[RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Wolfmon em Dom Ago 25, 2013 7:48 pm


Digimon RPG: O Chamado de Dagomon


Introdução
Há várias décadas os humanos começaram a desenvolver jeitos mais modernos de calcular, computar e partilhar informações. Porém naquela época não podia se imaginar o nível que a tecnologia alcançaria hoje em dia. Mas o avanço mais assombroso da informática não foi desenvolvido pelos humanos e é desconhecido de praticamente todos do globo.
Evoluído por si só a partir da rede global de informações nasceu o mundo digital, também conhecido como Digimundo. Uma realidade paralela ao nosso mundo, o “Mundo Real”, onde criaturas e extraordinárias habitam: os Digimons. Um lugar onde sonhos impossíveis se realizam e que poucos humanos têm a chance de visitar. E, apesar de ser real, para a imensa maioria dos humanos o digimundo e os digimons não passam de ficção, aceditando que são apenas uma bem sucedida franquia de jogos e animes.
No Digimundo a lei do mais forte prevalece, levando frequentemente a grandes disputas entre os mais poderosos habitantes pelo poder. Porém, algumas dessas disputas se tornam uma ameaça para a estabilidade dessa realidade paralela e, quando isso acontece, o próprio mundo escolhe um grupo de humanos do “Mundo Real” para restaurar a paz. Esse grupo de humanos é conhecido como os Digiescolhidos.
Mas para cada inimigo derrotado, um novo surge em seu lugar, e assim continuou a disputa entre o Mal e os Digiescolhidos por anos e anos. Hoje o Digimundo se vê novamente em perigo quando um exército de Digimons surge das águas do Oceano Negro, uma região isolada do resto do digimundo, e começa a atacar vilas e cidades do Arquipelago de Sabat. Novamente o Digimundo seleciona uma nova geração de humanos para enfrentar essa nova ameaça...

O que é RPG?
Antes de tudo, muitos podem estar se perguntando, o que é um RPG? RPG é a sigla para Role Playing Game, que em português se traduz como “jogo de interpretação”.
RPG é um estilo diferente de jogo. O Objetivo aqui é criar uma personagem e interpretá-la enquanto ela vive uma aventura junto com os outros jogadores. O jogo se foca mais em contar a historia e participar dela do que em ser o mais forte ou obter tesouros (não que você não possa fazer isso durante o jogo), por isso o RPG é muito próximo de escrever algo ou fazer teatro.
Este RPG é um RPG de fórum, ele é muito próximo de escrever uma fic comunitária, mas ao invés de várias pessoas tomarem o papel de autor, cada um aqui se tornara um personagem da historia, e serão suas ações como personagens que irão determinar o rumo da historia.
Além dos jogadores existe o narrador, o narrador tem como funções interpretar os personagens não controlados pelos jogadores, os inimigos e servir de juiz. Ele também costuma descrever o cenário e ajudar a dar rumo à história.
O Sistema, o código de regras, do nosso RPG é simples: é baseado na descrição e na interpretação feitas nos posts. Conforme você explicar o que irá realizar, o narrador irá dizer as conseqüências, quanto mais claro e bem descrito o post, melhor será o resultado: primeiro, o narrador deve beneficiar os posts bem escritos, segundo um texto escrito com clareza, bom-senso e bem explicado impede que os outros ( o narrador principalmente) interpretem seu objetivo de outras formas sem ser aquela que você planejou, comprometendo o objetivo da ação.
Para ter uma base formal para as ações, algumas estáticas e fichas serão necessárias, elas indicarão as capacidades e poderes de cada personagem, além de dados numéricos como pontos de vida ou os atributos.

Atributos
  Usamos como base os atributos do sistema 3D&T:
Força: È a capacidade de levantar peso, empurrar e puxar e causar dano físico, ou seja, dano com partes do corpo ou com armas brancas, e coisas que envolvam esforço físico em geral.
Agilidade: representa a agilidade, a velocidade, equilíbrio, reflexos e destreza manual.
Resistência: A constituição e vigor, ela indica quantos ferimentos você pode sofrer (pontos de vida), em tolerar venenos, doenças e cansaço. Ele mede também a determinação e força de vontade.
Armadura: Armadura é a proteção corporal do personagem e habilidade de bloqueio, não precisa ser necessariamente uma armadura; um corpo duro ou uma carapaça podem ser a razão do atributo, por exemplo.
Poder de Fogo: Representa a capacidade de causar dano á distancia, além também do alcance máximo com grande chance de acertar o golpe, o que forma o ataque depende de cada digimon: balas, fogo, raio, pedras, entre outros.
  Cada atributo tem um valor que varia de E até S, conforme a tabela abaixo
Atributos:

(EDIT)Um amigo meu que entende de gmae design deu umas dicas sobre o RPG e resolvi fazer umas modificações pra ficar mais equilibrado o jogo, o HP Agora funciona assim: Cada nivel tem uma quantidad ede HP Basico ( 200 Rookie, 300 Champion, 400 Perfect e 500 Ultimate) e cada graduação em Resistencia adiciona 50 de HP

Os jogadores humanos têm, normalmente, todos os atributos na categoria E. Um atributo no estagio E é considerado sem nenhuma graduação.

Criação de Personagens: Humanos
  A Criação de personagens consiste em basicamente em duas etapas, em fazer o personagem humano e fazer o personagem Digimon. Primeiro vamos tratar do personagem humano e como exemplo de criação vamos usar o Tai de Adventures. Ele é retratado antes da viagem pro digimundo,os exemplos seguem em itálico.
Humanos
1)Escolha o nome, idade, local e data de nascimento
  Não tem muito segredo, mas é bom lembrar que o local de nascimento e onde o personagem cresceu influenciam na personalidade, assim como a idade que escolher para ele.
Primeira etapa, nosso personagem chama Tai e tem 11 anos, natural de Odaiba do Japão,nunca foi publicada a data de nascimento dele , mas vamos dizer que ele  nasceu no dia 23 de julho.
2)Descreva a personalidade e a aparência
  Tenha cuidado com essa parte, não crie algo que você não consiga interpretar, mas evite também recriar a si mesmo ou copiar totalmente um personagem:O rpg é um jogo de interpretação, você estará perdendo grande parte da emoção se tiver apenas copiando.
  Cuidado para não criar um personagem incrivelmente irritante, como um personagem que só faz piadas que provoquem os membros do grupo, ou personagens impossíveis de encaixar no grupo como um todo,  e com personagens malignos ou anti-heróis podem parecer interessantes, mas  precisam de muita maturidade para ser bem interpretados, ou acabam sendo personagens chatos e difíceis de se aturar. O personagem não precisa ser um santo,mas também não vamos exagerar.
  Agora vamos descrever nosso herói, primeiro a parte física: Tai é um garoto de 11 anos,  de cabelos castanhos volumosos e espetados, com um óculos de aviador na cabeça, usando uma camiseta azul e um shorts marrom e tênis.
  Agora a parte psicológica: Forte e corajoso ele é aventureiro e muito autoconfiante, algumas vezes ele é infantil, impossível e teimoso. Tai tem um enorme coração e preocupa-se muito com os outros. Ele chega a ser obsessivo em relação à irmã, por causa da sua fragilidade e tenta protegê-la em relação a todos os perigos.
3)Descreva a historia
  Aqui você nos contará como o personagem se tornou o que é hoje: as coisas importantes pelas quais ele passou e o que levaram até o presente momento. Tente fazer a historia parecer real, e lembre-se que o passado dele não precisa ser exageradamente dramático para ser interessante ou criar um bom personagem.
   Além do mais, não há nada de errado de se relacionar a sua historia com a de outros personagens jogadores, mas ao fazer isso não se esqueçam de deixar tudo combinado com o jogador que você for se relacionar, além de manter as duas historias coesas.
  A parte da historia pessoal, nessa parte você também deve contar como chegou no mundo digital, embora cada detalhe varie todos os personagens vão ter passado pela mesma situação básica: Numa noite escura e úmida,  cada um de vocês tem sonhos tenebrosos , aonde se encontram numa praia escura enfrente a um oceano negro. Nesse lugar vocês se deparam com um enorme vulto, cuja mera presença acorda um grande medo nos seus personagens e atormenta suas mentes. Cada um ao seu modo, vocês encontram um jeito de resistir a presença dele e ele se afasta. No dia seguinte vocês percebem que varias pessoas dormiram mal, a maioria não lembra porque, embora as mais sensíveis e emotivas também possam lembrar, mas nenhuma delas além de vocês conseguiu resistir a presença da criatura.
  Mais tarde no mesmo dia, com o cair da noite ocorre um apagão na região, no meio da confusão vocês são parados por uma figura levemente humanoide. Ela pede a ajuda de vocês e os leva para algum lugar isolado, mas com algum computador próximo. Lá vocês reparam que se trata de uma mulher loira com uma mascara vitoriana dourada, um turbante vermelho e coberta por manoplas, botas e um peitoral dourado. Nas suas costas vocês reparam que ela tem 4 tocos sanguinolentos do que já foram asas douradas.
  A mulher se apresenta como D’Arcmon, explicando que ela é uma criatura digital vinda de outro mundo, um mundo que agora está em perigo e vocês são os únicos que podem ajudar, caso se recusem ou falhem isso trará não só a destruição de ambos os mundos. Para isso bastava que se aproximassem do computador. Acreditando ou não, vocês se aproximam do computador ( ou  até empurrados). A ultima coisa que seus personagens lembram é de tudo ficando escuro e um urro macabro ao longe, igual ao do sonho.
Agora vamos falar do passado de Tai, ele levava uma vida normal, mas foi testemunha de um combate entre digimons quando era criança. Ele também se preocupa muito com a irmã porque no passado por causa de um erro dele ela foi parar no hospital. È bom explicar também porque a irmã não está com ele quando ele foi para o acampamento.
4)Escolha uma vantagem
  Uma vantagem é algo que destaca seu personagem, algo em que ele é realmente muito bom: ele pode saber muito sobre um assunto, ser ótimo em desenho ou computação ou simplesmente ser muito resistente.

Vantagens:
]Força Bruta: Você é mais forte que um humano comum, devido a treinamento, musculação e constituição corporal.
Vigor: Você é mais resistente do que um humano comum, agüentando melhor períodos sem comer, sem beber água, sem dormir, etc.
Hábil: Você é mais hábil do que um humano comum, tendo uma habilidade motora refinada,
Ágil: Você é mais ágil do que a maioria, você corre mais, pula mais alto e tem facilidades com acrobacias.
Valete: Você estudou mais assuntos que a media normal, dominando mais técnicas, mas não sendo excelente em nada. Você ganha duas capacidades a mais
Especialista: Você estudou com afinco sobre um determinado assunto, tendo dominado ele profundamente. Escolha uma habilidade que seja uma ciência (como biologia), ou outro aspecto do conhecimento (como filosofia) para aplicar essa vantagem.
Atleta: Você treinou durante muito tempo um esporte, arte marcial, ou algum tipo de atividade física.
Gatuno: Você aprendeu técnicas furtivas e de arrombamento
Técnico: Você domina uma habilidade técnica ou manual com perfeição. Exemplos: mecânica, computação, cozinhar, desenhar.
Prontidão: Você é mais atento que a media normal, percebendo melhor os pequenos detalhes.
Memória Apurada: Você se relembra mais facilmente das informações, e em maior quantidade.
Sobrevivência: Em ambientes adversos você aprendeu como buscar comida, construir abrigos, e outras habilidades úteis.
Bom senso: Seu personagem é racional e tem uma boa noção de lógica e do perigo. É uma vantagem útil para os jogadores mais impulsivos que vão interpretar personagens mais cautelosos.
Carisma: seu personagem é carismático e persuasivo, ele tem mais facilidade de convencer as pessoas e de conseguir sua atenção e cooperação.
Agora devemos escolher uma vantagem para ele, poderia ser atleta, ele joga bastante futebol, mas ele usou isso poucas vezes no mundo digital e nunca pareceu que ele era especialmente talentoso, ele é um bom jogador, mas ele é muito mais um líder nato, tanto que acabou se tornando um diplomata, a melhor escolha seria Carisma como vantagem
5)Escolha três capacidades
  Escolha três capacidades: Capacidades são aquilo que os personagens humanos são bons, não necessariamente algo em que sejam excepcionais, simplesmente eles sabem daquele assunto, ou jogam aquele esporte, ou desenha bem, ou até conhecer uma língua estrangeira. Ou seja, são as capacidades gerais do seu personagem. Elas podem ser qualquer coisa, desde que faça sentido e não seja nada exagerado, se ele for especialmente talentoso em algo deve ser representado como uma vantagem.
Agora vamos para capacidades, a primeira é futebol, ele também demonstra saber se localizar com mapas e com a luneta, então vamos deixar navegação, e a ultima táticas, já que como líder ele precisa criar planos e estratégias.
6)Defina dois defeitos
  Ninguém é perfeito, todos temos nossos defeitos, e os personagens não são exceção. Aqui você deverá escolher os dois piores defeitos, físicos ou psicológicos que seu personagem possui, eles não são os únicos: os demais aparecem na parte da descrição. Aqui você colocará apenas os mais prejudiciais e destacáveis. Exemplos: O personagem é covarde, tem medo de alturas, de insetos, ele precisa de óculos, ele é manco, ele tem asma, entre outros...
Para os defeitos de Tai podemos destacar que ele é bastante impulsivo, muitas vezes não pensando nas consequências de seus atos. Outro defeito seria dizer que ele é teimoso, afinal, ele costuma fazer as coisas sempre do seu jeito e demora muito para ouvir os outros, como pôde ser observado em suas rixas com Matt.
7)Cor do Digivice Escolha uma das seguintes cores para ser a do seu digivice, conforme forem escolhidas as cores serão retiradas dessa lista:
Cores:
CINZA
VERDE ESCURO
CIANO
VERDE-AZULADO
AZUL
VIOLETA
MAGENTA
LARANJA
BORDO
VINHO
MARROM
ROSA
OLIVA
A cor do digivice do Tai será laranja, assim como na serie.
8)Toques Finais
Toques finais, coisas que você pode acrescentar para enriquecer seu personagem, como descrever alguns objetos com ele, uma foto, peculiaridades , entre outras coisas.
Toques finais agora, bom eu vou adicionar um link com uma imagem do tai, para resolver qualquer duvida da descrição, e ele vai pro digimundo com uma luneta de bolso.
Segue abaixo a ficha padrão de um personagem humano.

Ficha Basica:

Código:
[quote][center][b](Nome)[/b][/center]
[b]Idade:[/b]
[b]Local de Nascimento[/b]
[b]Data de Nascimento: [/b]
[b]Aparência: [/b]
[b]Personalidade: [/b]
[b]História: [/b]
[b]Vantagem: [/b]
[b]Capacidades:[/b]
[b]Defeitos:[/b]
[b]Outros detalhes:[/b][/quote]
A ficha do Tai fica então:
Ficha Exemplo:

Taichi Yagami
Spoiler:

Idade: 11 anos
Local de nascimento: Odaiba, Japão.
Data de nascimento: 23 de Julho
Aparência: Taichi é um garoto de 11 anos, de cabelos castanhos volumosos e espetados, com óculos de aviador na cabeça, usando uma camiseta azul e short marrom e tênis.
Personalidade: Forte e corajoso ele é aventureiro e muito autoconfiante, algumas vezes ele é infantil, impossível e teimoso. Tai tem um enorme coração e preocupa-se muito com os outros. Ele chega a ser obsessivo em relação à irmã, por causa da sua fragilidade e tenta protegê-la em relação a todos os perigos.
Historia: Tai levava uma vida normal até o dia em que um ovo saiu do computador do seu pai: foi o seu primeiro contato com um Digimon, que culminou numa grande batalha entre Greymon e Parrotmon. Naquele dia ele e as outras crianças que assistiram a batalha foram escolhidos para salvar o mundo digital dos mestres das trevas. Algum tempo após esse evento sua irmã ficou resfriada, tai achando que ela estava melhor a levou para jogar bola, o que fez com que seu estado se agravasse e ela fosse para o hospital. Anos depois ele e Kari iriam para um acampamento de verão, mas a garota ficou doente e não pode ir. No acampamento ele e seus amigos acabaram sendo sugados para o digimundo.
Vantagem: Carisma
Capacidades: Futebol – Tática – Navegação
Defeitos: Teimoso - Impulsivo
Outros detalhes: Ele carrega uma luneta no bolso.

Criação de Personagens: Digimons
Agora vamos para a segunda etapa, criar os digimons, como exemplo vamos usar o agumon do Tai
1)Escolha a forma novato
  A lista de digimons novatos está adiante no texto. Cada digimon novato tem 3 graduações em atributos, uma habilidade e os golpes. As habilidades são os poderes de exploração, como voar, demolir objetos simples ou sentir cheiros, enquanto os golpes são as técnicas de batalha. Cada digimon  ganha uma graduação extra além das 3 iniciais, a escolha do jogador,embora no caso de armadura e Poder de Fogo em especial deverá haver uma boa explicação caso a categoria inicial for E, pois não são características que surgem a partir do nada facilmente.Os golpes não aparecem na lista, para economizar espaço, ao ser escolhido o digimon os golpes com os valores de dano e efeitos especiais já arrumados será postada de volta para o jogador.
O parceiro de Tai é o Agumon, então a escolha é rápida. Um agumon padrão tem Força D, resistência D e Poder de Fogo D, enquanto a Agilidade e a Armadura são E. O Agumon do tai é persistente e sempre está disposto a levantar novamente, não importando os ferimentos, para proteger seu amigo, então vamos deixar a Resistência dele como C.
2)Escolha 3 formas campeãs
  Cada digimon tem 3 possibilidades de evolução, que serão aprovadas pelo narrador. O digimon irá evoluir para UMA dessas formas, conforme as ações do escolhido e do digimon durante as partidas, com critérios pré definidos pelo narrador que podem ser entre atitudes,decisões, personalidade, etc... Os pré-requisitos são secretos. Fizemos esse sistema para dar um gosto de mistério e surpresa na evolução, assim como com os personagens do anime,e como você irá escolher que formas seu digimon pode ganhar você continua no controle da linha evolutiva. De uma maneira geral não estão valendo nenhum digimon sem nível (Xros), Hibrido ou de Armadura como evolução possível.
Após a aparição da forma campeã o mesmo deve ser feito com a forma perfeita e quando a perfeita for obtida o mesmo com a mega.
A forma campeã que ele atinge no anime é o Greymon, então ela é a primeira das três opções, a outra irá ser Tyranomon, vamos por como ultima opção DarkTyranomon.
3)Resposta do Narrador
  O narrador irá responder dizendo se as formas foram aceitas e passando a lista de golpes já pronta para uso. Se houver algum problema o narrador irá avisar e pedir para que seja arrumado.
O narrador disse que está tudo bem, e ele envia de volta os golpes de Agumon e os PVs:
Golpes:
Chama bebê: ( A distancia )Uma bola de fogo saí da boca do Digimon, causando 30 de dano por fogo
Garras Afiadas: ( corpo a corpo )Com suas garras agumon ataca o oponente, causando 30 de dano cortante
Bafo de Pimenta ( A distancia ) Esse golpe se parece com chama bebê, mas a fagulha é menor, embora tenha o dobro de alcance! Bafo de pimenta causa 20 pontos de dano por fogo.
Pontos de Vida: 300
4)Descreva seu digimon
  Digimons não são pets sem personalidade, eles são parceiros e companheiros de seus personagens humanos e seu segundo personagem no jogo. Vamos dar então características próprias para ele!
  Escolha um nome, descreva a aparência (seu agumon não precisa ser idêntico a todos os agumons do mundo,mas não exagere nesse quesito, ele não precisa ficar irreconhecível, mas ele ser mais gordinho,ter uma cicatriz ou tatuagem, ou usar um tipo de roupa diferente são exemplos de coisas legais para personalizar seu digimon) e a personalidade. Assim como com os humanos, alguns detalhes extras podem ser inseridos, como uma imagem.
 
Por fim a parte de interpretação: agumon não tem um nome especial, a aparência dele é de um agumon clássico. Agumon é um digimon espontâneo, alegre e um pouco atrapalhado,mas muito esforçado para proteger seus amigos
Segue uma ficha básica de digimon:
Ficha Basica:

Código:
[center](Nome)[/center]
[b]Espécie:[/b]
[b]Jogador:[/b]
[b]Pontos de Vida:[/b]
[b]Aparência:[/b]
[b]Personalidade:[/b]
[color=#339933]Força:[/color]
[color=#9933cc]Agilidade: [/color]
[color=#3333ff]Resistência: [/color]
[color=#333333]Armadura: [/color]
[color=#ff3333]Poder de Fogo:[/color]
[b]Evolução:[/b]
[b]Habilidade:[/b]
[b]Golpes:[/b]

Ficha Exemplo:

Agumon
Spoiler:

Espécie: Agumon
Jogador: Wolfmon
Pontos de Vida: 300
Aparência: Agumon parece um típico agumon, mas é um pouco menos robusto, o que não significa que ele seja menos resistente.
Personalidade:Digimon alegre e atrapalhado, que fala com o coração e luta com todas as suas força para proteger seus companheiros.
Força: D
Agilidade: E
Resistência: C
Armadura: E
Poder de Fogo:D
Evolução: Greymon/Tyranomon/DarkTyranomon
Habilidade: Faro
Golpes:
Chama bebê: ( A distancia )Uma bola de fogo saí da boca do Digimon, causando 30 de dano por fogo
Garras Afiadas: ( corpo a corpo )Com suas garras agumon ataca o oponente, causando 30 de dano cortante
Bafo de Pimenta ( A distancia ) Esse golpe se parece com chama bebê, mas a fagulha é menor, embora tenha o dobro de alcance! Bafo de pimenta causa 20 pontos de dano por fogo.


Digimons
Digimons são os habitantes do mundo digital, seres formados por dados que assumem formas diversas, desde robôs até dinossauros, de demônios até anjos.  Conforme sua vida passa um digimon absorve dados e energia, até que ele se transforma, se tornando um novo ser, mais poderoso que o anterior. Esse processo é conhecido como evolução. Existem cinco estágios evolutivos: Em Treinamento – Novato – Campeão – Perfeito – Mega, Os digimons dos jogadores começam no estagio novato, a cada evolução o digimon ganha uma nova habilidade e 3 pontos de graduação. O comum é permanecer com as habilidades  e graduações antigas, mais modificações radicais podem ocorrer. Além disso, a cada novo nível as habilidades atingem um novo estagio de poder.
Digitama: São os ovos de digimon. Elas têm sempre armadura D e 50 PVs
Em treinamento: A forma que saí da digitama, é a forma bebê do digimon, ele tem todos os atributos em valor E.
Novato: A forma jovem dos digimons, ela é usada como padrão para o RPG. Eles tem 3 graduações em atributos e uma habilidade, os personagem dos jogadores e NCPs poderosos tem mais uma graduação.
Campeão: A forma adulta dos digimons é a forma mais estável e fácil de encontrar entre digimons maduros, eles têm ¼ a mais de pontos de vida se comparado com a forma novata, após a correção dos atributos.
Perfeito: Difícil de atingir, nele o digimon atinge poder máximo. O bônus de PVs muda para metade dos pontos de vida
Mega: O estagio do poder supremo, essa forma é quase lendária, apenas digimons muito poderosos ou antigos conseguem esse nível, agora os pontos de vida dobram.
Habilidades
  As habilidades são os poderes de exploração e utilitários dos digimons. Coisas especiais que eles podem fazer, mas que não estão envolvidas diretamente na batalha, são coisas como voar, viver de baixo da água, poder se conectar a computadores, entre outras.
 As habilidades como ressonância ou cortante normalmente não afetam digimons diretamente: Digimons são o ápice das criaturas digitais, eles têm camadas e mais camadas de dados, são criaturas muito mais complexas que um simples computador ou uma arvore de dados.
Com o avanço dos estágios de evolução as habilidades ficam mais fortes: você nada mais rápido ou voa mais alto ou pode se conectar a distancia com computadores por exemplo. Segue abaixo a lista de habilidades e sua progressão conforme os níveis. Se necessário serão adicionadas novas habilidades para as formas evolutivas mais avançadas.
Observações:
Quando aparecer a comparação com uma rede sem fio, entenda-se que a ligação será a distancia, mas poderá ser bloqueada ou danificada.

Habilidades:
Armadura Leve:O Digimon que possui esta habilidade tem experiência em usar armaduras pesadas. Permitindo que ele realize tarefas impossíveis para outros se eles possuíssem a mesma armadura
Novato: O narrador desconsidera o peso da armadura ao analisar questões que tenham a  ver com movimento em solo e esquiva.
Campeão: Mesmo que o anterior para escaladas, testes de furtividade e fadiga
Perfeito: Agora isso se aplica também a acrobacias
Mega : Sua armadura se ajusta perfeitamente a você, não atrapalhando em nada, nem em nadar

Acadêmico O Digimon que possui esta habilidade possui um extenso conhecimento sobre o mundo digital
Novato: O digimon possui um conhecimento geral sobre o mundo digital
Campeão: O digimon sabe como ler no alfabeto ancestral do mundo digital
Perfeito: O digimon possui um profundo conhecimento sobre o mundo digital
Mega: Seu digimon possui memória eidética

Bateria Essa habilidade permite absorver e guardar eletricidade de uma fonte elétrica, e usar ela no lugar de alimento ou recarregar equipamentos.
Novato: Você precisa de um cabo ou outro tipo de conexão direta com a fonte, e guarda o bastante para uma refeição/1 carga.
Campeão: Agora você leva metade do tempo necessário e guarda o bastante para 3 refeições/3 cargas
Perfeito: Você pode absorver energia num raio de 2,5 metros, como numa rede sem fio, e guarda o bastante para 4 refeições/4 cargas
Mega : Você pode absorver energia num raio de 5 metros, sem nenhum tipo de ligação física com ela, a energia simplesmente vai até você, que guarda o bastante para 5 refeições/5 cargas

Camuflado Permite esconder-se e camuflar-se no ambiente
Novato Você se esconde bem no ambiente, como um soldado.
Campeão Você se esconde muito bem no ambiente, copiando a aparência e textura das cosias ao seu redor, como um camaleão.
Perfeito Você fica completamente invisível
Mega Você fica invisível para todo o espectro visual. Sensores ou infravermelho não te detectam.

Cortante Você é capaz de cortar materiais simples, essa habilidade não funciona em digimons
Novato Você corta materiais de dureza de uma tora de madeira com facilidade
Campeão Você corta fero com facilidade
Perfeito Você corta aço ou chumbo com facilidade
Mega Você corta a maioria dos materiais com facilidade

Cozinheiro Permite cozinhar com grande habilidade
Novato Você cozinha como um cozinheiro competente
Campeão O mesmo que acima, mas com o dobro de velocidade.
Perfeito Você é um mestre cuca
Mega Você é um gênio da cozinha, além de preparar excelentes pratos você sabe improvisar pratos ótimos com os mais diferentes materiais.

Demolidor Você é capaz de esmagar e quebrar materiais simples
Novato Você afeta pedras
Campeão Você afeta grandes rochas
Perfeito Você afeta metal
Mega Você afeta a maioria das coisas

Deslizante Permite que você deslize em altas velocidades, vencendo grandes distancias.
Novato O Digimon funciona basicamente como um skate
Campeão O Digimon tem a velocidade de uma moto antiga
Perfeito Velocidade de uma moto atual
Mega Velocidade de um carro de Fórmula Um.

Devorador Permite se alimentar de qualquer material
Novato Você come qualquer coisa orgânica tóxica ou venenosa sem problemas
Campeão Você come qualquer coisa inorgânica que consegue mastigar
Perfeito Você agora consegue mastigar materiais tão duros como pedras que cabem na sua boca
Mega Você consegue devorar coisas maiores do que você

Escavador Permite se deslocar pelo solo, cavando buracos e túneis.
Novato Cava em terra
Campeão Cava em rocha
Perfeito Cava com o dobro da velocidade
Mega Cava em metal

Faro Você é capaz de distinguir e reconhecer pessoas, lugares e coisas através de seus cheiros.
Novato Você é capaz de farejar coisas que passaram há pouco tempo pelo local
Campeão Você pode memorizar cheiros importantes, como do seu parceiro ou de um inimigo, e que tenha sentido várias vezes.
Perfeito Seu faro dobra de alcance e de potencia, você sente cheios mais sutis ou de coisas mais distantes.
Mega Você consegue sentir as emoções através dos cheiros emitidos

Fotossíntese Os que possuem essa habilidade precisam apenas de um pouco de sol, água e solo para se alimentar.
Novato Você pode substituir uma refeição comum pela fotossíntese, se passar 2 horas exposto ao sol e ao solo e com um pouco de água você não precisa fazer uma refeição.
Campeão Você pode substituir uma refeição comum pela fotossíntese, se passar 1 horas exposto ao sol e ao solo e com um pouco de água você não precisa fazer uma refeição.
Perfeito A cada 2 horas exposto ato sol e ao solo e com um pouco de água você não necessitará dormir 1 hora
Mega: Para cada hora exposto ao sol e ao solo e com um pouco de água você não necessitará dormir 1 hora

Hacker Permite se conectar a um sistema de computador
Novato Você se conecta a um computador como se fosse outro computador, através de um cabo.
Campeão Você faz isso com rede sem fios, num raio de 2,5 metros e pode se conectar a mais de um computador ao mesmo tempo.
Perfeito Você compreende qualquer linguagem ou sistema operacional
Mega Você pode se conectar a qualquer computador  num raio de 5 metros e programas de seguranças básicos são como se fosse inexistentes

Lampejo Ilumina uma área
Novato Você cria luz equivalente a uma lanterna
Campeão Você cria luz equivalente a uma lâmpada, iluminando um cômodo inteiro. A luz produzida será considerada como se fosse luz do sol
Perfeito Você cria luz equivalente a uma grande lâmpada, iluminando uma região pequena ou um grande cômodo. Além disso vc pode além de iluminar, criar fontes de luz que duram 1 hora. Quanto mais fonte de luz, menor vai ser a iluminação de cada uma.
Mega Você cria luz equivalente a um pequeno sol, iluminando uma região extensa.

LEGO Seu corpo se desmonta para virar outra coisa
Novato Você pode se transformar em apenas um objeto e copia apenas o formato básico
Campeão Você agora pode copiar mecanismos interiores ou exteriores menores, o que permite formar, entre outras cosias, veículos simples.
Perfeito Você pode se transformar agora em mais de um objeto ao mesmo tempo
Mega  Você pode copiar mecanismos interiores sou exteriores complexos

Mágico Permite fazer mágicas e truques. Para realizá-los o Digimon deve estar concentrado e precisará de um catalisador: como um cajado ou ingredientes mágicos. Toda mágica é passível de avaliação do narrador, se ele decidir que ela não poderá ser usada, ela não será. O Digimon pode ter uma lista de mágicas prontas ou fazer de forma espontânea, mas a última é mais difícil.
Novato Você é capaz de criar ilusões, conjurar, mover ou modificar pequenos objetos, como um copo, um livro ou uma pedra. Escolha um dos efeitos
Campeão Escolha outro efeito, além do nível novato, e você afeta objetos de tamanho até de uma cadeira.
Perfeito Suas mágicas irão afetar objetos maiores, como um sofá ou um armário.
Mega Escolha outro efeito, e agora você afetará coisas do tamanho de um caminhão.

Pés-Firmes Você é capaz de caminhar ou rastejar pelas paredes ou pelo teto
Novato Sua velocidade enquanto faz isso é a metade da normal
Campeão Você tem velocidade normal
Perfeito Você ignora a substancia que cobre a superfície, óleo não irá te fazer escorregar ou teias te prenderem.
Mega Você se movimenta pelas parede sou pelo teto com o dobro da velocidade

Projeção Astral Você é capaz de entrar em sonhos e pesadelos, vendo o que acontece e podendo interagir com os fenômenos.
Novato Você é capaz de entrar na mente das pessoas enquanto elas dormem,  mas precisa manter o contato visual
Campeão Você capaz de entrar na mente de pessoas enquanto elas dormem numa área próxima
Perfeito Você pode projetar seus pensamentos em pessoas acordadas, desde que você tenha contato visual
Mega Você pode projetar seus pensamentos em pessoas acordadas numa área próxima

Ressoante Emite um campo que atrapalha máquinas eletrônicas, como TVs e computadores.
Novato Maquinas que você toque irão funcionar mal
Campeão Maquinas num raio de 2,5 metros irão funcionar mal
Perfeito Maquinas num raio de 5 metros irão funcionar mal
Mega Se você tocar uma maquina, ela parará de funcionar.

Sexto-Sentido Você possui uma forte intuição, o que faz com que você possa perceber intenções, perigos e ligações mais facilmente.
Novato Sua intuição funciona independente da sua vontade, às vezes ela te revela algo, e na maioria das vezes não.
Campeão Sua intuição funciona com mais freqüência, mas ainda fora do seu controle.
Perfeito Você começa a controlar sua intuição, você pode se concentrar para tentar obter uma informação em específico.
Mega  Se concentrando você tem grandes chances de conseguir a informação em especifico.

Shinobi Você tem grande furtividade e capacidades acrobáticas
Novato Você anda de maneira furtiva e domina acrobacias simples
Campeão Você salta 50% a mais do que o normal e consegue fazer acrobacias complexas
Perfeito Você salta o dobro do normal e anda sem fazer barulhos
Mega Você se esconde perfeitamente e salta o triplo do normal

Submarino Seja respirando água ou tendo um grande fôlego você pode ficar muito tempo submerso, e tem grande habilidade de natação também.
Novato Você nada tão naturalmente quanto caminharia e consegue ficar 2 horas sem ir para a superfície
Campeão Você ignora pressões medias e nada com mais 50% de velocidade
Perfeito Você não precisa voltar para a superfície
Mega Você ignora pressões e nada com o dobro de velocidade

Super Audição Você tem uma audição muito desenvolvida
Novato Sua audição é aguçada, você escuta sons distantes ou fracos com certa facilidade.
Campeão Você escuta sons ultrassônicos e infrassônicos
Perfeito Sua audição atinge o dobro do que atingia até então
Mega Você é capaz de selecionar o que esta ouvindo perfeitamente, transferindo toda sua atenção a um som você obtém grandes detalhes.

SuperVisão Sua visão é melhor do que o normal
Novato Sua visão tem um alcance maior do que o normal
Campeão Visão de águia
Perfeito Seu olho é protegido por uma membrana, permitindo você ver normalmente na água e protegendo seus olhos contra efeitos menores, como poeira, areia, etc.
Mega Visão Telescópica (você pode focalizar sua visão)

Visão Noturna Você enxerga no escuro
Novato Enxerga normalmente na penumbra, mas com alcance ainda limita
Campeão O alcance da sua visão noturna é igual ao da sua visão diurna
Perfeito Visão Infravermelha.
Mega Visão em escuridão total.

Voador Você é capaz de voar e manobrar no ar
Novato Você voa até pequenas altitudes (5 andares), capaz de fazer pequenas manobras e se desloca o mesmo que em terra
Campeão Você voa até grandes altitudes e faz manobras razoáveis
Perfeito Você voa com o dobro de velocidade e faz grandes manobras
Mega Você voa até altitudes estratosféricas e com o triplo de velocidade

Evolução

Evolução é o processo em que um digimon se transforma em outro, de estagio de evolução mais elevado e assumindo uma nova forma. O tipo tradicional de evolução consiste em absorver dados e energia até que a transformação ocorra. É um processo demorado que leva anos, e assim a maioria dos digimons não passa do estágio campeão durante sua vida.
  Os jogadores têm acesso a um tipo diferente de evolução. Um aparelho foi criado para garantir que os digimons evoluíssem mais rápido; esse aparelho é conhecido como digivice.

Quando usado o digimon evoluirá durante um certo período de tempo, e se manterá nessa forma até a energia do digivice terminar. O digivice se recarrega sozinho, mas leva um período de tempo para isso. A evolução poderá ser encerada antes que toda a energia seja utilizada, ou utilizar novamente antes que toda a carga seja restaurada. A evolução não recupera o digimon , mas os pontos de vida da evolução são proporcionais aos da antiga evolução (regra de três).
Observação: A habilidade bateria não funciona com o digivice.
Atributo
O Atributo refere a que tipo de arquivo de computador um Digimon representa. Existem 3 tipos de atributos: Vírus,Data e Vacina. Digimons Vacina tem vantagem contra os de tipo Vírus, os tipos Vírus por sua vez têm vantagens sobre os de tipo Data e os digimons Data tem vantagens sobre os digimons Vacina.

Lista de Digimons Novatos
Spoiler:



Novatos Escolhidos:
Lista de Digmons Novatos já Escolhidos
Koemon
Impmon
Agumon
Plotmon
Keramon
Phascomon
Renamon

O jogo

POSTS
  Não existe muito segredo aqui, mais existem regras para padronizar todas as postagens.
-> No começo e final de todo post deve estar indicado os pontos de vida atuais e os totais, a carga do digivice e os pontos de bônus restantes.
-> Danos são indicados com cor vermelha, curas em azul.
-> Para expressar ações ou descrições: escrita normal
-> Para expressar fala: negrito
-> Para expressar falas off-game,ou seja, que não sejam descrições ou você interpretando o personagem, mas o usuário tirando duvidas ou declarando algo ou as informações técnicas do começo e final do post, utilize itálico
Obs: Tente não abusar das falas off-game,

Tai:PVs 100/100 Agumon:PVs 120/200   Carga: 50/100 Bônus: 2
  Tai e Agumon conseguem fugir dos Numemons, mas não antes de serem atingidos pelos últimos golpes deles, cada um recebe 20 pontos de dano. Eles sobem uma escadaria cujo final está iluminado pelo sol. Agora seguros, eles olham ao redor e percebem que estão perdidos. Eles saíram dos esgotos e acabaram numa grande clareira: o chão coberto de grama verde e alta, a clareira é cercada por árvores tropicais que fazem um circulo perfeito em volta do lugar. O céu estava azul e sem nuvens, e o sol ardia forte no topo de suas cabeças, indicando que já era meio dia ou mais.
-Ficamos tempo de mais nos esgotos! Se não formos rápidos Monzaemon irá controlar toda a cidade dos brinquedos!
-Tai, eu fiquei horas enfrentando Numemons e correndo, to exausto, se sairmos correndo para lá agora não vamos ter chance nenhuma!
Agumon senta na relva, respirando profundamente, enquanto Tai procura alguma coisa na sua mochila. De lá ele tira duas grandes frutas, cada um come uma, recuperando 40 de vida
Tai:PVs 100/100 Agumon:PVs 140/200   Carga: 50/100 Bônus: 2
Pontos Bônus
 Os pontos bônus foram criados para dar mais controle aos jogadores sobre os resultados de suas ações, especialmente nas batalhas. Ao usar um ponto bônus o jogador garantirá que um determinado efeito aconteça, não importando as outras variáveis. Cada jogador começa com 2 pontos bônus. Os pontos bônus só são todos recuperados no final da aventura,mas durante a aventura o jogador pode ganhar mais deles através de heroísmo,interpretação ou intervenção do mestre, mesmo que esses casos sejam raros e só ocorrem em momentos excepcionais. Apenas um ponto pode ser gastos por post. Segue abaixo sugestões de  usos para pontos bônus, se o jogador tiver outra idéia de como gasta-los ele deverá dizer isso no post, se a idéia for boa e tiver dentro dos limites do bom senso, o narrador irá permitir sem problemas.
Garantir que a habilidade do Digimon ou a vantagem do humano funcionem, caso elas tiverem chance de falhar, ou que funcionem melhor que o esperado se não tiverem chance de falhar.
Garantir sucesso numa tarefa complicada, dobrar o dano de um golpe, dobrar a armadura antes de receber um golpe, ignorar a armadura em um ataque, recuperar ¼ dos pontos de vida,garantir uma esquiva ou o acerto de um golpe.
Combate
O Combate acontece por meio dos posts, e segue a linha geral do RPG, mas algumas regras devem ser lembradas.
->Chance de Acerto: Digimons com a mesma habilidade na maioria das vezes se acertam,quanto maior a agilidade do alvo, mais difícil vai ser acerta-lo. Se o atributo do digimon que estiver atacando tiver vantagem sobre o defensor, será mais fácil acerta-lo, mas se o defensor tiver vantagem sobre o atacante, o oposto acontecerá. A descrição de como se aplica os golpes é um fator importante também para a realização do ataque, outras condições ( como cansaço ou  a visibilidade) podem afetar também.
->Dano: O dano de um golpe será sempre reduzido pelo valor da armadura, antes de ser aplicado nos pontos de vida, o dano indicado em vermelho pelo narrador ou pelos jogadores é o poder bruto do golpe, antes que ele seja reduzido da armadura. Atacar um digimon cujo tipo tem desvantagem do seu causa 5 de danos adicionais, enquanto atacar um digimon cujo tipo tem vantagem reduz seu dano em 5.
-> Todo ataque presume-se que é reduzido da armadura, a menos que o contrario seja dito.
-> Tipos de dano: Embora não influenciem diretamente a batalha, os tipos de dano ajudam a orientar efeitos narrativos que os golpes podem causar. Junto do tipo de dano há exemplos de golpes que causam esse tipo de dano.
Cortante: Lâminas ou objetos afiados, como espadas e garras
Perfurante (Armas pontudas ou armas de fogo): Flechas, lanças, chifres, pistolas
Impacto (Armas sem partes afiadas ou pontudas ou deslocamento de matéria.): Socos, chutes, martelos, pedras, bombas.
Químico: Ácido, fumaça, veneno, toxinas
Mental: Golpes que afetem a mente, como telepáticos ou hipnóticos
Fogo: Lança-Chamas, bolas de fogo, raio laser, bombas incendiárias
Frio: Raio congelante, bolas de neve, chuva de gelo, jatos d’água
Elétrico: Choques e relâmpagos em geral
Sônico: Estrondo sônico, vento.
-> Morte: Um digimon reduzido a zero de PVs estará nocauteado, nesse estado ele não poderá esquivar, mas sua armadura funciona normalmente. Se ele ficar com PVs negativos do mesmo valor ou mais que os PVs máximos ele estará destruído, se transformando numa digitama, e dela nascerá o mesmo Digimon em treinamento do anterior, mas sem lembrar nada da vida passada.


Post do narrador:
Tai e Agumon, este é seu quarto dia perdido no deserto: vocês estão cansados, com fome e morrendo de sede. Agumon, você fareja água não muito longe dali. Correndo pela areia vocês logo avistam um poço que é guardado por três Gazimons. Vocês percebem que um deles está parecendo muito cansado.

Gazimon A 200/200, Gazimon B 200/200, Gazimon C 200/200

Post do jogador:
Tai PVs 100/100, Carga 100/100, Bônus: 2 Agumon PVs 200/200

Eu e Agumon nos escondemos o melhor possível nas dunas de areia, alguns metros distantes, o bastante para usar bafo de pimenta. Esperamos até que um dos gazimons esteja à vista e atacamos, causando 20 de dano.

Tai PVs 100/100, Carga 100/100, Bônus: 2 Agumon PVs 200/200


Post do Narrador
Gazimon A 200/200, Gazimon B 180/200, Gazimon C 200/200

Seu golpe é certeiro, pego de surpresa ele não tem como desviar. Infelizmente isso denuncia sua posição e ele e o companheiro vão até lá. O gazimon que fica no poço é o que está sonolento. Os outros dois ao se aproximarem atacam Agumon com eles atacam com o sopro paralisante

Gazimon A 200/200, Gazimon B 180/200, Gazimon C 200/200

Post do jogador:
Tai PVs 100/100, Carga 100/100, Bônus: 2 Agumon PVs 200/200

-Agumon, distraía eles! Eu vou buscar água no poço... - Tai sussurra para seu parceiro antes de ir pela direção oposta. Ele se aproxima furtivamente se escondendo pelas dunas, até ficar bem próximo do poço. Enquanto isso Agumon, se ele não tiver sido paralisado, ataca o mesmo Gazimon que já tinha atingido com Chama nenê, que causa 30 de dano.
Vou gastar 1 ponto bônus para não ser afetado pelo golpe paralisante deles, não quero ficar paralizado que nem da ultima vez que encontramos Gazimons

Tai PVs 100/100, Carga 100/100, Bônus: 2 Agumon PVs 200/200

Post do Narrador
Gazimon A 200/200, Gazimon B 180/200, Gazimon C 200/200
Você escapa ileso do efeito dos golpes, mesmo debilitado pelos dias no deserto. Mas infelizmente, o Gazimon desvia do seu golpe.  Felizmente,  eles ficaram assustados com o fato de você não ter sido paralisado e os Gazimons correm para longe dali.
Tai, o Gazimon que ficou está sonolento de mais para notar você recolhendo a água, você volta em segurança para junto de Agumon. Ele só acorda ao ver seus companheiros fugindo,e sai apressado para não ficar para trás
____________________________________________________________________________________________
Bom,é isso, quem quiser jogar o RPG vai ter até o dia 08/09/203 as 20h00 pra postar a ficha, qm quiser ler tem um conto introdutorio do RPG que o BrickHunter fez na epoca que a gente tava mestrando esse na D.F


Última edição por Wolfmon em Dom Out 13, 2013 10:49 am, editado 9 vez(es)

Wolfmon
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 54
Data de inscrição: 18/10/2012
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Wolfmon em Dom Ago 25, 2013 7:49 pm

(Desculpem o double post,mas não coube o conto e as regras no mesmo post!)

O Chamado de Dagomon: Prólogo.

F.S.A.S (Força de Segurança do Arquipélago de Sabat)
Transmissão de Emergência:
Atenção Agentes da F.S.A.S, um pedido de emergência acabou de ser enviado pela “Resorts Lago da Primavera” – Ilha Primordial, todas as tentativas de contato foram falhas, requisitamos que os agentes mais próximos do Lago da Primavera, sigam mediatamente ao local investigar.
Atenciosamente, Supremo Comandante Jyureimon.


Resorts Lago da Primavera – Ilha Primordial

Uma forte chuva caia naquele momento, as gotas batiam em cima do lago mais belo de todo arquipélago, as casas e árvores espalhadas pelo resort queimavam intensamente enquanto o vulto de varias criaturas misteriosas arrastam um Kuwagamon inconsciente pela areia, levando o inseto vermelho em direção a um barco de médio porte que flutuava sobre um misterioso mar negro sob a luz da lua cheia.

- Esse é um dos “escolhidos”? – Perguntou uma das criaturas que guardava um barco.
- Sim, ele bate na descrição dada pelo Sacerdote – Respondeu as outras criaturas com aparência semelhante. – Nosso tempo já está acabando, vamos levá-lo agora!

As criaturas jogam o inseto vermelho em cima do barco, com ele inconsciente e imobilizado não haveria perigo, logo em seguida algumas das criaturas mergulham na água e disparam alguns arpões no casco do barco, eles começam a puxar o barco enquanto outras permanecem em cima para garantir que o Digimon não escapa-se, mais a frente um vulto de uma baleia abria sua enorme boca pronta para engolir o barco...
Enquanto isso, dentro de uma das poucas cabanas intactas do resort, um pequeno vulto observava pela abertura da janela os invasores que tinham acabado de seqüestrar um de seus companheiros, ele percebe um movimento próximo a cabana.

- Essa não, eles estão vindo! – Disse o Gekomon desesperado, ele corre para desligar o computador que acabará de usar para transmitir o pedido de emergência e em seguida procura desesperadamente por um esconderijo – Alguma coisa...algo que me esconda!
- Essa deve ser a cabana principal. – disse uma voz feroz e assustadora – Vamos acabar logo com isso, nosso tempo está se esgotando!

Ao ouvir aquela voz temível, Gekomon rapidamente corre para dentro de um armário e se fecha lá dentro, apenas uma pequena brecha permanecia aberta para que o Digimon anfíbio pude-se ter uma visão da cabana, nesse momento a porta da cabana é destruída e o Gekomon consegue dar uma olhada naquela figura bestial.

Controlando seu coração e respiração para fazer o mínimo de barulho possível, Gekomon observa á besta derrubando os arquivos no chão, espalhando varias fichas dos clientes do resort no chão, ele se abaixa e pega uma das pastas caídas.

- Nosso espião estava certo, esse resort não apenas tinham ShogunGekomon e Kuwagamon, mas como eles tem as fichas dos clientes de todas as partes do arquipélago, e um dos escolhidos é afiliado do resort. – comentou a besta passando o arquivo para uma pequena criatura alada em seu ombro.
- “Elecmon da Vila Primordial”.... esse lugar não fica tão longe daqui – Comentou a criatura alado com um sorriso travesso. – Procure nos arquivos algum afiliado que tenha minha descrição.
- Nem precisei procurar, um dos protegidos legais de Elecmon bate na descrição – disse a besta entregando outra ficha. – Também é residente da Vila Primordial, é a sua chance de infiltrar na Vila e localizar o alvo.
- Ótimo, o Supremo Sacerdote ficará muito feliz, irei partir imediatamente! – Disse a criatura alada batendo suas asas. – Por favor informe ao Supremo Sacerdote da minha localização e mantenha suas forças prontas para o meu chamado Capitão Leomon.
- Boa sorte em sua missão, estarei aguardando.

A pequena criatura alada começou a bater suas asas de morcego e voa para fora da cabana, com objetivos desconhecidos, seu companheiros continua observando a ficha e checa um mapa anexado na parede, um mapa que mostrava todo arquipélago que eles estavam.

- Hoje foi o Lago da Primavera, em alguns dias...A Vila Primordial... e depois será apenas uma questão de tempo para que o Digimundo pague caro pela paz que obteve por meio do sangue de nossos ancestrais. – disse a besta sacando seu facão e olhando o armário em que Gekomon estava escondido. – Mas por enquanto... não há necessidade do Digimundo saber....do Chamado de Dagomon!

Gekomon percebe a besta olhando para ele, e antes que possa reagir, ele observa o facão voando em sua direção, logo em seguida....apenas escuridão...






Inspirada na lendária obra de H.P Lovecraft...
Ideia original de Augusto Soares de Melo (Brickhunter)
O Chamado de Dagomon


"Ph'nglui mglw'nafh Dag O’mon S’abat wgah'nagl fhtagn"
“Em seu lar em Sabat, Onde Dagomon aguarda sonhando”



Prólogo: Noite de Tempestade na Cidade dos Brinquedos

Chove intensamente no momento, são 23:30 da noite, e um vulto corre em alta velocidade em direção ao local de onde tinha vindo o pedido de emergência.
- Droga, por favor, alguém ainda esteja vivo! – Disse a voz do vulto que não deixava a chuva e o vento lhe atrasarem.

O Digimundo... A sombra Digital do Mundo Real em que criaturas impossíveis e extraordinárias habitam um lugar onde sonhos impossíveis acontecem e não há limites para a mente.

O vulto humanóide com proporções bestiais salta de árvore em árvore, de galho em galho para não perder tempo, nada atrasava aquela criatura, fazendo acrobacias incríveis sem dificuldade, depois de atravessar a floresta como ninguém jamais havia atravessado antes, o vulto se volta para uma placa no meio de uma trilha.

Resorts Lago da Primavera venham relaxar no melhor resort do Arquipélago de Sabat, com a melhor equipe de funcionários altamente qualificados para seu conforto e lazer, distância 16 Kilometros.

- Há...ha...droga, ainda falta mais. – resmungou o vulto que respirou fundo e continuou sua jornada.

Seguindo apenas a trilha e seus instintos selvagens para guiá-lo em meio á chuva e a escuridão, a criatura cobre à grande distancia em quase uma hora, a chuva já começava a diminuir assim que ele chega no resort, ele estava cansado e quase sem fôlego, mas ele não poda descansar.

- *Farejando* alguma cosia aconteceu aqui. – A criatura usa seu faro para perceber que havia odores não familiares a aquele resort, ele avança mais passos e depara-se com o cenário desolado de poucas horas antes. – Céus, o que foi que aconteceu aqui!?

A criatura observa o Resort mais famoso de todo arquipélago... em ruínas, ele checa as cabanas em busca de sobreviventes, todas vazias e com sinais de luta, a criatura se aproxima de uma enorme casa, onde havia uma placa escrita “Escritório de ShogunGekomon, Administrador Geral”
Ele abre a porta do estabelecimento e se depara com um lugar completamente arrasado, a criatura fica pasma e não consegue acreditar no que vira com seus próprios olhos...

- Até mesmo o poderoso ShogunGekomon...quem seria capaz de fazer uma atrocidade dessas!? – Diz a criatura apertando sua própria mão com força – Eu cheguei tarde demais...
- Todos nós chegamos tarde WereGarurumon, sinto muito, quero dizer...Presa Noturna – Disse uma voz eletrônica de um ser eletrônico que também entra na casa – Assim que recebi o pedido, eu vim o mais rápido que pude, mas vejo que não fomos rápidos o bastante.
- Professor Nanomon, é bom ver o senhor aqui. – disse WereGarurumon, mais aliviado por não estar sozinho – Fico feliz em saber que eu não fui o único a responder o pedido... O que foi que aconteceu aqui? Não conheço nenhum criminoso em toda Sabat que tenha o poder para derrotar ShogunGekomon.
- Essa também é uma pergunta que me atormenta Presa Noturna, mas no momento temos que manter a calma e agir rápido. – Disse o Digimon robótico jogando uma câmera para o Lobo humanóide. – Comece tirando o máximo de fotos possíveis, preciso de toda informação disponível para a perícia e o relatório.
- Certo.



Nossa historia se passa no meio do Oceano Digital, numa região nebulosa, popularmente conhecida como “Região da Nébula, existe conjunto de ilhas habitadas por vários Digimons de vários tipos e espécies, esse conjunto de ilhas é conhecido como o “Arquipélago de Sabat”

O Arquipélago de Sabat é especial e se destaca das outras regiões do Digimundo por ser isolada, ela é muito longe dos continentes e seus oceanos são cheio de perigos e desafios, poucos conseguem entrar na região da nébula, praticamente ninguém escapa vivo dela, mas o isolamento não impediu que os habitantes se acostumassem, mal sabem os habitantes dessa ilha que uma grande e antiga ameaça volta a pairar por suas águas.

E assim nossa historia começa na Ilha Primordial, na pequena, na importante Vila Primordial, uma vila cujos brinquedos gigantes que compõe a cidade colorida e infantil, em uma peculiar casa com decoração de um morcego, um vulto misterioso observa da janela o seu alvo...


Vila Primordial, 07:30 da manhã

- PICODEVIMON, ESTÁ NA HORA DE ACORDAR, PICODEVIMON, ESTÁ NA HORA DE ACORDAR! – Dizia a voz digital de um despertador na forma de um Clockmon.
- Haaaaaaaa... – Aboquejou a criatura redonda com aparência de morcego, ele desliga despertador e volta para cama.
- Você é lento e preguiçoso! Hahaha! – Continuou o despertador.
- Arg! – Resmungou o monstrinho chutando o despertador...
- Você não pode me quebrar! Huahuahuahuahuahuahua.
- Cala boca! – Varias seringas são atiradas e atingem o despertador. – Finalmente...paz...
- EU JAMAIS IREI DEIXÁ-LO DORMIR NOVAMENTE, HUAHUAHUAHAUAHUAHUAUAHAUAHU!
- Haaaaaaaaaaaaaaaaa! – Gritou a criatura se levantando e batendo no despertado com tudo. – CHEGA! CHEGA! CHEEEEGA! MALDITO ANDROMON E SEU PRESENTE IDIOTA!

PicoDevimon, "O Travesso"
Residente da Vila Primordial.
Digimon Novato e protegido de Elecmon.
Um Digimon Imaturo, preguiçoso e travesso que ainda não leva a vida a serio e por isso se mete em varias encrencas com os residentes da vila primordial e seus colegas, recentemente ganhou de presente um despertador em forma Clockmon, mas descobriu que esse despertador foi mais um “presente de grego” para colocá-lo na linha.
Depois de descontar toda sua raiva, PicoDevimon levanta de sua cama e estranha a intensidade do sol, estava forte demais para ser sete da manhã.

- Será que o Sol nasceu mais cedo? – Disse o PicoDevimon ainda sonolento que olhou o despertador quase destroçado.
- São 07:45 da manhã cabeça de bagre! Agora cai fora dessa cama! – Disse o despertador, ainda funcional, nesse momento o morcego azul ficou branco e quase teve um ataque do coração.
– CARAMBOLHAS, FALTA QUINZE PRAS OITO!? EU TO ATRASADO PRA AULA! SEU DESPERTADOR INUTIL!
- HAHAHAAHAHAHAHAHAHA! – Continuava rindo o despertador embora estive-se todo destroçado.- ELECMON VAI ARRANCAR SEU CORO!

Sem tempo para tomar café da manhã ou escovar os dentes, PicoDevimon dispara para fora de sua casa batendo suas asas desesperadamente “por que o despertador não o acordará mais cedo?” era a pergunta que estava na cabeça do pequeno Digimon morcego, mas não era o melhor momento para se perguntar isso, enquanto isso na casa do pequeno Digimon, uma seringa estava caída no chão e ao lado de sua cama...

Vila Primordial – Ruas da Cidade.

O Pequeno PicoDevimon voa o mais rápido que pode prestando atenção no grande relógio localizado no meio da Vila Primordial, suas ultimas travessuras tinha lhe deixado com uma imagem ruim com Elecmon, então se atrasar para a aula do dia ia ser muito ruim, depois de correr bastante, ele voa para dentro da escola e praticamente arromba a porta.

- SINTO MUITO ELECMON! O DESPERTADOR ACABOU NÃO TOCANDO E ACORDEI MAIS TARDE HOJE E....cheguei mais cedo?

PicoDevimon estava tão desesperado, que só naquele momento ele tinha percebido que a sala estava vazia, foi ai que ele se lembrou que a aula não seria na escola, mas sim fora da Vila Primordial, era uma aula ao ar livre hoje, ou seja...

- EU TO MAIS ATRASADO AINDA! – Gritou o PicoDevimon, agora muito mais desesperado que o normal.

Atravessando as ruas coloridas da Vila, PicoDevimon se dirige ao portão da cidade, no seu caminho estava a praça da cidade, onde um grupo de novatos praticava artes marciais em ar livre.

- Vamos logo seus maricas, depois que vocês digievoluirem para campeões a moleza de vocês vai definitivamente acabar. – Resmungou o treinador Nanimon.

Treinador Nanimon
Chefe de Educação Física da Vila Primordial
Treinador Profissional do Circuito da” Sabat Digimon Championship”
Na Vila Primordial do Arquipélago de Sabat, os Digimons são preparados para enfrentar a nova vida como adultos;campeões, Nanimon é um Digimon imigrante vindo das ilhas Vortex, que veio afim de criar Digimons fortes para participarem do famoso Circuito Regional da “Digimon Championship”
Ele atua como professor de educação física na Vila Primordial, onde ele ensina os Digimons novatos a aprenderem a lutar e conhecerem as técnicas básicas de sobrevivência, os Digimons que mais se destacam acabam atraindo o interesse de Nanimon.
- Ei Nanimon! – Gritou PicoDevimon se aproximando do treinador.
- Ora, se não é pivete do "Travesso", fiquei sabendo das suas travessuras recentemente.- Disse Nanimon encarando o pequeno Digimon alado.
- Haaaa, não sei do que você está falando... – Sorriu PicoDevimon fingindo que era outro – Desculpa incomodá-lo, mas você viu minha turma? Eu acordei tarde hoje e por isso não sei onde eles estão.
- Atrasado novamente, né? Elecmon não vai gostar disso, mas eu quebrarei seu galho, ele está dando uma aula de história no monumento de Sabat. – Disse Nanimon segurando PicoDevimon – Melhor correr antes que Elecmon de pela sua falta, hehehe.
- Ei, espera um pouco! Por favor NÃAAAAAAAAAAAAA - Nanimon sentindo vontade de punir o morcego travesso, arremessa PicoDevimon na direção do portão, dando um impulso extra para o pequeno Digimon morcego.

Enquanto PicoDevimon tenta recuperar o fôlego e retomar sua correria desesperada, uma misteriosa figura observava o pequeno Digimon morcego e o seguia cuidadosamente sem chamar atenção.

- Aquele Nanimon idiota... Mal posso esperar pelo dia que eu virar um Devimon, ele vai ver o que é bom para tosse... – Resmunga PicoDevimon, que não gostará da maneira que Nanimon lhe tratará.

Arredores da Vila Primordial

O caminho para o monumento envolvia uma pequena trilha que passava por um parque cheio de árvores, PicoDevimon já avistava o monumento a frente e já estava mais acalmado.

- Finalmente.... Só espero..... Que o Elecmon.... Não arranque meu coro..... – Disse PicoDevimon enxergando o monumento, quando do nada duas seringas saem do meio das árvores e o acertam nas costas – O QUE FOI.......isso?..ZZzzZZzz

Faltando tão pouco, PicoDevimon desmaia em pleno ar e depois de cai e rola no chão em sono profundo, em cima dos galhos de uma árvore, a criatura que seguia PicoDevimon observa sua vitima.

- Alvo neutralizado com sucesso – Disse a figura misteriosa que saiu das sombras da floresta, era também um PicoDevimon! – Apesar das suas distrações e trapalhadas, você cumpriu bem o papel ao me levar ao meu verdadeiro alvo e me dar um perfil.

O misterioso PicoDevimon imediatamente esconde sua vitima em um arbusto, demoraria muito tempo até que ele acordasse, já fazia um tempo que ele observava o pequeno Digimon vírus, seu objetivo era imitar exatamente o comportamento de sua vitima e se passar por ele...

Monumento de Sabat.

"Vivemos no Digimundo, uma sombra do “Mundo real” em que nós Digimons vivemos, nós nascemos, digievoluimos, desaparecemos e renascemos, um ciclo que se repete desde o inicio do Digimundo.

O Digimundo é muito grande, tanto que é possível que um Digimon acabe morrendo antes mesmo de conhecer outra região, não é apenas a distancia que torna as coisas difíceis, o digimundo é cheio de perigos e ameaças que acabam nos forçando ao isolamento, superar esses perigos e ameaças é a força que faz nós habitantes do arquipélago de Sabat fortes!"

Elecmon estava dando uma aula sobre á história do arquipélago de Sabat para um grupo de Digimons novatos, esse era o estágio que marcava a transição dos Digimons para a fase campeã, então era necessário prepará-los para os desafios da vida.

- Ora... Ora, veja quem acabou de chegar. – Disse Elecmon ao ver PicoDevimon se aproximando - Parabéns PicoDevimon, sua pontualidade continua impressionante como sempre.



Elecmon
Preparador oficial da Vila Primordial.
Desde a fundação da Primeira Vila Primordial, é uma tradição que um Elecmon cuide delas, não é diferente da Vila Primordial do Arquipélago de Sabat, O Elecmon de Sabat embora seja um Novato, tem muito conhecimento e experiência por ter sido criado separadamente dos outros Digimons, ele é responsável por uma inovação na Administração da Vila primordial, ao permitir que Digimons campeões continuassem vivendo na Vila e permitindo que outros Digimons dividissem suas funções, aliviando a carga de trabalho sobre Elecmon.

- Desculpe Elecmon, meu despertado deu pane! – Disse o PicoDevimon Impostor, que tinha sabotado o despertador de sua vitima e feito-o se atrasar de propósito. – Juro que não ira acontecer de novo!
- Bem, você pode pegar a primeira parte da aula com seus colegas, eu estava preste a falar sobre o monumento do qual estamos diante. – Disse Elecmon retomando a aula – Pelo menos dessa vez não gritou como um alto-falante de supermercado...

Elecmon e os novatos se viram para uma escultura demonstrando os 4 Digimons Soberanos enfrentando uma figura misteriosa sem forma definida.

- E agora a parte que é mais importante para o trabalho de historia de vocês, esse monumento é dedicado a uma grande batalha que aconteceu á muito tempo atrás nesse arquipélago e que vocês devem estar cientes...

O Arquipélago nem sempre foi chamado de Sabat, antes ele possuía outro nome: Arquipélago Digital, o nome atual de nosso arquipélago se refere a uma ilha que costumava fazer parte de nosso Arquipélago: A Ilha Sabat.

Dizem que Sabat era o paraíso do Digimundo, suas paisagens eram inigualáveis e muitos fenômenos maravilhosos e únicos aconteciam nessa ilha, seus habitantes recebiam a todos de braços abertos e ajudaram a desenvolver o arquipélago como ponto de turismo.

Sabat era a capital que representava nosso arquipélago em relação ao Digimundo e todos tínhamos orgulho disso, mas um dia uma catástrofe aconteceu que mudou para sempre nosso arquipélago.

Um dia uma bola de fogo surgiu dos céus e atingiu uma ilha vizinha a Sabat, A “Ilha da Lua Cheia” o impacto queimou as belas florestas brancas da ilha e um terrível Digimon caótico e poderoso se ergueu da ilha.

Esse Digimon não tinha consciência própria de suas ações e espalhava a loucura e destruição, os Digimons mais fracos eram tomados pela loucura e faziam coisas inimagináveis, os mais fortes que escaparam de sua influência tentaram enfrentá-lo sem sucesso.

A ameaça desse grande mal era tão grande, que nem mesmo quando os 4 Digimons Soberanos se juntaram para enfrentá-lo, conseguiram parar a criatura que consumiu a Ilha e seus habitantes.

Quando os Digimons soberanos perceberam que aquele Digimon era poderoso demais e não podia ser derrotado por meios convencionais, eles tomaram uma decisão.

Enquanto a Abominação não chegava à ilha Sabat, os Digimons soberanos, usando seus poderes e com ajuda de seus seguidores criaram um selo sagrado, e com esse selo criaram um enorme redemoinho negro no meio do oceano que consumiu não apenas a abominação, mas também levou a Ilha Sabat e suas ilhas vizinhas e depois se fechou.

Os habitantes da ilha Sabat e suas ilhas vizinhas foram sacrificados para parar o grande terror, e por isso os habitantes do arquipélago ergueram esse monumento em homenagem aos Digimons que foram condenados a um destino terrível em troca da segurança do digimundo...

Vocês renasceram no Arquipélago de Sabat, localizado no meio do Oceano digital em uma área relativamente isolada do resto do Digimundo, o motivo pelo qual nós somos isolados foi esse acontecimento de anos atrás.

Enquanto Elecmon contava a história do arquipélago para os pequenos Digimons novatos, o PicoDevimon impostor fixa muito bem seus olhos no Digimon elétrico, aguardando o momento certo para agir, enquanto ele escuta a história, ele sente raiva percorrendo seu corpo e uma vontade de lançar suas seringas naquele Digimon que não sabia de nada do que estava falando.

- Se segure... Ainda não é o momento certo para agir... – Resmungou o PicoDevimon impostor – Em breve vocês saberão a verdade... Como a paz de vocês é ao custo do nosso sofrimento.
- Bem pessoal, é hora de voltarmos á vila! WereGarurumon não vai gostar de ficarmos tanto tempo aqui.

Elecmon começa a levar os novatos em direção a Vila Primordial, PicoDevimon fica olhando por alguns segundos o monumento de pedra até finalmente se virar e seguir os outros...

Vila Primordial – Praça da Cidade

A Praça da Vila Primordial era lotada de Digimons Novatos que ficavam lá para passar o tempo depois das tradicionais aulas com Elecmon e os exercícios de Nanimon, era o momento que Elecmon tinha para relaxar e conversar com seus colegas da cidade.

- Como foi á aula? – Perguntou Nanimon que também estava relaxando depois dos exercícios.
- Deu para ver que eu consegui chamar a atenção deles, mas eu tenho que admitir que não tem sido fácil dar aula depois daqueles rumores dos ataques as cidades e vilas de Sabat. – Respondeu Elecmon tomando um suco de laranja e relaxando.
- Nem me diga, antes era mais fácil levar meus alunos para fazer exercícios ao ar livre, mas por causa desses rumores, WereGarurumon tem pegado pesado no meu pé para ser mais cuidadoso. – Comentou Nanimon.
- Alias, você tem noticias dele? Ele tinha prometido que ia nos acompanhar hoje. – Perguntou Elecmon.
- Disseram que ele saiu correndo no meio da noite feito um louco, deve ter sido algo sério.
- Sinto muito por isso Elecmon, mas como Nanimon disse, foi por uma boa razão...

Elecmon e Nanimon se viram para trás e observam WereGarurumon atrás deles, o Digimon lobisomem estava bem cansado de viagem e se senta perto deles para retomar seu fôlego.

- Parece que aquele ditado sobre falar mal dos outros pelas costas e eles aparecerem do nada é verídico. – Zoou Nanimon – Qual é a explicação pelo seu desaparecimento ontem?
- Pois é, você tinha prometido que ia escoltar os novatos, eu tive que ir sozinho mesmo!
- Chamado de emergência da F.S.A.S, como eu era o agente mais próximo eu tive que ir... – Disse WereGarurumon mostrando umas fotos para seus colegas. – O Lago da Primavera foi atacado nessa noite, sem sobreviventes...

Elecmon e Nanimon gelam ao ouvir as palavras de WereGarurumon e observam as fotos das cabanas destruídas, arvores queimadas e sinais de batalha.

- Ta de sacanagem! O Lago da Primavera fica nessa mesma ilha! E é perto da Vila Primordial – Exclamou Elecmon não acreditando no que ouvirá.
- Quer dizer que os rumores são verdadeiros!? Não acredito nisso... – Disse Nanimon colocando a mão na cabeça. – E Logo nessa ilha...
- O lago da Primavera costumava ser o lugar onde nós passávamos as férias... – Disse Elecmon vendo as fotos. – Eu não consigo acreditar que esses rumores são mesmo verdade... O que diabos está acontecendo em Sabat!?
- Eu passei a noite inteira procurando sobreviventes... Nenhum rastro de ninguém, Nanomon e eu fizemos a perícia do local, ele diz ter encontrado algumas pistas, mas ele precisou voltar para a Vila do Cerrado para fazer a dedução dele – Disse WereGarurumon contando sobre sua investigação – Nesse momento eu temo pela segurança da Vila Primordial, ela não é exatamente o lugar mais bem protegido no momento.
- Do que você está falando? Nós temos você, o famoso “Presa Noturna”, o que poderiam fazer contra você? – Disse Nanimon, sem muita preocupação.
- Você esqueceu que ShogunGekomon é tão poderoso quanto eu e mesmo assim ele também desapareceu? – Disse WereGarurumon, deixando claro que ele não tão poderoso quanto aparentava – Não é um risco que podemos correr, eu acho melhor levarmos os habitantes da ilha para o quartel general da FSAS.
- Talvez seja mesmo a melhor opção, a Vila do Cerrado tem um porto certo? Temos que arranjar o transporte logo. – Disse Nanimon se levantando – Eu irei chamar os outros Digimons para ajudarem a escoltar os novatos.
- Eu irei ajudar nos auto falantes para transmitir a mensagem, mandarei todos se encontrarem aqui no jardim.
- Irei contatar a F.S.A.S imediatamente para enviarem o Navio para Vila do Cerrado, é melhor vocês já espalharem a noticia. – Disse WereGarurumon se levantando.

Enquanto os três Digimons se preparam para dar as noticias, o PicoDevimon impostor observava escondido os três e tinha escutado a conversa inteira.

- Eles vão tentar escapar, é hora de nós agirmos antes que Elecmon escape – Disse o PicoDevimon respirando fundo e pegando um pedaço de papel escuro. – Espero que todos estejam prontos.

PicoDevimon voa para o topo da torre de relógio da Vila Primordial e coloca o papel negro no chão.

- "Ph'nglui mglw'nafh Dag O’mon S’abat wgah'nagl fhtagn" – Diz PicoDevimon, com seus olhos fechados e se concentrando - “Em seu lar em Sabat, Onde Dagomon aguarda sonhando”


Um outro lugar...em uma Catedral Desconhecida

Ao mesmo tempo em que PicoDevimon queima o papel, uma vela escura se ascende e ilumina uma mesa, uma figura encapuzada se aproxima da vela e faz um sinal com sua mão, varias velas ascendem e ilumina a sala.

O ser encapuzado bate suas palmas três vezes, e uma figura demoníaca e feminina aparece.
- PicoDevimon deu o sinal, está na hora de começar a invasão. – Disse o ser encapuzado – Avise o Almirante para preparar as frotas, em breve irei envia-los.
- Sim, Supremo Sacerdote. – Disse à criatura que abriu suas asas demoníacas e voa para um buraco na parede onde costuma ficar um vitral, ela voa em direção a um navio que aguardava junto a uma frota em cima de um lago.

Enquanto ela voa, ela repara no céu cinzento e agonizante daquele lugar com um sorriso no rosto, ela pousa em cima do navio e se aproxima da borda da embarcação, onde observa uma criatura gigantesca.

- Almirante, o sinal foi mandado, o Supremo Sacerdote ordenou que todas as frotas estejam preparadas. – Disse a criatura feminina.
- Muito bem, também esteja preparada Sacerdotisa, você vai liderar o ataque junto a mim. – Respondeu o Almirante, a criatura gigantesca se vira para a frota. – Atenção Capitães! O ataque ira começar, todos já foram instruídos com os planos de ataque, Capitão Leomon ira ficar encarregado da captura de Elecmon
- Sim Almirante! – Disse o Capitão Leomon fazendo sinal. – Mas requisito apoio superior, meus informantes confirmaram a presença de um perfeito na minha área.

Nesse momento uma criatura esquelética levantou vôo e se aproximou do Almirante Gigante, se posicionando em frente ao Almirante da frota.

- Senhor Almirante, requisito permissão para apoiar Capitão Leomon na captura do Elecmon, meu poder será necessário para derrotar o famoso “Presa Noturna” – Disse o esqueleto demoníaco.
- Negativo Vice-Almirante, eu irei deixar Gigadramon sob comando de Leomon para dar o apoio necessário. – Respondeu o Almirante – Preciso de você para cuidar de outro perfeito, mais importante que o próprio “Presa Noturna”.

O esqueleto demoníaco faz sinal de respeito e retorna para o navio no aguardo de novas ordens, enquanto isso na catedral, o ser encapuzado caminha para o meio da sala onde há um circulo mágico desenhado no chão, cercado de mais 9 círculos em volta.

Desses 9 círculos, 4 estavam ocupados por Digimons inconscientes, Kuwagamon, Gazemon, ShogunGekomon e Gomamon, o ser encapuzado se dirige para o centro do circulo e levanta uma esfera.

- Servos de Dagomon, sigam para o Digimundo e espalhem a nossa mensagem, estamos cansados do nosso sofrimento, cansados de ficarmos presos, cansados desse destino cruel! Que eles paguem caro pelo paz oferecida com o sangue de nossos ancestrais! – Grita o ser encapuzado, a esfera em suas mãos começa a brilhar e o circulo começa a emitir faíscas. – Nosso mestre nos chama. Nosso mestre chama a todos e nós iremos responder ao seu chamado. Vão minhas crianças, vão para Digimundo e respondam....AO CHAMADO DE DAGOMON!

O Circulo no chão brilha intensamente e uma onda de eletricidade atinge o Núcleo nas mãos do ser encapuzado, ele levanta vôo com suas asas e sai da catedral e voa na direção do lago, ele aponta a esfera energizada para sua frota e dispara uma rajada de energia que engloba toda a frota, os navios começam a desaparecer em pleno ar.

- Em breve, você estará livre... E sua vingança trará justiça a todos nós. – Diz o ser encapuzado observando o fundo do lago.



Arquipélago de Sabat
Ilha Primordial – Vila primordial


- *farejando*...alguém por acaso está sentindo cheiro de...litoral? – Comentou WereGarurumon.
- Como assim? Estamos numa ilha, é lógico que você vai sentir cheiro do mar! – Disse Nanimon.
- Não, WereGarurumon está certo! Estou sentindo cheiro do mar muito mais forte do que devia – Disse Elecmon usando seu faro pra confirmar WereGarurumon.

Os três Digimon se levantam e percebem uma névoa estranha estava tomando conta da Vila, o céu estava se tornando cinza, e uma sensação ruim se espalhava pelos habitantes da Vila Primordial.

- Ei...ainda é meio dia! O que está acontecendo? – Disse Nanimon ao ver o céu escurecer.
- Será um eclipse? – Disse Elecmon procurando pelo sol, ele observa o sol diminuindo seu brilho e lentamente desaparecer – Mas não tem nada tampando o... Não tem sol!?
- Isso não tem como ser eclipse, o céu está ficando cinza ao invés de escuro. – WereGarurumon começa escutar o som de ondas quebrando também. – Não há duvidas, tem mesmo um mar por aqui!

WereGarurumon, Elecmon e Nanimon correm para a saída da Vila Primordial, a cada metro o cheiro e o som das águas quebrando ficava mais alto, eles percebem que o campo que estava em volta da Cidade estava cheio de areia de praia, também sentiam a umidade alta apesar de não ter sinal de água.

- Areia!?...mas a Vila Primordial está longe da praia! – Disse Elecmon.
- Será possível que... essa não! Elecmon acione o alarme de emergência! – Gritou WereGarurumon ao avistar um vulto se levantando da água. – Estamos sob ataque!

Nesse momento os três observam uma tsunami surgindo em pleno ar e quebrando alguns metros perto deles, inundando a floresta, nesse momento vários Digimons emergem do mar negro e pisam nas areias da misteriosa praia, um grupo de Whamons também emerge e abrem suas bocas, revelando vários Digimons diferentes que saltam na água e nadam na direção da praia.

- Capturem o Elecmon e reduzam essa vila a pó! – Disse o líder daquelas forças no topo de um Whamon. – RESPONDAM AO CHAMADO DE DAGOMON!
- Elecmon, Nanimon corram! – Gritou WereGarurumon apontando para Vila Primordial. - Vocês sabem o que fazer!

Os Três aproveitam enquanto aqueles Digimon misteriosos não chegavam a praia e correm para a Vila Primordial, os outros Digimons estavam todos concentrados na praça da Vila, confusos sobre o que estava acontecendo, eles observam os três Digimon se aproximando e gritando para eles.

- TODOS OS CAMPEÕES SE PREPAREM PARA BATALHA! – Gritava WereGarurumon. – OS NOVATOS ACOMPANHEM NANIMON! OS BEBES E EM TREINAMENTO ACOMPANHEM ELECMON! ORDENS DA FSAS!

Logo depois dos gritos de WereGarurumon, varias explosões podiam ser ouvidas, estava claro para todo agora: A Vila Primordial estava sendo atacada!
Um par de mísseis é disparado contra a fonte do parque e a destrói completamente. Um Gigadramon surge dos céus voando na direção de Elecmon e se prepara para agarrá-lo.

- Alvo Lacrado! – Disse o dragão mecânico pronto para agarrar Elecmon.
- Fique longe dele! – Disse WereGarurumon entrando na frente do Digimon e saltando em cima dele.

Com o Digimon lobo em cima de Gigadramon, o dragão mecânico não consegue apanhar Elecmon e voa para cima, WereGarurumon se solta e cai em cima de um dos prédios de brinquedo da Vila, pronto para enfrentar Gigadramon.

- Enquanto eu estiver aqui, você não tocará em nenhum dos habitantes dessa vila.
- Obstáculo encontrado... Identificação...“Presa Noturna”...Prioridade máxima! Extermínio autorizado! – Respondeu Gigadramon preparando para o ataque.

Complexo Colegial da Vila Primordial - Ginásio de Esportes.

Enquanto os Digimons campeões começam a enfrentar as forças do oceano negro, Nanimon termina de escoltar os novatos para o Ginásio, Elecmon continua seguindo com os Digimons em treinamento e bebes para o playground que ficava depois do Ginásio.

- Vocês todos fiquem aqui dentro e vigiem a porta, é dever de vocês protegerem os mais novos! – Disse Nanimon instruindo os Digimon Novatos. – Eu e os Digimon campeões vamos tentar segurar o inimigo, mas estejam preparados!
- Não vamos te abandonar Treinador Nanimon! Deixe a gente lutar! – Gritou um Agumon.
- É mesmo, você nos preparou justamente para lutarmos, deixe nós te ajudarmos! – Disse um Patamon.
- Não sejam tolos! Não joguem foras suas vidas desse jeito, vocês não estão preparados para enfrentarem campeões, vocês devem lutar apenas como última opção! – Nanimon começa a fechar as portas do ginásio. – Custe o que custar, não saiam daqui a menos que o inimigo consiga entrar, eu conto com vocês!

No momento que Nanimon fecha as portas do ginásio, um tiro de energia segue por trás, mas o Digimon treinador desvia e observa um Digimon bestial se aproximando.

- Não tente adiar o inevitável. – Disse o Leomon inimigo sacando seu facão. - Abra essa porta e nos entregue o Elecmon!
- Você deve ser o responsável por tudo isso.... – Respondeu Nanimon estralando os dedos e dando um sorriso. – Você vai pagar por acabar com a tranqüilidade da Vila Primordial!
- Você ousa ficar entre mim e aquele Elecmon? Eu vou adorar enfiar essa lamina em sua cara, assim como eu fiz com aqueles vermes daquele Lago!
- Então foi você o responsável... – Nanimon fecha seus punho e tira o sorriso do rosto, se mostrando claramente irritado – Os funcionários daquele lugar eram meus amigos! Você irá pagar caro por isso.

Enquanto Nanimon e Leomon se enfrentam na porta do Ginásio, os Digimons novatos se prepararam para a inevitável batalha, mas um certo Digimon morcego não estava lá...

Playground

- Se escondam onde for possível! Não deixem que os inimigos lhes encontrem. – Ordenava Elecmon que escondia os bebes e Digimons em treinamento nos brinquedos do playground.

Piscina de Bolinhas, casas infláveis, grades. Qualquer coisa que podia proteger ou esconder os Digimons bebes e em treinamento era o bastante para ganhar tempo, enquanto Elecmon ajuda a esconder um Pogomon na piscina de bolinhas, um vulto se aproxima de Elecmon.

- Você ainda não se deu conta Elecmon? – Disse PicoDevimon pousando atrás dele.
- PicoDevimon!? O que você está fazendo aqui? Você devia estar no Ginásio ajudando seus colegas!

PicoDevimon apenas da um sorriso e dispara algumas seringas contra Elecmon, o Digimon elétrico desvia e fica chocado com a traição de PicoDevimon.

- O que está fazendo PicoDevimon? Você está do lado deles!?
-Não me confunda com aquela piada... A essa altura ele deve ter se afogado no glorioso mar negro, eu não sou o PicoDevimon do Arquipélago de Sabat. – Disse PicoDevimon com um sorriso sinistro. – Eu sou o glorio servo de Dagomon e habitante do Oceano Negro!
- Oceano Negro!? Dagomon!? Do que diabos você está falando?
- Você já irá descobrir Elecmon! – Respondeu PicoDevimon abrindo suas asas. - Acredite, é por uma boa causa.
- Não me subestime seu impostor, não julgue o livro pela capa! – Disse Elecmon emitindo uma estática em sua calda.

PicoDevimon voa na direção de Elecmon e o agarra, jogando-o contra um dos brinquedos do Playground, ao perceber que aquela luta podia ser um perigo para os outros Digimon, Elecmon corre para longe deles com PicoDevimon o seguindo.

- VOCÊ NÃO IRÁ ESCAPAR ELECMON! – Grita o PicoDevimon do Oceano Negro.
- Eu tenho que afastá-lo do Playground... Só assim conseguirei lutar com PicoDevimon... – Pensa Elecmon.

E assim, naquele fatídico dia, as misteriosas forças do misterioso Supremo Sacerdote atacaram a Vila Primordial, mas diferentes das outras ocasiões, algo de diferente estava para acontecer nesse dia, que iria marcar uma mudança de rumos na invasão...


Última edição por Wolfmon em Qua Set 04, 2013 12:32 am, editado 1 vez(es)

Wolfmon
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 54
Data de inscrição: 18/10/2012
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por SHAD em Ter Set 03, 2013 2:48 am

Ficha-Personagem:

Honja
Idade:17 anos
Local de Nascimento: Grenoble, França
Data de Nascimento:13/04/1996
Aparência: Honja possui porte e peso médio para a sua idade, variando para um garoto normal da região em que nasceu, entretanto possui os músculos bem definidos e rígidos, alem da pele ser levemente bronzeada, fora isso, nada mais chama muito a atenção. Possui cabelos negros e olhos castanhos, e quase sempre esta com a barba por fazer alem de sempre usar uma bandana azul na cabeça, o que deixa bem pouco de seu cabelo a mostra.Normalmente usa uma blusa branca sem mangas, e uma calça de pesca jeans. Quando não esta descalço, usa uma bota preta muito antiga e desgastada.
Personalidade: Honja é um garoto calmo e tranquilho, passando a maior parte de seu tempo pescando e convivendo com a natureza, sendo assim seu comportamento normalmente é agradável, por mais que lhe falte um certo ''senso comum'' com as pessoas. Seja se empolgando com uma situação, se deparando com um produto tecnológico que nem sabia que existia  ou mesmo quando se trata de modos a mesa, Honja pode sempre surpreender com a sua falta de noção do mundo cotidiano, mas sempre faz o possível para se adequar e ser o mais agradável possível com as outras pessoas, em especial com as que não conhece.
História: A exatos 10 anos atras, quando Michael(e não Honja) tinha 7 anos de idade, ele e seus pais viajaram um hotel de luxo que ficava no litoral do grande mar Mar Egeu.As lindas paisagens da Grécia e as divertidas atrações do hotel pareciam ser o programa ideal  para a desgastada família, que vivia a beira do drama de um possível divorcio.Um dia, ao voltar de uma gincana com outras crianças, Michael escutou seus pais tendo mais uma discussão sobre seu relacionamento em família, em que os dois falavam que se não fosse pela presença do garoto, todos os problemas estariam resolvidos e eles poderiam ser felizes novamente.Desolado, o menino pegou um bote e num ato desesperado de tristeza, partiu em alto mar naquela mesma noite, rumo ao desconhecido. Mas os fatos mudaram quando Michael acabou desembarcando em uma humilde pousada, que se encontrava sobre uma ilha no meio do oceano. A dona da pousada era uma carinhosa senhora coreana, chamada Hyun, que encontrou o garoto desacordado próximo a praia, e resolveu traze-lo para casa. Mesmo sem conseguirem se comunicar, os dois acabaram criando uma relação de carinho mutuo, e Hyun acabou permitindo que ele vivesse na pousada, contanto que a ajudasse, catando siris na praia e pescando outros tipos de frutos do mar para poder servir os hospedes. Como não tinha como saber o nome do menino, o batizou de ''Honja'', que significa ''sozinho'' em coreano. O tempo passou, e Hyun e Honja criaram uma relação de mãe e filho, ele se tornou muito bom em ajuda-la em suas tarefas cotidianas, se tornando um rapaz forte e muito querido por todos.
Vantagem: Valete
Capacidades:Boas habilidades de pesca, corpo forte e resistente, conhece bem a terra e a natureza, bom condicionamento físico, habilidades de navegação
Defeitos: Falta de conhecimento de coisas tecnológicas e falta de aptidão na utilização das mesmas, raciocínio lento pra coisas que considera ''difícil''
Outros detalhes:Tem uma cicatriz no ombro esquerdo e outra ao lado da têmpora direita.
Cor do Digivice: Verde
FICHA-DIGIMON:

MonMon
Espécie: Koemon
Jogador: SHAD
Pontos de Vida:
Aparência: Koemon possui uma aparência similar a de um macaco, usando uma especie de ''tanga'' que lembra a de um homem da floresta. Usa luvas e possui um estilingue gigante, que é sua arma principal durante as batalhas
Personalidade: Koemon é um pequeno digimon empolgado e relaxado. Gosta da personalidade bonachona de Honja, e os dois acabam se dando muito bem. Tem muito orgulho de suas habilidades como atirador e gatuno, mas naturalmente é um digimon mentiroso, que nunca saiu da aldeia onde nasceu e adora inventar fatos fantasiosos sobre ele, faz isso no intuito de impressionar as pessoas, mas não sente essa necessidade em relação a Honja, fazendo isso dos dois grandes amigos.
Força: D
Agilidade: D
Resistência: D
Armadura: E
Poder de Fogo: D
Evolução: Apemon, Gorimon, Revolmon
Habilidade: Shinobi
Golpes:

ENCONTRO COM D'ARCMON:

Naquela noite, Honja dormiu na praia. Era um habito rotineiro para ele, num dia de pesca acabar cochilando próximo as palmeiras enquanto lia alguma coisa, no caso, havia lido uma revista que tinha desde criança, uma historia em quadrinhos intitulada ''Digimon V-tamer'' que havia encontrado junto a um bau de coisas antigas. Apos adormecer, sonhou que passeava por uma região litorânea, com o mar na altura dos joelhos, enquanto contemplava fixamente o oceano. De repente, um vulto negro se aproxima lado a lado de Honja, que sussurra em seus ouvidos com uma voz feminina e serena ''Seria tudo bem melhor sem o garoto por aqui, não é? '', Sem entender muito, o rapaz encara a figura misteriosa e estranha começa a chorar sem nem sentir..de repente uma enorme forma sombria surge da água, e Honja se sente atraído a ir ao seu encontro, dando três passos..mas então se lembra de Hyun, da pousada e de seus amigos, e pensa para si mesmo: ''Eu deveria voltar, vovó deve estar preocupada comigo '' e nesse momento tudo vai aos poucos se tornando ''branco'', e então ele acorda.
Na manha seguinte, Honja acaba ouvindo de alguns pescadores locais, que todos tiveram sonhos parecidos, ele deduz que pode ter sido uma reação alimentar causada pelos caranguejos que todos comeram na tarde anterior, e não se preocupa mais com isso..entretanto, ao anoitecer, enquanto Honja terminava de acender as lamparinas que iluminam a escadaria da praia até a pousada, viu um vulto familiar boiando na água, como se estivesse se afogando. Sem pensar duas vezes ele pula para salva-la, mas então, no momento em que cai na água, sente sua consciência pesar e seus olhos fecham naturalmente, como se estivesse entrado em uma zona de extrema claridade e pressão, ao abri-los, se depara em pê, e ao olhar pra cima, vê nitidamente o reflexo da superfície, a baixo de seus pês, o fundo do oceano. Percebe então que não esta nem sobre a água, nem abaixo dela e ao olhar para frente, acaba por fim enxergando o vulto misterioso, agora completamente exposto e ''descapusado''. A imagem parecia com a de um anjo, um corpo feminino ensanguentado e muito ferido, de todas as maneiras possíveis. Ao seu lado havia um antigo computador IBM, conectado a diversos fios que ''atravessam'' a água até não serem mais visíveis, no momento em que ele se acende, ela então se dirige a ele:
- Se deseja prosseguir nesse caminho, basta que de um passo a frente. Para retroceder ao seu mundo, um passo para traz sera o necessário e acordará frente a praia, É preciso que saiba, no entanto, que existe um..

Honja então a interrompe calmamente -Ei! Qual o seu nome?

- D'arcmon.

- Você esta com algum problema?

-Eu..pode-se dizer que sim.

Honja então dá um firme passo para a frente, esboça um sorriso, e enfim diz:

-Então vou ter todo o prazer em ajudar!

''Ela'' sorri.


Última edição por SHAD em Qua Set 04, 2013 3:08 am, editado 5 vez(es)

SHAD
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

75%
Masculino Mensagens: 246
Data de inscrição: 29/10/2011
Idade: 18
Localização: Sparta!
Mensagem Pessoal: ''Se a vida lhe der as costas....passe a mão na bunda dela''

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por NickyTheBat em Ter Set 03, 2013 9:43 pm

Ficha do meu personagem :



Yukito Yokoyama



Idade: 18 anos.
Local de Nascimento: New York, USA.
Aparência: Yukito sempre usa roupas escuras, principalmente preto, geralmente suas camisas possuem nomes e fotos de bandas, ou algo que goste. Os sapatos, geralmente são do meio gótico, como coturnos e também usa alguns da marca "All-Star" com cano médio-pequeno. Carrega sempre consigo um colar com o símbolo da eternidade, pois o mesmo aprecia muito o Antigo Egito. Acessório é o que não falta, sempre está com pulseiras, munhequeiras, um pouco de maquiagem negra nos olhos, e cinto de rebite. Enquanto ao corpo, possui um corpo magro, um pouco sarado, cabelos negros, mas atualmente é cinza, olhos cor-de-mel, mas às vezes é vermelho por conta de suas lentes e uma média cicatriz no ombro devido à um ocorrido no qual recebeu um ataque com fogo. Aparentemente parece sombrio.
Personalidade: Pode parecer obscuro por fora, mas por dentro é apenas brincalhão e considerado um bom amigo, adora ajudar e compartilhar conhecimento. Odeia qualquer tipo de preconceito,  aliás é Bissexual e acha que preconceito é algo extremamente desrespeitoso. Adora informática, coisas digitais, e tudo que abrange a tecnologia. Grande admirador da subcultura gótica, não vive sem um livro para ler. Adora sair, se divertir com os amigos e adora companhia. Se considera Gamer e Otaku, adora ler mangás e ver filmes de anime, isso o deixa muito entusiasmado. Um pouco sensível para alguns assuntos, sempre vê o lado bom das coisas, e é um grande observador, gosta de ver o que acontece em sua volta. Ama falar formalmente, acha isso um ato de elegância e romântico, mas às vezes é relaxado e solta algumas linguagens coloquiais.
História: Toda a sua vida Yukito morou na Pennsylvania com seus pais. Seus pais haviam habilidades circenses, hereditário da família. Então, Kito sempre teve contato e habilidades em acrobacias e principalmente adagas, e há uma em que ele não larga de mão. Em sua adolescência, obteve um sobrepeso e muitas vezes sofreu bullyng na escola, o que o motivou a fazer de tudo para emagrecer, o que resultou à perder parte de sua adolescência, seus pais eram contra isso, mas sua teimosia o fez à não ouvi-los, o que acabou dando em desnutrição. Apenas aos 15 anos, quando chegou sua meta e venceu a desnutrição, realmente começou a "viver". Sempre tirou notas boas em toda  a sua vida, nunca teve problemas com escola e o colégio. Sempre procurou ser bom e gentil com as pessoas, mas nem toda hora era correspondido. Aprendeu em sua vida que em certas horas devemos dizer "não" e que deve escolher melhor suas amizades. O que fez ele adquirir  esse aprendimento foi quando um amigo colegial fez um ato humilhante com ele, o que deu neste certo "trauma". Como adora viajar, visitou Odaiba, no Japão e Nova Iorque aos 16. Com 17 anos se descobriu Bissexual e assumiu para a família, que não teve uma boa aceitação. Inconformado, atualmente aos 18, com sua independência, voltou para Nova Iorque para morar. Lá, expandiu seu gosto pela tecnologia, e começou a faculdade de Ciências da Computação, e começou a frequentar academia, no objetivo de ter um corpo saudável. Para pagar seu apartamento e as suas despesas, Yukito começou a trabalhar de garçom, enquanto sua família pagava a sua faculdade.
Vantagem: Ágil.
Capacidades: Bom conhecimento culinário, compreensivo e, por ter ido ao Japão, fala japonês fluentemente.
Defeitos: Considerado medroso em algumas situações e meio relaxado.
Cor do Digivice: Índigo.
Toques finais: Roupa do Yukito quando chega ao mundo digital:


Spoiler:








Ficha do meu Digimon :



Darkyn

Espécie: Impmon
Jogador: NickyTheBat
Pontos de Vida:
Aparência: Darkyn possui a bandana e luvas laranja, sua calda é acompanhada de uma pulseira com spikes e seu olho é vermelho.
Personalidade: Embora pregar peças seja de sua naturalidade, Darkyn é um pouco mais manso, mas isso não o impede que faça esse seu "costume". Mesmo assim ele possui um grande coração, bem carinhoso, e muito curioso sobre o mundo à sua volta, valente e protetor, às vezes acaba sendo protetor demais, o que pode levar à um certo ciúme. Adora ficar perto de seu parceiro,e sempre está atento à qualquer coisa.  

Força: E
Agilidade: C
Resistência: E
Armadura: E
Poder de Fogo: C
Evolução: Devimon, Devidramon, Sangloupmon.
Habilidade: Ressoante
Golpes:
HP:200
Noite das Chamas: invoca 3 pequenas bolas de fogo negro, cada uma delas causa 14 pontos de dano por calor (LD)
Noite da Nevasca: invoca 3 pequenos fragmentos de gelo, cada uma delas causa 15 pontos de dano por calor (LD)
Invocação: Invoca espíritos elementais de gelo ou de fogo para atacar com uma grande esfera elmental. O Golpe demora consideravelmente para carregar,mas quando carregado causa  60 de dano por frio ou calor, a escolha deve ser feita quando o golpe esta carregando.
(LD)

Adicionais: Foto "extra" de Darkyn:

Spoiler:





Aparência:

Spoiler:






Encontro com D'Arcmon :


Yukito estava terminando de fazer seu dever de casa, já era praticamente 23:00 e estava morrendo de sono. Como o trabalho era para o dia seguinte, deu o melhor de si e quando terminou se sentiu tão aliviado que dormiu na mesa na qual havia feito sua lição. O sonho começa. Tudo inicia-se em uma vista embaraçada... Que vai se definindo até voltar a sua visão normal. O garoto percebe que está em sua antiga casa, em Pennsylvania, está sentado em uma mesa, enquanto seus pais estão em sua frente, lhe dizendo "Como pode ?! Que vergonha ! Está desonrando sua família! Não suje esse nome que tu carregas com esses males! Isto não é  certo, nós não merecíamos um filho assim!". Kito sai pela casa magoado, prendendo o choro, e quando abre a porta para sair, vê que esta casa está em frente à uma praia, com um vasto oceano negro,e percebe a presença de um vulto. Assustado, o mesmo dá uns passos para trás, sentindo um rancor e um medo muito forte, mas, uma energia de bravura desconhecida, faz o pensar: "A escuridão, me tomando? NÃO ! EU QUE DOMINO A ESCURIDÃO !".Então, com as sobrancelhas franzidas, diz, com toda coragem "Quem é você ? Porque me traz um sentimento tão mal ? Não me subestime, criatura maléfica!", com raiva, corre direto à o vulto, mas não consegue de alguma forma atingi-lo, e com toda essa movimentação, faz com que o acorde,e o mesmo percebe que estás atrasado. Sai correndo de casa e vai direto à faculdade. Antes do professor chegar, Yukito conta aos amigos o estranho sonho, e surpreendentemente, a maioria teve alguns similares. Todos concordam que o ocorrido possivelmente podia ser por conta de todos irem dormir tarde. Após a faculdade, o adolescente segue a sua rotina, rumo ao trabalho, e quando estava quase chegando em casa, um apagão ocorre, e ele vê uma mulher de aparência estranha... "Siga-me..." disse ela. Kito à seguiu, que justamente foi  direto à sua casa, "Desculpe pelo inconveniente, Sou D'arcmon e vim de um mundo digital. Nosso mundo está passando por muitos problemas e vocês são os únicos que nos possam ajudar", explicou D'arcmon, e Kito hesitou... Pensou e re-pensou... Quando finalmente pegou sua mochila, colocou todos os suprimentos e junto ao seu notebook e celular, "Estou pronto!" disse ele. "Venha cá, aproxime-se!" dissea criatura, o garoto hesitou novamente, mas seguiu em frente, "Entre nesse computador! Essa é a entrada ao mundo digital !" enquanto o garoto ia questioná-la, D'arcmon perdeu a paciência e logo o empurrou para dentro do monitor.


OBS: Mensagem editada, editei a aparência e adicionei uma nova foto.


Última edição por NickyTheBat em Qua Nov 06, 2013 7:02 pm, editado 5 vez(es) (Razão : Cabeça oca ¬¬')

NickyTheBat
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 89
Data de inscrição: 10/08/2013
Idade: 14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Dragon em Qua Set 04, 2013 2:46 am

Spoiler:

Arthur Pendragon
Idade: 17
Local de Nascimento: Londres, Inglaterra
Data de Nascimento: 01/04/1996
Aparência: Arthur é um rapaz alto, de cabelos loiros e olhos azuis. Seus cabelos são curtos e espetados, e possui a pele clara típica de um londrino que mora numa cidade onde não faz sol durante dez dos doze meses do ano. Usa uma camiseta branca com o símbolo dos cavaleiros templários e uma camisa de botões verde por cima, calça jeans escura e all-star preto.
Personalidade: Arthur é um rapaz tranquilo, bem humorado e brincalhão. Procura sempre enxergar o lado bom da vida e nunca deixa que os problemas o impeçam de prosseguir, mesmo que por vezes a situação pareça irremediável. Não pensa duas vezes em fazer brincadeiras e rir das situações, mesmo que fora de hora. Arthur não é o tipo de pessoa que você possa esperar ficar a noite acordado pensando em seus problemas, ele prefere pensar que um novo dia é uma nova oportunidade para fazer do mundo um lugar melhor. É muito sincero, e não tem medo de se opor a algo que não gosta ou concorda. Mas acima de tudo, é alguém sociável e amigável.
História: Como um membro da superior raça britânica, Arthur é um cavalheiro desde nascença, e sabe a importância da hora do chá. Desde pequeno é praticante de esgrima, o maior esporte de cavalheiros, onde adquiriu exímias habilidades, apesar de também praticar Polo, Rugby e Futebol. Nasceu em família rica, com pais atenciosos e que o apoiavam, portanto nunca experimentou traumas profundos ou cicatrizes psicológicas, e sempre teve apoio para seus hobbies. Tem uma irmã caçula chamada Guinevere, de nove anos, pela qual tem grande zelo e afeição. Apesar de sua aparência simples e jeito descontraído, Arthur tem conhecimentos sobre muitos assuntos diferentes, por sempre ler sobre os mais diversos temas motivados por sua incessante curiosidade.
Vantagem: Atleta (Esgrima)
Capacidades: Arthur é carismático, cabeça fria e atencioso
Defeitos: Pode irritar algumas pessoas que não se sentem a vontade com sua personalidade expansiva, e as vezes não entende a gravidade da situação.
Cor do Digivice: Vermelho

Spoiler:

Lancelot
Espécie: Agumon
Jogador:Dragon
Pontos de Vida:
Aparência: Lancelot é um agumon comum, mas se destaca dos outros por usar um lenço cinza desenhado com o esquema da proteção de rosto dos cavaleiros medievais amarrado no pesçoco.
Personalidade: É um digimon leal e com um forte senso de justiça. Seu maior sonho é um dia fazer parte dos grandes cavaleiros reais, a elite da guarda que protege o mundo digital. Ganhou admiração imediata por Arthur por achar que ele era o Rei da Inglaterra, jurando absoluta lealdade. Tende a fazer discursos em terceira pessoa. Lancelot se submeteu a um árduo treinamento, visando um dia poder ser um cavaleiro real, assim ganhou escamas mais duráveis do que de um agumon comum.
Força: D
Agilidade: E
Resistência: D
Armadura: D
Poder de Fogo: D
Evolução: Greymon - Growlmon - V Dramon
Habilidade: Faro
Golpes:

Spoiler:

Um conto de amor e aventura

Era uma madrugada fria em Londres. O dia havia sido puxado, Arthur teve sessões de Esgrima e Rugby, ele podia sentir o peso de seus músculos cobrando o preço da exaustão. O rapaz estava sentado em sua mesa de computador, em seu quarto escuro, apenas a luz branca da tela iluminava seu rosto cansado. Pela janela lateral ele podia ver a típica neblina que cobria as ruas, já havia passado e muito do horário em que o rapaz tipicamente se deitava. Seus olhos se fechavam sozinhos, até que ele desmaiou ali mesmo, na mesa do computador.

Silêncio.

Os seus olhos se abriam levemente, aos poucos se acostumando com a claridade. Era uma... Praia? Mas algo estava errado... O mar era negro, mais escuro que as frias águas do canal da mancha. O céu mais avermelhado que os fins de tarde dos países tropicais, e a água não fazia o barulho calmante rotineiro, mas sim um ruído inquieto, indistinguível.
Mas Arthur se sentia atraído para aquele mar... Ele sentia como se o mar o chamasse, sussurrasse seu nome em seus ouvidos, o mesmo tipo de impulso que se sente quando se está a beira de um precipício, aquela estranha sensação de querer... Pular.

mas os ruídos aos poucos ganharam forma, ou melhor, significado. Vozes vinda de todos lados, incessantes, que não se calavam por mais que o rapaz tapasse seus ouvidos, se encolhesse ou se abaixasse.

-Olhe para ele - Diziam elas - Se acha o melhor de todos!
-Tão esforçado em tudo que faz, nunca vai chegar a lugar nenhum.
-Hah ele é só mais um cheio de dinheiro que acha ter o mundo na palma das mãos!
-Orgulhoso!
-Hipócrita!
-Egocêntrico!

As vozes pareciam ficar cada vez mais poderosas, até o ponto de se tornarem ensurdecedoras. Um grandioso vulto se formava no oceano negro, seria a morte vindo cobrar seu preço? Arthur se encolhia com as mãos entre a cabeça enquanto o vulto se aproximava cada vez mais. Ele já podia sentir o frio abraço da morte o envolvendo, aquele seria o fim de tudo.



Não, ele não desistiria tão fácil assim. Essa não era a essência dele. Aquelas palavras que um dia fizeram seu coração arder em chamas mais uma vez voltavam a ecoar na cabeça de Arthur como um raio de luz cortando toda escuridão, e o enchendo de coragem para se levantar e lutar contra aquela força que queria o destruir.

-"Pois eu não sou daqueles que retrocedem!" - Bradou Arthur com toda convicção, levantando a sua cabeça. - "Corro, mas não como quem corre sem rumo certo! Por acaso não sabem que de todos os atletas que competem nos estádios, apenas um alcança a vitória? Corram de forma a alcançar o prêmio!"

As vozes então pareciam lentamente se emudecerem, uma após uma. A sensação gélida do vulto era lentamente substituída por uma calor que emanava de dentro de seu peito e aos poucos tomava conta de todo corpo.

-"A minha alma não tem prazer em recuar!" - Continuava ele, enquanto o local começava a se iluminar com uma brilhante luz. - "E eu estou bem certo que nem a morte nem vida, nem anjos nem principados, nem coisa do presente nem do futuro poderá se levantar contra nós!"

Toda escuridão agora havia se dissipado, as vozes não mais o alcançavam, tudo que existia em seu peito agora era uma profunda paz. Após isso ele acordou e se deitou em sua cama.

Arthur acordou revigorado no outro dia, uma noite de sono como não tinha há anos. Mas estranhamente, todos a sua volta pareciam estafados e exauridos. Sua família, seus colegas e seus professores, todos apresentavam olheiras e se moviam devagar. Estranhamente, todos eles reportavam terríveis pesadelos na noite passada, alguns até mesmo parecidos com o de Arthur.

Já era noite novamente e o rapaz mais uma vez estava sentado a frente de seu computador. Mas ele não conseguia parar de pensar nos acontecimentos do dia. Seria algum tipo de sinal? E porque apenas ele havia escapado?
Ainda imerso em seus pensamentos, ele sentiu como se um grande vulto se formasse em seu quarto atrás dele, no que se levantou da cadeira num salto e se pôs em guarda para se defender, apenas para encontrar seu quarto vazio.

- Que loucura... - Pensei ele se virando novamente em direção ao computador. Ao se virar, deu de cara com uma mulher estendida no chão do seu quarto - EITAPORRACARALHO!
-Jovem guerreiro, me ajude... - Disse ela, em uma voz fraca. Aparentava ser uma mulher bonita, de cabelos loiros e olhos azuis, mas estava extremamente machucada e coberta de sangue.
-Quem é você?!? E como veio parar aqui?!?
-Eu não sou desse mundo... Mas o meu mundo está em perigo! Não apenas o meu, como todos os mundos!
-Como assim? Do que você está falando?
-Um terrível mal se aproxima... Apenas os escolhidos, apenas aqueles que venceram a escuridão... podem lutar contra ele...
-É isso que significa os sonhos? Eu venci a escuridão?
-Você escutou o chamado... o chamado de Dagomon... Mas ele não foi forte suficiente para te vencer... você triunfou...
-Mas o que eu devo fazer?
-Se tiver coragem... vá em direção ao seu computador.



Arthur levantou seus olhos e viu que seu computador agora exibia uma espiral azul, um vórtex de dados se formando. Por um segundo sentiu medo, apreensão. Engoliu seco um sentimento ruim que lhe subia pela garganta. Mas no instante após, olhos firmemente na direção da mensageira.

-Eu não sou daqueles que retrocedem. - Disse ele, e começou a correr pelo seu quarto em direção ao computador. A luz azul brilhou fortemente envolvendo todo o ambiente, e quando ela se dissipou nem ele, nem sua mensageira se encontravam mais lá. A jornada de Arthur havia apenas começado, ele agora se depararia com um admirável mundo novo.

Para melhor aproveitamento da história, imaginem Arthur correndo em câmera lenta em direção ao portal enquanto toca o refrão da música ao fundo.


Última edição por Dragon em Dom Set 08, 2013 2:10 am, editado 2 vez(es)

Dragon
Perfect (Kanzentai)
Perfect (Kanzentai)

100%
Masculino Mensagens: 1501
Data de inscrição: 22/09/2011
Idade: 20
Localização: Gentlemen Land
Mensagem Pessoal: Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por aswq em Qua Set 04, 2013 3:11 pm

Personagem:

Benjamin Price
Spoiler:
Idade: 17
Local de Nascimento: Melbourne, Austrália.
Data de Nascimento: 21/08/1996
Aparência: Benji tem 1.74cm, olhos cinzentos e cabelos pretos. Usa um boné vermelho da adidas, camiseta de goleiro vermelha e calças pretas, chuteiras pretas e luvas brancas e pretas.
Personalidade: É um rapaz carismático, Benji é leal com os seus amigos e é firme nas suas decisões, pensa que é o melhor e que consegue fazer tudo o que o leva a ser convencido, um pouco impulsivo e por vezes egoísta. Mantém os seus sentimentos para si mesmo e para próximos, mas é muito sincero nas suas opiniões sobre outros fazendo dele um provocador.  
História: Filho de emigrantes ingleses, Benji sempre teve um grande gosto pelo futebol querendo ser o melhor goleiro do mundo, sempre treinou arduamente, vez a sua formação em clubes escolares até que o seu talento atraiu clubes profissionais e com apenas 15 anos foi convidado para a formação do clube da cidade. Com melhores condições de formação Benji evolui muito, sempre mantendo a sua titularidade e ganhando o lugar de capitão, apesar do preconceito pela sua baixa estatura. Como os seus pais são emigrantes sempre tiveram muito trabalho e pouco tempo para Benji, sendo que ele cresceu independente e sem grandes ligações a eles.
Vantagem: Atleta (Futebol)
Capacidades: Reflexos, arremessar coisas e lealdade aos amigos.
Defeitos: Convencido e provocador.
Cor do Digivice: PRATA

Digimon:

Pimenta
Espécie: Plotmon
Jogador: aswq
Pontos de Vida: 200
Aparência: Pimenta tem a aparência de uma Plotmon comum.
Personalidade: Ela é envergonhada e trapalhona. Não gosta de lutar e tem medo de o fazer mas graças à confiança de Benji e a vontade de o proteger ela supera esse medo apesar de só o fazer se não houver outra opção possível.
Força: D
Agilidade: C
Resistência: E
Armadura: E
Poder de Fogo: D
Evolução: Witchmon - Tailmon - D'Arcmon
Habilidade: Sexto-Sentido
Golpes:
- Uivo do Filhote: Produz um latido estridente que fere os timpanos do oponente. Uivo do filhote produz um efeito sonico que pode causar paralizia em um alvo (LD)
- Soco Pequeno: Acerta o oponente com as patas dianteiras. Causa 30 pontos de dano por impacto(CD)
- Colisão Trenó: Ganhando velocidade, plotmon escorrega como um trenó e colide em alta velocidade com o inimigo. Causa 35 pontos de dano por impacto em um inimigo e empurra oponentes pequenos para trás. Necessita de um espaço para ganhar velocidade (CD)

Encontro com D'Arcmon:
Benji voltava do treino à noite, chegou a casa tomou um banho e cansado foi dormir. Mal adormeceu parecia ter acordado numa praia escura com um oceano negro, no mais, parecia que naquele sonho as cores ainda não existiam, era tudo em tons de preto e branco. No meio da areia encontrava-se Benji que estranhou toda a situação e se aproximou da água para analisar o acontecimento. Nesse momento um enorme vulto aparece atormentando a mente de Benji que para si mesmo pensou "Nem mesmo os melhores  jogadores do país me dão esta sensação... quem poderia ser este vulto e porque sequer estou eu pensando nisso?" Nisso Benji ao longe ouve uma bola sem conseguir identificar a sua localização precisa e o vulto lentamente desaparece.
No dia seguinte, durante as aulas todo o mundo parecia estar sonolento, até mesmo os professores, Benji não falou com ninguém sobre o sucedido, mas pensou que talvez o pesadelo tivesse sido geral, por mais improvável que isso parecesse.
O resto do dia passou normalmente até que quando Benji se dirigia ao treino, ao cair da noite, todas as luzes se apagam. Benji olha para os dois lados e quando volta a olhar em frente um ser estranho e com uma aparência cansada aparece "Siga-me, o mundo precisa de você..." ao qual Benji responde "Não é novidade, eu serei o melhor do mundo!", "Se você realmente acha isso venha comigo." e o rapaz segue a estranha até um lugar isolado mas com um computador. "Eu sou D'Arcmon e meu mundo está em perigo e..." disse o sere enquanto Benji interrompe "Não é preciso explicações, eu já aceitei o desafio por isso me leve" com isso D'Arcmon empurra Benji pro computador. 


Última edição por aswq em Qui Set 26, 2013 2:32 pm, editado 2 vez(es)

aswq
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens: 210
Data de inscrição: 30/10/2011
Idade: 18
Localização: Sitio qualquer de lugar nenhum...
Mensagem Pessoal: If i can feel my blood burning i don't need anything else.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por PeoGabi em Sab Set 07, 2013 3:01 am

Persona:
                         Pedro Gabriel  

Idade: 16 *Personagem*
Data de Nascimento: 01/04/1997                                                                                                          Aparência: Pedro é um garoto baixo,pele morena e olhos castanhos com um cabelo grande e espetado. Costuma usar um óculos de Ski entre o cabelo para lembrar de qualquer personagem de anime por aí,usa um colete verde com duas cruzes e uma camisa com manga vermelha,usa jeans azuis e um all stars preto.
Personalidade: Ele é um garoto bem ativo,não consegue ficar quieto. Tenta ser bem humorado e fazer brincadeiras a maioria das vezes (até em momentos errados),é meio exibido a maioria das vezes e adora ser desafiado. Se alguém duvida do potencial dele,ele tenta fazer de tudo para provar que aquela pessoa estava errada sobre ele. História: A um certo tempo,ele foi atingido por um cristal aleatório que caiu do céu,sem saber direito do que se tratava,ele contou com a ajuda de duas amigas cientistas para ajudar a descobrir os segredos daquele cristal,e quem renuísse todos os dez cristais espalhados pelo mundo poderia ser o governante de tais feras que dormiam dentro deles e ter um vasto poder ilimitado. Sendo assim,ele resolveu seguir sua viagem atrás desses cristais,contando com 4 companheiros de viagem,passando por vales perigosos e florestas sem fim,determinado a encontrar esses cristais e os seus pais,que sumiram repentinamente quando ele tinha 7 anos de idade,passando assim a viver com sua prima e sua tia.
Vantagem: Carisma
Capacidades: Sabe desenhar,sabe agir rapido e compreender outros seres vivos.
Defeitos: Sua persistência,ouvir criticas,saber o que significa não e o seu grande ego inflado.
Local de Nascimento: em algum lugar,numa dimensão alternativa
Detalhes finais: Tem uma espada e um aparelho similar a um game boy,chamado V-driver
Cor do digivice : Azul transparente


Monster:
        BuiBui  


Espécie: V-mon
Jogador: PeoGabi
Aparência: Nada de mais,é só um V-mon comum,porém,usa os óculos do seu mestre a maioria das vezes.
Personalidade: Ele é bem atento,com o mesmo senso de determinação de seu mestre,e gosta de seguir os passos dele...olhando bem,os dois parecem muito uma dupla conhecida por ai ~
Força: D
Agilidade: D
Resistência: D
Armadura: E
Poder de Fogo: E
Evolução: V-Dramon - XV-Mon
Habilidade: SuperVisão
Golpes: ...

Depois eu posto o resto,bleh

PeoGabi
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens: 256
Data de inscrição: 11/01/2012
Idade: 17
Localização: Ipiaú-Bahia,Brasil
Mensagem Pessoal: Minha reputação ta -14,why

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Wolfmon em Dom Set 08, 2013 10:34 am

Galera,desculpa o atraso, estou em semana de provas e ta tenso conciliar tudo lol
Aqui os golpes das fichas que já foram aceitas, PeoGabi eu jah mandei uma MP apontando os erros da sua ficha, qualquer duvida me manda uma msg,blz?

Outra coisa, por motivos diversos eu to aumentando o prazo pra  15 de Setembro as 22h:00! Então qm tiver affim e ainda naum conseugiu a ficha  tem tempo ainda ^^

Qm jah foi aceito edita a ficha inicial com os golpes e o HP,Ok?
E pra qm quiseer eu deixie o codigo da cor do seu digivice ai também


MonMon:

Codigo da cor :
Código:
[color=#00FF00]VERDE[/color]
HP:250
Estilingue Bebê: Atira uma “bola de Pachinko” no alvo, causando 30 de dano por contusão  (LD)
Rajada Bebê: Atira uma “bola de Pachinko” em cada inimigo adversário, causando 20 de dano por contusão, com metade da chance de acerto. (LD)
Laço Travesso: Atira um laço que se prende na perna do inimigo, o impedindo de andar (LD)

Darkyn:

Codigo da cor :
Código:
[color=#4b0082]INDIGO[/color]
HP:200
Noite das Chamas: invoca 3 pequenas bolas de fogo negro, cada uma delas causa 15 pontos de dano por calor (LD)
Noite da Nevasca: invoca 3 pequenos fragmentos de gelo, cada uma delas causa 15 pontos de dano por calor (LD)
Invocação: Invoca espíritos elementais de gelo ou de fogo para atacar com uma grande esfera elmental. O Golpe demora consideravelmente para carregar,mas quando carregado causa  60 de dano por frio ou calor, a escolha deve ser feita quando o golpe esta carregando. (LD)


Lancelot:

Codigo da cor :
Código:
[color=#FF0000]VERMELHO[/color]
HP:250
Golpes:
Chama bebê: Uma bola de fogo saí da boca do Digimon, causando 30 de dano por calor (LD)
-Garras Afiadas: Com suas garras agumon ataca o oponente, causando 30 de dano cortante (CD)
-Bafo de Pimenta: Esse golpe se parece com chama bebê, mas a fagulha é menor, embora tenha o dobro de alcance! Bafo de pimenta causa 20 pontos de dano por fogo(LD)

Pimenta:

Codigo da cor :
Código:
[color=#c0c0c0]PRATA[/color]
HP:200
- Uivo do Filhote: Produz um latido estridente que fere os timpanos do oponente. Uivo do filhote produz um efeito sonico que pode causar paralizia em um alvo (LD)
- Soco Pequeno: Acerta o oponente com as patas dianteiras. Causa 30 pontos de dano por impacto(CD)
- Colisão Trenó: Ganhando velocidade, plotmon escorrega como um trenó e colide em alta velocidade com o inimigo. Causa 35 pontos de dano por impacto em um inimigo e empurra oponentes pequenos para trás. Necessita de um espaço para ganhar velocidade (CD)



Última edição por Wolfmon em Dom Set 15, 2013 10:09 pm, editado 1 vez(es)

Wolfmon
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 54
Data de inscrição: 18/10/2012
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Lollita em Sab Set 14, 2013 1:40 am

Ficha de Personagem:

YoonA Hyun-Ae
Idade: 17
Local de Nascimento: Seoul – Coréia do Sul
Data de Nascimento: 29 de março
Aparência: É uma garota de estatura média (1,64m) e magra. Tem a pele bem clara, seus cabelos levemente ondulados e pintados metade azuis e metade roxos (ambas as cores em tons pastéis) e olhos castanhos.
Veste uma camiseta regata preta estilizada (para que pareça mais velha e rasgada), com estampa de uma caveira com chapéu e óculos de aviador em linhas brancas com uma jaqueta de couro por cima, uma mini saia de cintura alta pregueada xadrez vermelha, cinza claro e chumbo e uma meia-calça semi-opaca preta. Calça botas sem salto de cano baixo com tiras de couro com spikes como detalhe.
Personalidade: É bastante mimada e arrogante, além de egocêntrica e orgulhosa, mas também bastante determinada, quer sempre ajudar, por mais que às vezes não use os métodos mais ortodoxos.
História:
YoonA é filha de um grande empresário e de uma Dondoca, ou como os ricos gostam de chamar uma “socialite”. Cresceu cercada de mimos e de proteção, além do carinho de sua avó, sua maior companheira de infância e sua maior perda também. Aos seus 14 anos sua avó, que era bastante tradicionalista e sempre tentou incentivar a menina a gostar e procurar conhecimento sobre a cultura de seu país, faleceu, enquanto dormia em seu flat. Descobriram na manhã seguinte quando a velha senhora não apareceu para sua rotina de acompanhar a neta para a escola entre outras atividades diárias.
A menina desde pequena sempre sonhou em ser famosa, cantora, atriz, apresentadora, modelo, não importava. Queria a fama! E lutou por isso, por mais imprevistos que houvessem, ela nunca deixava de ir atrás do que precisava. Até o dia em que, aos seus 16 anos, seu pai a apresentou ao seu futudo agente e promoter, a pessoa que fez com que sua carreira começasse logo.
Pouco mais de um ano depois, aos seus 17 anos, ela finalmente, depois de todos seus preparativos, aulas de tudo que se pudesse imaginar, a menina foi apresentada publicamente, como uma nova estrela em ascensão, junto de outras recém amigas, e companheiras de banda, uma banda pop como tantas por aí. Nessa noite ela teve direito à comitiva de imprensa, seção de fotos, etc, menos do que ela mais queria, subir no palco e cantar. Depois de tudo isso, foi levada de volta à sua casa, se arrumou, e se deitou. Tranquila e feliz.
Logo entrou em sono profundo e começou a sonhar com sua primeira apresentação de verdade, ela dançava e cantava com as outras 4 meninas, até que chegou a hora de seu solo. Mas assim que começou a cantar, o piso do palco começou a se transformar em areia; as pessoas da platéia, começaram a “se fundir” e logo, se tornaram um mar negro e bastante movimentado, com ondas extremamente altas batendo, o que formava uma espuma avermelhada, com uma cor pouco mais escura que sangue, do mesmo jeito que o céu. Assim que olhou em volta, percebeu que não havia mais nada ao seu redor além da tal praia, e a única coisa que havia sobrado, era seu microfone em mãos. Logo um grande vulto bastante opressor e que lhe trazia angústia e temor. O vulto parecia chegar cada vez mais perto, vindo do oceano, e por mais que estivesse quase em estado de choque, começou a cantar. A única coisa que veio à cabeça dela, foi cantar uma das músicas que sua avó cantava para ela quando pequena, uma música antiga, da época em que a senhora era apenas uma adolescente. E ela não sabia como, o vulto que já estava quase em cima dela, começou à reagir à música e paralisou, e logo se desfez, como em pixels. Assim que o vulto sumiu, a garota acordou num susto, suada e agonizada, não sabia o que havia acontecido, era apenas 5 horas da matina, e um maldito sonho a acordara.
Passou o dia como se não houvesse ocorrido nada, foi para a aula, já que estava em seu último ano de colégio, e de tarde para seus infinitos cursos. Já estava caindo a noite e foi voltar para casa, mas seu motorista precisou parar em um posto para abastecer o carro, e enquanto isso, a garota resolveu sair do carro para entrar na loja de conveniências. Do nada a luz de tudo que havia por perto se desligou, e logo foi olhar para fora da loja, para ver se ainda estava tudo bem com o carro. Nisso, avistou uma figura levemente humanóide, que a chamou, na verdade, tinha um olhar que pedia por ajuda.
YoonA foi atrás da “mulher” até um lugar que parecia bastante isolado, mas por mais isolado que fosse, havia um computador ligado lá. Finalmente conseguia enxergar algo decentemente, já que naquele breu ficava um tanto difícil de ver detalhes, e pôde perceber que se tratava de uma mulher loira com uma mascara vitoriana dourada, um turbante vermelho e coberta por manoplas, botas e um peitoral dourado. Nas suas costas havia 4 tocos sanguinolentos do que pareciam já terem sido asas douradas.
-Err.. quem é você? Por que me trouxe até aqui? E.. por que só tem esse computador ligado enquanto todo o resto da região está apagado?? - Pergunta a menina um pouco assustada com o estado da humanóide.
- Sou D’Arcmon, uma criatura digital vinda de outro mundo, um mundo que agora está em perigo e vocês são os únicos que podem ajudar, caso se recusem ou falhem isso trará não só a destruição de ambos os mundos. Para isso bastava que se aproximassem do computador. - Respondeu formalmente.
- AHAHAHAHAH! - A menina começou a gargalhar – Não! Sério! Já deu com essa pegadinha! Já podem desligar as câmeras e ligar as luzes porquê eu já entendi tudo! Isso é mais um daqueles programas de TV que fazem para zombar com os famosos né? Eu sei que só fui apresentada ontem, não precisavam fazer isso comigo tão cedo né?? - Terminou secando uma lágrima.
- Não há tempo para explicações. - A D'Arcmon empurrou a menina para dentro do computador.
Logo tudo ficou preto, e a última coisa que pôde se lembrar, era de um urro extremamente macabro, o que a fez se lembrar de seu último sonho.
Vantagem: Carisma
Capacidades:Línguas estrangeiras (fluente em inglês e sabe japonês) - Senso de localização - Acrobacia.
Defeitos: Egocêntrica - Medo de insetos.
Outros detalhes: Digivice roxo

Ficha do Digimon:

Phas
Espécie: Phascomon
Jogador: Lollita
Pontos de Vida:
Aparência:Um típico Phascomon, não tem nada aparentemente especial.
Personalidade:É um digimon amigável e gentil, mas não gosta muito que o tratem como “a criança fofa que ele parece”, tal atitude o incomoda bastante, além de ser um pouco preguiçoso e esquentado.
Força:D
Agilidade: D
Resistência: D
Armadura: E
Poder de Fogo:D
Evolução:Wizadmon - Porcupamon - Wendimon
Habilidade:
Golpes:


Última edição por Lollita em Dom Set 15, 2013 10:40 pm, editado 1 vez(es)

Lollita
Baby 1 (Younenki I)
Baby 1 (Younenki I)

100%
Feminino Mensagens: 13
Data de inscrição: 11/09/2013
Idade: 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Heax Kabuterimon em Dom Set 15, 2013 1:02 am

Confirmando minha participação! Bora!!!

Heax De Polo:

Heax De Polo
Idade: 29 Anos
Local de Nascimento Sidney - Australia
Data de Nascimento: 06/12/1983
Aparência: Heax é um típico Australiano. É bem alto, Cabelos curtos e na cor Castanho Escuro. Pele bem branca (Daquelas que ficam avermelhadas debaixo do sol quente). Trajando uma Camisa Polo na cor Preta e Calças Jeans Azul Escura.
Personalidade: Heax é um sujeito bem calmo, educado, e adora conversar para se enturmar, e fazer as pessoas rirem quando está bem a vontade. É bem extrovertido, e dificilmente encara situações de timidez. Porém prefere o Sossego do que qualquer outra coisa. Se importa com quem está contigo, e geralmente pensa em ajudar os outros primeiro, e depois a si próprio.
História: Heax, apesar de sua tranquilidade, sempre foi um rapaz esforçado e dedicado naquilo que fazia. Por isso sempre foi um bom aluno! Até seus 22 Anos de idade, não haviam muitas mudanças... Até que então, se formou na Faculdade de Ciências da Computação, e começou uma nova vida viajando pelo mundo. Até então, ele nunca havia saído de seu País, e tinha se encantado com os primeiros lugares dos quais começou a visitar. Como Japão, Tailândia, Filipinas e Nova Zelândia... Após sua última viagem, vindo
do Fiji, Heax voltou ao seu País natal, onde decidiu fixar o seu lar. Conquistou um Emprego em sua Área, como Gerente de T.I. numa Multinacional. Sem muitas novidades, sua vida se seguia e abria seu leque de opções aos poucos... Tanto que começou a se interessar por uma Garota que trabalhava no mesmo prédio que ele... Pois bem, até então, tudo ia bem. Calmo... Até demais...
Vantagem: Técnico (Eletrônica)
Capacidades:- Aprendizagem rápida
- Sabe falar outras linguas. Em especial Russo e Japonês, devido a lugares que já visitou.
- Gosta de Informática. Logo tem facilidade em mexer com alguns apetrechos tecnológicos.
Defeitos: - As vezes, é preguiçoso e bem desajeitado...
Cor do Digivice: Amarelo
Outros detalhes: Heax guarda alguns aparatos um pouco tecnológicos consigo... Como um iPod pra ouvir música, e seu Celular com Câmera Digital de 8MP. Seus companheiros inseparáveis.

Slicer:

Slicer
Espécie: Hackmon (Fêmea)
Jogador: Heax Kabuterimon
Pontos de Vida:
Aparência: Slicer tem a aparência de um Hackmon comum.
Personalidade: Slicer tem a aparência de um Hackmon comum. Personalidade: Ela é meio prepotente e cabeça-dura as vezes. É competitiva e gosta muito de vencer. Fica brava quando perde alguma batalha... Mas apesar das trapalhadas, tem um grande respeito por Heax.
Força: D
Agilidade: E
Resistência: E
Armadura: D
Poder de Fogo: C
Evolução: Witchmon - Kabuterimon - Kinkakumon
Habilidade: Cortante
Golpes:

Encontro com D'arcmon:
Após um Dia cheio no Trabalho... Heax decide ir diretamente para casa após mais um dia de Trabalho. Dessa vez, sem parar em nenhum lugar. Foi direto pra casa, tomou um banho rápido, ligou o som num volume baixo, e caiu diretamente na cama. Pegando no sono logo em seguida... Durante a noite, Heax tem um sonho estranho. Nesse sonho ele acorda numa espécie de Praia. Era noite e o Oceano ali perto era tão negro quanto a noite. Ao começar a caminhar numa tentativa de saber aonde está, Heax é surpreendido por um Vulto repentino. O Susto é tão grande que Heax cai no chão e fica paralisado por um bom tempo enquanto a criatura o encarava... A mesma se aproximava lentamente de seu corpo caído, quando num espasmo, Heax solta um Grito praticamente ensurdecedor. Ele consegue desnortear a criatura, se levantando e correndo na direção oposta, pra longe dalí. Ao olhar pra trás enquanto parava de correr, viu que o Vulto havia sumido... Nisso o Pesadelo termina, e Heax acorda assustado após ter dormido todo jogado em sua cama bagunçada... Ele olha o relógio, e já marcava perto das 7 da manhã... O Dia estava amanhecendo, e mais uma rotina de trabalho começaria...
Durante o Dia, Heax acha estranho, mas percebe que todos a quem olhava ao seu redor andavam sonolentos e tinham durmido mal. Enquanto trabalhava Heax pensava "O que será que pode ter acontecido?" "Eu me lembro de ter tido um Sonho assustador. Será que todo mundo teve um também?". Heax pensava nas possibilidades, apesar de tão absurdo que isso poderia ser...
Enfim, com esses pensamentos, o dia passa... A Noite chega, e assim que Heax se prepava para jantar, colocando uma Porção de Macarrão instantâneo no fogo percebe que todas as luzes de seu Apartamento se apagaram... Por um instante, ele vai até a janela e observa a rua. Tudo apagado. Parece que a Cidade foi vítima de um apagão... No momento que Heax se vira e corre em direção a porta de seu apartamento, ele se depara com uma figura parada na frente da porta. Ela se apresentou como D'arcmon e disse precisar de ajuda, que seu mundo corria perigo e que o mundo de Heax iria sofrer do mesmo mal. Heax, mesmo que ainda surpreso e perplexo, ouve atentamente ao recado de D'arcmon. Sem demonstrar qualquer reação, ele apenas acena a cabeça concordando com a criatura. Em seguida, D'arcmon segura na Mão de Heax e o leva até uma espécie de Computador... Heax não entende... Até que é empurrado por D'arcmon para dentro do Computador... E a sua Jornada está prestes a começar...


Última edição por Heax Kabuterimon em Dom Set 15, 2013 10:27 pm, editado 4 vez(es) (Razão : Alterações a pedido do Wolf, e acrescentando meu encontro com D'arcmon)

Heax Kabuterimon
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

100%
Masculino Mensagens: 319
Data de inscrição: 21/07/2012
Idade: 30
Localização: São Paulo
Mensagem Pessoal: Uma colher de Maionese Hellmans possui apenas 40 Calorias =D

http:// http://www.meadiciona.com/Healckles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Marcy em Dom Set 15, 2013 11:08 am

Tá, acho que vou participar... espero não atrasar nas minhas partes de escrita.

“Personagem”:

Sahra Giuliaq


Idade: 14

Local de Nascimento Oxford, Inglaterra

Data de Nascimento: 20 de agosto

Aparência:
. Corpo: pele clara, nariz arredondado e levemente empinado, lábios finos e poucos carnudos, olhos cinza azulados e cabelos um pouco volumosos, com pontas irregulares e tonalidade loiro-castanho. Estatura mediana, possui um peso ideal para a sua altura.

. Vestimentas: uma camisa branca justa mas confortável, calça nylon em tom cinza escuro, de cintura alta e justa, com barras largas que vão até um pouco abaixo dos joelhos, e com um par de bolsos “internos” e um par de bolsos “externos”, um de cada tipo em cada perna. Por cima da camisa, um agasalho com abertura de zíper, impermeável e largo, de cor roxa com detalhes em branco. Nos pés, botas não-femininas de couro marrom e de cano alto, indo até a metade das canelas. As meias não são visíveis, porém são 100% de algodão na cor branca.

. Acessórios: uma bandana vermelho-escuro amarrada na cabeça; uma mochila de tamanho considerável de uma única alça, transversal ao corpo; uma corrente com um pingente dourado, na forma de uma gota, do qual Sahra atribui um grande valor afetivo; luvas de couro preto, com aberturas nos dedos; um brinco de argola dourada na orelha esquerda, enquanto na orelha direita há um brinco curto de quartzo. Além disso, Sahra sempre tem um smartphone e um pequeno notebook à sua disposição, na maioria das vezes guardados em sua bolsa.

Personalidade: Sahra é extremamente introvertida, lacônica e quase sempre impassível. É às vezes rude e um pouco sarcástica, e não demonstra muita feminilidade em seu jeito de ser. No entanto, ela sempre respeita os outros e possui boas maneiras, de modo que não é uma garota insuportável na maioria das vezes. É corajosa, e está sempre segura de si – o que pode ser um problema às vezes.

História: Sahra nasceu em Oxford, e viveu até os cinco anos de idade na casa de sua avó, pois seus pais estavam sempre ausente – seu pai um geólogo inglês, e sua mãe bióloga brasileira – pois estavam quase sempre viajando a trabalho e em função das pesquisas e estudos de suas áreas. Durante o tempo em que esteve com a avó era uma criança alegre, divertida e muito brincalhona, que sempre atraía a atenção de todos e tinha muitos amigos para brincar.

No entanto, com cinco anos, seus pais vieram visitá-la, e após um longo tempo pensando e discutindo, decidiram levar sua filha junto com eles nas viagens para que pudessem ficar mais tempo juntos, e também porque a avó não iria ter muitas condições de criar a menina por muito tempo por questões de saúde, e eles não tinham boas relações com outros integrantes da família. Essa decisão foi um choque para Sahra, que teve que se despedir de seus amigos e de sua avó, a quem tanto amava, para viajar pelo mundo com seus pais, com quem tinha pouca intimidade. Como um símbolo de carinho e uma forma de Sahra nunca esquecer de quem a cuidou até então, a avó lhe deu um colar com um pingente dourado, que Sahra sempre usa em seu pescoço.

Sahra já visitou vários países e aprendeu muitas coisas junto com seus pais. No entanto, a cada dia o comportamento da menina alegre que vivia sempre acompanhada de amigos foi mudando, e Sahra foi se tornando uma criança mais fechada, calada. Seus pais aceitaram essa dura realidade como consequência das constantes viagens que faziam, não dando tempo à Sahra de se adaptar e ter mais contatos.

Sahra estava sempre estudando, pois os livros eram seus únicos amigos nessas viagens. Assim desenvolveu um conhecimento avançado para a maioria das meninas de sua idade, se especializando em ciências da natureza e ganhando conhecimento de línguas estrangeiras, aproveitando o fato de que ia para vários países. Também adquiriu conhecimento em informática tempos depois.

Em cada lugar que ia, Sahra aproveitava para conhecer o local. Sempre saía para caminhar pela cidade em que se hospedava, e ficava o dia inteiro estudando o lugar. Por isso ela nunca ficava parada, e isso lhe desenvolveu um bom condicionamento físico. E, para estar sempre prevenida, levava consigo uma bolsa com utilidades básicas, como um caderno de anotações, alimentos e bebidas e um pequeno kit de primeiros socorros, em caso de emergência; além de um notebook. Numa estadia na França, que durou um ano e meio, Sahra se interessou numa escola de esgrima e aprendeu um pouco dessa arte.

Prestes a completar 14 anos, Sahra viajou junto com os pais para a cidade do Recomeço, numa ilha brasileira, onde estava nos últimos dias antes de ter um pesadelo sinistro.


Vantagem: Valete

Capacidades:
. Poliglota, embora não seja 100% fluente na maioria dos idiomas, exceto inglês e português;
. possui um bom condicionamento físico, sendo capaz de fazer exercícios e atividades como correr e praticar esportes sem se cansar muito rapidamente;
. sabe esgrimar, embora não seja uma expert;
. possui um bom conhecimento em informática;
. possui um bom conhecimento em ciências da natureza, como Geografia, Biologia, Física e Química.

Defeitos: Sahra é um pouco egoísta, e muitas vezes apresenta uma autoconfiança excessiva.

Outros detalhes: Sahra está quase sempre evitando contato com outras pessoas e aparenta ser uma pessoa fria e calculista; no entanto, ela consegue amar quando é amada, e pode se abrir um pouco àquelas pessoas com quem adquire uma certa confiança, conseguindo expressar suas mágoas, seus medos e incertezas, além de felicidade.

Cor do Digivice: Ouro.

”Digimon”:

Inari

Espécie: Renamon

Jogador: Marcy

Pontos de Vida:

Aparência: Inari é uma Renamon comum, se destacando por possuir o pelo um pouco mais denso em muitos pontos do corpo, e ao invés do par de luvas roxas que vai até o braço que os digimons desta espécie geralmente apresentam, Inari não o tem e, em seu lugar, está um par de um tipo de braceletes roxos, compostos por faixas atravessadas de tecido grosso e com fivelas prateadas, similares a cintos. Outro detalhe que a destaca de outros Renamons é uma fina cicatriz no alto do braço direito.

Personalidade: Inari é calma e um pouco lacônica, mas evita estar sozinha, procurando quase sempre estar em grupo. Possui uma mente aberta, conseguindo tolerar todo e qualquer tipo de opinião. Jamais é submissa a alguma coisa. É fiel, corajosa e não desiste até ter seu desejo realizado. Outra característica sua é a curiosidade, Inari sempre gosta de descobrir novas coisas – mas nunca deixa essa curiosidade a dominar o tempo todo.

Força: D

Agilidade: D

Resistência: D

Armadura: E

Poder de Fogo: D

Evolução: Kyuubimon – Leppamon - Seasamon

Habilidade: Shinobi

Golpes:

Eu fiz uns esboços da Sahra e da Inari, espero terminar logo os desenhos - daí editarei essas fichas com as imagens.

EDIT: postei apenas os esboços que fiz no papel. Estão um LIXO, a ideia era digitalizá-los e fazer algo decente com a minha mesa gráfica, mas estou meio sem tempo ultimamente e não pude fazer isso. Então fica aqui apenas para ter-se uma ideia da aparência das personagens xp

”Encontro com D'Arcmon”:


Sahra sentiu um toque em seu ombro. A mão da mulher estava trêmula, mas transmitia um toque de confiança.

“...há alguém esperando por ti, embora ela não saiba disso. Não a deixe esperando.”

“Quem?” perguntou com aspereza a menina, afastando as mãos de quem a apoiava. “E por qual razão alguém estaria esperando por mim? Ninguém quer saber de mim!”

O choque era nítido no rosto daquele ser. Mas logo um sorriso substituiu essa reação inicial.

“Isso não é verdade. Muitos a querem bem, só você que não percebe. E além disso, você e ela possuem algo em comum, e precisam estar juntas.”

Sahra se afastou quando a mulher quis tocá-la novamente. No entanto, ficou confusa. De repente, se lembrou de algo. Uma lembrança muito, muito antiga, que ainda estava desfocada... uma lembrança enterrada junto com tantas outras pertencentes ao seu passado, mas que de repente foi emergindo.

Agora ela olhava para aquele monitor, aquele computador, que há um momento atrás parecia igual a tantos outros. O misterioso brilho que irradiava dele a parecia estar seduzindo... não podia negar, algo a chamava do outro lado, esse ela a quem a mulher se referia. De repente, sentiu uma necessidade de conhecê-la. Ou seria... revê-la?

“Você é uma das escolhidas. Não se preocupe, não é a única... então..” sua voz foi ficando mais fraca. “...não tenha medo... ok?” a mulher fechou os olhos, cansada. E quando abriu-os novamente, viu Sahra com uma decisão tomada.

“Está bem. Eu vou. Acho que confio em você.” Na verdade, Sahra não confiava, mas sentia que aquilo era necessário, por mais bizarro que parecesse.

“Eu vou” repetiu, fechando os olhos e seguindo na direção da luz.

---x---

Sahra sentia a areia úmida em seus pés. Estava descalça. Andando naquela noite escura, percebeu então que estava numa praia. O vento gelado uivava e cortava a sua pele. Sentiu frio. Percebeu então que estava apenas com o seu pijama mais fino, então se encolheu toda.

“Onde... raios... estou?” perguntava a si mesma, batendo os queixos.

À sua direita, estava uma cidade bem pacata, mas em ruínas. À sua frente e atrás, uma extensa faixa de areia sem fim. À sua direita, um mar, de um negrume muito estranho.

“Já vi isso...” pensou a menina, “...é um vazamento de petróleo!”

Ela se aproximou um pouco mais da margem, e percebeu que não era óleo. A água era escura mesmo.

Quando começava a se questionar sobre a qualidade daquela água, ouviu um rugido ensurdecedor. De repente, a noite ficou ainda mais escura, o vento começou a soprar mais forte, e o mar se agitou. Sahra já não conseguia ver mais nada, mas percebeu, ao longe, no mar, um gigantesco vulto emergindo. Ouviu outro grito.

Tapou os ouvidos, e se encolheu ainda mais devido ao frio. O vulto se aproximava, e ela viu dois grandes olhos vermelhos naquela massa escura. O resto parecia ser assombroso demais para ser descrito, mas o que aconteceu é que Sahra ficou com medo. Mas um medo absurdo, daqueles que paralisam o corpo e deixam-no sem reação.

“Oh... my... God!” murmurava baixinho. Não conseguia mais falar. Não conseguia mais pensar. Aquele estranho vulto irradiava uma energia negativa muito forte, que Sahra não conseguia conter.

E então, uma mancha brilhante apareceu vindo de lugar nenhum bem na sua frente. Sahra fechou os olhos devido à claridade, mas conseguiu perceber que se tratava de uma pequenina raposa, que encarava aquele vulto no mar.

”O que é isso?” perguntou, muito confusa.

E seja lá o que fosse aquilo, Sahra de repente sentiu uma energia nova vindo dentro do peito. Estranhamente, essa sensação permitiu que ela voltasse a se mexer. A paralisia do medo havia ido embora.

A estranha criatura brilhante com forma de raposa virou-se para ela. Seu corpo era revestido por uma chama branca azulada, e Sahra se impressionou pelo fato de que, mesmo não conseguindo ver muitos detalhes, a achava muito bonita.

E então, outro grito ensurdecedor. O que aconteceu a seguir Sahra não podia entender, mas tudo o que sabia era que num dado momento estava correndo na direção contrária do mar – do vulto negro, da raposa brilhante. E então, uma escuridão a tomou conta, seguida de uma luz ofuscante.

Sahra não viu mais nada. Instantes após, ela estava arfando, com as mãos trêmulas, o corpo suado debaixo de seu pijama. Estava sentada em sua cama.

”Que pesadelo mais estranho!” comentou a si mesma. Enfim, levou a mão à cabeceira da cama para pegar o celular e conferir o horário. Duas da manhã. “É melhor voltar a dormir.” concluiu.

Demorou um pouco para se recuperar do susto, mas minutos depois a garota estava dormindo novamente.

---x---

”Essa cidade é tão miserável”, pensava Sahra, “que quer ver seus habitantes mortos de hipertermia!”.

Sahra se referia ao calor absurdo daquele local. A ilha se localizava na costa nordestina do Brasil, e  tinha como característica principal o clima quente e úmido. A garota já estava com a pele toda vermelha de tanto coçar as picadas de insetos.

A cidade do Recomeço era uma cidade pacata que tinha como principal fonte econômica o turismo. Ela e seus pais haviam se mudado há um pouco mais de um mês para aquela calma ilha que tinha muito a ser estudada – na visão de seus pais. Para Sahra, aquela ilha era só um pedaço de terra inútil perdida no meio do oceano com algumas árvores e uma cidade sem graça. E muito quente.

Mas naquele dia Sahra não reclamou muito do calor, como sempre fez. Ela andava pela cidade, mais por hábito do que por gosto. Carregava sua inseparável bolsa com elementos essenciais para um bom passeio de horas. Naquela tarde que parecia ser do mesmo jeito que tantas outras, Sahra percebeu uma atitude estranha nos moradores daquela cidade: as pessoas não pareciam bem. Estavam todas com olhares cansados, e alguns, com medo. Não conseguia entender o motivo.

À noite, Sahra já estava no seu quarto de hotel, lendo um livro sobre expedições no Alasca – o assunto que estava estudando naqueles últimos dias. E quando começava a ler um novo parágrafo, a luz do quarto apagou sozinha.

”Eita...!” exclamou. Ela olhou para a janela e percebeu que a cidade inteira estava na mais completa escuridão.

Tateou pela cama até encontrar a sua bolsa. Enfiou o livro nela e desceu até a recepção do hotel, onde ouviu a notícia de que ainda estavam tentando descobrir a razão do apagão. Quando voltou ao quarto, o seu celular tocou.

”Número não identificado...” observou Sahra ao olhar na tela do aparelho. Atendeu.

“Você tem pouco tempo...” disse uma voz robótica ”...vá até o cyber café da cidade e me procure... nós precisamos de você”. E  a chamada simplesmente se encerrou ali.

”Mas o quê...?!”, exclamou a garota, incrédula. “É trote, só pode ser.”

Se jogou na cama e ficou ali. Mas a estranha voz não deixava sua mente em paz.

E então, ouviu uma confusão de vozes no meio da rua, lá fora. Não iria verificar o que era, mas achou que era melhor sair do que ficar em seu quarto quente, já que o ar-condicionado havia parado de funcionar devido à falta de eletricidade. Pegou seu agasalho e sua bolsa, e saiu.  Viu pessoas desesperadas gritando e se jogando para todos os lados. Pensou em seus pais, e se perguntou onde estariam eles.

“O cyber café” lembrou Sahra, “eles disseram que iam para lá antes do apagão. Vai ver, a chamada do meu celular seja uma brincadeira sem graça deles para me chamar para ir até o local.”

Era o único cyber café da cidade, e se localizava num local de fácil acesso. Foi complicado chegar até lá devido ao caos provocado pelo apagão, mas Sahra chegou lá. E, curiosamente, e rua onde ficava o cyber café estava vazia.

E mais vazio ainda era o cyber café por dentro. Não havia ninguém, nem os pais de Sahra.

“Mas que estranh...” começava a dizer Sahra, quando algo fechou a porte de entrada atrás de si. Assim que virou-se, teve uma surpresa: era uma mulher. Mesmo na escuridão,  conseguiu ver que era loira com uma mascara vitoriana dourada, um turbante vermelho e coberta por manoplas, botas e um peitoral dourado.

”Quem és tu?” exclamou Sahra recuando para trás, um pouco assustada.

A mulher levantou a mão num gesto de calma.

”Muito obrigada por vir ao meu chamado” disse, e logo em seguida deu uma tossida seca. ”Não temos muito tempo, então vou logo apresentando-me. Chamo-me D'Arcmon, e vim aqui buscar a Digiescolhida Sahra Giuliaq.”

Sahra franziu o cenho.

”Não entendi nada e não sei como você sabe o meu nome, mas vamos deixar esse papo-furado para lá. Onde estão os meus pais?”, gritou, furiosa.

”Estão bem”, respondeu D'Arcmon. ”Mas é você a pessoa mais importante agora. Por favor, siga-me.”

”Não”, respondeu Sahra, secamente.

Mas a mulher não pareceu dar-lhe ouvidos. Quando passou pela garota, Sahra notou o que seriam restos de asas em suas costas, mas que agora se resumiam a dois tocos ensanguentados. Ficou perplexa ao perceber isso. D'Arcmon simplesmente adentrou mais no cyber café e parou ao lado de um computador – o único ligado. Ela apontou para o monitor.

”O portal está aberto. Mas vamos logo, não temos muito tempo...”. E tossiu.

Desconfiada, Sahra se aproximou. A luz que irradiava do monitor não era normal, e isso lhe chamava um pouco de atenção.

”O que você quer de mim?”, perguntou Sahra por fim, ainda desconfiada.

”Eu não quero nada. Apenas estou cumprindo o meu dever de guiar uma DigiEscolhida deste mundo até o outro.”

Sahra começou a pensar um pouco.

”Espera. Você é um anjo... que vai me levar para o além, é isso?”, perguntou Sahra, incrédula.

A mulher fez um som que parecia ser uma leve risada, mas que não durou muito.

”Não... não é isso. Há um mundo pedindo a sua ajuda no outro lado deste portal. Você foi escolhida para resolver um grande problema que esse mundo está enfrentando, e além disso...”

Sahra sentiu um toque em seu ombro. A mão da mulher estava trêmula, mas transmitia um toque de confiança.

“...há alguém esperando por ti, embora ela não saiba disso. Não a deixe esperando.”


Última edição por Marcy em Dom Out 13, 2013 11:40 am, editado 3 vez(es) (Razão : Corrigi alguns erros de escrita x_x)

Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

100%
Feminino Mensagens: 595
Data de inscrição: 18/11/2011
Idade: 17
Localização: Paraná, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Dynas em Dom Set 15, 2013 8:11 pm

Depois de uma crise de falta de criatividade (que ainda continua), aqui vai a ficha:

Personagem:

Nome: Thomas Rutherford
Jogador: Kaiser
Idade:18 anos
Local de Nascimento:  Dublin – Irlanda
Data de Nascimento: 23 de Julho de 1995
Aparência: Thomas é um garoto alto de 1,80m, pesa 70kg e tem um corpo de músculos pouco definidos. Possui pele relativamente clara, levemente morena devido ao sol. Seus cabelos castanhos levemente compridos passam levemente seu pescoço. Normalmente mal arrumados, com algumas partes para o lado e sua franja bagunçada para as laterais e a frente do rosto, como o cabelo de que acabou de acordar. Seus olhos verdes parecem nunca estar sem foco, sempre mirados em algo ou alguém. Essa imagem se completa com sua expressão quase sempre séria. Usa uma calça jeans azul marinho, sapatos na cor preta com alguns detalhes brancos. Para cima, veste uma camiseta vermelha, coberta por um casaco que lembra muito um blazer, na cor preta. Por fim, usa um cachecol vermelho feito por sua avó.
Personalidade: É um pouco fechado e normalmente não está sorrindo. Mas isso não quer dizer que não possa ser arrancado um sorriso de vez em quando. Thomas é gentil e prefere perder um pouco mais de tempo ensinando a pescar do que dando o peixe, pois acredita que todas as pessoas tem potencial para concretizarem algo de forma igual ou melhor do que ele. É um rapaz como qualquer outro em termos de conhecimento, apenas tem um gosto mais específico por problemas e enigmas. Não é lá grande coisa como atleta, mas consegue se virar como pode quando precisa utilizar de força física ou de sua pouca resistência.
História: Nascido e criado na capital da Irlanda, Thomas está habituado aos luxos de uma cidade grande. Entretanto, guarda com carinho os momentos que passou na casa de sua avó, que morava em um lugar mais afastado da cidade, pois admirava muito as histórias e enigmas que a idosa lhe contava. Foram destes momentos que surgiram o gosto pela leitura e de desvendar charadas, o que lhe é muito útil na hora de descobrir como um objeto funciona ou de concertá-lo.
Vantagem: Prontidão
Capacidades: Habilidade com computadores, facilidade em ensinar, resolução de problemas e enigmas.
Defeitos: Pode parecer sério demais passando por arrogante ou impaciente. Incapaz de correr longas distâncias por muito tempo.
Cor do Digivice: Azul Marinho

Digimon:


Nome: Rubidium
Espécie: Keramon
Jogador: Kaiser
Pontos de Vida:

Aparência: Keramon é um Digimon de aparência bizarra, não possuindo um corpo, apenas uma cabeça de onde saem seus braços, antenas e os tentáculos que formam algo próximo de um tronco. Possui tatuagens de olhos na região abaixo da boca e nos dois braços. Seu colarinho amarelo e o largo sorriso sempre exposto lhe passam a ideia de um palhaço.
Personalidade: Por mais que não tenha a habilidade de falar, Keramon é um Digimon muito inteligente devido a quantidade de dados que é capaz de ingerir e aproveitar. Comunica-se através dos sons que é capaz de emitir e de suas expressões faciais, ou pelo uso de e-mails e sms. Sua personalidade parece um tanto quanto perturbada, pois não expressa pena ou tristeza, está sempre com um largo sorriso no rosto e rindo aparentemente sem motivo. Seu sorriso desaparece apenas quando sente o perigo, mas parece ser apenas mais um método de se comunicar.
Força E
Agilidade: C
Resistencia: E
Armadura: E
Poder de Fogo: C

Evolução: Chrisalymon/Kabuterimon/Kuwagamon
Habilidade: Hacker

Golpes:

Encontro com D'arcmon:

“Mais uma noite acordado” pensava Thomas enquanto lia mais um livro de história. Havia combinado de ajudar seu primo que estava tendo dificuldades em memorizar o conteúdo.  A noite era fria, pedia para que o seu corpo logo repousasse sob as quentes e aconchegantes cobertas. Algo que parecia cada vez mais inevitável, já que a sua xicara de café não mais se encontrava cheio e seu efeito não fora como esperado. Não demorou muito para que o sono vencesse, e o rapaz sentado mesmo acabou fechando os olhos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Um céu cinza, prédios sujos, pessoas de expressões fechadas, um ar tão frio quanto à atitude de cada um que transitava pelas ruas. Um lugar que aparentava não ter vida tal era a monotonia.  Thomas misturava-se na multidão, caminhando sem direção, porém com mais vivacidade que aqueles ao seu redor.

- Que lugar é esse?

De repente, chuva.  Foi ficando mais forte, produzindo cada vez mais barulho. Ao mesmo tempo as pessoas na rua ficavam mais agitadas, como se reagissem à água. Não demorou muito para que alguém soltasse a primeira palavra.

- Hipócrita. – disse uma mulher.
- Arrogante.
- Acha que sabe mais que os outros...
- E ainda quer se exibir humilhando! – bravejou um velho.

Thomas estava ignorando aquilo, até notar que as vozes ficaram mais altas e agressivas, e que se direcionavam a ele. Temendo por sua segurança, o jovem aumentou o passo. Caminhando aceleradamente, custou a notar que a água começava a se acumular no chão, formando poças negras. Continuando sua fuga, surpreendeu-se ao notar que a rua acabava de forma abrupta, em uma praia.
O que era aquela praia? Tinha certeza de nunca ter visto nenhuma parecida. A areia cinza e opaca, o mar era negro, de um ébano que não permitia o reflexo ao se olhar. Mas a maior surpresa era um grande vulto negro que lhe estendia o braço. O rapaz estava atônito com a situação e ao virar para trás na tentativa de procurar outra rota de fuga, se encontrou em outra situação ainda mais complicada. De alguma forma, as pessoas haviam chegado aquela praia aos montes, se agrupado formando uma barreira ao redor dele.

- Pague seus pecados!
- Liberte-se da arrogância!
- Não engane a si mesmo!
- Você não pode salvar ninguém!

- Errado! – grita Thomas. – Eu não tenho intenção nenhuma de me vangloriar! Eu só quero que as pessoas cheguem ao seu máximo potencial! Que possam dar o melhor de si! Se isso é um pecado ou não, eu vou morrer assim!

Com a reação de Thomas, as pessoas iam se afastando e o vulto que lhe estendia o braço parecia diminuir de tamanho.

- Se eu puder fazer com que alguém saiba algo novo, nem que seja a coisa mais insignificante desse mundo, se isso acrescentou algo na vida de alguém, então não terá sido em vão!  E eu vou me orgulhar disso até o meu ultimo suspiro!!

A luz começou a voltar aquele lugar cinzento, tornando-se cada vez mais forte. As pessoas começaram a ficar agitadas e pareciam se desfigurar. O enorme vulto já não estava mais lá. A luz continuava a se intensificar, até que pouco pudesse ser visto.  A ultima coisa que Thomas pode ver foram as pessoas retorcendo-se, assumindo a forma de algo que ele não era capaz de identificar.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O jovem se acorda suado, meio perdido em seu quarto.

- Que sonho bizarro foi esse? – o rapaz limpa o suor de sua testa.

Ele se levanta e vai até a janela, abre-a para que a brisa entre em seu quarto. Pelo silêncio da rua percebe que ainda deve ser inicio da madrugada. Seu devaneio em relação é subitamente interrompido por uma voz feminina.

- Belo luar, não concorda?

- Certamente... Que?! – o garoto coloca a cabeça para fora para ver de onde veio a voz.

Iluminada pela luz da lua, estava sentada em seu telhado, uma mulher adulta trajando uma armadura dourada com alguns cintos como ornamentos por cima. Seu rosto estava parcialmente coberto por uma máscara também dourada. Carregava um grande cetro em sua mão esquerda. Mas certamente, o que mais chamava atenção eram seus dois pares de asas. Seu corpo parecia machucado, tendo alguns machucados e arranhões bem aparentes, mesmo com a pouca luminosidade.

- Vejo que diferentemente de todos aqui, você não foi afetado pelo chamado. – A mulher tinha uma voz tranquila, serena como a noite.  – Estaria disposto a resolver um problema como nenhum outro?

- Acho que uma maluca com fantasia no meu telhado já é um grande problema. Mas pra você ter mencionado o sonho, imagino que você tenha umas boas respostas. E então, em que posso ajudar?

The Adventure Begins...


Dynas
Baby 1 (Younenki I)
Baby 1 (Younenki I)

100%
Mensagens: 21
Data de inscrição: 27/08/2013
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Wolfmon em Dom Set 15, 2013 10:23 pm

Gente, inscrições fechadas
Pedro gabriel, sua ficha continua fora dos padrões e vc teve muito tempo pra arumar se vc não fizer isso até o inicio do rpg vc não vai jogar
PSS:Ficha com os golpes,desculpem a demora,fiquei doente a semana toda

Phas:

Código:
[color=#800080]ROXO[/color]
HP:250
-Garra Eucalipto: Ataca com as afiadas garras, causando 30 de dano por corte(CD)
-Ronco Perverso: Um ronco capaz de estourar tímpanos e carregado de perversidade, causa 20 danos de dano por som e pode deixar o alvo paralisado por um curto período(LD)
-Bocejo Tentador: Um bocejo de preguiça, que tenta o alvo a abandonar a briga e dormir, esse golpe tem chance de fazer o alvo cochilar( curta distancia)

Splicer:

Código:
[color=#FFFF00]AMARELO[/color]
HP:200
-Chama bebê: Uma bola de fogo saí da boca do Digimon, causando 30 de dano por calor (LD)
Joven RAM: Rotaciona a cauda como uma broca e ataca o opnente. Causa 20 de dano por perfuração que ignora a armadura (CD)
Quinta Investida: Ataca o oponente com as garras, causando 30 de dano por corte (CD)

Inari:

Código:
[color=#ffd700]OURO[/color]
HP:250
-Koyousetsu: Atira sobre um alvo ínumeras folhas de energia, causando 30 pontos de dano por corte(LD)
Kohenkyo: Renamon desaparece por um instante, quando ela reaparece está acompanhada de duas renamons idênticas. Com o custo 20 Pontos de Vida, o golpe cria 2 clones de Renamon. Cada clone tem a mesma agilidade que renamon, 10PV e todos os outros atributos em valor E. Os clones obedeceram renamon mas irão desaparecer se ficarem a mais de 5 metros de distancia da renamon ou depois de 3 minutos.(especial)
-Touhakken O corpo de renamon queima numa chama azul brilhante, e em seguida ela atraca um alvo. Causa 20 pontos de dano por impacto o no alvo e 10 de dano por calor nos alvos adjacentes que ignora a armadura.(CD)

Rubidium :

Código:
[color=#00008B]AZUL-ESCURO[/color]
HP:200
Fumaça Maluca: Libera uma fumaça venenosa pela boca, podendo infectar o alvo com um veneno que drena 10 pontos de vida por um curto periodo (LD)
Enganar: Emite um som discordante que atrapalha a mente do alvo, confundindo o alvo por um curto período de tempo (CD)
-Rizada Maluca Expele um  projetil de luz de alto pdoer destrutivo. Causa 50 de dano  por contusão num alvo,mas é mais dificil de acertar (LD)

Wolfmon
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 54
Data de inscrição: 18/10/2012
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Dragon em Sab Out 12, 2013 2:00 pm

post randomico para evitar double post

Dragon
Perfect (Kanzentai)
Perfect (Kanzentai)

100%
Masculino Mensagens: 1501
Data de inscrição: 22/09/2011
Idade: 20
Localização: Gentlemen Land
Mensagem Pessoal: Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPG] O Chamado de Dagomon: Regras e Inscrições

Mensagem por Wolfmon em Sab Out 12, 2013 2:03 pm

Gente,devido a desistências e outros motivos as inscrições do rpg continua abertas enquanto durar o chap 1

Wolfmon
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

100%
Masculino Mensagens: 54
Data de inscrição: 18/10/2012
Idade: 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum