as mulheres e outras situações da vida cotidiana. Não acho que ficou clichê, se pareceu. Acho muito legal a construção dos personagens e como Rufus encara a dinâmica da via. Gosto tanto deste livro, que escrevi uma fic baseada nele com o Taichi. :b É um bom exemplo para aqueles que pretendem fazer jornalismo (viu, Juny?), pois, pode-se ter uma ideia de como construir um texto simples, enxuto e cativante.




5º - Contos - Edgar Allan Poe

Se tem uma coisa que gosto é terror/horror/mistério. Vocês já devem ter percebido pelo tipo de anime queassisto. E apesar de não escrever nada do gênero, é algo que realmente prende minha atenção. A primeira vez que tive contato com Poe não foi por indicação ou por acaso na biblioteca. Foi assistindo um curta metragem de animação: era uma adaptação de "O Gato Preto". Achei o enredo muito legal. Daí, pelos créditos, descubro que a estória na verdade era um conto de Poe. Eu já tinha ouvido falar dele superficialmente. Nada que me chamasse a atenção a princípio. Eis que fui atrás de ler "O Gato Preto" e acabei baixando um ebook com vários contos de Poe. O texto é bem mais perturbador que o curta e muito legal. Ele te prende do início ao fim, mantendo o ritmo e não deixando que o leitor perca o fio da meada. Show quando encontramos alguém que consiga escrever assim, neh? Poe abriu minha mente para a literatura norte-americana: Jack London, Mark Twain e outros. :b




6º - A Dama do Cachorrinho - Anton Tchekhov

Sim. Só descobri este maravilhoso livro quando assisti O Leitor. Foi aí que percebi que preciso ler mais clássicos. :b

Gente. Vocês não sabem o que é passar uma noite inteira procurando o ebook de A Dama do Cachorrinho! Mas, valeu a pena, pois, encontrei-o e ainda o tenho. :D Bom, esse livro realmente me chamou a atenção. Não só pela estória (acho lindo como Dmitriy encara o amor e como ele se surpreende ao se perceber apaixonado) mas, pela forma de escrever. A simplicidade como o amor entre o casal protagonista é construída. E como sou uma pessoa sentimental, claro que achei lindo! shauahushuhasuh..

Sempre indico para meus amigos mais emotivos.. AH! E assim como Poe, Tchekhov abriu as portas da literatura russa pra mim. Uma das mais ricas e interessantes do mundo. :b




7º - Cazuza: só as mães são felizes - Lucinha Araújo

Eu gastei meu primeiro salário neste livro! Tinha acabado de assistir o filme sobre a vida do meu maior ídolo, Cazuza, e lógico que teria que ler o livro biográfico dele escrito por sua mãe. Ele conta toda a trajetória do artista: a infância, juventude, amores e desamores, as drogas, a bissexualidade, a doença. Para quem é fã de Cazuza, este livro é essencial. Toda vez que o leio, choro igual a uma bezerra. hsauahushauhsuahsuh..

A preguiça chegou e me impede de fazer mais comentários. :b



Última edição por Mimi-chan em Dom Nov 20, 2011 5:39 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Mimi-chan
Moderadores
Moderadores

100%
Feminino Mensagens : 1420
Data de inscrição : 02/08/2011
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ranking: Os 7 melhores livros para você

Mensagem por Rayana em Qua Out 19, 2011 11:43 am

Estava aqui a ler tópicos da comunidade e fiquei com vontade de participar neste.
Eu não consigo colocar livros por "rankings", acho que nenhum livro é exactamente perfeito, assim como nenhuma história ou género é superior a outro.

Por isso vou nomear aqui apenas os livros que gostei, aqueles que me chamaram a atenção durante a vida. Não significa que sejam os melhores livros do mundo, simplesmente gostei deles.

IGNOREM A ORDEM.

- Os Cinco, da Enid Blyton
Spoiler:
Há ANOS que li isto. Li quando eu tinha 10 anos e recomendo-os porque foi dos meus primeiros livros, e achei-os fascinantes. Tem aventura, humor e mistério à mistura. Um grande defeito dos livros deste género de "aventura infantil" é que as crianças protagonizadas são super-heróis que nunca crescem. Aqui não é assim; estes livros têm histórias interessantes e os personagens (crianças) não são aqueles super-heróis invencíveis, que sempre levam a melhor. As crianças são carismáticas, crescem juntos (não ficam eternamente com a mesma idade), e não obstante cada livro concentrar-se em um caso em específico, dá para notar uma evolução de um livro para o outro. Casos antigos podem ser mencionados para resolver os actuais. Ao mesmo tempo, tem uma aura de fantástico e de "vida inglesa antes da revolução industrial". Dá até uma certa vontade de viver neste tipo de mundo quase camponês, onde as crianças têm liberdades e responsabilidades completamente diferente dos dias de hoje.

- Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle
Spoiler:
Recomendo toda a colecção a todos os quem não leram a saga do detective mais famoso do mundo! O primeiro que li foi "The Adventures of Sherlock Holmes", que é uma compilação de vários contos, mas recomendo que leiam pela ordem de publicação e comecem com A Study in Scarlet. Foda em todos os sentidos: a narrativa, a forma como todos os casos são resolvidos (muitas vezes um crime é resolvido não pelas pistas que se encontram, mas pela ausência dessas pistas xD). A personalidade snob e teimosa do Holmes é memorável, eu farto-me de rir com ele (há muitas coisas do conhecimento geral em que ele parece ser profundamente céptico, não obstante ser um génio para resolver crimes). Ele é foda, mas às vezes ele é também idiota. É uma figura controversa, no mínimo. O que apimenta os casos é mesmo a perspectiva do Watson. Ainda não li todos os romances, mas assim que puder comprar os livros é a 1ª coisa que vou fazer!

- Toda a colecção de Nero Wolfe, de Rex Stout.
Spoiler:
Nero Wolfe é um detective de nacionalidade montenegrina, de aspecto gordo, cavalheiresco (mas por vezes mal humorado), que NUNCA sai de casa e prefere passar horas fechado na estufa da sua mansão a cuidar de orquídeas. Geralmente é o seu empregado Archie (sarcástico, mulherengo, forte e ágil) que investiga a cena do crime para ele. Narrado na 1ª pessoa, o humor do Archie é absolutamente impagável e das coisas que mais me faz adorar os livros de Rex Stout. xDD Talvez seja a única colecção policial que conseguiu sair da fronteira "americana". Acho que o autor teve vários problemas com o McCartismo da sua época, por causa do socialismo da URSS que tomava a terra-natal do protagonista dele. Uma das aventuras mais interessantes é com efeito "A Montanha Negra" onde me surpreendi bastante com o Wolfe, porque ele não apenas SAIU de casa: ele andou milhas a pé até MonteNegro. o_O; (sim, é caso para surpreender porque o gajo RARAMENTE sai de casa... e geralmente só anda de carro xDD). Um dos livros que mais me divertiu: Orquídeas Negras.

- Toda a colecção da Agatha Christie.
Spoiler:
Seria idiota não recomendar os livros com o famoso detective Poirrot, mas deixem-me que vos avise: os melhores livros da Agatha não são os do Poirrot. O meu livro favorito é "As dez figurinhas Negras", um livro que reúne uma séries de personagens diferentes na mansão de uma ilha. TODOS os personagens acabam mortos, sem ninguém saber quem é o criminoso! Meu, é dos criminais mais foderosos que eu já li! Não percebi quem era o culpado até ao último capítulo, e duvido que a maioria dos leitores chegasse lá sem a confissão do Juiz. O pior é que havia mais do que pistas para chegar lá, era só pensar, mas a Agatha é fantástica mesmo. xD Outro livro que me fez rir imenso foi "The man in the brown suit". É muito difícil uma jovem mulher não se identificar com a Anne, aquela jovem maluquinha ansiosa por aventuras, que acaba metendo o nariz onde não devia.

- Toda a coleçcão do Robert Langdon, do mais-que-conhecido Dan Brown.
Spoiler:
Revolvem-me as entranhas só de pensar que a maioria das pessoas se limitou a ver os filmes, que são uma MERDA. Devorei e voltei a devorar Fortaleza Digital, Anjos e Demônios, O Código Da Vinci e O Símbolo Perdido. Fiquei furiosa comigo mesma por demorar tanto tempo para ler o último, mas simplesmente porque ainda não tinha conseguido deitar as minhas mãos a um exemplar em papel. E-book comigo só funciona para livros técnicos, se for romance, quero o livro numa mão e uma chávena de café na outra. xD
A narrativa prende o leitor até ao fim e se vocês forem do tipo que adoram ocultismo, sociedades e conspirações, com homicídios à mistura, com certeza que vão gostar. Algo que sempre me satisfez foi a "polémica" levantada em torno destes Best Sellers. Farto-me de rir com os defensores da igreja e afins, simplesmente porque estes são livros de romance, mais nada. Sim, é verdade que mais de 90% das informações "polémicas" são apuradas, correctas e baseadas em factos reais, mas a aura conspiratória do romance em si é ficcional e seria bom que mais pessoas entendessem isto. Alguns detalhes tendem até a ser adaptados, talvez para dar ênfase à história ou para proteger a aura das sociedades reais, não sei (como o nome de um certo grau da maçonaria). Ah, e o protagonista, o Langdon? Gosto dele. xD

- Harry Potter, da J. K. Rowling.
Spoiler:
Mais uma vez graças à merda dos filmes, a maioria das pessoas hoje em dia constrói um universo fantástico e fabuloso em torno do universo de Hogwarts. Isto deixa-me furiosa, porque o Harry Potter que eu conheço está longe de ser "magia bonita" quase "disneyana" para entreter crianças. Harry Potter é uma colecção que fala do medo, da morte e da traição. A narrativa da Rowling é especial porque dá um realismo pesado e sangrento a um universo que supostamente devia estar sobrecarregado de facilidades mágicas. É esta justamente a marca diferencial dos livros, que eu não vejo retratada no universo irritante dos fãs de hoje em dia. Se há coisa que os livros de Harry Potter não são é "agradáveis"; são livros muito mais sérios do que parecem, que fazem o leitor pensar e que abalam os clichés do "bem e mal". É uma colecção que não fala apenas de duas frentes de batalha, fala de várias, com o próprio ministério (o "establishment") a recusar-se a enfrentar os seus medos.


Estas seis colecções foram aquelas que lapidaram a minha pedra. Óbvio que li mais coisas, mas menciono aqui apenas os que eu realmente gosto.
Se me lembrar de mais alguma colecção que me tenha marcado, adiciono aqui. =P
Aos 14 anos eu tentei ler Tolkien, por recomendação da minha colega, e também porque foi a época de lançamentos dos filmes (e eu quis ler o original antes de ver) mas confesso que não consegui ler além do capítulo da casa do Tom Bombadil. Achei a leitura muito chata, desnecessariamente densa. Pareceu-me o tipo de livro indicado para gente mais velha. xD Talvez tente ler no futuro.
avatar
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

100%
Feminino Mensagens : 1765
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 28
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum