Digimon ainda tem chance no Brasil?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Marcy em Sex Maio 04, 2012 10:04 am

Isso é algo que eu estava pensando hoje de manhã no colégio. Vejam: os animes não mudaram. Tá, mudaram o modo de produção, a forma de reproduzir a animação, o storyboard, montagem e tudo mais; porém os animes não mudaram a sua essência desde a década de 1980. Resumindo grosseiramente, digamos que o que vemos nos animes hoje é quase a mesma coisa que víamos antigamente.

E as animações ocidentais não; ela seguia uma essência similiar aos animes clássicos, com questão de morte, violência, armas, bebidas, tabaco e tudo o mais. Mas encontrar uma animação infantil atual que tenha esses itens é a mesma coisa que encontrar um mamute ainda vivo!

Então, se os animes eram e ainda são assim... POR QUE A CRIANÇADA DE HOJE OS DESPREZAM? ANTIGAMENTE NÃO ERA ASSIM!

O mundo muda, as coisas mudam. Os videogames estão sendo condenados à falência como eu disse em um tópico que criei aqui, devido ao avanço tecnológico neles. E os desenhos norte-americanos estão indo à falência porque resolveram ser politicamente corretos. Acho que os pais brasileiros dão mais importância ao que sempre ocorre nos EUA, e não no Japão. Eles percebem que agora os EUA fazem esses desenhos ridículos, mas o Japão não, então... acho que pensam que os japoneses estão errados, e dão aos filhos conteúdos que as crianças estados unidenses recebem. Sei lá, essa é a minha única teoria para explicar essa questão!
avatar
Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 792
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 20
Localização : Toca da raposa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por aswq em Sex Maio 04, 2012 10:35 am

Marcy escreveu:Então, se os animes eram e ainda são assim... POR QUE A CRIANÇADA DE HOJE OS DESPREZAM? ANTIGAMENTE NÃO ERA ASSIM!

Não posso falar sobre o Brasil mas não deve haver muita diferença.
Sempre houve mais apelação pra desenhos americanos do que os animes, publicidade, os horários, os vários canais, produtos das animações. De animes infantis não há um único canal, produtos há cada vez menos (ou cada vez menos publicidade que faz com que ninguém note neles), piores horários e trabalho não apelativo (não interessa cortes e coisas do gênero que pra uma criança isso vale 0)

Posso dar o meu exemplo, que horário e coisas do gênero mudam os gostos, eu comecei a gostar de Digimon porque eu brincava com peluches de Digimon e nem cheguei a assistir Pokémon porque o horário não era bom para mim, logo não gostava de Pokémon.
avatar
aswq
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 255
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 21
Localização : Sitio qualquer de lugar nenhum...
Mensagem Pessoal : If i can feel my blood burning i don't need anything else.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Takuya em Sex Maio 04, 2012 10:38 am

Marcy escreveu:
O mundo muda, as coisas mudam. Os videogames estão sendo condenados à falência como eu disse em um tópico que criei aqui, devido ao avanço tecnológico neles. E os desenhos norte-americanos estão indo à falência porque resolveram ser politicamente corretos. Acho que os pais brasileiros dão mais importância ao que sempre ocorre nos EUA, e não no Japão. Eles percebem que agora os EUA fazem esses desenhos ridículos, mas o Japão não, então... acho que pensam que os japoneses estão errados, e dão aos filhos conteúdos que as crianças estados unidenses recebem. Sei lá, essa é a minha única teoria para explicar essa questão!

Isso é algo cultural, na verdade. Estamos acostumados a importar cultura, comportamento, entre outras coisas dos americanos. Inconscientemente, queremos ser iguais a eles. Sempre teve no Brasil aquela imagem dos EUA como uma nação todo-poderosa, rica, bem-sucedida, onde as pessoas vivem bem e são felizes. Mesmo depois dos atentados de 11 de setembro, esse pensamento continua impregnado na sociedade. Dessa forma, alguns comportamentos de lá acabam se reproduzindo aqui. Por exemplo, essa superproteção com as crianças ainda não existia por aqui em meados dos anos 90, mas nos EUA já existia, tanto que os animes naquela época eram super retalhados e modificados ao ponto de tornarem-se rídiculos. Isso começou a se reproduzir por aqui em meados dos anos 2000.

E realmente, as crianças de hoje são bem diferentes das crianças que nós fomos na década de 90. Sempre que penso a respeito, chego a conclusão que as crianças nascidas na decada de 90 foram as últimas a conhecer uma forma de infância sem tanta tecnologia, mais simples, mais lúdica. Me lembro que até 2004, 2005, internet era algo praticamente inacessível pra grande parte da população, tinha gente que nem sabia que existia. Analisando todos os fatores, me parece que estamos numa fase de declínio, não só na televisão, na programação infantil, mas uma crise de valores mesmo.
avatar
Takuya
Administrador
Administrador

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 3542
Data de inscrição : 01/08/2011
Idade : 27
Localização : Spiral Mountain
Mensagem Pessoal : I saw the end of an era with my own eyes. And in truth, I actually do know that it's my turn next.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Hikari no Hana em Sex Maio 04, 2012 10:49 am

Vou dar um pitaco pessoal regado à minha própria vivência: pais de hoje NÃO acompanham o que os filhos assistem (pelo menos os meus pais jamais se interessam em ver o que eu estava assistindo... ainda me pergunto como diabos foi minha mãe que me levou pro cinema pra ver o primeiro Harry Potter O.O). Por duas razões, basicamente: a primeira, pela falta de tempo mesmo. Pais não param em casa, e quando fazem isso, eles procuram fazer outras coisas que não ver TV. Para se ter uma vida razoalvemente estável hoje em dia, eles precisam trabalhar DURO, e como ainda são poucos os que atentam pro fato de que acompanhar os gostos e os hábitos televisivos do filho é importante, poucos fazem isso (há muita preocupação com o que os filhos vêem na internet, mas ainda não se pensa naquilo que os filhos assistem, mesmo a TV sendo mais antiga. Como pode? Sério?).

A outra razão é mais pessoal minha: pais tem preconceito com aquilo que os filhos assistem. Falta de paciência, se quiserem usar o termo mais bonitinho. Poucos são aqueles que aceitam parar e assistir o que o filho gosta sem ter que taxar de "besta", "imbecil" ou "gente, que coisa babaca, por que estou vendo isso?". Esse pensamento vem mesmo ANTES do pai saber o que o filho está vendo, e portanto ele não se submete a isso, porque, voltando ao item anterior, eles não tem tempo para "perder com esse tipo de coisa". Só que aí que está o "problema": você não está perdendo tempo, você está vendo o que o seu filho gosta e conhecendo aquilo a que ele tem acesso ou não. Desde quando isso é perda de tempo? Gaste meia hora do seu dia, ou uma, sente sua bunda e aguente! Você ficaria surpreso com o tanto de coisa tosca ou realmente inapropriada que seu filho está assistindo. E ficaria mais surpreso ainda quando descobrisse que aquele desenho "de retardado", aquela animação japonesa violenta, está ensinando boas coisas ao seu filho (neste último estou falando dos meus pais em especial, porque se eles tivessem se dignado a ver Digimon comigo, aposto que eles agradeceriam por eu gostar de um desenho que me ensinou tantas coisas ao invés de ficar assistindo "Fica Comigo" na MTV como minha irmã fazia. Apesar de que eu achava Fica Comigo ridicularmente engraçado)

E ainda nesse tom, tem alguns pais que até assistem, mas por considerar o conteúdo não atraente para ELE, boicota a pobre criança. Não sei se é o caso dos animes em geral (acho que os animes se encaixam no preconceito mesmo, aquilo que vem ANTES do pai acompanhar), mas também já vi casos que criticaram o desenho que a criança assistia somente porque ELES acharam chato ou que não tivesse algo que prestasse. E nesse ponto, acho que os pais de onde em dia (e não só eles) esquecem que a criança é SÓ CRIANÇA. Ela é capaz de entender sim, mas poxa, ela não é obrigada também a ter um gosto refinado e bem direcionado se ela ainda não vivenciou as coisas. Às vezes aquilo tem uma mensagem que faz sentido A ELA. Você é a pessoa que já viveu o bastante para saber se a mensagem é boa ou não. E isso não se faz apelando pra GOSTO, mas sim para BOM SENSO. É você quem deve ajudá-la nisso.

Me pego novamente de exemplo: minha prima, aos 4 anos, era LOUCA por Barney. Sério, louca mesmo. E como minha tia nunca teve lá muita paciência pro dinossauro roxo (ela sempre preferia a Pinky Dinky Doo -Q), eu que ficava assistindo com ela. Eu gostava? Não. AQUELAS MÚSICAS ME IRRITAVAM. Mas poxa, era somente porque o ritmo e o modo de ser feito não me atraíam. Mas as mensagens, no fim, eram bacanas. Meio coloridas demais, mas bacanas. Ela aprendeu uma coisinha aqui, outra ali, que foram benéficas a ela. O ritmo se adequava ao que ela queria e ao modo como ela conseguia aprender. Se não há nada de ruim no que está sendo passado, por que eu ia boicotar? Assistia mesmo, sabia do que ela falava e conseguia manter um diálogo com ela. Mesmo que eu tivesse vontade de bater a cabeça na parede cada vez que eu ouvia "Amo você, você me ama, somos uma família feliz..."

Em compensação, eu já não consigo fazer isso com ela em sua fase atual de Crepúsculo. Sério, por mais que eu tente enfiar na minha cabeça que pode ser uma fase e é normal crianças da idade dela gostarem daquilo, eu realmente NÃO VEJO NADA DE BOM QUE ELA POSSA APRENDER COM AQUELA COISA. Então eu até evito de ver com ela e falar sobre, porque senão eu vou deixar falar mais alto meu lado de "mano, como eu detesto isso!". Mas deixemos isso pra lá, não somos todos perfeitos

Enfim... acho que se os pais de hoje atentassem mais pras coisas que os seus filhos andam assistindo na TV (quando assistem), eu não acho que eles fossem gostar TANTO assim dos desenhos americanos e odiar tanto os animes. Tipo, eu tenho mesmo essa convicção.

E só pra terminar... dessa frase que o Rafa soltou:

"Isso começou a se reproduzir por aqui em meados dos anos 2000" > começou mais depois dos atentados de 2001, reparem. Porque, apesar de existir uma tendência nesse estilo nos EUA nos anos 90, ainda víamos alguma coisa que não fosse tão preocupada com o politicamente correto. Poxa, Rei Leão tinha uma MORTE. Talvez não com sangue, mas convenhamos, nem precisou. Mas após 2001, eles fizeram essa tendência ficar mais forte, até mesmo por conta de todo o sentimento de ameaça que começou a surgir, e a preocupação com violência que os futuros adultos americanos poderiam querer seguir (afinal, Bin Laden nada mais foi do que uma cria da política americana dos anos 80, era uma família relativamente respeitada no país, quem garante que a criançada não poderia se basear nele?). O Brasil herdou, em meio a tantos outros acontecimentos que aconteceram e ajudaram. Somos um reflexo da cultura americana, de toda forma...
avatar
Hikari no Hana
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 276
Data de inscrição : 22/03/2012
Idade : 28
Localização : São Bernardo/São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Marcy em Sex Maio 04, 2012 12:21 pm

Hikari no Hana escreveu:E só pra terminar... dessa frase que o Rafa soltou:

"Isso começou a se reproduzir por aqui em meados dos anos 2000" > começou mais depois dos atentados de 2001, reparem. Porque, apesar de existir uma tendência nesse estilo nos EUA nos anos 90, ainda víamos alguma coisa que não fosse tão preocupada com o politicamente correto. Poxa, Rei Leão tinha uma MORTE. Talvez não com sangue, mas convenhamos, nem precisou. Mas após 2001, eles fizeram essa tendência ficar mais forte, até mesmo por conta de todo o sentimento de ameaça que começou a surgir, e a preocupação com violência que os futuros adultos americanos poderiam querer seguir (afinal, Bin Laden nada mais foi do que uma cria da política americana dos anos 80, era uma família relativamente respeitada no país, quem garante que a criançada não poderia se basear nele?). O Brasil herdou, em meio a tantos outros acontecimentos que aconteceram e ajudaram. Somos um reflexo da cultura americana, de toda forma...

Sim, eu reparei. Então... para evitar que os EUA não se prejudiquem, ou melhor, não sofra atentados de pessoas do próprio país, eles estão retirando as cenas violentas de Tom & Jerry, Pica Pau, tornando tudo tão sem graça, politicamente correto e...?

..........

Isso é um absurdo. É uma forma de iludir as crianças, dizendo que o mundo não é perigoso, que é tudo seguro. É uma forma de os EUA mostrarem que não ocorrerá mais atentados e mortes, que não existe guerras e violência, para que a população no futuro não fique com medo e viva em seu mundinho de florzinhas perfumadas e animaizinhos felizes. Ridículo; os EUA é uma das nações que mais gosta de guerrear justamente porque é a maior produtora de armas do mundo (sim, notei que eles fazem guerras para os inimigos comprarem mais armas deles, pqp) e também porque possuem um alto interesse econômico pelos outros países. Todo mundo sabe que o mundo não é tão bom assim, e todo mundo saberá, e assim será até quando resolverem extinguir a internet, livros que possuem cenas de ação acentuada e jornais policiais.
avatar
Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 792
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 20
Localização : Toca da raposa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Hikari no Hana em Sex Maio 04, 2012 1:08 pm

Ilusão é uma forma de política. Simples assim.
avatar
Hikari no Hana
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 276
Data de inscrição : 22/03/2012
Idade : 28
Localização : São Bernardo/São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon ainda tem chance no Brasil?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum