Digimon: The Path of Destiny

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Digimon: The Path of Destiny

Mensagem por Odin em Dom Nov 06, 2011 4:59 pm

Sinopse:
Yuitsu Chimuru é um jovem de 15 anos, sendo conhecido por ter o maior QI da humanidade. Orgulhoso, prepotente e nunca teve que se esforçar em nada na vida por ser extremamente brilhante, uma pessoa de caráter ruim. Depois de tentarem matá-lo ele acaba indo para o Mundo Digital onde ele tenta buscar um modo de voltar ao Mundo Humano para buscar sua vingança e provar a todos que é um Deus.


Capitulo I: O mundo, o culpado.

É uma manhã de 21 de abril. Andando pelas ruas de Tóquio. Andando perto de o parque onde as crianças correrem com sorrisos em suas faces, o céu é azul e sem nuvens, e o Sol radiava em um raro dia como aquele.

Yuitsu Chimuru – 15 anos, 2° série do ensino médio.

Yuitsu chega ao portão da escola com a sua face virada para baixo usando um boné preto, ele é muito alto, possui em média dois metros de altura, possui um corpo torneado, usa óculos escurecidos, mas ainda sim dá para ver seus olhos castanhos através da lente, seus cabelos negros azulados e um pouco bagunçados podem ser notados abaixo do boné. Ao se aproximar do portão, ele dobra a esquerda e vai até uma árvore e abaixo dela ver seus amigos jogando um card game. Yuitsu retira o boné e o coloca dentro da sua bolsa. Apesar do nome, não possui nenhuma característica oriental. Um de seus amigos é alto, cabelos lisos escorridos até ombro, olhos negros, relativamente mais baixo que o Yuitsu.

- Olá Yuitsu-Kun. – Diz Ryuuji cumprimentando o amigo.

Ryuuji Yamazaki – 15 anos, 2° série do ensino médio.

- Quando vocês vão parar com esse jogo de criança? – Perguntava Yuitsu com um tom sarcástico em sua voz.
- Talvez quando você aceitar a opinião dos outros. – Retruca Kyosuke demonstrado repulsa. Kyosuke possui um corpo magro, normal, cabelos arrepiados e azuis bem chamativos, um rosto bem desenhado e olhos negros.

Kyosuke Takahashi – 14 anos, 1° série do ensino médio.



- Se você pelo menos tivesse assistido uma temporada do anime e tivesse jogado Digimon card battle conosco, poderia ter direito a criticar. – Reclama Ryuuji.
O sinal toca e então Kyosuke e Ryuuji se levantam.
- Vamos... – Sussurra Yuitsu andando em direção ao prédio.
Yuitsu chega à sala do 2°A junto com Ryuuji, o barulho da sala antes da aula naquela morna manhã de segunda-feira. Ele vê uma bela garota sentada em uma carteira lendo uma revista com seus fones de ouvidos colocados em volume considerável, seus cabelos ruivos vão até o ombro, seus olhos são castanhos num tom avermelhado que chegam a ser hipnóticos, ela percebe a presença opressora de Yuitsu e seus olhos começam a se encher de lagrimas, ela desvia o olhar e tenta esconder sua face inutilmente, gerando curiosidade em Yuitsu que se aproxima da garota, ele retira o fone do ouvido direito e começa a falar.
- Olá, Hikari-San. – Sussurra Yuitsu no ouvido Hikari com um sorriso suspeito na sua face.

Hikari Mei – 15 anos, 2° série do ensino médio.

Hikari, assustada, começa tremer levemente após as palavras de Yuitsu, ela coloca a revista sobre a mesa e sua face indiferente se torna amedrontada.
- Do que está com medo Hikari-San me diga eu farei o possível para te ajudar – Yuitsu volta a sussurrar no ouvido de Hikari enquanto a abraça.
- Por favor, não me toque, lhe imploro. – Hikari fala baixo e com a voz tremula, fechando os olhos, demonstrando o mais puro dos pavores.
- Claro. – Diz Yuitsu com um sorriso maligno em sua face.
Yuitsu caminha até sua cadeira sorrindo. Ryuuji observa a cena atentamente e percebe algo errado então caminha até Yuitsu desconfiado, pegando no ar um fato que desconhece, abrindo o apetite de sua curiosidade.
- Yuitsu-Kun, houve algo entre você e a Hikari-San? – Pergunta Ryuuji a Yuitsu enquanto se senta.
- Nós só somos amigos, há algo de mais nisso? – Replica Yuitsu.
- Não, mas há um mês, toda vez que ela o vê, ela fica com uma feição triste e assustada. – Responde Ryuuji olhando nos olhos de Yuitsu.
- Se está tão curioso, porque não pergunta a ela? – Indaga Yuitsu de forma sarcástica.
- Farei isso, mas não agora, pois sinto que é inconveniente para ela. – Diz Ryuuji encarando Yuitsu.

A professora entra na sala e se senta na cadeira reservada aos professores, indicando o início das aulas daquela manhã.
O dia se passa e o fim de tarde chega, o azul dá lugar ao vermelho no céu e o por do sol é avistado no horizonte. Após o termino das aulas, Yuitsu está na coordenação resolvendo assuntos pendentes com a escola. Na sala de aula, Hikari e Ryuuji que estavam sozinhos. Hikari aparentava triste e desolada então Ryuuji se aproxima dela vagarosamente
- Hikari-San, o que ouve entre você e Yuitsu? – Indaga Ryuuji a Hikari olhando diretamente em seus olhos.
- Nada. – Diz Hikari desviando o seu olhar do de Ryuuji.
- Não minta, eu sei que houve algo entre vocês, por que esconder de mim, ele te fez mal? – Pergunta Ryuuji colocando sua mão esquerda no ombro direito de Hikari.
- Não... Não houve nada de mais entre nós – Gagueja Hikari, com uma lagrima descendo a sua face.
- O que ele fez?! – Indaga Ryuuji com a voz mais grossa, esperando por algo chocante e demonstrando sua raiva precoce.
- Já disse, ele não fez nada! – Exclama Hikari chorando e caindo de joelhos no chão.
Yuitsu entra na sala naquele momento, Ryuuji ouve o tinir da porta ao tocar a parede e vai à direção de Yuitsu com uma expressão irritada em sua face.
- O que fez com ela, desgraçado?! – Pergunta Ryuuji puxando Yuitsu pela camisa.
- Me solte, não aja como se tivesse certeza que fiz algo ruim! – Exclama Yuitsu tirando as mãos de Ryuuji sobre ele.

Ryuuji o encara e seus olhos brilham de tanto ódio contra Yuitsu que dá um leve e maligno sorriso e sai andando em direção a cadeira que estava seus pertences escolares, ele pega sua bolsa e sai da sala. Hikari que estava de joelhos se levanta aterrorizada com o que testemunhou, Ryuuji vai em direção a ela e a abraça na tentativa de consolar a garota. A cena vai para Yuitsu, que está caminhando no corredor com uma expressão séria indo descer as escadas quando Kyosuke vem subindo desesperadamente deparando-se com Yuitsu.
- Yuitsu-Kun, viu o Ryuuji? – Pergunta Kyosuke quase sem fôlego a Yuitsu.
- Sim, está na sala junto com a Hikari Mei... – Yuitsu Responde com um baixo tom de voz.
- Obrigado Yuitsu-Kun – Agradece Kyosuke subindo as escadas.
A cena volta para Hikari e Ryuuji.
- Ele fez o que?!- Diz Ryuuji espantado.
- Por favor, não me faça repetir... – Diz Hikari chorando.
- Ryuuji-Kun, vamos, se não chegaremos atrasados ao festival... O que houve? – Pergunta Kyosuke com uma incógnita na face, sem compreender a cena.
- Nada, Kyosuke-Kun. Hikari-San eu lhe prometo que te vingarei daquele desgraçado! – Exclama Ryuuji apertando fortemente o punho.
- Vamos logo ou não? – Indaga Kyousuke ansioso.
- Sim. – Responde Ryuuji saindo da sala.
Ryuuji e Kyousuke saem da sala, Hikari sai da sala logo depois com a cabeça baixa e andando vagarosamente, em seus olhos derramavam lágrimas, a sua tristeza era percebida de longe. Na manhã seguinte, 22 de abril, uma terça-feira. Yuitsu chega a sua sala, lá ele vê vários colegas menos Hikari e Ryuuji. Yuitsu sente que algo está errado, mas logo se despreocupa. Na saída da escola, fim de tarde e poucas nuvens estavam no céu. Yuitsu vai até sua casa que fica a 5 quarteirões do colégio. É a casa onde seus pais moraram com ele enquanto eram vivos, ele entra no banheiro e toma um rápido banho e depois se veste, enquanto coloca seu casaco o seu celular toca.

Ele acaba de receber uma mensagem no seu celular, era de Ryuuji que se surpreende desesperado Yuitsu corre incansavelmente.
- Mas que merda, a Rainbow Bridge é a quase 20 quilômetros daqui. – Resmunga Yuitsu entrando na estação de metrô.
Chegando ao local Yuitsu olha de um lado para o outro e corre para dentro de Odaiba, quando recebe uma nova mensagem em seu celular.
- Neste local... Estranho... – Sussurra Yuitsu apreensivo.
Chegando ao local que é uma espécie de um Showroom com vários veículos, Yuitsu adentra nele e vai à parte onde há menos pessoas possíveis em um beco sem saída e lá vê Hikari presa na cadeira desacordada e Ryuuji no chão desmaiado e em volta deles vários delinqüentes, Yuitsu então fica parado, analisando a situação.
- Parece que chamaram um amigo. – Fala um delinqüente rindo enquanto segura um taco de Baseball.
- Quem seria idiota de se meter com nós da Yakuza? – Pergunta outro delinqüente rindo.
- Yuitsu Chimuru. – Responde Yuitsu assustando os delinqüentes em volta.
Então, o mal feitor que está com o taco de Baseball em mãos avança contra Yuitsu, ele demonstra ódio ao garoto e avança sobre ele brutalmente, mas Yuitsu fica indiferente.
- Meus pais vivem enchendo meu saco me dizendo para me tornar igual a você! – Exclama o Delinqüente atacando Yuitsu.
Yuitsu desvia do ataque que sofria virando seu corpo levemente a para a direita, numa fração de segundos, Yuitsu desfere um chute com sua perna direita na face do rapaz pressionando por um segundo a cabeça do mesmo na parede o fazendo sangrar e ficar inconsciente, deixando todos os outros delinqüentes assustados.
- Levem esse lixo daqui. – Fala Yuitsu assustando os outros delinqüentes que carregam seu parceiro e fogem do local.

- Hikari-San, Ryuuji-Kun, estão bem?! – Indaga Yuitsu correndo na direção deles.
- Por favor, me tire daqui, Yuitsu-Kun. – Resmunga Hikari.
Enquanto Yuitsu desamarrava Hikari, Ryuuji se levanta sorrateiramente e com um pedaço de madeira ataca Yuitsu pelas costas o atingindo na cabeça, fazendo-o e sua cabeça doía muito. desmaiar. Hikari se levanta da cadeira e ajuda Ryuuji a carregar Yuitsu depois o amarram na cadeira que Hikari estava. Algum tempo se passa, já é noite e está deserto, Yuitsu acorda
- Covarde desgraçado, o que te levou a fazer isso?! – Exclama Yuitsu
- Olha quem fala pelo menos eu não violentei ninguém. – Responde Ryuuji, sorrindo.
- Hikari, por que contou a alguém?! – Indaga Yuitsu enfurecido.
- Porque eu quero que você morra o que você fez comigo é imperdoável – Fala Hikari com a cabeça baixa.
- Mas eu não fiz nada! – Exclama Yuitsu.
- Mentira! Você a violentou e agora está negando, você não é homem, você não é nada! – Exclama Ryuuji sorrindo de forma assustadora.
- É mentira, eu não a violentei! – Exclama Yuitsu desesperado.
- Não adianta, sua sentença é a morte. – Diz Ryuuji sorrindo.
Ao ouvir essas palavras a expressão de Yuitsu muda da água para o vinho, do ódio para o medo.
- Morte?!Não, por favor, Não! – Exclama Yuitsu.
Ryuuji pega uma faca e corta as cordas e depois, Yuitsu corre desesperadamente dali, mas Ryuuji puxa uma arma, um Revolver Calibre 45, e atira nas costas de Yuitsu, foram três tiros e os três atingiram Yuitsu que cai no chão, Hikari e Ryuuji se aproximam do corpo de Yuitsu, vendo a imagem do seu antigo amigo visto como morto.
- Obrigado Ryuuji-Kun. – Diz Hikari com a cabeça baixa.
- De nada, afinal eu sou um justiceiro! – Exclama Ryuuji.
Hikari e Ryuuji ouvem som de sirenes e então saem rapidamente do local. Yuitsu estava no chão, ensangüentado, mal se mantém consciente e não consegue se mover.

Então é assim que vai acabar? Que conveniente.

-Você quer viver, Yuitsu-San? – Indaga uma voz feminina.
-Quem é você? – Pergunta Yuitsu quase morto.
-Você quer viver, Yuitsu-San? – Pergunta a mesma voz feminina.
- Sim, mais do que tudo agora, eu quero viver. – Responde Yuitsu com dificuldades.
- Por quê? – Pergunta a voz.
- Porque quero me vingar... Quero uma chance de mostrar que sou um deus... –Responde Yuitsu com dificuldades.
- Levante e entre no portal a sua frente e me mostre a sua força de vontade. – Diz a voz.
Um portal aparece misteriosamente na frente de Yuitsu, mesmo com dificuldades ele rasteja e adentra naquela luz.

avatar
Odin
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens : 222
Data de inscrição : 06/11/2011
Idade : 23
Localização : Salvador - Bahia
Mensagem Pessoal : Atrás de você!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon: The Path of Destiny

Mensagem por Odin em Sab Nov 12, 2011 11:25 pm

Capitulo II: O desafio é proposto.

Aos abutres foi jogado o corpo do pecador
E assim os que arremessaram achavam que os sinais de seus pecados seriam limpos
Do corpo, da mente e da alma
Os humanos atiraram o corpo do daquele que errou no abismo
Demonstrando o mais puro cinismo
Sendo eles tão patéticos quanto o pecador

É apenas uma casinha bem simples, havia uma mesa com um jarro e alguns copos sobre ela, cadeiras em volta da mesa, em uma dessas cadeiras, está sentada uma senhora baixa com uma vassoura na mão. Podem-se visualizar os outros cômodos do casebre de barro, um banheiro simples e um quarto, neste quarto, precisamente sobre a cama deitado está Yuitsu, ataduras estão sobre o seu corpo e o mesmo está em um sono leve. O raiar do sol matinal é intenso e isso desperta o jovem abatido. Ele observa a casa e estranha totalmente o local.
- Onde estou... Estas faixas... Ryuuji, o farei pagar com a própria vida. – Pensa Yuitsu expressando sua raiva facialmente.
O ranger da cama chama a atenção da senhora que habita o casebre, ela então levanta de sua cadeira e anda em direção ao jovem.
- Ora, vejo que o humano acordou. – Diz a senhora sorrindo
- Hã? O que é você? – Pergunta com espanto Yuitsu ao ver a aparência nada humana da senhora.
- Não seja grosseiro jovem, me chamo Babamon, qual o seu nome? – Pergunta Babamon.
- Yuitsu Chimuru. Você disse Babamon, então significa que é um Digimon? – Yuitsu pergunta com um tom irônico na voz.
- Sim, meu jovem. – Responde Babamon.
- Ótimo, eu fiquei maluco, acordei numa casa de barro que aparenta ser da áfrica central e estou conversando com um Digimon... Preferia ter morrido. – Fala Yuitsu com um tom irônico.
- Deixe-me adivinhar... Você não dá valor a sua vida e cometeu um erro, acha que não a nada a ser feito para corrigi-lo ou ele não lhe deu nada aparente de novo e que erros como esses não possuem valor algum, certo? – Indaga Babamon.
- Porque daria valor? E eu já sou perfeito, tenho que voltar para casa e me vingar do Ryuuji e também não tenho tempo para escutar filosofia barata de uma velha. – Responde Yuitsu se levantando da cama com dificuldades.
Após as palavras de Yuitsu, Babamon usa sua vassoura e o atinge entre as pernas que o faz cair de costas na cama magoando suas feridas.
- Ai! Velha desgraçada! – Exclama Yuitsu enquanto sente dor.
Então Babamon usa sua vassoura e ataca em cheio a cabeça de Yuitsu, o fazendo deitar na cama mais uma vez.
- Ai! O porquê dessa violência, Babamon? – Indaga Yuitsu com a mão na cabeça.
- A sua vontade é apenas de se vingar, sua sabedoria é quase nula, se for assim não conseguirá sair deste mundo. – Responde Babamon voltando sentando-se no banco perto da cama.
- Deste mundo? Não estou mais no planeta terra é isso? – Pergunta Yuitsu espantado.
- Não sei lhe responder isso, mas em uma dimensão paralela ao mundo humano. – Responde Babamon.
- Outra dimensão? E você sabe que sou humano, então não sou o primeiro não é? – Indaga Yuitsu sentando-se na cama.
- Sim, há 10 anos, vários jovens humanos vieram ao mundo digital acidentalmente por causa do desequilíbrio que ocorre no seu mundo, o nosso Deus deu a cada um deles um aparelho Digital chamado Digivice e um Digitama dos antigos Royal Knights, nosso Deus pediu para que resolvessem a crise do nosso mundo em que estávamos passando já que ele não possuía o poder para realizar esse feito, os Digitamas chocaram e deles nasceram os Digimons que ajudaram a amenizar a crise política, mas não conseguiram acabar com ela por completo. Antes de voltarem ao mundo humano, um deles me deu esse Digivice. – Explica Babamon que em seguida mostra o Digivice, um aparelho digital que lembra um Smartphone futurístico com a cor preta predominante e detalhes em roxo e amarelo.
- Foi a 10 anos que surgiu a franquia... – Fala Yuitsu com a mão no queixo.
- O que houve após volta dos nossos heróis ao seu mundo? – Pergunta Babamon.
- Não sei dizer ao certo, mas é provável que eles utilizaram tudo o que viram nesse mundo e criaram uma franquia extremamente influente e lucrativa no mundo humano. – Responde Yuitsu.
- Então eles disseram a verdade, mostraram aos humanos a nossa existência sem que o mundo percebesse. – Fala Babamon com um sorriso de satisfação na face.
- A propósito, Babamon, por quanto tempo eu dormi? – Indaga Yuitsu.
- Quatro dias. – Responde Babamon com um sorriso leve.
As feições de Yuitsu mudam, ele está impressionado em como se recuperou de seus ferimentos à bala tão rapidamente.

Algum tempo se passa, cerca de duas horas. Yuitsu continua na casa senhora e enquanto bebe uma xícara de café sentado a mesa, de repente uma grande explosão é ouvida e a casa começa a tremer.
- Mas que diabos estão acontecendo? – Indaga Yuitsu se levantando com dificuldades.
Ao chegar à porta do casebre se depara com a fumaça, mas apenas é o que ver, pois é empurrado por dois monstros.
Desesperados entram na cabana um monstro que possui uma aparência de um bicho de pelúcia bicolor em roxo e branco com asas acima de sua face e um monstro pequeno que aparenta ser um dinossauro de cor negra e grandes olhos verdes.
- Socorro! Ajudem-nos! – Implora o pequeno dinossauro acovardado.
- O que houve crianças?! – Babamon pergunta aflita.
- Um GeoGreymon está atacando e destruindo tudo. – Responde o monstro pequeno que parece um dinossauro de cor negra ofegante.
- Tentamos conversar com ele, mas fomos atacados, só conseguimos vir até aqui. – Fala um monstro que acompanha o dinossauro negro.
Enquanto se recuperava, Yuitsu vê a cena e reconhece os dois monstros que acabará de entrar se lembra de um fato simples que ocorreu...

Flashback:

6 anos atrás.

Andando pela rua até que vejo dois pedaços de papel no chão, cheio de curiosidade, me aproximo deles e os pego e me pergunto “Ãn? Duas cartas de Digimon Card Battle.” Leio-as ainda impulsionado e vejo seus nomes “Tsukaimon e BlackAgumon, apesar de não gostar eu as levarei para o Ryuuji-Kun, talvez elas tenham utilidade para ele."

Yuitsu continua seu caminho a escola naquela manhã de quarta-feira, ele vê Ryuuji jogando Digimon Card Battle e chega perto.
- Ryuuji-Kun, eu achei essas cartas na rua, pegue-as, talvez tenha uma utilidade para você – Fala Yuitsu friamente. Então Ryuuji pega as cartas e ás devolvem para Yuitsu.
- Valeu, agora quero que fique com elas. – Diz Ryuuji com um sorriso no rosto.
- Por que ficaria com elas, eu não gosto de Digimon. – Resmunga Yuitsu.
- Coloque em sua carteira, será o nosso símbolo que amizade – Fala Ryuuji sorrindo
- Que infantilidade... Mas se te faz feliz, farei isso. – Aceita Yuitsu estranhando o pedido.

Fim do Flashback.

Yuitsu cai na gargalhada ao se lembrar de sua infância chamando a atenção de todos.
- Ei cara, você está bem? – Pergunta o dinossauro negro.
- É, eu estou... BlackAgumon. – Responde Yuitsu. - Quanto ódio está dentro do meu peito ao lembrar-me dele, este mundo não é real, mas sendo real ou não, tentarei executar esse plano. – Sussurra Yuitsu
- Babamon, onde está o Digivice? – Pergunta Yuitsu.
- Para quê? – Indaga Babamon.
- Em forma de agradecimento, tentarei salvar vocês. – Responde Yuitsu com um olhar determinado.
- Mesmo nessas condições precárias você pretende lutar contra um poderoso Seijukuki? – Pergunta o monstro bicolor.
- Sim, Tsukaimon. – Responde Yuitsu com um olhar determinado em face.
- Ora, ora, você não é tão ruim quanto parece, humano. – Diz Babamon sorrindo.
- Depois dos últimos acontecimentos tenho perguntas que devem ser feitas, não irei morrer até responder todas. – Fala Yuitsu determinado com palavras ferventes.
- Parece que a quase-morte o fez perceber coisas novas. – Comenta Babamon sorrindo.
- Tsukaimon, BlackAgumon precisarei da ajuda de vocês – Diz Yuitsu.
- Nós? Somos apenas Seichouki, não podemos vencer um GeoGreymon – Fala Tsukaimon nervoso.
- E... Se você é um humano, como você sabe nossos nomes? – Indaga BlackAgumon.
Yuitsu puxa do bolso as cartas de Digimon Card Battle de Tsukaimon e BlackAgumon e a amostra para os dois, em seguida ele as rasgas.
- Entendo, aqui está o Digivice, cuide bem dele. – Diz Babamon dando a Yuitsu o Digivice.
Yuitsu pega o Digivice e corre em direção à porta ao lado dos Digimons.
- Espere Yuitsu, antes quero lhe desafiar. – Diz Babamon.
- E qual será o desafio? – Pergunta Yuitsu.
- Quero você se torne um ser humilde. – Responde Babamon.
- Eu acho que já sou perfeito, então, acredito que a humildade também está em admitir quem somos. – Diz Yuitsu sorrindo sarcasticamente.
Parece que seu jeito antipático não passa de um escudo.
Yuitsu, BlackAgumon e Tsukaimon saem da casa de Babamon apressados.
Eles olham e vêem o vilarejo sendo atacado por GeoGreymon, perto daquele local ficava um penhasco que tinha mais ou menos 60 metros de altura e embaixo ficava uma planície e logo após podia se ver uma floresta imensa.
Yuitsu, BlackAgumon e Tsukaimon encontram o GeoGreymon que está atacando a vila, de sua boca ele dispara uma rajada de energia que destrói tudo, sem se importar com o que acontece.
O grito de desespero dos Digimons mais fracos é atormentador, é como se uma chacina estivesse sido iniciada, mas é um adjetivo muito pequeno para quem presencia aquele momento.
- Que poder! – Yuitsu diz impressionado. - Precisamos de um plano, Tsukaimon, ataque os olhos de GeoGreymon, BlackAgumon distraia GeoGreymon. – Ordena Yuitsu.
Tsukaimon e BlackAgumon se encaram pensando em seguir ou não a ordem do humano.
- Certo, seguiremos seu plano, Yuitsu. – Diz BlackAgumon.
Então BlackAgumon executa sua técnica, Baby Flame e atira varias bolas de fogo de sua boca em direção a GeoGreymon.
GeoGreymon sente o ataque de BlackAgumon e o ataca com um chute usando sua perna direita que atinge BlackAgumon em cheio e o faz voar batendo e destruindo uma casa do vilarejo.

Logo após o ataque de GeoGreymon, Tsukaimon executa sua técnica, Purple Haze atirando uma rajada de energia negra de sua boca. O ataque de Tsukaimon não tem efeito e logo após isso rapidamente GeoGreymon usa o braço esquerdo o fazendo voar e se bater uma casa. A falha tática de Yuitsu o deixa profundamente irritado, mordendo os lábios e apertando bem forte o punho direito.
- Droga! O que são esses sentimentos de raiva e vontade que dominam meu peito agora, o que é essa voz que me diz para lutar... Chega de ser um covarde, já tenho 15 anos e não me defini ainda! – Exclama Yuitsu.
GeoGreymon avança para cima de Yuitsu.
- Ficarei e o enfrentarei, GeoGreymon! – Fala Yuitsu preparando-se para lutar.
- Lembre-se Yuitsu você não está só! – Grita BlackAgumon.
- Sim, dessa vez, eu sei que não estou sozinho... – Diz Yuitsu apontando o Digivice para frente enquanto GeoGreymon avança para cima dele.
Os olhos de Yuitsu ficam totalmente brancos e o Digivice brilha.
- BlackAgumon, Tsukaimon, vamos destruí-lo! – Grita Yuitsu segurando o Digivice.
Uma forte luz saí do Digivice paralisando GeoGreymon e está luz toma BlackAgumon e Tsukaimon.
- Impossível isso séria a evolução?! – Pergunta GeoGreymon assustado.

BlackAgumon Shinka! DarkTyranomon!
Tsukaimon Shinka! DeviDramon!


Um milagre aconteceu naquele momento, em um segundo os derrotados Tsukaimon e BlackAgumon atingem um novo estágio de poder, uma evolução.
Toda a destruição e sofrimento dos Digimons atingidos pela investida de GeoGreymon não passaram despercebidas da consciência de Yuitsu. Os gritos de socorro e as atitudes desesperadas para sair daquele lugar lhe fazem recordar da situação que estava a pouquíssimo tempo atrás, a de lutar por sua vida. Rangendo seus dentes e apertando bem forte seus punhos, Yuitsu demonstra seu ódio e em sua mente só vem apenas uma coisa “Não consigo abandoná-los... Essa situação, não posso deixar isso continuar”
- DeviDramon e DarkTyranomon… - Sussurra Yuitsu impressionado ao ver a evolução de seus companheiros de guerra. - DeviDramon retire todas as crianças e feridos daqui. DarkTyranomon sua força física é maior então distraia GeoGreymon e tente deixar sua boca inutilizável. – Ordena Yuitsu.

- Certo! - Diz DarkTyranomon indo para cima de GeoGreymon o agarrando.
DeviDramon acompanham todas as crianças e os feridos retirando-os do local da luta, logo em seguida, DarkTyranomon é derrubado por GeoGreymon e dá um chute em sua barriga o deixando mal, logo após isso, GeoGreymon vai para cima de Yuitsu que corre em direção ao penhasco.
- Droga, eu tenho muitas perguntas a serem respondidas, irei morrer aqui? – Pensa Yuitsu aflito dando passos para trás ficando a centímetros do fim do penhasco.
DeviDramon aparece voando atrás de Yuitsu e executa sua técnica, Red Eye atirando raios vermelhos de seus olhos atordoando GeoGreymon.
- Está bem, Yuitsu? – Pergunta DeviDramon.
- Sim... DeviDramon eu tenho um plano, GeoGreymon possui muita força física e resistência, preciso que o ocupe enquanto DarkTyranomon desce o penhasco. – Diz Yuitsu. GeoGreymon volta a correr em direção a Yuitsu e está perto de alcançá-lo, mas DeviDramon voa e se joga contra GeoGreymon empurrando-o com seu ombro direito fazendo-o cair, mas ele logo se levanta.
- Certo, DarkTyranomon está pronto? – Pergunta DeviDramon
- Sim, confiaremos em você, Yuitsu. – Diz DarkTyranomon.
DeviDramon vai para cima de GeoGreymon que estava preparando um poderoso ataque, ele voa e utiliza a sua técnica, Crimson Nail atacando inúmeras vezes GeoGreymon usando suas garras antes do disparo e com uma velocidade incrível, GeoGreymon fica ferido com vários cortes espalhados em seu corpo, mas consegue atacar DeviDramon com o Mega Flame, este esquiva e fica atrás de Yuitsu que estava perto da ponta do penhasco.
- Yuitsu, suba em minhas costas! – Diz DeviDramon se abaixando.
- Certo. – Diz Yuitsu subindo nas costas de DeviDramon.
GeoGreymon usa o Mega Burst em direção a Yuitsu e DeviDramon e eles desviam. DarkTyranomon lança uma bola de fogo ao céus dando o sinal a DeviDramon e Yuitsu, DeviDramon voa pelo lado direito de GeoGreymon e o pega pelas costas o levando em direção ao penhasco e caindo, após a queda livre, DeviDramon levanta voou com GeoGreymon que estava imóvel em seus braços e o joga para cima em direção ao sol, GeoGreymon que começa a cair de cabeça leva um chute na barriga de DeviDramon e então GeoGreymon começa a cair de costas. DarkTyranomon usa sua técnica, Fire Blast em direção a GeoGreymon, no ar DeviDramon acumula energia em suas garras e voa em altíssima velocidade em direção a GeoGreymon que está caindo e começa a disparar o Mega Flame na direção de DeviDramon, ele se esquiva das chamas e executa sua técnica, Crimson Nail e atinge em cheio a barriga de GeoGreymon, após o ataque, DeviDramon para e rola no ar e voa em direção ao chão passando raspando pelo ataque de DarkTyranomon que atinge GeoGreymon e causa uma grande explosão e assim DeviDramon, DarkTyranomon e Yuitsu vencem a batalha.
- É incrível... Este poder... – Fala DeviDramon.
- Porque seria incrível? – Indaga Yuitsu.
- Não é comum Digimons evoluírem desse modo. – Responde DeviDramon.

DeviDramon que está com Yuitsu em suas costas pousa ao lado de DarkTyranomon, Yuitsu desce e das costas de DeviDramon e ambos voltam as suas fases anteriores.
- Conseguimos... – Diz Yuitsu suspirando.
- Jovem você é realmente forte. – Fala Babamon se aproximando.
- Cumpriu sua promessa, agora para voltar ao mundo humano, procure a cidade-capital de um império chamado Amazônia, lá seu líder, TyrantKabuterimon está localizado ele o ajudará a voltar. – Diz Babamon.
- Como irei para lá, por acaso no Digivice aqui tem um GPS ou um mapa? – Indaga Yuitsu com um tom sarcástico.
- Eu não sei exatamente onde fica, mas é dito que fica do outro lado do oceano. – Responde Babamon sem graça.
- Isso definitivamente tem que ser um sonho. – Pensa Yuitsu expressando sua preocupação. – Bom, mas acho que será impossível eu chegar lá sem ser morto por um Digimon selvagem. – Fala Yuitsu com um olhar triste.
- Não se preocupe, vamos acompanhar você Yuitsu – Diz Tsukaimon.
- Espere Tsukaimon isso é perigoso, tem certeza que quer mesmo fazer isso? – Indaga BlackAgumon com um tom de desespero.
- Sim irmão, afinal de contas, somos dois andarilhos, não? – Responde Tsukaimon com um sorriso.
- Obrigado pessoal. – Diz Yuitsu.
- Siga ao oeste e vá à cidade de Arios, lá você pode conseguir informações sobre a capital da Amazônia. – Diz Babamon.

Yuitsu sai do local acenando para os Digimons indo embora. Após a ida de Yuitsu, Tsukaimon e BlackAgumon, no vilarejo um anjo com aparência de feminina, usando armadura azul em tom verde, asas douradas, em seu braço esquerdo um escudo com a face de um cavalo. Ela vai em direção a Babamon.
- Isso foi arriscado de mais, Ofanimon-Sama. – Diz Babamon.
- Ele tem as proezas para restaurar a política no Mundo digital. – Fala Ofanimon.
- Se ele escolher se juntar aos nossos inimigos pode dar adeus à liberdade. – Diz Babamon com receio.
- Tudo que podemos fazer é confiar e acreditar, mas tem uma pergunta que quero fazer a ele, apenas esperarei o momento certo. – Diz Ofanimon.
- E você o acha confiável? – Indaga Babamon.
- Isso só o tempo mostrará, ele já demonstrou ter muita afinidade com este mundo... A forma que DarkTyranomon e DeviDramon, dois Digimons que possuem geralmente personalidades selvagens e violentas mantiveram sua personalidade serena e calma lutando sobre o comando dele, isso é impressionante.
- Isso é verdade, ele tem um potencial monstruoso. – Fala Babamon concordando.
Já é noite, o céu está estrelado e belo. Yuitsu, BlackAgumon e Tsukaimon encontraram um local seguro dentro da floresta e lá se preparam para passar aquela noite, Tsukaimon e BlackAgumon estavam exaustos e logo dormiram, mas Yuitsu ficou mais um tempo acordado admirando o céu estrelado e pensando.
- Será que tudo isso é real? – Se pergunta Yuitsu fechando os olhos.

Vou fazer isso mesmo sem certeza, amanhã será um dia longo é melhor dormi, e então mostrarei que eu sou digno de ser chamado de Deus.


Fim do capítulo 2, espero que se divirtam! (Se é que alguém lê, q)
avatar
Odin
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens : 222
Data de inscrição : 06/11/2011
Idade : 23
Localização : Salvador - Bahia
Mensagem Pessoal : Atrás de você!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon: The Path of Destiny

Mensagem por Takuya em Sex Nov 18, 2011 11:03 am

Eu to lendo -q

Bom, confesso que achei o começo um tanto corrido, e não saquei muito bem o objetivo do protagonista (provar que é um deus, really? :suspect: ). Acho que poderia ter sido melhor desenvolvido. O segundo capítulo me agradou mais, os dialogos fluem mais naturalmente, e aos poucos a personalidade do Yuitsu vai se definindo melhor. A cena da batalha foi muito bem-descrita, e a forma como os capítulos se ligam ficou legal também. De 1 a 10, eu daria 7.5, ainda tem coisas que podem melhorar, mas no geral tá indo bem :D .
avatar
Takuya
Administrador
Administrador

100%
Masculino Mensagens : 3464
Data de inscrição : 01/08/2011
Idade : 27
Localização : Spiral Mountain
Mensagem Pessoal : I saw the end of an era with my own eyes. And in truth, I actually do know that it's my turn next.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon: The Path of Destiny

Mensagem por Odin em Sex Nov 18, 2011 8:32 pm

TakeruTK escreveu:Eu to lendo -q

Bom, confesso que achei o começo um tanto corrido, e não saquei muito bem o objetivo do protagonista (provar que é um deus, really? :suspect: ). Acho que poderia ter sido melhor desenvolvido. O segundo capítulo me agradou mais, os dialogos fluem mais naturalmente, e aos poucos a personalidade do Yuitsu vai se definindo melhor. A cena da batalha foi muito bem-descrita, e a forma como os capítulos se ligam ficou legal também. De 1 a 10, eu daria 7.5, ainda tem coisas que podem melhorar, mas no geral tá indo bem :D .

Bom, na verdade esse dois capítulos são um apenas já que a base da história só será apresentada mais pro meio. Eu o separei na tentativa de dar uma dinâmica a mais. Sobre ter desenvolvido melhor o Yuitsu eu quis fazer desse modo, no futuro as coisas vão se encaixando (Espero) e por isso ficou com um ar corrido e ao mesmo tempo foi por isso que se ligaram. Eu não sou muito de escrever, escrevo mal, mas claro que me esforço e leio muito, já algumas das fics daqui apesar de não comentar (Não por não gostar ou algo assim, eu simplesmente não quis x_X) Pra mim é complicado até escrevê-la, acho que por assim dizer uma reforma nesses primeiros capítulos já que eu faço essa fanfic desde junho de 2008 e só continuo pelo simples fato de gostar da história em si, mas é aquela coisa desde 2008 eu venho tentando fugir de todo e qualquer clichê da franquia e abordar
avatar
Odin
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens : 222
Data de inscrição : 06/11/2011
Idade : 23
Localização : Salvador - Bahia
Mensagem Pessoal : Atrás de você!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon: The Path of Destiny

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum