Parceiros








Fórum AG


Digimon Exceed

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Ter Mar 06, 2012 4:51 pm


Nome da Fanfic: Digimon Exceed
Nome do Autor: Lawliet.
Gênero Principal: [Shonen] - Ação, Aventura, Comédia, Romance, Mistério e Realidade Alternativa.
Em que foi foi baseada: Tamers, Savers e uma pitada de Adventure.
Recomendação Etária: +13
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência.
Sinopse da História: Após Yggdrasil ser traído e destruído pelos Royal Knights, o Digital World finalmente voltou a sua calma e pacífica como nos seus tempos antigos. Cem anos depois, eles foram completamente aniquilados pelo grupo antes extinto Demon Lords.
A paz foi completamente destruída, os sete anjos caídos tomaram conta de cada continente do mundo digital, recrutando os Digimons mais poderosos para que entrassem para seus exércitos, e os que não aceitaram sofreram lavagem cerebral para fazê-lo. Porém, alguns Digimons rebeldes resistiram a essas barbaridades e lutam contra essa realidade assustadora.

Lista de Capítulos:
Capítulo 01 - Surge Pyro!


Última edição por Lawliet em Sex Mar 09, 2012 7:07 am, editado 2 vez(es) (Razão : Atualizar capítulos.)
avatar
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 112
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Ter Mar 06, 2012 4:52 pm

Capítulo 01 - Surge Pyro!
Dois cavaleiros lutavam furiosamente. Ambos possuíam uma enorme velocidade, tanta que, apenas seus traços eram possíveis de serem vistos ao olhar humano quando observados lutando naquela rapidez.

O primeiro cavaleiro possuía uma bela armadura tricolor, com a maior parte em um branco semelhante a um cristal. Em seu elmo, olhos dourados encaravam seu adversário com calma, pensando em uma forma de derrotar o outro cavaleiro. Ele possuía uma bela capa vermelha rasgada, um grande escudo dourado e uma lança medieval. Os traços vermelhos do seu corpo brilhavam de forma estranha.

O segundo cavaleiro possuía uma grande armadura negra com detalhes dourados, este cavaleiro mais se assemelhava a um demônio, pois ele possuía um par de asas negras com detalhes dourados em suas penas. O cavaleiro negro possuía uma capa azul rasgada, assim como o primeiro cavaleiro, este também tinha olhos dourados. O seu semblante era sério, assim como o cavaleiro rubro.

Os dois lutavam em uma velocidade realmente incrível, o cavaleiro rubro avançou empunhando sua lança medieval em sua mão direita e seu grande escudo dourado na esquerda enquanto o cavaleiro negro repelia os ataques com sua espada prateada.

A luta era tensa, não era possível dizer qual cavaleiro estava com vantagem sobre o outro. Nenhum dos dois perdia sangue naquela batalha, apenas cortes que quase chegavam á pele, mas protegidos pelas suas armaduras.

Os dois avançaram sobre o outro ao mesmo tempo. E uma grande explosão de luz branca tomou conta do local onde estavam.

- Ah!

De repente, todo o cenário desapareceu em uma fumaça branca. Tudo aquilo não se passara de um pesadelo. Um garoto se levantou rapidamente, assustado com o seu pesadelo.

‘’De novo esse pesadelo...’’ – Pensou, respirando fundo.

O local atual era cidade de Tokyo, onde uma leve brisa batia fracamente sobre as janelas das casas daquela bela cidade nipônica. Mais especificamente em uma casa no bairro de Minato.

O garoto possuía cabelos castanhos escuros e olhos da mesma cor, porém um pouco avermelhados. No momento trajava seu típico pijama branco com listras pretas. Em sua mesa de cabeceira estava um par de Goggles. Seu nome? Hirasawa Taira.

Seu quarto era bastante bagunçado, nas paredes havia muitos Posters de esportes e de games online, um de seus hobbies. Já havia se passado três semanas desde o primeiro dia de aula, por suas habilidades no jogo, Taira era o capitão do time de futebol da escola.

O moreno se espreguiçou em sua cama e virou para o lado, relaxado. Quando seus olhos notaram o despertador, o garoto gritou. Era 07:50h.

- Droga, eu tô atrasado! – Exclamou nervoso, enquanto corria para o banheiro.

Taira tomou um banho rápido e vestiu uma calça e uma jaqueta preta por cima de uma camiseta branca, aquele era o típico uniforme escolar japonês. Após abotoar toda a jaqueta, o garoto escovou os dentes e pegou sua mochila, onde saiu de casa e correu para a sua escola.

Enquanto corria pela sua rua, o garoto colocou seus Goggles no pescoço. Havia recebido aqueles óculos de seu pai falecido ainda quando pequeno. Taira morava com seu avô e sua mãe, mas naquele momento não havia ninguém em casa.

O céu estava claro, as nuvens ganhavam um aspecto dourado quando refletidas pela luz solar. A grama estava molhada por causa da chuva do dia anterior, era o típico visual da manhã da capital nipônica.

Era uma corrida contra o tempo, o moreno corria apressado no colégio, tentando chegar á sua turma antes que o professor chegasse primeiro. Foi difícil, mas no final ele chegou um minuto adiantado em relação ao professor.
Em sua cadeira, Taira descansava. O garoto sentava ao lado de seu amigo de infância, Mitani.

Sakurai Mitani tinha cabelos pretos e olhos azuis, assim como todos os outros garotos da sala, Mitani vestia o uniforme escolar e possuía treze anos de idade. Era um garoto bastante inteligente e divertido, mas detestava o fato de usar óculos.

Enquanto conversava com Mitani, mais uma pessoa entrou na sala. Ela pediu desculpas ao professor e sentou em uma cadeira na frente de Taira. Era Mizuki Asuka, outra amiga de infância de Taira.

Asuka possuía longos cabelos rosados e olhos azuis claros, ela vestia o uniforme escolar feminino, uma blusa com um laço semelhante aos dos marinheiros azul e uma pequena saia da mesma cor.

Apesar de ser uma amiga de infância daqueles dois, a intimidade entre eles não era a mesma de quando eram pequenos. As vezes ela fazia uma pequena visita com seus pais na casa de Taira, ou Mitani, mas não passava disso, o que desanimava um pouco o garoto dos Goggles.

Taira era bastante conhecido na sala por ser o capitão do time de futebol da escola, e Asuka era popular, por isso, era rodeada de meninas e meninos a maior parte do tempo. Mitani não era popular, tinha fama de nerd mesmo já tendo tirado notas baixas.

O professor de inglês chegou e começou a sua aula, mas Taira mal prestava atenção a o que ele falava. Apenas olhava para as nuvens douradas pela janela.

‘’A minha vida vai ser sempre esse tédio?’’ – Pensou, desanimado, enquanto olhava tristemente para o céu azul.

~~X~~

Uma criatura corria apressadamente por uma extensa floresta negra, seus olhos dourados procuravam desesperadamente por uma brecha para aproveitar. Era atacada várias vezes, uma de suas garras segurava um estranho aparelho vermelho.

De repente, o vulto tomou sua forma. Era um enorme lobo negro, seus olhos vermelhos fitavam quem perseguia maliciosamente. Era um BlackGarurumon.

- Me entregue! – Gritou o lobo, atacando a criatura com suas garras.

- Sem chance! – Rebateu, desviando de seu ataque e pegando impulso entre as árvores para ganhar mais velocidade. – Achado não é roubado, quem perdeu foi relaxado!

As duas feras correram até que chegaram em um grande penhasco. A situação estava tensa, parecia que não havia nenhuma escapatória para a primeira criatura. O lobo negro foi se aproximando lentamente de sua presa.

Um vento gelado batia nos pinheiros daquela floresta, o clima estava estranho. Talvez seria a hora de desistir.

- É a sua ultima chance. – Disse BlackGarurumon em um tom sinistro. – Quando eu tomar o Digivice de você, o recrutarei para o exército de Beelzemon-sama.

De repente, uma grande luz tomou forma ao aparelho. Um raio de luz tomou a forma de um grande portal vermelho, que ficou girando como um tornado em pleno ar. Um sorriso surgiu no rosto da criatura vermelha.

- Tchauzinho, otário! – Acenou, enquanto entrava no portal.

- Merda, não vou deixar! – Gritou o lobo, entrando também.

~~X~~

O jogo de futebol havia acabado, Taira saiu do vestiário trajando uma moletom vermelho por cima de uma camisa branca e um jeans preto, calçava o seu típico All-Star vermelho. Já era por volta das 16:30h, o garoto estava bastante cansado do jogo.

Alguém colocou a mão em seu ombro, Taira virou-se e viu Mitani sorrindo. Havia acabado o treino de basquete. O garoto de cabelos negros vestia uma camiseta azul sem mangas e um bermudão. Também parecia bastante cansado.

- Como foi o seu treino? – Perguntou Mitani, sorrindo.
- Bem legal, e o seu? – Respondeu Taira, colocando as duas mãos atrás da nuca.
- O mesmo de sempre.

Enquanto andavam em direção á rua onde moravam, era possível ver no céu algo estranho causando um risco vermelho no céu alaranjado. Não era possível ver o que causava aquele estranho risco, mas mostrava-se pequeno.

- Um foguete novo do governo, talvez? – Murmurou o garoto de cabelos negros, enquanto olhava para o céu.

- Talvez. Mas não deve ser algo muito importante. – Disse o moreno, também olhando. – Vamos pra casa.

Mesmo com aquela distância, era possível observar que algo ou alguém estava descendo cada vez mais rápido. O risco vermelho se prolongava, como um rabisco no crepúsculo. Um vento forte batia nas árvores do bairro, bastante estranho, pois a ventania normalmente era calma.

- Parece que algo vai cair lá, vamos ver o que é! – Disse Mitani.

- Vai ser perda de temp... – Resmungou Taira, mas não pode terminar sua frase, pois foi puxado pelo braço por seu amigo.

Os dois correram bastante, o garoto dos Goggles não estava com a menor vontade de ver mais de perto aquela coisa. Talvez fosse um satélite ou um meteorito. Mitani gostava muito de coisas desse tipo, ele escrevia uma história de ficção cientifica em um blog.

O local onde aquela flecha de luz se aproximava era uma grande floresta, os dois amigos estavam bem longe de seu bairro. Taira tentava esconder, mas também estava ansioso para ver o que era aquilo.

Após chegarem à floresta, viram que aquela coisa estava se aproximando cada vez mais. Já estava a pouco menos de cem metros do solo.

Foi algo realmente rápido, a flecha de luz vermelha caiu no solo, causando um pequena explosão a menos de dez metros dos garotos, que se assustaram com o barulho do impacto, porém, não se machucaram.

A fumaça passou lentamente, até que notaram que não se tratava de nenhum meteorito ou satélite, nem nada parecido. Era um pequeno aparelho, semelhante a um jogo portátil. Era branco, na ponta havia uma pequena alça, como um chaveiro.

Mitani ficou quieto por muito tempo, seus olhos estavam arregalados. Porém, sem explicação, Taira não se mostrava com medo ou algo do tipo. Ambos ficaram calados por cerca de um minuto, até que o garoto de cabelos castanhos resolveu se aproximar do objeto.

- Espere, Taira! – Gritou o garoto de óculos. – E se for algo radioativo? Ou uma bomba?

- Não deve ser nada de mais... – Respondeu Taira, sem sequer virar o rosto para seu amigo. Estava bastante concentrado no visual do aparelho. – Mas isso me parece familiar.

Ao tocar no aparelho, a tela antes apagada brilhou fortemente, mostrando um desenho na mesma semelhante a um sol. As bordas do aparelho se ganharam uma coloração vermelha carmesim. A tela logo se apagou, não mostrando mais aquele desenho.

Um alfabeto estranho apareceu brilhando no circulo vermelho do aparelho, era semelhante ao japonês, por isso Taira entendeu perfeitamente.

‘'Que estranho...’’ – Pensou, analisando o aparelho por toda parte. – ‘’Digivice D-Link?’’

Mitani se aproximou de seu amigo com um olhar curioso, assim como o garoto de cabelos castanhos, examinou o aparelho de todas as formas. Sequer parecia-se com uma peça de satélite ou algo parecido.

- Vamos pesquisar no computador pra ver se encontramos algo. – Sugeriu o garoto de óculos.

Os dois correram bastante, até chegaram à casa de Taira, que com sua chave entrou junto com seu amigo. A mãe do garoto ainda não estava em casa, ela só chegava por volta das 21:00h. Eles subiram as escadas e entraram no quarto do garoto, onde ligaram o computador e ficaram pesquisando sobre o tal Digivice.

Nada, nenhuma imagem semelhante. Nenhum resultado com palavras parecidas, sequer alguma informação sobre aquele alfabeto semelhante ao nipônico. Era estranho, aquele aparelho não parecia ser reconhecido em nenhuma parte do mundo.

- Esquisito. – Murmurou Mitani, observando o aparelho. – Isso mais se parece com um jogo portátil.

- Eu não disse? – Resmungou Taira, fechando as janelas e preparando para desligar o computador. – Pura perda de tempo.

Talvez o moreno pudesse dizer isso se tivesse desligado seu computador antes, mas o aparelho novamente brilhou quando tocou no teclado do computador. O mesmo símbolo semelhante a um sol apareceu no computador em um fundo branco.

Uma forte luz branca cobriu todo o quarto, até que uma criatura saiu da tela do computador, assustando os dois garotos, que deram um grito abafado. Taira caiu da cadeira, assustado, enquanto Mitani se escondia debaixo da cama.

A criatura possuía uma aparência de um grande dinossauro vermelho, em seu corpo rubro havia listras negras. Seus olhos dourados olhavam tudo curiosos. Ele possuía estranhas orelhas pontudas e grandes garras prateadas. Era um Guilmon.
A tela do computador apagou totalmente, a luz branca havia cessado.

- Hã? – Falou o dinossauro. – Onde eu estou?

- Alien! – Gritou Taira, desferindo um forte soco na cabeça da criatura, derrubando-a no chão com a força do golpe.

O soco havia pego o dinossauro de surpresa, mas logo se levantou, passando a garra sobre o local acertado. Apesar de ser apenas um pouco menor do que o garoto de cabelos castanhos, sua aparência não era assustadora.

- Qual é o seu problema? – Perguntou o dinossauro, olhando para os humanos. – Você não é um Digimon? Porque estão com medo de mim?

- Ele fala! – Exclamou Mitani, saindo de baixo da cama de seu amigo. – Qual é o seu nome? E o que é Digimon?

Taira estranhou o fato de seu amigo ter perdido o medo tão fácil daquele grande dinossauro vermelho. Ainda não estava confiando naquela criatura, mesmo não sendo amedrontadora. Mas sentia uma estranha sensação de que poderia confiar nele.

- Eu sou Pyro, sou um Guilmon. – Respondeu Pyro, sorrindo amigavelmente. – Digimons são como eu, acho que o termo perfeito para isso seria monstro digital. Se Jijimon-chan estava certo, então esse deve ser o mundo humano... Quem são vocês? Como eu vim parar aqui?

- Sakurai Mitani. – Se apresentou o garoto de cabelos negros, sorrindo.

- Hirasawa Taira. – Respondeu Taira, olhando para Pyro. – Todas as espécies do seu mundo terminam com ‘’mon’’? Você saiu do meu computador quando esse aparelho tocou no meu teclado. Como isso é possível?

- Segundo o que Jijimon-chan disse, alguns Digimons são expulsos do mundo onde eu venho, e param aqui, no mundo humano. Atualmente, o meu mundo está em uma crise. – Disse Pyro, coçando a testa. – Eu roubei o Digivice das tropas de Beelzemon, talvez ele tenha me levado a esse mundo.

Os três ficaram conversando por cerca de meia hora, o Digimon dinossauro teve que explicar o que eram os Digimons mais especificamente. O que vinha acontecido ao seu mundo, e sobre algumas histórias do tal Jijimon.

Os dois garotos haviam perdido totalmente o medo quanto á aquela criatura. Pyro era conhecido como o maior delinquente juvenil de sua cidade natal, mas mesmo assim, possuía um coração bom e uma simpatia com os garotos.

- Eu fui perseguido por um BlackGarurumon, e ele provavelmente entrou no seu mundo. – Explicou Pyro, olhando atento para os humanos. – Jijimon-chan me contava histórias, que quando um Digimon encontrava um humano pela primeira vez, eles se tornavam parceiros e lutavam contra outros Digimons para ficarem mais fortes.

- Quando você tocou no Digivice, ele ficou vermelho. Não é, Taira? – Perguntou Mitani, pegando o aparelho. – Que legal! Então agora vocês dois são parceiros!

- Vai com calma! Eu vou ajudar no que puder. – Respondeu Taira, nervoso. – Ainda não entendo muito bem o que está acontecendo no seu mundo e...

De repente, o Digivice começou a vibrar com força na mesa onde ficava o computador do garoto. Taira o pegou e o mesmo parou de vibrar com tanta força, a tela mostrava dois pontos verdes em um canto e um ponto amarelo no outro. Algo ruim estava acontecendo.

- Eu sabia! Aquele BlackGarurumon veio ao seu mundo! – Disse o Guilmon, olhando para o aparelho nervoso. – Vamos até ele! Pode acontecer de aquele Digimon ferir alguém! Sempre que um Digimon ruim se aproximava enquanto eu estava com o Digivice, ele vibrava desse jeito!

- Legal! Uma batalha de Digimons! – Exclamou Mitani, animado. – Vamos até lá!

- Você acha normal dois garotos saírem por aí com um dinossauro falante? – Perguntou Taira, irônico. – Alguém pode...

Como sempre, Mitani não deixou seu amigo completar sua frase e o puxou junto com Pyro para irem ao tal local. As luzes do bairro ficaram cada vez mais escuras até que se apagaram totalmente, os postes estavam com curto-circuito. Todos os aparelhos elétricos e eletrônicos estavam estranhos.

Era tarde, por volta das 19:40. A luz da lua nova iluminava fracamente aquele grande bairro de Tokyo. Os três conseguiram passar pela rua sem ser notados por ninguém, a falta de luz ajudou nisso. Em sua mão direita, Taira segurava o Digivice nervoso, sabia que algo bem ruim estaria para acontecer.

Os três andaram por cerca de cinco minutos, até que chegaram a grande beco, porém totalmente abandonado. O local era iluminado fracamente pela luz amarela de dois grandes postes negros.

Uma aparição assustou os dois garotos, um enorme lobo negro rosnava próximo á parede pichada do local. Era BlackGarurumon, seu olhar sanguinário encarava suas presas.

- Vamos acabar com ele, Taira! – Disse Pyro, sorrindo confiante para o humano de cabelos castanhos. – Juntos, podemos!

‘’Como ele consegue confiar tanto em mim?’’ – Pensou Taira, nervoso. – ‘’E como vamos poder destruir esse monstro?’’

Continua...
avatar
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 112
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Super FOG em Qui Mar 08, 2012 6:05 pm

Bela escolha de nomes, Taira Hirasawa e Mitani Sakurai =)

Confesso que quando comecei a ler pensei que seria uma história sem humanos, que eu curtiria pacas!! Mas está bom assim, acompanharei até o fim =D

Continue o bom trabalho.
avatar
Super FOG
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 307
Data de inscrição : 06/11/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Sex Mar 09, 2012 7:13 am

Opa, obrigado FOG o/
Antes de elaborar a fic, eu decidi começar pelos nomes dos personagens. E acabei adotando a idéia de dar ao protagonista um nome que começasse com ''Ta''. Estou tentando deixar a personalidade de Taira e Mitani bem distintas em relação aos outros protagonistas de fics e de animes shonen, o que é bem difícil, mas ao mesmo tempo divertido. Me Gusta

Estou planejando fazer uma One-Shot ao estilo X-Evolution, que é uma história sem humanos, mas meu objetivo agora é completar essa fic.

Provavelmente postarei o capítulo 02 na semana que vem, seguirei o esquema de postar apenas um capítulo por semana, porque assim me dá tempo de adiantar mais capítulos para não ficar endividado com meus leitores.

Até mais!

Aguardo mais comentários de mais leitores Poker cat o/
avatar
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 112
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Seg Mar 12, 2012 9:10 am

Capítulo 02 - Emboscada.

Uma onda de medo tomou conta dos humanos quando aquela enorme fera lupina se aproximou lentamente. Seus olhos vermelhos examinaram os dois garotos maliciosamente, suas presas escapavam levemente de seu focinho.

- Então você conheceu humanos, Guilmon? – Perguntou BlackGarurumon, virando seu olhar para o Digimon dinossauro. – Que pena, aqui não posso fazer lavagem cerebral em você. Então matarei todos e ficarei com o Digivice!

- Sem chance! – Gritou Pyro, se aproximando do lobo prateado. Chamas vermelhas escapavam de sua boca. – Fire Breath!

O Digimon vermelho cuspiu uma grande bola de fogo vermelha, que aparentemente atingiu o lobo, porém, quando a fumaça cessou apareceu BlackGarurumon em sua condição perfeita de antes. Não havia sofrido nem um pouco com o ataque.

Mitani estava impressionado com o ataque de Pyro, que não havia explicado aos humanos que Digimons possuíam habilidades para ataques especiais como aquele.

- Incrível, Pyro-chan! – Gritou Mitani, com os olhos brilhando. – Acabe com ele!

‘’O Mitani não entende mesmo o que está acontecendo...’’ – Pensou Taira, colocando a mão na testa desanimado. – Pyro, atrás de você!

Era incrível a velocidade daquele Digimon lupino, a sorte do Guilmon era que Taira havia o avisado rápido, e logo o Digimon dinossauro desviou dificuldade de uma forte patada. Os dois se afastaram bruscamente. Uma furiosa batalha estava para começar.

- Conseguiu desviar, mas só dessa vez! – Bradou BlackGarurumon furioso. – Wolf Fire!

Da boca do lobo saiu uma grande rajada de chamas negras, um sorriso sarcástico surgiu no rosto de Pyro, que deu um grande salto mortal, desviando da metade das chamas negras, o salto tomou cerca de dez metros. De repente, as garras prateadas do dinossauro pegaram fogo, que brilhava em uma luz dourada.

- Rock ‘n’ Roll Breaker! – Gritou, no momento em que estava para acertar o Digimon maléfico com suas garras flamejantes.

O ataque foi bastante preciso, porém a velocidade de BlackGarurumon era maior, e conseguiu desviar de parte do ataque, mas foi atingido de raspão na barriga pelas garras de Pyro, o lobo sangrava um pouco. Seus olhos pareciam mais vermelhos pela cólera de ter sido atingido.
Os ataques flamejantes continuaram, mas o Digimon lobo continuava desviando com pouca dificuldade.

Em um movimento veloz, o lupino derrubou o lagarto vermelho com sua cauda grossa e prendeu-o no chão com suas duas patas da frente.
Chamas negras escaparam das presas prateadas de BlackGarurumon, estava preparando-se para dar o golpe final.

O coração do garoto de cabelos castanhos estava batendo muito rápido, ele percebeu que suas pernas estavam tremendo. A adrenalina tomara controle total sobre seu corpo quando ele decidiu interromper a luta.

- Ei, seu vira-lata sarnento! – Gritou Taira, chamando a atenção do Digimon lobo. – Sou eu quem está com o Digivice! Porque não tenta tirar de mim?!
Irritado por ter sido insultado por aquele pequeno humano, o lobo furioso avançou em direção ao garoto com um olhar assassino estampado em sua face.

- Wolf’s Fire! – Gritou BlackGarurumon, cuspindo aquela imensidão de chamas negras que seguiram em direção ao garoto.

- Taira! – Berrou Pyro, ainda no chão.

- Metal Cannon! – Bradou uma voz calma, mas ao mesmo tempo assustadora.

Um grande meteoro de metal voou em direção as chamas, interrompendo o ataque e acertando o Digimon maléfico, que caiu no chão, surpreso. Taira suspirou, aliviado. Mitani correu em direção ao amigo, o levantando do chão.

- Você foi incrível, Taira! – Exclamou o garoto de óculos. – Como lançou aquele meteoro?
- Não fui eu que fiz aquilo, Mitani! – Respondeu Taira, colocando seus Goggles na testa, nervoso. – Algo ou alguém me salvou!

Da escuridão saiu uma criatura um pouco maior que Pyro, ela possuía uma aparência semelhante a uma grande raposa. Sua pelagem era roxa, em suas costas havia um par de pequenas asas negras. Em sua testa havia um grande rubi.

A criatura carregava em suas costas um humano, este vestia um jeans preto e um casaco branco por cima de uma camisa da mesma cor. O garoto possuía cabelos prateados e olhos verdes como esmeraldas. Seu olhar frio olhava toda aquela cena com indiferença.

- Um Dorumon? – Perguntou Pyro, olhando para o Digimon raposa surpreso, se levantando.
- Parece que chegamos a tempo, Zero. – Disse o garoto, saindo das costas do Dorumon e mostrando um

Digivice igual ao de Taira, porém negro. – BlackGarurumon, eu não pretendo perder muito tempo com você. Levaremos a sua alma rápido.

- O que diabos você está dizendo? – Perguntou BlackGarurumon, olhando irritado para o humano. – Você é muito arrogante, não acha, pirralho? Vou matar todos e ficar com os seus Digivices!

Taira fez um sinal para Mitani se afastar e ficou do lado do garoto de cabelos prateados com seu Digimon. Ele já não estava tão nervoso quanto antes, agora estava com um pouco de esperança que poderiam derrotar aquele monstro lupino.

- Fire Breath! – Bradou Pyro, cuspindo uma grande bola de fogo em direção ao seu inimigo.

- Metal Cannon! – Gritou Zero, expelindo dessa vez vários meteoros metálicos.

Os ataques se juntaram e criaram uma grande bola de fogo dourada, que acertou o Digimon corrompido, que caiu no chão ferido com a força do ataque. Mas para a surpresa de todos, menos o garoto de cabelos prateados, BlackGarurumon se levantou rapidamente, raivoso.

- Hunf, até que não é tão fracassado pra não ser derrotado com um único golpe. – Disse o garoto, lançando um olhar irônico ao Digimon inimigo. – Mas não pretendo perder meu tempo catando lixo.

- Quem você está chamando de lixo, moleque desgraçado?! – Berrou o lobo, assustando Taira e Mitani. – Ice Fang!

O Digimon lupino avançou em direção ao garoto mostrando suas presas, que agora brilhavam como se fosse gelo. A cólera tomou conta do monstro, que corria cegamente em direção ao seu fim. Naquele momento, naquele lugar.

- Vamos acabar com isso, Zero. – Disse o garoto. Sua mão direita brilhava em uma aura prateada, segurava o aparelho com a direita. – DigiSoul Charge!

- Sim, Kai! – Respondeu o Dorumon, mostrando animação no seu olhar. – Dorumon Shinka... Dorugamon!

A forma do Digimon raposa mudou drasticamente, sua pelagem antes roxa agora estava negra. Seus olhos dourados encaravam o inimigo com calma. Agora possuía grandes asas negras, como as de um anjo caído. Suas garras e sua cauda cresceram muito, assim como o seu tamanho, que mostrava-se capaz de carregar duas ou três pessoas.

No momento em que BlackGarurumon ia cravar suas presas em Kai, Dorugamon desferiu um forte tapa com sua cauda grossa, derrubando o lobo negro no chão.

- Power Metal! – Bradou, cuspindo um grande meteoro prateado, que atravessou o corpo do monstro. Seus dados foram desintegrados, tudo o que sobrou foi um grande ovo azul claro.

Aquilo fora a evolução. Taira, Pyro e Mitani ficaram muito surpresos. Kai e Zero estavam saindo do local, quando Taira os interrompeu.

- Espera! Quem é você? Como conseguiu esse Digivice? – Perguntou o garoto dos Goggles, nervoso.

- Isso não é da sua conta. – Respondeu Kai, rispidamente. – Não se envolva mais comigo.

Kai subiu nas costas do Dorugamon e este bateu suas asas, voando para longe do local do incidente. Aos poucos, as luzes da cidade voltaram ao normal. Com os dois braços ele segurou o ovo azul.

- Nossa, é pesado... – Resmungou o garoto de cabelos pretos.

- Tem certeza que quer ficar com isso? E se sair um Digimon do mal? – Perguntou Taira, suspirando.

- Quando Digimons morrem, eles voltam a ser Digi-Tamas. – Disse Pyro, sorrindo para seu parceiro. – Nós não nascemos maus, o mundo é que nos corrompe.

- Isso foi bem filosófico...

Os três correram em direção a suas casas, agora já era por volta das 20:30. Com bastante dificuldade, Taira conseguiu disfarçar o dinossauro vermelho no caminho. A mãe do garoto ainda não estava em casa.
Os dois humanos e o Digimon subiram até o quarto do garoto dos Goggles, onde ficaram conversando por cerca de cinco minutos.

- A gente se vê amanhã na escola. – Se despediu Mitani, contente. – Vou ter que esconder muito bem esse ovão.

- Ok, até mais. – Respondeu Taira, sorrindo. Após seu amigo sair do quarto se virou para Pyro, que estava brincando com seus bonecos de ação. – Essa vai ser a sua nova casa, Pyro. Bem, eu vou ter que te esconder sempre que a minha mãe chegar em casa, mas a maior parte do tempo ela está fora então pode ficar a vontade.

- Taira...

- O que?

- Lutar me deu uma baita fome!

Continua...
avatar
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 112
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum