Últimos assuntos
Parceiros








Fórum AG


Como seria a vida sem tecnologia?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Takuya em Seg Ago 27, 2012 8:55 pm

Então, já nos acostumamos a usar computadores, tablets, ipods, celulares, praticamente o tempo todo, pra praticamente tudo, tanto que é difícil lembrar como era a vida sem eles. Já pararam pra pensar como seria a vida de vocês HOJE, se não existisse toda essa tecnologia? Se o nosso principal meio de informação/diversão ainda fosse a televisão, radio, jornais e revistas? O que vocês estariam assistindo agora? Quais coisas vocês não teriam acesso se não fosse pela tecnologia atual?

Começando por mim, eu não estaria criando esse tópico neste fórum, mesmo porque ele não existiria, lol. Provavelmente estaria no meu quarto, escutando rádio ou algum cd, lendo algum livro ou revista, quem sabe até mesmo estudando (sim, eu gostava de estudar -q). E provavelmente ainda usaria o telefone convencional pra poder falar com meus amigos haha xD
avatar
Takuya
Administrador
Administrador

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 3531
Data de inscrição : 01/08/2011
Idade : 27
Localização : Spiral Mountain
Mensagem Pessoal : I saw the end of an era with my own eyes. And in truth, I actually do know that it's my turn next.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Lukas em Seg Ago 27, 2012 10:32 pm

Ah, eu provavelmente me ocuparia muito mais com cursos e esportes. Estudaria mais que os idiomas que curso atualmente, procuraria voltar ao judô, ou fazer outro esporte, como basquete. Compraria mais livros para me entreter, e passaria a estudar bem mais. Exato, eu não gosto de ficar por muito tempo sem o que fazer, prefiro ter compromissos.

Estou muito acostumado com "notícias de primeira mão", com esses sites como o G1, R7, etc. Passaria a assistir mais telejornais. Nunca fui tão fã de rádio, creio que não ouviria com frequência. Além disso, perderíamos muitos privilégios, né? Simples ações como "tirar uma foto" exigiria mais atenção, já que não teria essa opção de "excluir" (como nas câmeras de alguns anos atrás)...

O povo acabou se acomodando tanto com esse privilégio, que provavelmente nem aguentaria viver sem essa tecnologia. Parece até que estou me contradizendo, mas o pior é que muitos nem aproveitam o que a tecnologia nos permite fazer...
avatar
Lukas
Moderadores
Moderadores

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1572
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 20
Localização : Brasília, DF, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Marcy em Ter Ago 28, 2012 10:04 am

O que eu estaria fazendo agora, sem a tecnologia... hmm, eu estaria lendo mais livros (apesar de atualmente eu ser uma verdadeira devoradora de livros, creio que sem a internet eu iria ler mais ainda xD) e assistindo mais telejornais. Também iria escrever textos, crônicas, contos e livros de maneira mais tradicional, escrevendo no papel ou numa máquina de escrever. E só iria desenhar tradicionalmente, hábito que eu meio que larguei há 4 meses.

E tudo o que eu fizesse iria exigir mais cuidado, como o Lukas citou, já que no ato de desenhar e escrever eu não teria o Ctrl+Z, e muitas coisas não seria possível editar - no máximo consertar alguns detalhes, mas não seria a mesma coisa que ao lidar nos meios digitais.

Creio que sem a tecnologia eu ainda iria fazer bastante coisa, praticamente as mesmas coisas que faço hoje, porém de maneira mais difícil e menos prática.
avatar
Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 787
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 20
Localização : Toca da raposa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Rayana em Ter Ago 28, 2012 12:05 pm

Bom, eu só comecei a usar a internet em casa a partir de 2006...

Sem tecnologia, eu nunca teria conhecido muitas das pessoas com quem trabalho hoje em dia. O Kanpai (a associação de que faço parte), para começar, dificilmente teria nascido, porque ela começou com um simples email que chegou por via de um fórum.
E sem esta associação, não havia os eventos de anime. E sem os eventos, eu hoje não daria workshops de desenho de manga e não teria conhecido tantas pessoas aqui na cidade.

Provavelmente teria muito menos cultura geral do que aquela que tenho actualmente.
Provavelmente teria terminado a Licenciatura em Direito, no lugar de mudar de curso para Estudos Artísticos porque eu conheci o curso por via da internet, e foi também a internet que me deu a possibilidade de ver filmes e aceder gratuitamente a arte, anime e cultura - o que foi a base para a minha decisão de mudar de curso e estudar cinema.
Provavelmente ficaria mais dedicada ao desenho tradicional do que ao desenho digital.
Provavelmente conheceria muito menos pessoas do que aquelas que hoje conheço e com quem interajo no dia a dia, em carne e osso.

Então, não faço ideia do que eu estaria a fazer neste momento. Mas eu seria mais burra, e viveria num mundo bem chato limitado à geografia que as minhas poucas condições económicas permitem explorar. xD


Última edição por Rayana Wolfer em Ter Ago 28, 2012 1:36 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 29
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Jyunirii em Ter Ago 28, 2012 1:11 pm

Primeiro de tudo: nunca teria conhecido a fundo Digimon, e não conhecendo digimon, não conheceria vocês. Ou seja, se não existisse a internet, eu provavelmente seria uma daquelas menininhas com forte tendência a ser chatinha e que viveria fora de casa (como se eu já não fosse chata).

Vejamos, se a net não existisse, minhas notas nunca teriam caído, eu nunca teria motivos pra aprender Inglês e não conheceria o mundo "além-Brasil". Iria gostar daquilo que todos gostassem, seguiria modinha e... leria livros, e ouviria muita rádio.

Basicamente isso. Se sou algo hoje é porque me baseei muito no que vejo na internet.
avatar
Jyunirii
Moderadores
Moderadores

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1529
Data de inscrição : 04/08/2011
Idade : 21
Localização : West Shinjuku while I'm listening The Biggest Dreamer.
Mensagem Pessoal : Amigos ate que o Ryouki nos separe.


http://pixiv.me/033210

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Dragon em Ter Ago 28, 2012 2:14 pm

Por incrível que pareça acho que se não existisse a internet existiriam pessoas mais sábias, ou pelo menos não existiriam tantos intelectolixos. É tão fácil se conseguir informação hoje em dia que as pessoas não se preocupam mais em verificar a autenticidade das coisas, de ir à fundo, de ir além da dúvida inicial e realmente adquirir conhecimento, não apenas abraçar como verdade o primeiro resultado da busca do Google.

Eu sinceramente tenho saudades da época em que você tinha que se debruçar numa mesa com vários livros para poder encontrar as respostas que precisava, pelo menos nós não tinhamos preguiça de pensar. Só de escrever.
avatar
Dragon
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1814
Data de inscrição : 22/09/2011
Idade : 23
Localização : Gentlemen Land
Mensagem Pessoal : Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Takuya em Ter Ago 28, 2012 9:14 pm

Dragon escreveu:Por incrível que pareça acho que se não existisse a internet existiriam pessoas mais sábias, ou pelo menos não existiriam tantos intelectolixos. É tão fácil se conseguir informação hoje em dia que as pessoas não se preocupam mais em verificar a autenticidade das coisas, de ir à fundo, de ir além da dúvida inicial e realmente adquirir conhecimento, não apenas abraçar como verdade o primeiro resultado da busca do Google.

Eu sinceramente tenho saudades da época em que você tinha que se debruçar numa mesa com vários livros para poder encontrar as respostas que precisava, pelo menos nós não tinhamos preguiça de pensar. Só de escrever.

↑ THIIIISSSS

Mas acho que só percebe essas coisas quem viveu durante um bom tempo sem tanta facilidade tecnológica, até 2008 eu ainda pesquisava em livros e fazia trabalhos escritos, em papel almaço xD. Pra falar a verdade, achava até mais divertido fuçar em livros e revistas do que já encontrar no primeiro resultado do Google, ainda que eu não achasse aquilo que eu realmente buscava, acabava encontrando outras coisas interessantes...

Claro que é possível fazer tudo isso com a internet, e muito mais, pena que muita gente não dá valor à essa facilidade toda que temos hoje, e só usa o pc pra jogos + redes sociais + leseiras diversas D:
avatar
Takuya
Administrador
Administrador

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 3531
Data de inscrição : 01/08/2011
Idade : 27
Localização : Spiral Mountain
Mensagem Pessoal : I saw the end of an era with my own eyes. And in truth, I actually do know that it's my turn next.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Dragon em Ter Ago 28, 2012 10:10 pm

Takuya escreveu:
Dragon escreveu:Por incrível que pareça acho que se não existisse a internet existiriam pessoas mais sábias, ou pelo menos não existiriam tantos intelectolixos. É tão fácil se conseguir informação hoje em dia que as pessoas não se preocupam mais em verificar a autenticidade das coisas, de ir à fundo, de ir além da dúvida inicial e realmente adquirir conhecimento, não apenas abraçar como verdade o primeiro resultado da busca do Google.

Eu sinceramente tenho saudades da época em que você tinha que se debruçar numa mesa com vários livros para poder encontrar as respostas que precisava, pelo menos nós não tinhamos preguiça de pensar. Só de escrever.

↑ THIIIISSSS

Mas acho que só percebe essas coisas quem viveu durante um bom tempo sem tanta facilidade tecnológica, até 2008 eu ainda pesquisava em livros e fazia trabalhos escritos, em papel almaço xD. Pra falar a verdade, achava até mais divertido fuçar em livros e revistas do que já encontrar no primeiro resultado do Google, ainda que eu não achasse aquilo que eu realmente buscava, acabava encontrando outras coisas interessantes...

Claro que é possível fazer tudo isso com a internet, e muito mais, pena que muita gente não dá valor à essa facilidade toda que temos hoje, e só usa o pc pra jogos + redes sociais + leseiras diversas D:

Peço desculpas para a Ray, mas tenho que comentar isso. Eu sinceramente me preocupo às vezes como vou educar meus filhos de forma que eles não se tornem um bando de bunda-moles egocêntricos e mimados que vemos hoje em dia como "a geração da internet". Quero dizer, quando eu chegar a ter um filho o mundo vai ter avançado ainda mais, tudo vai ser ainda mais fácil e simples, vai ser um mundo onde ainda mais tudo vai ser entregue de bandeja às nossas crianças que simplesmente não vão desenvolver o hábito de pensar.

Com toda humildade, eu vivi de uma forma que me permite hoje enxergar o mundo de uma forma mais ampla, me permite ver o mundo que orbita longe do meu umbigo. Às vezes vejo as pessoas, e me desculpe mas vejo muitos aqui do fórum, reclamando de coisas tão banais como se fossem os maiores problemas já enfrentados pela humanidade, mentes tão fechadinhas em seus mundos próprios que nem tentam ver a imensidão de coisas que tem ao seu dispor. Muitos problemas que podem ser resolvidos com uma simples conversa de 5 minutos com os familiares mas que acabam indo pro twitter, pro facebook, pro tumblr, pra todo canto MENOS pra onde elas realmente precisam estar: no circulo familiar onde eles realmente podem ser resolvidos.

E isso é um exemplo simples. Tem ainda os neo-ateus que "São ateus por que pastor é tudo ladrão padre é tudo pedófilo não acredito em milagres sou um monte de poeira cósmica", os revolucionários de fundo de quintal e suas causas ridículas como a "marcha da maconha" e a "marcha das vadias", pessoas que mascaram intolerância e preconceito como "liberdade de expressão", entre muitas outras coisas. Eu vejo isso acontecer e lembro que isso é a MINHA geração, sou obrigado a pensar em que parte da minha vida eu tropecei, caí num buraco e fiquei alheio a toda essa maluquice, toda essa atrofia cerebral que parece ter destituído o ser humano da capacidade de raciocinar. E mais uma vez, num mundo onde cada dia mais essas coisas vão a sua porta como eu posso fazer para que meus filhos não sejam pegos no meio desse turbilhão de maluquices.

Mais uma vez, desculpe Ray pelo off. Sei que você odeia que desvirtuem seus tópicos...
avatar
Dragon
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1814
Data de inscrição : 22/09/2011
Idade : 23
Localização : Gentlemen Land
Mensagem Pessoal : Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Heax Kabuterimon em Ter Ago 28, 2012 10:35 pm

Hum... Boa questão.

Pra começar. Se não fosse a tecnologia, nós teriamos de abrir mão de diversas facilidades que nós possuímos hoje. É algo que nós já acostumamos... Mas se pegarmos uns 10 anos pra trás, vamos perceber que ouvir a música que quisesse, ou assistir a um determinado vídeo, não era tão facil assim...

Eu acho, que agente sairia mais. Muitas pessoas não teriam uma vida tão sedentaria e seriam menos preguiçosas. Parecem ser boas vantagens, e contudo são. Mas por um outro lado... Parte do mundo que possuimos hoje "Morreria". Simplesmente com a simplicidade e facilidade de informação que foi adquirida nos últimos anos Graças aos Avanços da Tecnologia.

No Meu caso?? Bem.. Além de ser menos "sedentário", eu acho que não estaria nem trabalhando hoje... #shot
avatar
Heax Kabuterimon
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 319
Data de inscrição : 21/07/2012
Idade : 33
Localização : São Paulo
Mensagem Pessoal : Uma colher de Maionese Hellmans possui apenas 40 Calorias =D

http:// http://www.meadiciona.com/Healckles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Rayana em Qua Ago 29, 2012 10:01 am

Dragon escreveu:Mais uma vez, desculpe Ray pelo off. Sei que você odeia que desvirtuem seus tópicos...

O tópico é do Takuya, mas mesmo que fosse meu não me importaria nem um pouco. xDD Pelo menos vocês estão a discutir algo que interessa, e não a postar gifs sem sentido. E acho que o tema é on-topic sim.

E eu concordo convosco, mas só em certa medida. Não acho que a culpa do facilitismo seja da internet ou das tecnologias (vulgo, a culpa não está nos objectos), mas sim da forma como o ser humano se relaciona com eles (vulgo, a forma como a vocês mesmos se auto-educam e como educam as vossas crianças face às novas tecnologias).

Quando eu era mais nova, os meus pais estavam sempre preocupados em controlar o tempo que eu passava no PC. Eles chegaram a tirar o PC do meu quarto, quando eu tinha 14 anos, simplesmente para evitar que eu ficasse lá isolada (e na altura nem tinha internet, eu ocupava o meu tempo a escrever e a desenhar).
E embora eu tenha sentido uma violação ao meu espaço privado, pois eu estava na adolescência, e esse tipo de processo de isolamento é considerado normal, eu entendi e entendo a tomada de posição deles.

Com o meu irmão de 12 anos está a ser completamente ao contrário; ele obteve um PC no quarto desde muito novinho, e hoje passa lá todo o santo dia a jogar, passar toda a hora na internet, e ninguém controla o que ele faz ou que ele deixa de fazer. =/ Ele acorda cedo, joga, almoça, joga, janta, joga, e vai dormir. Isto, todos os dias, durante as férias.
Ontem, a minha mãe sugeriu que ele saísse de casa e fosse com ela à cidade. Ele fez um basqueiro idiota porque queria ficar em casa a jogar - e embora o meu pai tenha ralhado com ele severamente, a verdade é que hoje eu fiquei em casa, basicamente, para que o meu irmão ficasse em casa também...... Sei lá, eu já desisti de denunciar este tipo de situações à minha mãe, porque ela não me ouve, e se falamos qualquer coisa, ela acha que a estamos a criticar as decisões dela (é um caso complicado que vivo diariamente aqui em casa).

Eu não sei o que vai resultar daqui, mas noto no meu irmão uma pessoa alheada da realidade e completamente incapaz e nervoso quando tem que lidar com questões do dia a dia tão simples quanto ir comprar papel-higiénico ao hiper-mercado (a minha mãe não quer que ele saia de casa com medo da pedofilia), ou mesmo conversar com pessoas na rua ("não fales com estranhos!" diz a minha mãe).

Então, parece-me injusto e até hipócrita botar a culpa nas tecnologias ou criticar a "geração mais nova" como se eles tivessem tido escolha para viverem como vivem actualmente.
A verdade, na minha opinião, é que as pessoas mais velhas são as principais responsáveis pelo projecto de mundo que hoje existe, e que elas mesmas se acomodaram e não se importam que chegue com os seus filhos. Pais entregam os seus filhos aos computadores e às tecnologias para aliviar as suas próprias consciências e para que eles mesmos possuam mais tempo livre no dia-a-dia para dedicar a outras preocupações.

Para não mencionar que, na ansiedade dos pais evitarem que os filhos sofram o que eles sofreram nas suas infâncias, esses mesmos pais ficaram completamente paranóicos. Essa paranóia fá-los dar uma série de facilidades aos filhos, que não os ajuda a crescer.

Casos flagrantes:
1) Instalação da internet em casa para que o filho de 12 anos possa fazer as suas pesquisas para a escola (no lugar de usar a biblioteca local, que seria mais do que suficiente). Na realidade o garoto só usa a net para baixar jogos de graça e postar merda no youtube.

2) Doação de telemóveis a meninas de 13 anos (para os pais ficarem contactáveis com elas, não vá algum homem mal-intencionado aparecer depois do horário da escola - e assim elas podem chamar os pais para pedir ajuda). Na realidade as meninas só usam os iphones para meter vídeos inúteis no facebook.

3) Pais recusam-se que o filho desenvolva vida social: há o exemplo típico do garoto de 11 anos que chega a casa todo feliz e pede à sua mãe para ir a casa do amigo ver um jogo de Playstation. A mãe fica com medo e dá a resposta de: "O que caralho vais fazer na casa do teu amigo?! Tu conhece-lo de algum lado?! Não conheces os pais dele sequer! Não, não vais a casa dele! Ficas aqui em casa, e diz ao teu amigo para vir cá a nossa casa!".
Caso típico em que a tecnologia podia fazer uma criança de 11 anos ganhar amigos e socializar-se, mas os pais não querem.

Esta última situação eu vi acontecer aqui em casa.
Não estou a defender a geração mais nova nem a tecnologia, mas estou a colocar situações bem concretas daquilo que os pais fazem aos seus filhos. O resto não passa de consequência de muitas destas atitudes irresponsáveis, inclusive a imagem de que a tecnologia é um salva-vidas nos momentos de dificuldade. Em parte, deve-se a isto também.
Reflictam.
avatar
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 29
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Marcy em Qua Ago 29, 2012 10:34 am

Rayana Wolfer escreveu:Para não mencionar que, na ansiedade dos pais evitarem que os filhos sofram o que eles sofreram nas suas infâncias, esses mesmos pais ficaram completamente paranóicos. Essa paranóia fá-los dar uma série de facilidades aos filhos, que não os ajuda a crescer.

Casos flagrantes:
1) Instalação da internet em casa para que o filho de 12 anos possa fazer as suas pesquisas para a escola (no lugar de usar a biblioteca local, que seria mais do que suficiente). Na realidade o garoto só usa a net para baixar jogos de graça e postar merda no youtube.

2) Doação de telemóveis a meninas de 13 anos (para os pais ficarem contactáveis com elas, não vá algum homem mal-intencionado aparecer depois do horário da escola - e assim elas podem chamar os pais para pedir ajuda). Na realidade as meninas só usam os iphones para meter vídeos inúteis no facebook.

3) Pais recusam-se que o filho desenvolva vida social: há o exemplo típico do garoto de 11 anos que chega a casa todo feliz e pede à sua mãe para ir a casa do amigo ver um jogo de Playstation. A mãe fica com medo e dá a resposta de: "O que caralho vais fazer na casa do teu amigo?! Tu conhece-lo de algum lado?! Não conheces os pais dele sequer! Não, não vais a casa dele! Ficas aqui em casa, e diz ao teu amigo para vir cá a nossa casa!".
Caso típico em que a tecnologia podia fazer uma criança de 11 anos ganhar amigos e socializar-se, mas os pais não querem.

Esta última situação eu vi acontecer aqui em casa.
Não estou a defender a geração mais nova nem a tecnologia, mas estou a colocar situações bem concretas daquilo que os pais fazem aos seus filhos. O resto não passa de consequência de muitas destas atitudes irresponsáveis.
Reflictam.
Fato. Percebam que muitos pais por aí nem sabem o que seus filhos realmente fazem nos meios virtuais, e acham que está tudo bem. Duas coisas que me dão raiva: 1)a grande maioria não inspeciona o que seus filhos fazem no dia-a-dia, não compreendo como muitos acham que eles se comportam bem mesmo após aos 10 anos, que é a idade onde a maioria deixam-os fazerem o que bem quiser na ilusão de que sabem se comportar bem; 2)e quando ouvem noticiários e afins dizendo coisas absurdas envolvendo tecnologia e crianças e adolescentes, os pais só tomam os objetos das mãos de seus filhos e acham que o problema está resolvido. Isso não só é ruim para o filho, que em alguns casos não está fazendo nada de errado, como também ele pode encontrar outros meios às escondidas de seus responsáveis.

Fico p da cara quando vejo que muitos responsáveis acham que, dando um computador à criança desde cedo ajuda-a a crescer e deixam os adultos mais tranquilos. Esses dias vi uma criança que não deveria ter mais de 2 anos num ônibus e ela jogava alguma coisa num celular, enquanto a mulher que a carregava no colo tagarelava, sem dar atenção à criança, num outro celular. Fiquei a pensar se aquele celular que a criança tinha nas mãos era dela, e caso for, tenho certeza de que está incorreto isso. Eu penso assim: crianças só devem ter um primeiro contato com videogame lá por 6~7 anos; celular e computador, depois de 10. Antes disso, que ela conheça brincadeiras e o mundo à maneira antiga. Infelizmente, isso só não funcionará caso essa criança chegue na escola e encontre coleguinhas em frente a celulares, tablets e notebooks e ainda zoando-a por não ter tudo aquilo. Outra coisa que me deixa irritada diante desse cenário: muitos pais ainda compram os modelos mais atuais e caros para darem a seus filhos.

Faltam é atenção por parte dos pais. Eu sei que para muitos não é muito fácil, principalmente aqueles que trabalham o dia todo, mas pelo menos eles deveriam tomar a consciência de que muitas vezes seus filhos não estão fazendo aquilo que eles pensam.

E também discordo que a causa disso tudo é a tecnologia avançada do nosso cotidiano. Creio que a tecnologia não é o motivo principal, porém ela auxilia nesse processo, que muitas vezes modela o indivíduo. A nova geração terá mais dificuldade de comunicar-se pessoalmente, e isso é um empecilho para o desenvolvimento dessas pessoas.
avatar
Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 787
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 20
Localização : Toca da raposa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Takuya em Qua Ago 29, 2012 11:44 am

O tópico tomou um rumo interessante xD. Vamos por partes:

Rayana Wolfer escreveu:A verdade, na minha opinião, é que as pessoas mais velhas são as principais responsáveis pelo projecto de mundo que hoje existe, e que elas mesmas se acomodaram e não se importam que chegue com os seus filhos. Pais entregam os seus filhos aos computadores e às tecnologias para aliviar as suas próprias consciências e para que eles mesmos possuam mais tempo livre no dia-a-dia para dedicar a outras preocupações.

Para não mencionar que, na ansiedade dos pais evitarem que os filhos sofram o que eles sofreram nas suas infâncias, esses mesmos pais ficaram completamente paranóicos. Essa paranóia fá-los dar uma série de facilidades aos filhos, que não os ajuda a crescer.

Eu penso da mesma forma, infelizmente a culpa é dos próprios pais dessas crianças e adolescentes, que simplesmente oferecem aos filhos tudo que a tecnologia pode dar, sem qualquer tipo de orientação ou supervisão, achando que basta dar um computador com internet ou um smartphone pro filho que ele automaticamente vai aprender mais na escola, se relacionar melhor com os amigos, ser mais feliz, etc. Ahh sim, é a culpa, afinal esses pais trabalham o dia todo, não tem tempo pros filhos, na mente deles essa é uma ótima forma de compensar essa ausência, dando tudo que eles querem. E onde fica o papel de educar, orientar, corrigir, essas coisas que pais devem fazer?

Bom, no geral, acho que há alguns fatores que contribuem pra essa atitude de muitos pais. Primeiro, esse sentimento de culpa por não terem todo o tempo disponível pros filhos, faz com que eles tentem compensar isso de alguma forma, e uma delas é essa (dando todo tipo de facilidade e regalia pros filhos). Segundo, eu mesmo percebo que existe um certo deslumbramento dessas pessoas em relação a tecnologia. Elas vêem as inovações tecnológicas como coisas revolucionárias e que automaticamente vão melhorar a nossa forma de viver, e acrescentar algo às nossas vidas. WTF? Claro que tecnologia é maravilhosa, e tudo mais, mas nenhum computador no mundo é capaz de educar uma criança sozinho, lol. Uma criança ou adolescente que não tem o hábito de ler não vai começar a gostar só porque tem um pc conectado à internet, provavelmente vai buscar apenas coisas que o interessam, e muitas vezes os pais sequer tem idéia do que eles realmente buscam.

Marcy escreveu:Faltam é atenção por parte dos pais. Eu sei que para muitos não é muito fácil, principalmente aqueles que trabalham o dia todo, mas pelo menos eles deveriam tomar a consciência de que muitas vezes seus filhos não estão fazendo aquilo que eles pensam.

E também discordo que a causa disso tudo é a tecnologia avançada do nosso cotidiano. Creio que a tecnologia não é o motivo principal, porém ela auxilia nesse processo, que muitas vezes modela o indivíduo. A nova geração terá mais dificuldade de comunicar-se pessoalmente, e isso é um empecilho para o desenvolvimento dessas pessoas.

Concordo, a culpa não é da tecnologia, mas sim do uso indiscriminado dela. Really, uma criança de 4 anos precisa dum smartphone PRA QUÊ? E de um tablet? Essa criança ao menos já sabe ler, colorir, tem coordenação motora? E computador no quarto? Nem eu tenho computador no quarto o_o. Sei lá viu, saudades de quando os pais sentavam nem que fosse por uns minutos com os filhos, conversavam sobre como foi o dia, orientavam os filhos, dava uma olhada no que a criança fez na escola no dia, essas coisas. Se um pai ou mãe trabalha tanto que não tem tempo nem pra isso, acho que nem deveria se dar ao trabalho de colocar filho no mundo.
avatar
Takuya
Administrador
Administrador

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 3531
Data de inscrição : 01/08/2011
Idade : 27
Localização : Spiral Mountain
Mensagem Pessoal : I saw the end of an era with my own eyes. And in truth, I actually do know that it's my turn next.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por aswq em Qua Ago 29, 2012 1:16 pm

Eu estaria a jogar ps1/2, ir a casa dos vizinhos/amigos e continuaria a ser vagabundo. Nada muito diferente do que faço hoje =P

Não se pode culpar a tecnologia, sem ela ainda hoje demoraríamos 300 anos pra plantar uma batata ou nem saberíamos o que é uma kkkk

Até acho que a tecnologia nem afeta tanto assim o social das pessoas (pelo lado negativo), afinal a escola ainda serve pra alguma coisa, só não socializa quem não quer, além de que com a internet e telemóvel fica muito fácil combinar qualquer coisa.

E não penso que interrogatórios e andar sempre em cima do acontecimento sejam uma solução.
avatar
aswq
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 255
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 21
Localização : Sitio qualquer de lugar nenhum...
Mensagem Pessoal : If i can feel my blood burning i don't need anything else.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Seiryuumon em Qua Ago 29, 2012 1:30 pm

Sem internet eu certamente ficaria fazendo meus mangás de sempre *-*
Parei mais ou menos quando ganhei um PC.
avatar
Seiryuumon
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 260
Data de inscrição : 09/12/2011
Idade : 28
Localização : São Luís - Dark Area, liderada pelo Sarney >=(

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Hinata Plusle em Ter Set 04, 2012 11:34 pm

Nunca fui de seguir modinha, mas isso não quer dizer que não sofri por ninguém mais ao meu redor gostar das mesmas coisas que eu. Creio que me sentiria bem mais sozinha no mundo se não soubesse, por meio da internet (o único meio que possibiilita isso de fato), que alguém, seja lá quem for, compartilha dos mesmos gostos.
E-mails não são tão pessoais como cartas, mas bem mais ágeis. Isso possiblita muita coisa mais rápida, bem como Skype possibilitando conversas mais compridas que no telefone pelo preço. Eu teria bem menos contato com meus parentes no Japão sem tecnologia.
A tecnologia, apesar de tudo, creio que nos dá mais liberdade. Por exemplo: horário combinado era horário combinado na época da minha mãe. Não que pais não aceitassem negociar, mas faltava um meio para os filhos tentarem negociar rapidamente e à distância - numa época que nem orelhão ou telefone fixo havia direito (e isso foi menos de 30 anos atrás!). Hoje, quando quero ficar um pouco mais com um amigo ou fora de casa, posso ligar para ela e pedir autorização, bem como tranquilizá-la se algum imprevisto ocorrer e eu demorar mais. Claro que um celular tocando no almoço é um pé no saco, mas a não ser que você seja viciado em tecnologia, o botão de desligar taí.
avatar
Hinata Plusle
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 445
Data de inscrição : 09/08/2011
Idade : 19
Localização : Ringtown, Fiore

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por DejitaruDan em Dom Nov 25, 2012 5:40 pm

Acho que estaria vendo Faustão na tv ou ouvindo alguma música no rádio *morre*.

Falando sério, 90% das coisas que faço hoje, não estaria fazendo. Acho que eu ia ser muito solitário e anti-social se não tivesse a tecnologia atual. Sim, a internet me proporcionou coisas positivas: deixei de ser tímido ao extremo e até me ajudou a superar o impacto de um falecimento de uma pessoa que foi uma mãe pra mim em boa parte da infância e adolescência.

Mesmo que a tecnologia nos proporcionou um mundo novo, temos que usar com moderação e com cautela, como ocorreu décadas atrás com a chegada da tv e mais atrás, o rádio.
avatar
DejitaruDan
Digitama
Digitama

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/11/2012
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como seria a vida sem tecnologia?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum