The book of Wish [Oneshots]

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Rayana em Dom Jan 29, 2012 9:47 pm

WIN!!! E faço questão de dizer: AMEI a contribuição do Agumon aqui xDDDD
Eu já tinha lido, mas eu podia jurar que algumas coisas estavam diferentes (ou a minha memória é mesmo péssima) , mas é como se tivesse lido a 1ª vez e mais uma vez adorei xDDD

Bem leve, casual, e also, acho que tom de comédia está muito "digimon-like" lol! (tipo, é algo que eu veria acontecer no anime... ou pelo menos num CD Drama, como Michi e no Armor, aquilo também é totalmente louco LOL)

Niii!! \o/ Update!!
avatar
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1776
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 29
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Convidado em Seg Mar 12, 2012 7:45 pm

@Ray: Eu não podia deixar essa fic de fora u_u Me diverti a beça imaginando o role invertido do Daisuke e do Ken.
E o Agu-chan tinha que aparecer e dar mais comédia pra isso x'DDDDDDDDDDDDD (Já que só tem o team ZeroTwo e os 12 digimons)

E Michi e no Armor Shinka me inspirou em inúmeras fanfics *shot* Daisuke kaiser rlz *w*

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Btw, tava afim de escrever isso aqui, direto. É uma idéia que tive ao relembrar lá dum tweet do Taichi em relação ao ep 53 de Xros Wars -q
Depois, se eu tiver paciência, eu cato o tweet e ponho aqui. Also, isso tem a ver com a AU também o.o

(Ya, pequenos fragmentos contidos aqui serão meio que fundamentais pra toda a idéia que bolei paquela Alternative Universe)
E sry aos haters do Daisuke, mas esta fic é com ele e com o Deus Capilar (por causa do tweet citado e também por outra coisa que não vou dizer pq sou má mwhahaha, brinks, é que é spoiler se eu contar lol)




★ Inexplicável

Personagens: Daisuke Motomiya, Taichi Yagami
Base: Digimon Adventure ZeroTwo; AU de Digimon Xros Wars 3º arco
Tema: --
Classificação: K


[Ignorem os erros. Escrevi diretamente no fórum]



O Dia estava nublado, chuvoso e calmo. Não era uma tormenta, mas também era aquelas chuvinhas chatas que deixa qualquer um morrendo de tédio. Oh sim, as férias de verão... Uns cinco dias depois do Memorial Day... E um tédio. Aquela tarde estava tão chata que nem videogame conseguia fazê-lo sorrir.

- Ok, que graça tem estar de férias e... Estar CHOVENDO?! - reclamou alto, um jovem de 20 anos, a olhar para a janela de seu quarto e "admirar" o véu de água que caía.

- Daisuke, anime-se. Logo passa. Não vai chover a tarde toda, certo? - o pequenino azulado tentava consolar o seu parceiro, saltando para a cama e sentando-se ao seu lado.

- Uma chuva chata que está durando umas 2 horas - exagerou, como sempre. A chuva tinha começado faz 30 minutos atrás - Não posso nem sair e curtir as férias... Principalmente depois de ser pressionado pela faculdade! Caaaaaara, era tão bom quando estava no primário‼

- Não exagere, você é sortudo de estudar na mesma classe do Ken e da Hikari--
- Ah! Hikari-chan‼ - deu um salto para trás, quase caindo da cama - Acho que vou ir visitá-la~♥
- Hm, É. Ela mora um andar acima, certo...?

Nem respondeu. Na verdade algo o fez inclinar-se na janela (com todo cuidado para não cair, pois estava no 12º andar) e ver algo passando pelo horizonte. Uma... Mão? O que isso poderia ser?! Arrumou os óculos (oh sim, ele os usava agora, por mais que preferisse lentes de contato. Algum dia explico esse detalhe melhor) e mirou na direção que pensava ter visto um vulto enorme.

E depois sentiu um arrepio em suas costas. Chibimon apenas encarava, todo eriçado como se fosse um gato.

- Será que... Seria... - supôs o Motomiya - Seria algum inimigo antigo nosso, como Vamdemon or Diablomon... Ou...

Não conseguiu responder. Um celular raivoso começou a tocar e a vibrar pela mesa do computador. O Goggle Boy desviou a atenção e pegou o aparelho, atendeu-o.

- Senpai...?! O que? Se eu vi algo passando pelos céus?! Se... Se era algo que parecia uma mão enorme, é eu vi. Eu acho. Pensei que tinha sido o único a ver aquilo‼

Do outro lado da linha, três andares acima, um Yagami pendurava-se na janela com um Agumon bastante inquieto ao lado. E quando digimons ficam nesse estado, só podia significar uma coisa:

- Será que derrotamos mesmo Diablomon ou Vamdemon? - indagou Taichi, continuando a conversa pelo celular - Ou pode ser que estamos vendo coisas devido à esse clima entediante.

- Mas, se você e eu vimos... - contestava Dai pelo outro lado da linha - Então não foi imaginação nossa!

- Talvez... E isso que me assusta... Ainda não liguei para perguntar se os outros viram também.
-Era justo o que eu ia fazer agora mesmo. Se mais alguém viu, devemos ficar em alerta... Certo?
- Sim, coisa boa isso não pode significar.

Subitamente ambos digimons, Agumon e Chibimon, que ainda olhavam fixamente para os céus, viraram-se para seus parceiros.
Numa voz séria, disseram algo. Sem enrolações, foram direto ao ponto:

- Sinto a presença de um digimon naquela direção.

Ambos rapazes ficaram perplexos. Sem questionar-se, um impulso os fez pegar os digivices, seus parceiros, um casaco meia-estação para proteger-se daquela chuva e saíram de casa. Com o D-terminal, apenas Taichi e Daisuke resolveram ir investigar aquilo.
Se fosse algum inimigo, não teriam tempo para chamar os outros. Além disso, Hikari estava fora de casa, passando as férias em Nova Iorque com Mimi. Yamato também não estava, foi à um ensaio da banda horas antes de começar a chover. Sora não atendia o telefone, talvez estivesse ocupada ajudando a mãe. Koushirou e Jyou ultimamente andavam ocupados demais estudando. Miyako, Ken, Iori, Takeru também andavam ocupados com outros assuntos.

Só sobrou então... Eles.

Passado alguns segundos, um dragão azulado voava em direção em que viram ir a tal silhueta misteriosa. Não era em Odaíba o destino dela, pois se fosse, já teria alcançado, certo?
Eles se surpreenderam por ser em outro lugar, próximo de Odaíba.

- Hein? Mas aqui é Koto, não? - perguntou-se Dai.
- É, mas... A pergunta não seria essa... E sim... Aonde foi aquela coisa?! - corrigiu Taichi.
- Aonde...?--

De repente, um flash passa pelo local. Isso fez com que XV-mon recuasse um pouco para trás, mas com todo cuidado para não derrubar os jovens que estavam em seus ombros. Agumon sentiu o azulado apertá-lo num abraço inesperado, e o dino laranja também sentio o mesmo que o parceiro do Motomiya.
O que sentiram? Algo estar naquela ponte. A presença de uma aura maligna a rodear por ali. Enquanto os humanos não viam nada, apenas olhavam para seus parceiros com umar de preocupação, os digimons tinham a sensação de que tinha algo fixado à sua frente.

Por alguns segundos, uma "distorção" passou e todos os quatro viram algo inexplicável: Uma espécie de raíz gigantesca destruindo a ponte, um céu avermelhado, pessoas petrificadas e... Um exército de digimons a lutar contra outro. E naquela "raíz", um digimon que nunca viram antes, com asas negras, um corpo bem poderoso, um lado do corpo esquelético, três chifres (dois nas laterais como os de um touro, e um na testa, como o de um unicórnio) a encarar algumas crianças ao horizonte, que era as únicas não pretrificadas. Ou não, pois além delas tinha umas outras cinco ou seis espalhadas e a observar a batalha.

Taichi olhou pra Daisuke, e vice versa. Como se estivessem se perguntando através do olhar "você também viu isso?"
Num rápido segundo, podia creer que noutro flash o Yagami e o Motomiya voltaram a ter respectivamente 11 anos. Mas nem se deram conta disso.
Tais eventos foram rápidos demais. E quando voltaram a olhar para a ponte, nada estava lá. Nada.

- O que foi... Isso...?! - exclamaram os dois escolhidos, arrepiados.
- Daisuke, a sensação... Passou. - informou Vee.
- Passou? - um Daisuke confuso piscou rapidamente os olhos.
- Sim. Aquilo desapareceu.
- Também não sinto mais nada, Taichi - disse Agumon.
- Também? - desta vez foi o Yagami.
- Sumiu, não sei o que aconteceu... Mas sumiu.

Misteriosamente a chuva também parou. Os quatro voltaram-se para a ponte. Nada de diferente.
Porém só depois que eles se tocaram de um detalhezinho:

- Senpai... Essa é a...‼
- Rainbow Bridge...‼ - completou, meio sério.

Foi algo inexplicado. E somente eles viram tal cena ou...




★Nota da autora:

Isso tem a ver com a AU.
Depois explico isso, principalmente o fato de somente eles terem presenciado e até, por alguns segundos, voltarem a ter a idade que tinham em Adventure e ZT, respectivamente o.o


Última edição por Daisuke Kaizaa em Sab Nov 24, 2012 8:31 pm, editado 2 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Convidado em Qui Mar 22, 2012 6:00 pm

Tinha prometido pra Juny fazer um Daikato pra ela (oh sim, DAIKATO. É, um shipping totalmente WTF vindo daquela que anos atrás dizia que não gostava do Takato Matsuda), era pra ser algo zuado e tosco.

Mas ficou diferente. Não sei como explicar, depois eu tento. Mas ficou meio "reflexivo"...
Não me perguntem como que fiz isso, existem coisas que não sei como consigo desenhar ou escrever. Simplesmente só fiz e depois fico olhando e vendo inúmeras coisas que posso interpretar ._.

Até tinha dito no twitter algo sobre isso, mas se eu for comentar por favor, peço que respeitem.
É a respeito sobre dimensões ou mundo paralelos. Algo que me fascina muito >///< E tipo, é uma das coisas que curto em digimon.
Talvez algo que tenha gostado em Hunters é terem abordado sobre tempo e espaço, mas acho que foi mais para abrir brecha e fazer o crossover fluir de alguma forma mais lógica possível.

Foi apenas um texto normal. Não tem nenhum romance amoroso ou qualquer outro gênero. É uma simples conversa entre eles.

Espero que entendam o.o'"
Juny, espero que goste.........




★ Conversa entre fan e ídolo

Personagens: Takato Matsuda, Daisuke Motomiya [+ digimons]
Base: Digimon Xros Wars II
Tema: --
Classificação: K




Simplesmente olhou para o outro, sem dizer nada. Os dias estavam agitados.
Eles recém tinham se conhecido, numa ocasião bastante inesperada.
E, digamos, ele já o conhecia. Mas não pessoalmente. Era de outra forma.

Para este, era um sonho realizado. Se bem que sonhador era tipicamente seu título. Antes sonhava com seu parceiro e ele criando vida própria...
Agora presenciava outro sonho tornando-se real. Algo totalmente surreal.

Mas para quem tem um dino vermelho, que foi desenhado por este garoto, cujo ganhou vida...
Então que raio seria estranhar estar ao lado de um de seus ídolos “fictícios”?

- E ele continua a olhar-me... – suspirou, ainda sendo observado por aqueles olhos.

- Você... Você é real? – de repente ouviu a voz da criança. Um tom tímido acompanhado de um pingo de alegria ao vê-lo.

- Real? – piscou os olhos o outro indivíduo, confuso – Claro que sou! O que você achou que eu era?! Uma ilusão?! – perguntou um pouco espantado.

O menino, pouco mais novo que ele, corou imediatamente. Ouvia-o. E de alguma maneira sentia-se feliz por ter ouvido aquilo.

- É que... – tentou expressar-se - Eu pensei que você fosse uma personagem de um anime famoso que eu assistia...

- Anime? – levantou a sobrancelha – Como assim?

- Você... Você se chama Motomiya Daisuke, certo?

Aquele menino das goggles amarelas disse meio que envergonhado. Já o outro ficou meio surpreso.

- Sim e... Como sabe o meu nome?!

- Eu assistia o anime... Os dois animes, na verdade. Foi graças aos animes que me apaixonei por digimon e comecei a colecionar as cartas, algumas figures e até criar o meu próprio parceiro‼

O outro goggle boy, no qual se chamava Daisuke, espichou-se para o lato e viu, atrás do garoto, o tal citado. Era quase da sua altura. Tinha olhos amarelos, focinho parecido com o de um agumon comum, orelhas parecidas com as de um patamon...

- Você criou o seu próprio digimon? – o ídolo ficou incrédulo, porém fascinado.

- Sim. Ele se chama Guilmon. Sou um digimon tamer.

Riu inocentemente. Aquela criança era tão simpática e criativa. Nunca tinha conhecido, com a exceção de um antigo homem, um garoto ou menina que tivesse criado seu próprio digimon.

- Daisuke – cutucou-o um pequeno digimon draconiano azul – esse tal Guilmon é enorme...! – disse, arrepiando-se todo.

- Guilmon não faz mal a ninguém – pronunciou-se o menino – Não precisa ter medo.

- Takato~ - e este falou – Guilmon quer pão~

A outra dupla ficou olhando-os. Guilmon só tinha tamanho, pois a real é que ele agia feito uma criança, que nem eles três.

-Ei, Guilmon! – e o outro digimon começou a interagir com ele – Eu sou V-mon, e eu amo chocolate!

- Guilmon ama pão com chocolate! – sorriu, sacudindo o rabo feito cachorro.

Enquanto os dois trocavam comidas favoritas, Takato puxou Daisuke para o canto, querendo continuar com a conversa anterior:

- Pelo que o estranho relojoeiro falou, nós somos de dimensões diferentes, ou mundos paralelos... E no meu mundo, Taichi-san e você são personagens muito famosas de um anime e de sua sequela.
.
- Não tinha a noção de que nós poderíamos ser fictícios em uma dessas dimensões, mas essa história de mundos diferentes eu já tinha ouvido falar – contou o outro – E até tínhamos debatido sobre isso.

- Sim, eu sei do que você está falando! Desculpe-me se eu estava de incomodando com o meu olhar. Mas eu não estava acreditando no que via.

- Até que te entendo... Estava a olhar para o Taichi-senpai e estranhar a aparência dele. Só depois percebi que ele veio de um tempo diferente do meu...!

- E ele te conhece ou não?

- Não antes, infelizmente. Mas agora sim, já que nos apresentamos. Não sei se isso irá afetar alguma coisa, mas me parece que naquele dia em que eu me tornei um escolhido, o senpai já tinha alguma noção do que aconteceria comigo.

- Será que não foi a intervenção daquele idoso do Clockmon? Pois pelo que me lembre bem, no primeiro episódio da sequela, você tinha dito que o Taichi-san tinha te contado sobre os digimons...

- Talvez sim. – estalou os dedos da mão direita, olhando nos olhos de Takato – Talvez esse nosso encontro aqui possa ter implicado com o meu futuro, e com o do V-mon também. Além de ter sido uma das crianças seqüestradas por Vamdemon em agosto de 1999...
- É uma boa teoria, garoto! – o Motomiya elogiou-o – Ah, qual é o seu nome mesmo?

- Oh! Que falta de educação minha! – envergonhou-se outra vez – Perdoe-me, Daisuke-san. Eu sou Matsuda Takato.




★Nota da autora:

Algumas notas a acrescentar:

#1 - No ep 78 Takato faz um comentário após o Takuya explicar à Akari e ao Zenjirou sobre o que Daisuke tinha dito.
O diálogo foi +/- assim (perdoem-me, estou usando as subs como referência):

Daisuke: Eu sou Daisuke Motomiya. Sou o kouhai do Taichi-senpai, porém agora estamos com a mesma idade.
Akari: O que você quer dizer?
Takuya: Estes dois vieram do mesmo mundo, porém de tempos diferentes.

E o Takato, cujo me deu a brecha para escrever e nos oficializou sobre Adventure e ZT serem animes:
"Que legal poder ver estes dois lado a lado!"


#2 - Quando pensei nisso, lembrei que o Takato (pelo que minha lembrança péssima sobre Tamers na infância) é um verdadeiro fan de digimon. E aí que pensei em colocar nesta oneshot uma possível origem pela sua paixão por digimon através do anime. Logo coloquei que o Takato é fan do Taichi e do Daisuke (mas, como tinha em mente apenas me focar nestes dois, Taichi só é citado)

#3 - Se não me falha a memória, Oikawa criou Arachnemon e Mummymon, por isso a tal exceção.

#4 - Como Takato assistia Adventure e ZeroTwo (nesta versão da oneshot), ele sabe sobre os eventos desta dimensão. Ou seja, ele sabe toda a história que Taichi & cia passaram em Adv., e o que Daisuke & cia. enfrentaram em ZT.

#5 - Ficou "reflexivo", de uma forma misturando a 'realidade' (Takato, a realidade de Tamers) com a 'fantasia' (Daisuke, a ficção de Adventure/ZeroTwo dentro da realidade de Tamers)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Jyunirii em Sex Mar 23, 2012 11:00 am

Ficou bonitinho, eu gostei mesmo. Tá muito fofinho, e gostei mais ainda que teve um ponto que as duas realidades se misturaram, ahh... não sei explicar, mas ficou uma graça, aonde tem o botão curtir dessa oneshot?
avatar
Jyunirii
Moderadores
Moderadores

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1529
Data de inscrição : 04/08/2011
Idade : 21
Localização : West Shinjuku while I'm listening The Biggest Dreamer.
Mensagem Pessoal : Amigos ate que o Ryouki nos separe.


http://pixiv.me/033210

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Convidado em Qua Set 19, 2012 6:27 pm

=3= Resolvi tirar poeira daqui e postar isso...

Ok, há a parte em que o Taichi conhece a minha OC, pois é parte do backstory e dos motivos dela ser "importante" na Lady of the Castle ~ Hinode >.>

Btw, mas o foco todo é no que ocorre depois... É quando o Taichi descobre que o Daisuke era uma das crianças raptadas pelo exército do tio Vamde.





★ "Lençóis Voadores"?! Você quis dizer: Bakemons?

Personagens: Taichi, Daisuke, Nina
Base: durante Digimon Adventure, depois dos eventos de Bokura no War Game
Tema: --
Classificação: K




- Ah, uma bola! Olha vovó! - soou uma voz graciosa e infantil pelo parque.

- Oi! Joga pra cá, por favor? - gritou o Yagami de longe, aproximando em instantes de uma senhora e uma menininha.

A pequena pegou a bola com suas delicadas mãos e olhou para a criança que parou na frente dela. Um cabelo gigantesco, goggles por cima de uma faixa azul de atleta. Ela entregou a bola de futebol ao jovem, que agradeceu-a.

- Yagami Taichi...? - disse a senhora - Como você cresceu...!
- Ah! Geijutsushi-san! - olhou-a sorrindo - Quanto tempo! Uh... Acho que passou um tempinho, ne? Eu estava no terceiro ano quando a senhora aposentou-se...
- Sim... Como vai o Kido Jou...? - aquela idosa tinha sido professora de Jou na quarta série, mas aposentou-se no ano seguinte.
- Ele está bem... Estudando como sempre... - riu.
- Ah, aquele jovem sempre está dedicando-se aos estudos. - elogiou.
- Vovó... - a pequena puxou a atenção para ela - Quem é ele...?
- Uh? Ah! Desculpem, nem me apresentei... - falou Taichi, dando um pequeno sorriso envergonhado - Eu sou Taichi. Yagami Taichi.

Ela olhou-o, sorriu. A vó ia apresentá-la, mas... A mesma fez isso.

- Eu sou Nina. Geijutsushi Nina. Tenho sete anos, farei oito em dezembro. Eu não moro no Japão, mas nas férias venho visitar meus tios e minha avó. Minha prima está sempre ocupada e o irmão dela é o único que brinca comigo. Ele também gosta de jogar futebol e sonha em ser convocado para a seleção japonesa quando crescer. Já eu quero... Quero desenhar! Adoro desenhar e sei que isso que quero fazer quando crescer! Desenhar!

- Ela é um tanto carismática - comentou o Yagami à avó de Nina.
- Todos da família dizem que ela puxou os pais... - riu - Meu filho casou-se com uma estrangeira, que também tem uma personalidade parecida com a dele.
- Minha mãe também adora desenhar. - emendou a neta - Foi ela quem me ensinou! E meu pai quem me ensinou japonês. Ah... E... Minha avó também.

- Taichi! O que você está fazendo?! - gritaram lá do fundo, era os amigos com quem jogava bola.

- Ah... Desculpem, mas estão me chamando... Até mais!
- Até. - acenou a ex-professora.
- Foi um prazer te conhecer! - gritou a menina ao jovem, que já estava se afastando dali.

Passou uns trinta minutos depois do Yagami mais velho encontrar a pequena e sua avó. Este ia fazendo a festa no jogo, fazendo vários dribles e gols no time adversário. Olhava para o canto e via Hikari brincando com algumas meninas da idade dela. Noutro canto, sentado e observando o jogo, uma outra criança que já era um conhecido seu e de sua irmã.

O Motomiya caçula estava ali, sentado e resmungando sobre querer ir jogar bola com os meninos, mas não podia por causa do seu tornozelo. No dia anterior ele acabou torcendo-o. Como se recusava a parar e repousar, aquilo continuava a doer.

E o pequenino ficava a olhar os outros brincando e... Aquela quem deveria estar cuidando dele a paquerar alguns garotos um pouco mais velhos que ela. Então ele ficou ali, chateado e fazendo círculos no chão com o dedo.

- Devia ter ficado em casa...! Mas não dá, iria ficar sozinho, deitado, esperando sarar...! Isso ia ser uma tortura! É verão, quero ir à praia, quero brincar... Quero jogar bola!

- Passa pra mim, Yagami-san!
- Não deixa! Vai, pega!
- Corre Taichi! Chuta!
- Defende esse gol, não deixa ele!!


- Será que vou ficar aqui sentado pro resto do dia?! Sozinho?! - suspirou, dando uma espiada pelo canto dos olhos para a sua “adorável” irmã - E até quando a Jun-neesan vai ficar conversando com esses--

A esta altura do campeonato, a “estrela” do time estava cara-a-cara com o goleiro. Só precisava chutar e acertar a goleira improvisada ali. Ia terminar o jogo com mais um espetacular gol... Quando...

- AAAH! SOCORRO! ELES VOLTARAM! JUN-NEESAN!! NÃO ME LEVE, POR FAVOR!!

Ao focar-se no que acontecia alguns metros dali, e do lado oposto ao que Hikari estava, um ruivo de olhos azuis tomou a bola de Taichi. O time do Yagami ficou incrédulo, já que ganhavam a partida com uns três a um no adversário.

Sem hesitar e dar atenção pro que os amigos dele diziam ali, o cabeludo saiu do “campo” e foi até a briga de alguém com um lençol branco, que parece ter voado de alguma residência.
Taichi parou diante da criança e tirou o tal “fantasma” de cima dela. Só viu uma cabeça pequenina e com o cabelo todo despenteado. Ao ver aquele tufo castanho avermelhado, o escolhido da Coragem chamou-o:

- Daisuke?
- Ah?! - e o menininho abriu os olhos, parando de agitar os braços e pernas.
- O que você está fazendo? - perguntou, meio curioso.
- Um fantasma! - contou - Um lençol voador com olhos esbugalhados, garras, presas...!
- Isso...? - apontou pro que segurava com a mão direita.
- ESSA COISA VOLTOU PRA ME PEGAR! - abaixou a cabeça e protegeu-a com as mãos.
- Isso é só um lençol! - riu o mais velho - Não é um monstro ou essa coisa aí.
- Não?! - abriu um olho e fitou o Yagami - Então ele não vai me levar praquele vampiro?!

A última pergunta fez Taichi piscar os olhos rapidamente. “Vampiro”. E o pânico do Motomiya mais novo era por causa de um “fantasma com olhos esbugalhados, garras e presas”...

- Daisuke... Que vampiro? - questionou-o, com um tom mais curioso.

- Um loiro e pele azul...! Ele estava juntando várias crianças...! Não me lembro muito bem, mas ele... Ele pegou meus pais e a Jun-neesan! Aconteceu algo depois... Nós dormimos... Depois acordei e vi uma coisa gigante e feiosa... E depois BOOM! Um cachorro metálico e uma Lagartixa de armadura e luzes e...

- Tá, tá...! Já entendi... Eu acho! - interrompeu-o.
- Eh? Taichi-san também viu aquilo?!
- Foi em Agosto do ano passado?
- Sim! Foi horrível, eu--
- Daisuke, se ficar quietinho eu posso te explicar.
- Mas..?!
- Já que... Você viu aquilo tudo e ficou com medo do lençol...
- E-eu não estava com medo! - cruzou os braços e virou a cara.
- Ok, ok... - suspirou - Já que tomou um susto deste lençol inofensivo...
- Ele me atacou primeiro! Não fiz nada!
- Vai me deixar terminar de falar ou não?! - bronqueou-o.
- D-desculpe-me! - abaixou a cabeça.
- Aquilo que você viu foi... Digimons.
- Deji...?
- Digimons. Criaturas de outro mundo que--
- Eh?! Monstros?!
- DAISUKE!
- Desculpa! - grunhiu baixinho.
- Digimons são seres de um outro mundo chamado Digital World. O que você viu foi a nossa luta contra o Vamdemon pra salvar a oitava criança escolhida dele, que era a minha irmã.
- Hikari-chan?!
- Deixa eu terminar? Depois você comenta, chora, faz escarcéu ou seja lá qual for tua reação.
- Ei!
- Relaxa, só estou brincando - riu.
- Não teve graça! E-eu... Aquele monstro me deixou com medo!
- Ah? O Bakemon?
- Bakemono?
- Não, Bakemon. Não “bakemono”. Esse era o nome daqueles fantasmas feios que te pegaram.
- Eles já voltaram praquela Deji... Deji...
- Digital World? Nem esquenta... Nenhum digimon apareceu mais.
- Então ele não voltar...?
- Pensei que tinha visto a batalha!
- Eu dormi depois... Minha irmã e eu dormimos, Só acordei e vi aquela coisa lutando contra...
- Vamdemon já era, ele foi derrotado pelos nossos parceiros.
- Parceiros...?
- É, a lagartixa de armadura era o meu parceiro.
- Que... Que maneiro! - os olhos do jovem brilharam - Maneiro! E E o cachorro?!
- Cachorro? - Taichi tentava entender as descrições de Daisuke.
- É, aquele cachorro que era um robô e soltava mísseis e...
- Ah! Aquele era parceiro do meu amigo Yamato.
- Quem?
- Ahn... Ele não está por aqui hoje, foi visitar a avó dele com o irmão mais novo.
- Taichi-san... Hikari-chan também tem um parceiro?
- Ah? Sim, ela é a oitava criança.
- Como ele é?! Hein hein hein?
- Ela. - corrigiu-o.
- Eh? Digimons tem...
- É uma gata chamada Tailmon.
- Gata?! Lembro de um gato branco... Todas as crianças estavam passando por ele!
- Bem... Acho que esqueci de dizer que Vamdemon estava com a parceira da oitava criança.
- Sério?! E o que ele estava fazendo com ela?!
- … Não acabei de dizer que nós lutamos com o Vamdemon pra salvar Odaíba e a minha irmã?
- Ah... A Hikari-chan era o alvo daquele vampiro?
- Daisuke, você tá prestando atenção no que tou contando?!




★Nota da autora:

Como queria mesmo enfiar a backstory que inventei pro Daisuke, mas acabei tomando conhecimento de que ele conversa com alguém randomicamente em um CD Drama e... cita ter visto a batalha contra Vamdemon, tive de "revisar" a idéia sobre o Daichan ter adquirido um "trauma" dos 'Bakemons', e que o Taichi quem o "curou" ao explicar sobre aquilo tudo.

Btw, a parte da Geijutsushi é totalmente curta. É apenas uma ctiação do Taichi quanto ao fato dela comentar sobre a idade dela e de terem feito a matrícula escolar com o ano de nascimento errado xDDD Por isso que ela cursa o mesmo ano letivo que o Daisuke lol

O foco do "fragmento" é justo quando o Taichi lembra do motivo de ter se lembrado disso... Foi por causa que aconteceu no mesmo dia em que descobriu um "segredo" do Motomiya caçula.

E sim, ficou com ar de CD Drama esse "fragmento" lol xD

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The book of Wish [Oneshots]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum