Digimon Network

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por LANGLEY002 em Qui Nov 16, 2017 5:38 pm

Lawliet escreveu:
Mr. Pines escreveu:Enem de linguagens tava uma belezinha, né? O de ciências humanas estava um pouquinho mais complicado, mas acho que não foi difícil. Estou com medo apenas do conteúdo de química e biologia no próximo domingo.

De qualquer forma, aguardando pelo episódio da fanfic. Boa sorte aí com as provas e a banda.

Tava molezinha demais, mano. Tirei 45 de 90 e no segundo dia fiz biologia e chutei o resto da prova toda kkkk.

Valeu pelo apoio. Eu acabei atrasando mais ainda, mas tô escrevendo enquanto isso.

Eu consegui umas 66, mais ou menos, no primeiro dia. Em compensação, no segundo tive a impressão de que eu só sabia matemática. Devo muito aos meus professores de biologia, física e química do ensino médio. Por mais que eu tenha tentado correr atrás do prejuízo nesse ano, não deu, o atraso deles acabou comigo. Pelo menos tenho um ótimo professor de matemática.

Mas não dá pra jogar tudo pra eles também, eu tenho uma dificuldade enorme em seguir rotinas de estudo. Eu me distraio muito rápido ou já tenho uma crise de ansiedade por causa das provas, acabo me dando mal até em assuntos fáceis com isso. Tem um monte de questões que quando fui ler a prova em casa, fiquei com vergonha por ter chutado. 

No aguardo do capítulo 4.
LANGLEY002
LANGLEY002
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 485
Data de inscrição : 10/09/2016
Idade : 19
Localização : Teppelin
Mensagem Pessoal : There is but one truly serious philosophical problem and that is mind of steel fans.

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Dom Nov 19, 2017 2:46 am

Capítulo 04 – O Conflito na Floresta! Surge Hanumon!



- Eu lembro de estar passeando pela Native Florest, quando de repente uma engrenagem preta apareceu flutuando e me perseguiu até grudar na minha perna. Depois disso eu lembro de sentir muito ódio até perder minha consciência. Eu estava agindo totalmente de forma animalesca. – Até vocês destruirem a engrenagem eu não lembrava de nada... Eu era uma máquina de matar.

- Está tudo bem agora, Agumon. – Disse Jijimon, suspirando. – O que importa é você voltou ao normal. Provavelmente os Digimons que você absorveu pra evoluir pra Greymon devem ter renascido ou virado fantasmas.

Todos ficaram calados. Jijimon realmente não sabia como dizer as coisas de um jeito suave.

- Por quê isso não me deixa aliviado? – Kaoru riu nervoso.

- Hahahaha! Que nada! Eles com certeza renasceram, Agumon! Pode ficar tranquilo! – Disse Bearmon, dando um tapinha nas costas do Agumon.

- Bem... Acho que eu tenho muito trabalho a fazer, certo? – Disse Agumon, forçando-se a se animar. – Eu vou reconstruir o meu banco e ajudar a fazer File City voltar a ser o que era!

- Esse é o espírito! – Bearmon o encorajou.

Agumon saiu da casa de Jijimon e foi para o terreno ao lado para começar a reconstruir sua casa. Estava tentando manter sua mente ocupada para não se culpar da morte dos Digimons que ele atacou para evoluir para Greymon.

- Já tá ficando tarde. – Disse Hiroshi, olhando pela janela. – Eu acho que a gente devia ficar aqui enquanto o Kotemon descansa. Seus pais devem estar preocupados, Erika.

- É verdade. Mas eu não queria deixar Kotemon sozinho. Quer dizer, queria estar aqui com ele. – Disse Erika, com um olhar triste. Seu braço estava com o corte quase sumindo graças a uma poção que Jijimon fez. – Mas provavelmente minha mãe deve ter me ligado várias vezes e eu não atendi, porque os celulares não funcionam aqui dentro.

- Pois é. Eu tentei mandar uma mensagem pros meus pais mais cedo, mas não deu em nada. Eles devem estar pensando que eu e o Kaoru ainda estamos jogando sem parar. – Disse Hiroshi, rindo levemente.

Kotemon estava dormindo em uma cama d’água muito machucado da batalha. Os garotos iriam se certificar de que ele ficaria bem até Erika voltar no dia seguinte. Já estava anoitecendo.

- Então acho que já vou indo. Tchau, Kotemon. – Erika se despediu, dando um beijinho no elmo do Digimon espadachim, que ficou vermelho mesmo dormindo. – Tchau, pessoal. Nos vemos amanhã.

Erika apontou seu Digivice para o computador de Jijimon e proferiu as palavras ‘’Digital Gate! Open!’’, seguidamente sendo envolvida por um feixe de luz e sumindo da casa de Jijimon.

- Se vocês ficarem com fome, tem um livro de receitas na segunda gaveta na cozinha e os materiais na geladeira e na dispensa. – Disse Jijimon, se levantando. – Tá na hora do velho dormir. Boa noite, crianças.

- Boa noite, Jii-chan! – Bearmon e Monmon se despediram.

- Boa noite, rapazes. – Disse Jijimon.

- Boa noite, Jijimon! – Disseram os garotos, em uníssono.

Jijimon, então, andou até seu quarto, o que não lhe rendeu menos que 6 passos para chegar lá, visto que sua casa era minúscula. A sala e a cozinha eram no mesmo cômodo, sem contar com a mesinha onde Jijimon ficava programando em seu computador conectado á bola de cristal.

Os cinco ficaram em silêncio por alguns segundos ao redor do Kotemon.

- Hm... Ele não parece estar melhorando muito. – Disse Monmon. – O que podemos fazer?

- Sei lá, talvez a gente só deva respeitar o tempo dele pro organismo dele se recuperar. – Disse Hiroshi.

- Organismo?
- Ah, esqueci que vocês são feitos de dados.

- Ei, vocês lembram daquele chip que o Agumon cavou mais cedo? – Perguntou Kaoru. – E se a gente conseguisse mais um? Afinal, o Kotemon só não foi apagado porque ele ingeriu o chip.

- Aquilo era um chip de recuperação. – Disse Bearmon, pensando. – Ei, o Jijimon disse que podemos usar o livro de receitas dele! Deve ter algo lá que ajude o Kotemon a se recuperar mais rápido!

- Boa ideia, Bearmon! – Kaoru elogiou, sorrindo.

Todos se levantaram e foram até a cozinha, e não andaram mais do que Jijimon para ir para o quarto. Hiroshi abriu o livro e os cinco procuraram por várias receitas que pudessem fazer com que a saúde de Kotemon melhorasse mais rapidamente, passaram vários minutos procurando página por página até que finalmente encontraram.

- Achei! Missoshiro de Digibytes! – Exclamou Monmon, arrancando uma página. – Com essa sopa, Kotemon vai ficar melhor!

- Missoshiro de Digibytes: Meio repolho fatiado, meia cebola picada, meio litro de água, duas colheres de sopa de missô escura, meio tofu e 1 Chip. – Leu Hiroshi, pegando a folha que Monmon havia arrancado. – Devemos colocar o chip no microondas...? Tipo pipoca? E o que são Digibytes?

- São pequenos bolinhos salgados que os chips viram quando são esquentados, tipo aquele que o Agumon escondeu debaixo da terra. – Respondeu Bearmon, coçando a cabeça. – O Agumon tinha o chip bruto, e isso que ajudou o Kotemon a não morrer, mas do jeito que essa imagem tá, só pode ser o Digibyte na forma de bolinho salgado mesmo. Temos que botar o chip no microondas pra ele se esquentar e gerar esses bolinhos.

- Então onde podemos conseguir? – Perguntou Hiroshi.

- Talvez Agumon saiba! Afinal, ele lembrava onde havia enterrado o chip.  – Disse Monmon, enquanto comia uma banana.

Os quatro saíram da casa e deixaram Kotemon dormindo. Kaoru cobriu o Digimon espadachim antes de deixar a casa. Agumon estava passando cimento em muitos tijolos, para começar a erguer a estrutura de onde já foi o banco de File City e um dos maiores da ilha arquivo.

Agumon estava trabalhando duro. Sua intenção era de montar o banco até o meio dia e para isso não iria descansar. Talvez só queria distrair sua cabecinha das coisas ruins que havia feito quando estava sendo controlado pela engrenagem preta.

- Ei, Agumon! – Monmon chamou. – Onde você arranjou aquele chip que você deu pro Kotemon melhorar?

- Ah, eu tinha roubado de uma Togemon que estava atacando todos que se aproximavam de sua plantação na Native Florest. – Respondeu Agumon. – Ela me perseguiu até eu conseguir despistá-la mais ou menos onde encontrei Kotemon e a Erika um dia depois. Enterrei o chip para comê-lo mais tarde.

- Espera, ela planta chips?! – Perguntou Kaoru, rindo de nervoso.

- Ué, no seu mundo vocês plantam o quê? – Perguntou Bearmon.

- Sei lá, Bearmon. Tipo, vegetais.

- Eca, eu odeio vegetais!
- Quem não odeia?

- Será que se a gente explicar que é pro nosso amigo, ela vai entender? – Perguntou Bearmon.

- Acho que não. O Agumon disse que ela ataca qualquer um que se aproximar da fazenda dela. – Respondeu Hiroshi.

- Ah, não custa nada irmos lá! Afinal, perto de onde ela planta os chips devem ter muitos outros. – Disse Kaoru.

- É, vamos lá! – Disse Monmon.

Os dois humanos e seus parceiros Digimons então, partiram em direção a Native Florest, onde encontraram vários Digimons dormindo, alguns no chão, debaixo de árvores, outros se enterravam e só deixavam os olhos de fora, outros em galhos de árvores e outros perto do rio. Kaoru e Hiroshi perceberam que o fluxo do tempo se passava mais lentamente no Digital World do que no mundo humano. No seu relógio já era 8:00h da manhã, mas ali era como se fosse de madrugada ainda. Eles sentiam o tempo passar da mesma forma que sentiam na Terra, mas pareciam que os minutos se passavam bem mais devagar em relação á Terra.

- Onde será que essa Togemon está? – Monmon se indagou, pulando  árvores para tentar encontrar o Digimon fazendeiro mais facilmente.

- Nós já estamos andando a bastante tempo. – Comentou Hiroshi.

- Kaoru, eu tô com dor de barriga! – Disse Bearmon, botando uma das patas no estômago e fazendo uma expressão de aflição.

- Ih, Bearmon! Já quer soltar um barro? – Perguntou Kaoru. – Não tem nenhum banheiro público por aqui. Não dá pra segurar, não?

- Eu vou tentar, mas não prometo nada.

- Essa lanterna do celular é muito ruim! – Hiroshi reclamou.

Apesar de estar de noite, o céu não estava tão escuro assim. E não haviam postes nem nada para iluminar a Native Florest. Os únicos lugares iluminados eram os banheiros públicos, e Bearmon correu para um deles logo que avistou um.

- Ei! Olha pro outro lado! – Disse Bearmon.

- Como se eu quisesse ver essa nojeira... – Respondeu Kaoru, cruzando os braços e virando para o lado oposto.
- Ué? Tu não caga, não?

- Ei! Eu achei a Togemon! – Gritou Monmon depois de um tempo para chamar a atenção dos garotos e de Bearmon. – Vamos!

- E-e-espera! Eu ainda não me limpei! – Gritou Bearmon, mas todos foram correndo na frente. – Esperem, seus bundões!

Hiroshi e Kaoru correram e passaram da árvore em que Monmon havia avistado a Togemon. Bearmon se limpou ás pressas e saiu correndo pouco depois, resmungando alguma coisa.

Depois de alguns minutos de caminhada, os quatro amigos chegaram em um pequeno espaço onde havia uma plantação de chips.

- Achamos! – Exclamou Monmon. – Ei, Togemon! Você se importa se pegarmos um dos seus chips?

- Sumam daqui! – Gritou Togemon, abrindo os braços. – Chikku Chikku Bang Bang!

Digimon Network - Página 4 Latest?cb=20090205060244

Togemon atirou todos os espinhos que compunham seu corpo de cactus nos quatro amigos (no outro segundo, já haviam crescido mais espinhos), que se se jogaram atrás de árvores para desviar, mas Kaoru foi atingido pelos espinhos de Togemon no braço.

- Merda! Isso dói muito! – Gritou Kaoru, arrancando vários espinhos de seu braço direito de uma vez.

- Kaoru!! – Gritou Bearmon.

De repente, uma luz muito forte saiu do Digivice de Kaoru, envolvendo Bearmon.

- Bearmon Shinka... Gryzmon!!! – Bradou o recém evoluído Gryzmon. – Não vou te perdoar por ter machucado meu amigo! Crescent Dawn!

A lua crescente na testa de Gryzmon brilhou, lançando um raio de luz branca sobre Togemon, que caiu tonta. Kaoru notou que havia uma tornozeleira preta na Togemon, igual a que estava em Greymon.

- Calma, Gryzmon! – Kaoru, chamou a atenção de seu parceiro Digimon. - Eu estou bem, ok? Não se preocupe. Ela está sendo controlada pela engrenagem negra!

- Kaoru, seu braço está sangrando... – Disse Gryzmon, olhando o ferimento de seu amigo humano.

- Saiam daqui agora!! Este é meu território! Eu vou matar vocês!!! – Rugiu Togemon, correndo em direção a Gryzmon. – Mach Jab!!

Togemon ficou na frente de Gryzmon em um instante, acertando múltiplos socos nas costas de Gryzmon, derrubando-o e o espancando ainda no chão.

- Gryzmon!!! – Gritou Kaoru, pegando uma pedra e jogando-a no olho de Togemon, que deu um grito de dor. – Deixa ele em paz!

- É! Deixa ele em paz! – Gritou Hiroshi, arrancando um galho de uma árvore e segurando-a como uma espada. – Precisamos dar um jeito de destruir a engrenagem negra!

- Swing Swing! – Bradou Monmon, correndo enquanto girava seus braços rapidamente.

Monmon deu um salto por cima de Gryzmon e acertou um soco no mesmo olho onde Kaoru havia atingido com a pedra, deixando a Togemon ainda mais irritada.

- Não me amole, seu verme! Mach Punch! – Gritou a Togemon, acertando um soco fortíssimo no Monmon, que foi arremessado até um tronco de uma árvore que estava perto de Hiroshi.

- Monmon! – Gritou Hiroshi, soltando o galho e correndo para ajudar seu amigo.

- Eu estou bem...! – Gemeu Monmon, tentando se levantar, mas caindo novamente. – Merda! Eu devia ter mirado na engrenagem...!

- Monmon...! – Hiroshi levantou Monmon, sentando-o em seu colo. – O que eu posso fazer?

Togemon continuou socando Gryzmon até o mesmo regredir à forma de Bearmon. Kaoru correu em direção ao seu parceiro Digimon, e antes que Togemon desse mais um soco, Kaoru se jogou e pegou Bearmon, rolando para o lado, salvando Bearmon.

- Ufa, essa foi por pouco...! – Exclamou Kaoru, levantando-se rapidamente enquanto carregava Bearmon em suas costas.

- Você me salvou, Kaoru! – Disse Bearmon.

- Somos parceiros, não somos? – Kaoru sorriu, e os dois sentaram-se no chão, muito cansados. – Hiroshi! Você tem que dar um jeito de destruir a engrenagem negra!

Hiroshi então juntou toda as suas forças e correu em direção à Togemon, gritando enquanto tentava quebrar a engrenagem, que estava na forma de uma tornozeleira, usando o galho que havia soltado anteriormente, porém antes que pudesse fazer algo, Togemon o segurou com suas luvas de boxe e começou a apertá-lo, com a intenção de esmagar seus orgãos internos para matá-lo. Hiroshi gritou de dor.

- Hiroshi!!! – Gritaram todos.

Uma luz saiu do Digivice de Hiroshi, tão forte que fez Togemon sentir como se suas mãos estivessem queimando, que logo o soltou por reflexo. A luz seguiu para Monmon, que estava caído, anteriormente impossibilitado de fazer alguma coisa.

Digimon Network - Página 4 200px-10

- MONMON SHINKA... HANUMON! – Bradou Hanumon.

Digimon Network - Página 4 Latest?cb=20160506083907

- Uau! Ele ficou bonitão! – Disse Bearmon. – Vai, Hanumon!

- Nyoi Bone!! – Gritou Hanumon, arremessando o enorme osso prateado que carregava consigo.

O ataque acertou em cheio a engrenagem que estava presa no tornozelo de Togemon, fazendo-a desintegrar. Togemon caiu no chão, sendo envolvida por uma luz, e logo voltando a sua fase anterior. Era uma Palmon agora.

- O que aconteceu? Por que meu olho dói tanto? – Perguntou Palmon, se levantando devagar.

- Desculpe por isso... – Disseram Kaoru e Hanumon, sorrindo nervosos.

- Você estava sendo controlada por uma engrenagem negra. – Disse Hiroshi, se aproximando.

- Sim, eu me lembro de ter sido perseguida por uma engrenagem negra quando eu estava passeando pela Native Florest... – Disse Palmon. – Eu costumava ter uma fazenda de carne e chips ao lado da casa de Jijimon-san.

- Ei, é verdade! Eu lembro de você! – Disse Bearmon. – Nossa, mas faz muito tempo que você sumiu...

- Vamos voltar pra File City. Mas antes... – Disse Hanumon, voltando a sua forma de Monmon. – Precisamos de um desses chips pra uma sopa!

˜˜X˜˜

Os dois garotos, após um banho, foram para a cozinha de Jijimon, onde prepararam o Missoshiro de Digibytes passo a passo. Monmon colocou o chip que pegou da plantação da Palmon no microondas e depois de certo tempo, retirou os bolinhos salgados e os despejou no caldo que haviam preparado. O sol já estava nascendo quando o Missoshiro ficou pronto.

- Finalmente... – Disseram os quatro, exaustos.

Kotemon acordou com Bearmon o sacudindo insistentemente. O Digimon espadachim se levantou assustado, mas ficou muito feliz ao ver que todos se esforçaram muito para fazer algo que pudesse o fazer se recuperar mais rápido. Enquanto isso, Palmon começava outra plantação ao lado da casa de Jijimon.

- Hmmm! Isso tá muito bom! – Disse Kotemon, se deliciando com o Missoshiro. – Onde vocês arrumaram esses Digibytes?

Porém, como não obteve resposta, Kotemon se virou zangado só pra ver que seus amigos estavam todos dormindo no chão ao seu lado. Kotemon se levantou da mesa onde estava comendo e os cobriu com o lençol que Kaoru o havia coberto mais cedo.

To Be Continued...
Lawliet
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 134
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 20
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Dom Nov 19, 2017 4:51 pm

Nessa fic eu tento colocar várias similaridades de diversos universos de Digimon. Por exemplo os Digibytes, que só existem no universo de Xros Wars se não me engano. Quem pensa que a fic vai ser inteiramente baseada no Digimon World 1 está enganado, pois as referências e características de várias temporadas e jogos vão tornando a fic única no decorrer dos capítulos.


Valeu, Kaiser! Nos vemos no próximo capítulo! ˆˆ
Lawliet
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 134
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 20
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por LANGLEY002 em Seg Nov 20, 2017 12:11 am

É, percebi referências a Adventure, Tamers, Xros Wars, Digimon World 1 e 3... Obviamente os Digimon protagonistas vieram do Digimon World 3. Era uma das três opções de equipes iniciais no jogo (ai que saudades daquele jogo).

O capítulo teve uns momentos bem cômicos graças ao Bearmon. E essa sequência de lutas parece estar deixando os Digimon e os tamers bastante cansados.

Do capítulo 3 para o capítulo 4 existe um abismo. O que eu quero dizer é que você realmente melhorou muito. Algumas repetições, daquele tipo que não se faz por ênfase, ali, mas acontece. De resto, tudo certo. Sua escrita está evoluindo bastante e a história parece que vai seguir o mesmo caminho. Só é difícil afirmar logo no início.
LANGLEY002
LANGLEY002
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 485
Data de inscrição : 10/09/2016
Idade : 19
Localização : Teppelin
Mensagem Pessoal : There is but one truly serious philosophical problem and that is mind of steel fans.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Ter Nov 21, 2017 2:01 am

Mr. Pines escreveu:É, percebi referências a Adventure, Tamers, Xros Wars, Digimon World 1 e 3... Obviamente os Digimon protagonistas vieram do Digimon World 3. Era uma das três opções de equipes iniciais no jogo (ai que saudades daquele jogo).

O capítulo teve uns momentos bem cômicos graças ao Bearmon. E essa sequência de lutas parece estar deixando os Digimon e os tamers bastante cansados.

Do capítulo 3 para o capítulo 4 existe um abismo. O que eu quero dizer é que você realmente melhorou muito. Algumas repetições, daquele tipo que não se faz por ênfase, ali, mas acontece. De resto, tudo certo. Sua escrita está evoluindo bastante e a história parece que vai seguir o mesmo caminho. Só é difícil afirmar logo no início.

Fico muito saber que estou evoluindo como escritor. Normalmente, eu abandonaria a fic em duas semanas, depois de ter encontrado outra coisa pra fazer. Mas não, estou disposto a continuar com essa até o final. Essa vai ser a minha primeira fic completa (One shot não conta).

Bearmon é um alívio cômico muitas vezes jgksldjfjsdk' eu adoro esse Digimon. Ainda estou aprendendo a trabalhar o personagem, mas sinto que ele já está ficando bastante carísmatico. E eu gosto da relação dele com o Kaoru. É uma relação mais evoluída se compararmos com Hiroshi e Monmon, que ainda não estão em sintonia. Mas sinto que conseguirei resolver esse problema nos próximos capítulos. Sinto que a evolução para Hanumon foi a quebrada de gelo que eu precisava pra esses dois.

Pretendo trazer outras características no decorrer do capítulo. Me inspirei na sua fic pra planejar os arcos. Tipo, depois de tal capítulo, eu marco no sumário como arco tal. Foi isso q imaginei. Apesar de eu nem ter planejado nenhum arco depois do atual, que nem tem nome ainda. Enfim...

Comecei a escrever o capítulo 5 na madrugada de segunda feira. Sinto que é bem mais fluido que os outros. Estou gostando muito de escrever e espero que gostem também, porque estou caprichando pra vcs.
Lawliet
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 134
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 20
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Qua Nov 22, 2017 1:18 am

Capítulo 05 – Gladimon, o Cavaleiro Gentil!

Erika estava aflita. Quando chegou em casa sua mãe brigou com ela e exigiu explicações sobre o corte em seu braço, que estava quase cicatrizando, mas não deixou de chamar atenção. Ela não poderia dizer a verdade, ou sua mãe pensaria que ela estava louca.

Antes de dormir, Erika tomou um banho de banheira, que fez seus machucados leves arderem bastante. A espuma cobriu todo o seu corpo menos o rosto, que estava olhando para o teto do banheiro, pensativa. Ela estava muito preocupada com Kotemon. Sua família era muito exigente e as vezes a cobrava de uma maneira agressiva, muitas vezes. Seu pai era um trabalhador de escritório que quase não pisava em casa, e quando tinha folga, ia sempre para o bar com os amigos. Sua mãe era uma professora de faculdade e sendo uma professora, sua filha foi criada com a mentalidade de que a filha de uma professora não pode tirar notas baixas de jeito nenhum, mesmo que a matéria não seja a que sua mãe leciona.

- O que eu devo fazer...? Tudo isso é muito difícil... – Murmurou Erika, lembrando do que havia acontecido nos dois dias anteriores. – Minha vida virou de cabeça pra baixo... E eu não pude fazer nada quando Kotemon precisou de mim...

Passados alguns minutos, Erika levantou-se e abriu o chuveiro morno para tirar a espuma de seu corpo. A garota de cabelos pretos se enrolou com uma toalha rosa e prendeu uma toalha de rosto de mesma cor em seu cabelo molhado, logo depois saindo do banheiro e indo para seu quarto.

Seu quarto tinha paredes brancas e posters de bandas e paisagens de lugares que gostaria de visitar algum dia. Seu grande sonho era viajar pelo mundo sem se preocupar com dinheiro. Erika vestiu uma camisa branca larga e uma calcinha e ficou vendo TV deitada em sua cama até ficar com sono, envolta por seu cobertor dos Simpsons. Nada que passava na TV conseguía a distrair de seu pensamento sobre a saúde de Kotemon.

‘’Nada disso teria acontecido se eu não tivesse aberto o portal pelo meu computador!’’ – A garota pensava.

Você tem o mau hábito de se culpar por tudo. – Disse uma voz rouca e profunda.

Erika se perguntou se estava ficando louca. As paredes de seu quarto pareciam se comprimir conforme o som daquela voz parecia ecoar pelo quarto. O teto parecia mais próximo.

- Quem disse isso? – Murmurou a garota de cabelos pretos, se encolhendo em sua cama, assustada.

Eu sei que você é vazia, Erika. Mas eu estou disposto a preencher você e fazer de você minha boneca. – Disse a mesma voz.

Erika não ouviu mais nada, pois o sono a consumiu e a garota adormeceu. Aquelas palavras ecoaram no seu subconsciente, fazendo a garota ter vários pesadelos com aquela voz intimidadora a noite toda.
No reflexo de sua janela, por um instante foi possível ver uma foice vermelha.

Erika acordou em seu quarto no dia seguinte. Sua noite tinha sido difícil por conta dos inúmeros pesadelos que ela mal lembrava mais depois de poucos segundos acordada. Ela decidiu fazer um café na cozinha e escrever o início do seu trabalho de verão que foi passado pela escola.

Mais ou menos uma hora depois, ela tomou outro banho – dessa vez gelado – e vestiu uma camiseta rosa pastel e um short jeans azul, logo depois calçando seu par de vans pretos. Prendeu seu cabelo preto e apontou seu Digivice para seu computador ligado.

- Digital Gate! Open! – Exclamou Erika, automaticamente sendo engolida por um feixe de luz.

No outro segundo, a garota estava na casa de Jijmon. O mesmo havia reprogramado os portais para abrirem na casa dele independente de qual computador o escolhido usasse pra entrar. Era por volta das 10:30h e Erika viu Kaoru, Bearmon, Hiroshi e Monmon dormindo no chão, cobertos pelo mesmo lençol que Kotemon estava usando na noite anterior. Isso só poderia significar que ele estava melhor.

Erika abriu a porta da casa de Jijimon e se surpreendeu ao ver o Item Bank de Agumon novo em folha, ele com certeza passou a noite toda trabalhando no seu banco. Ela entrou e viu o pequeno dinossauro amarelo, que a fitou com seus grandes olhos verdes.

- Bem maneiro, né? – Perguntou Agumon, muito feliz fazendo um joinha. – Aqui é um banco para guardar itens e dinheiro. Então se você estiver com coisas demais em sua mochila, pode deixar aqui no banco!

- Pode apostar que vou, Agumon! – Respondeu Erika, sorrindo. – Eu tô procurando o Kotemon, você sabe onde ele está?

- Eu vi ele mais cedo. Ele foi treinar com Jijimon no Green Gym! – Disse Agumon.

- E onde fica isso? – Perguntou a garota.

- Siga reto à nossa direita. Não tem como errar. – Disse o monstrinho amarelo.

A garota de cabelos pretos, então, seguiu seu caminho. O vento balançava a grama verde, o céu estava levemente nublado. O sol não estava muito forte por causa das núvens cobrindo, o que fez a garota suspirar aliviada, pois o sol muitas vezes a incomodava.

Erika não demorou muito até chegar em um pequeno ginásio a céu aberto. Passando por uma velha cerca de madeira, recentemente pintada de azul-metálico, encontrou vários apetrechos de treinamento rústicos, como um tronco de madeira reforçado por dentro, uma enorme rocha pintada com uma escrita semelhante ao Katakana – mas na linguagem dos Digimons – de vermelho, uma luva de boxe gigante automática e por fim algo que não era um apetrecho de treinamento, e sim uma beleza natural: Uma bela cachoeira.

A forma como a água caía das pedras chamava muito sua atenção. Era realmente muito bonito. Era lá que Jijimon estava, se apoiando em seu cajado e observando Kotemon debaixo da cachoeira, como um guerreiro de artes marciais afim de desenvolver sua resistência.

- Oh, olá, Erika! – Jijimon acenou. – Kotemon acordou cedo e resolveu encher o meu saco pra treiná-lo. Ele não consegue ouvir nada debaixo dessa cachoeira.

- Bom dia, Jijimon. – Erika cumprimentou, se aproximando. – Ele parece bastante concentrado.

- Ele parecia bastante decidido quando me chamou para treiná-lo. Acho que ele se sente culpado por não ter tido condições pra defendê-la ontem. – Disse Jijimon, com um certo tom apreensivo em suas palavras, quase imperceptível. – Já estamos aqui faz quatro horas. Kotemon passou uma hora em cada equipamento de treino. Ele deve estar exausto.

Erika ficou muito surpresa ao saber que Kotemon se sentia tão culpado quanto ela. Se sentiu aquecida por dentro ao saber que seu Digimon estava treinado para poder defendê-la. Ela segurou seu Digivive com força, e como se Kotemon sentisse sua presença, saiu debaixo da cachoeira com um pulo.

- Bom dia, Erika-san! – Cumprimentou Kotemon, abraçando-a com muito carinho. – Fiquei com muita saudade.

- Eu também, Kote-chan! – Respondeu Erika, apertando forte o pequeno Digimon espadachim, que ficou vermelho com o apelido que a garota acabara de inventar para ele. – Como você está se sentindo?

- Bem melhor. Bearmon e Monmon junto com os garotos foram atrás de Digibytes pra fazer uma sopa estranha que acharam no livro de receitas do Jii-chan. – Respondeu Kotemon. – Estou me sentindo revitalizado.

- Que bom. Porque hoje eu tenho uma missão muito importante pra vocês seis. – Interrompeu Jijimon, com uma certa tensão na voz. – Eu encontrei na minha bola de cristal alguns Digimons na Tropical Jungle que moravam aqui em File City. Preciso que vocês atravessem a ponte pra chegar lá pra destruir todas as engrenagens negras que vocês encontrarem. Posso contar com vocês?

- Claro! – Disse Erika e Kotemon responderam, em coro.

- Acho que o treinamento já foi o suficiente por hoje, Kotemon. – Disse Jijimon, sorrindo por dentro da barba gigantesca. – Vamos voltar pra casa.

Os três, então, voltaram para File City depois de poucos minutos de caminhada. Erika e Kotemon andavam de mãos dadas, enquanto Jijimon se arrastava com seu cajado.

Chegando em casa, Kaoru, Hiroshi, Bearmon e Monmon ainda estavam dormindo. Estavam exaustos do dia anterior. Tinham vindo ao Digital World pela primeira vez a apenas dois dias e meio e já tiveram que lidar com muita coisa diferente e maluca que nunca passariam por algo parecido. De repente, os valentões da escola não pareciam mais ser uma ameaça.

- Ei, acordem! – Jijimon chamou atenção, batendo com seu cajado em todos de uma vez só. – Dormir demais faz mal.

- Que susto, velho! – Exclamou Monmon, que irritou Jijimon, que deu outra cacetada na cabeça do Digimon urso. – Pra quê agredir...?

- Como você tá se sentindo, Kotemon? – Perguntou Bearmon.

- Me sinto ótimo, graças ao esforço de vocês. Obrigado, amigos. – Disse Kotemon, extendendo a mão, e os outros dois Digimons apertaram-a ao mesmo tempo.

Jijimon, então, explicou para os garotos e seus parceiros Digimons o que já havia explicado para Erika minutos atrás no Green Gym. Hiroshi ficou pensativo, já que eles nunca foram para muito longe de File City, apenas a Native Florest. Aquilo seria uma experiência totalmente nova e experiências novas o deixavam ansioso, mas todo aquele mundo novo era uma experiência nova para todos, e ele botava isso na cabeça como forma de manter a calma e se preocupar menos. Ele estava cansado ainda, afinal, quase havia morrido ontem nas mãos da Togemon, que agora já estava fora do controle da engrenagem preta, e trabalhando sob a forma de Palmon do lado direito da casa de Jijimon.

Kaoru e Hiroshi foram escovar os dentes no banheiro e comer alguma coisa na geladeira de Jijimon. Com apenas um dia dormindo ali, já estavam mais do que acostumados com a casa do Digimon ancião.

Depois de trocarem de camiseta rapidamente (Kaoru vestiu uma camisa azul marinho e Hiroshi uma verde clara) e calçarem seus tênis do lado de fora da casa, os três amigos e seus Digimons finalmente partiram para a Tropical Jungle, após Jijimon explicar para eles como chegar no local e dar um mapa para eles.

O tempo foi passando e conforme eles foram andando, Kaoru se sentiu observado. Ele tinha uma certa senbilidade sobre esse tipo de coisa, os pelos de sua nuca se arrepiaram, mas ele não disse nada. Não queria parecer um doido para seus amigos.  Ouviu algo se mexer entre os arbustos que passavam, mas nem Bearmon deu atenção a isso, então ele relevou pensando que era apenas coisa de sua cabeça.

Os seis amigos já estavam quase chegando na ponte que os levaria para a Tropical Jungle.

- Ah... Eu tô muito ansioso pra voltar pro mundo real e continuar jogando meu jogo novo! – Exclamou Hiroshi, suspirando.

- Agora temos coisas mais importantes pra nos preocupar. – Disse Erika. – Jijimon nos confiou essa missão de reerguer File City. Todo o resto pra mim é secundário.

- Tá bom, não precisa ser tão fria. – Resmungou o garoto de cabelos esverdeados.

- Pessoal, vocês não estão notando nada de estranho? – Perguntou Kaoru, ignorando totalmente o diálogo anterior. – Eu não sei vocês, mas eu sinto que estamos sendo perseguidos.

- Ah, isso deve ser coisa da sua cabeça, Kaoru! – Disse Bearmon, dando um tapinha nas costas de seu parceiro humano para tranquiliza-lo. – Eu tenho uma super audição. Se alguém estivesse nos perseguindo, eu iria notar facilmente.

De repente uma bola de fogo explodiu uma árvore atrás dos seis companheiros, por pouco não acertou a cabeça de Kaoru, que arregalou os olhos quando enquanto ela passou por ele.

- Super audição, hein?! – Exclamou Kaoru, dando um cascudo na cabeça de Bearmon.

Os seis olharam para um arbusto que estava se mexendo, e de lá saiu alguém que eles já conheciam. Era um dos Goburimons.

- Eu disse que voltaríamos! – Disse o Goburimon que saiu do arbusto, fazendo um V de vitória com as mãos.

De repente, outro Goburimon apareceu a alguns metros a frente deles e depois outro próximo a árvore que o primeiro havia explodido com sua bola de fogo. Eles estavam cercando os três humanos e seus Digimons num formato de pirâmide.

- Fala sério! Vocês não cansam de apanhar, não? – Perguntou Bearmon, irritado.

- Cala a boca, Bearmon! Dessa vez é diferente! – Gritou o Goburimon do meio. – Trouxemos o nosso chefe!

- Olha pra cima! – Gritou Erika, vendo um grande Digimon caindo onde eles estavam.

Todos se jogaram para os lados, felizmente escapando do ataque surpresa. Kaoru se levantou rapidamente, levantando Bearmon.

- Quer dizer que esses moleques que botaram vocês pra correr? – Disse Ogremon, cruzando os braços e lançando um olhar de desaprovação para os Goburimons. – Que vergonha! Mas tudo bem. Agora que eu tô aqui vamos acabar com eles!

- Bearmon, evolua! – Disse Kaoru, segurando seu Digivice com força.

- Você também, Monmon! – Disse Hiroshi.

Os dois Digimons foram evoltos pelas luzes dos Digivices, mudando de forma.

- Bearmon Shinka... GRYZMON! – Bradou o recém evoluído Gryzmon.

- Monmon Shinka... HANUMON! – Bradou o recém evoluído Hanumon.

- Kotemon, mantenha os Goburimons ocupados! Enquanto isso vamos pegar o Ogremon! – Disse Hanumon.

- Eita... – Murmurou Ogremon, agora nervoso.

Os dois Digimons, agora no nível Adulto, avançaram em direção a Ogremon, que deu um salto. Enquanto isso, Kotemon sacou sua espada de madeira e tratou de defender Erika dos ataques dos Goburimons, que avançaram todos de uma vez para atacá-la.

- Nyoi Bone! – Gritou Hanumon, lançando seu osso-boomerang no Ogremon, que como estava no ar foi acertado sem condições de se defender.

- Bodystrike Reversal!! – Gritou Gryzmon, dando um grande salto giratório e ferindo Ogremon com suas garras frontais.
Gryzmon caiu em cima de Ogremon, o imobilizando com suas patas.

- Thunder Kote! – Bradou Kotemon, carregando energia elétrica em sua espada e eletrocutando os Goburimons que avançaram em sua direção.

- Desgraçados! Como conseguiram evoluir tão rápido? – Ogremon gemeu, imobiliazado por Gryzmon.

- Foi o poder do Digivice! – Respondeu Gryzmon. – Não precisamos matar pra evoluir.

- Dói, né? Eu não gostaria de ser vocês. – Kotemon provocou calmamente, enquanto derrubava o último Goburimon com seus ataques elétricos.

- Eu sugiro que vocês deem o fora daqui antes que a gente acabe matando vocês de tanta porrada. – Disse Hanumon. – SAIAM DAQUI!

Gryzmon soltou Ogremon de suas garras, que saiu correndo, seguido por seus fiéis companheiros Goburimons.

- Puff... Isso foi tenso! – Disse Kaoru. – Digo, vocês deram um pau neles. Mas essas coisas tem acontecido com tanta frequência que me deixa muito nervoso as vezes.

- Eu tenho pensado a mesma coisa, cara. – Disse Hiroshi, sorrindo cansado.

- Qual é, gente. Vocês são melhores que isso. – Disse Erika, bufando. Logo depois se aproximou de Kotemon. – Kote-chan, você foi incrível.

Kotemon ficou muito vermelho, é claro que ninguém iria saber, já que ele estava sempre com aquela máscara de lutador. Mas era possível ver seus olhos brilhantes amarelos sorrindo por dentro da máscara.

Hanumon e Gryzmon voltaram a sua fase anterior, sendo envoltos pela mesma luz branca que os fez evoluir e a mesma voltando para o Digivice.

Os três amigos e seus Digimons resolveram continuar sua jornada, atravessando a ponte que ligava File City/Native Florest para a Tropical Jungle.

O mar estava bastante agitado, algumas ondas bateram na ponte de forma que fez a mesma balançar, deixando Hiroshi e Kaoru um pouco nervosos, mas sem comentar nada.

Assim que chegaram na Tropical Jungle, notaram como o clima era realmente tropical. A vegetação era bem diferente, e os Digimons que andavam por lá eram bem diferentes também dos Digimons de File City.

O som dos Digimons no mato eram bem diferentes, eles faziam uma certa sinfonia de barulhos, grunidos e assovios. Tudo isso causava um clima de certa paz na Tropical Jungle. O clima de paz foi quebrado abruptamente quando uma enorme serpente surgiu do mar.

- É o Seadramon! – Gritou Bearmon.
Digimon Network - Página 4 Latest?cb=20130402185659
- Olha só! Ele está com uma engrenagem negra no pescoço! – Disse Hiroshi, apontando para o Digimon serpente.

- O QUE FAZEM NO MEU TERRITÓRIO?! – Perguntou ferozmente. Com os olhos vermelhos. – SUMAM DAQUI AGORA! Water Breath!

O Digimon serpente cuspiu uma enorme quantidade de água por sua boca, que por pouco não atingiu os humanos. Kotemon, Monmon e Bearmon empurraram seus parceiros humanos para não serem atingidos pelo ataque de Seadramon.

- Kaoru, eu preciso do poder da evolução! – Disse Bearmon, olhando para seu parceiro humano.

- Eu também, Hiroshi! – Disse Monmon.

Kaoru e Hiroshi seguravam seus Digivices com força, mas nada aconteceu. Seadramon se encolheu, e atirou seu corpo para o alto, girando-o para atingir os outros Digimons, o que conseguiu com sucesso, mandando Monmon e Bearmon para perto dos garotos.

- O que está acontecendo? Por que o Digivice não funciona? – Perguntou Bearmon, frustrado.

- Eu não faço ideia! Será que é tá sem bateria ou algo assim? – Perguntou Kaoru, tão confuso quanto Bearmon.

- Bear Punch! – Gritou Bearmon, enquanto tentava golpear o Digimon serpente, mas sem sucesso.

- Swing Swing! – Gritou Monmon, transformando seus braços em uma metralhadora de socos, que também não fez nenhum efeito contra Seadramon.

- ICE ARROW! – Gritou Seadramon, cuspindo um raio de gelo sobre os dois Digimons, que foram congelados instantaneamente.

- BEARMON! – Gritou Kaoru, correndo para o gelo onde seu Digimon foi congelado e batendo no mesmo.

- MONMON! – Gritou Hiroshi, fazendo o mesmo.

- Merda! O que vamos fazer?! – Gritou Kaoru, batendo no gelo onde Bearmon estava aprisionado até sua mão sangrar. – Os Digivices não funcionam!

- Kotemon! Faça alguma coisa! – Disse Erika.

- HotHead! – Bradou Kotemon, saltando com sua espada, agora em chamas.

Para a surpresa de Kaoru e Hiroshi, o ataque de Kotemon era em seus próprios companheiros, que estavam congelados. O fogo de sua espada fez o gelo derreter quase todo, menos nas pernas.

- Uau! Isso foi foda! – Exclamou Hiroshi.

- Thunder Kote! – Kotemon avançou contra Seadramon, com sua espada carregada por eletricidade. Seu ataque acertou em cheio Seadramon, que foi eletrocutado.

- Aaarghhh!! – Seadramon urrou de dor, e espumou pela boca. – Vamos ver se é tão valente sem sua espada!

Seadramon lançou um jato de água na espada de Kotemon, que foi arremessada para longe. O Digimon serpente abocanhou Kotemon e o jogou para o mar.

- Kotemon!!! – Gritou Erika.

- Apressa isso aí, Kaoru! – Gritou Bearmon, nervoso, enquanto Kaoru e Hiroshi tentavam quebrar o gelo nas pernas de seus parceiros com pedras que encontraram na praia.

- Eu tô tentando! Mas esse gelo é muito duro! – Respondeu Kaoru.

Seadramon mergulhou no mar para atacar buscar Kotemon, e quando o mesmo finalmente apareceu na superfície, voltou a ser puxado para as profundezas pela enorme serpente marinha.

-Kotemon!! Reaja! – Gritou Erika, entrando no mar com os olhos cheios de lágrimas. – Kotemon!!!

Digimon Network - Página 4 200px-10
De repente, o Digivice de Erika brilhou fortemente e a luz do mesmo iluminou todo o mar. De repente, o mar azul estava transparente, e era possível ver vários outros Digimons aquáticos, e identificar Seadramon puxando Kotemon para o fundo com a intenção de matá-lo afogado. A luz foi direto para Kotemon, e o mar voltou a ficar azul de novo, e não foi mais possível ver nenhum Digimon lá dentro.

De repente, Seadramon é jogado para fora com violência, batendo a cabeça na areia da praia. O Digimon que saltou fora do mar já não era mais Kotemon e sim Gladimon.

Digimon Network - Página 4 Gladimon

- Kotemon? É você? – Perguntou Erika, se aproximando.

- Eu evoluí para Gladimon graças a você, Erika. – Respondeu Gladimon. Seus olhos haviam mudado. Agora eram maiores e azuis. Sua armadura de cavaleiro refletia com sua personalidade nobre.

- Isso não vai ficar assim! – Gritou Seadramon. – ICE ARROW!

- Wheel Rush! – Bradou Gladimon, girando seu corpo enquanto projetava seus dois sabres medievais.

Gladimon literalmente fatiou o raio de gelo lançado por Seadramon, congelando até mesmo partes da cauda do próprio Seadramon, deixando-o imobilizado.

- Essa luta acabou. – Disse Gladimon, subindo pelo corpo do Seadramon e destruindo a engrenagem negra em seu pescoço.

- Uau, você ficou muito maneiro! – Disseram Bearmon e Monmon.

- Eu tento. – Respondeu Gladimon, coçando atrás da cabeça, embaraçado.

- Bom trabalho, Gladimon! – Exclamou Erika, abraçando seu parceiro.

- O que aconteceu? – Disse Seadramon, depois de ter saido do transe da engrenagem. – Eu não lembro de nada...!

- Ah, se você soubesse da frequencia que escutamos isso... – Disse Bearmon, sorrindo cansado.

˜˜X˜˜

Num local bem distante dali, mas ainda na Tropical Jungle. Um pequeno ser redondo e com asas de morcego entrou num quarto com a luz apenas de uma vela preta.

Digimon Network - Página 4 Latest?cb=20090130030543
- Mestre... Nossas fontes dizem que a garota acabou de evoluir seu parceiro Digimon. – Disse o pequeno demônio.

- Me diga, PicoDevimon. Kotemon evoluiu para Musyamon...? – Disse a voz profunda.

- Não. Evoluiu para um Digimon do tipo Vaccine chamado Gladimon. – Respondeu PicoDevimon, com um certo temor na voz.

- Hm... Entendo. – Disse a voz profunda, com um tom irritado. – Acho que vou ter que tomar uma atitude mais agressiva. Todavia, não quero sujar minhas mãos para algo tão simples. Quero observá-la ainda por mais algum tempo.

A vela negra então se apagou.

To Be Continued...
Lawliet
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 134
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 20
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por LANGLEY002 em Qua Nov 22, 2017 7:27 am

Gostei bastante desse capítulo. A preocupação de Erika começa a revelar sua personalidade e os problemas pessoais enfrentados pela garota. Todos devemos saber que não é fácil se um humano, cheio de obrigações impostas por pais, escola, trabalho, e ao mesmo tempo estar lutando pelo Digital World.

Mas espera aí. Quem seria esse vilão e qual o motivo de ele ter tanto interesse em Erika? Por um momento cheguei a pensar que pudesse se tratar de um Phantomon, mas a descrição da foice me deu uma dúvida.

E olha só que quebra, eles vencendo uma batalha contra um Digimon adulto sem nenhum dos protagonistas apanhar, foi uma boa. E como eu disse para o capítulo anterior, as batalhas sequentes em que eles estão se envolvendo os está deixando exaustos. Desconfio que a evolução não veio para Kaoru e Bearmon e Hiroshi e Monmon por terem gastado muita energia para fazer isso tão pouco tempo atrás para derrotar o Orgemon.

E por que não Musyamon. Eu realmente cheguei a pensar que seria Musyamon. Juro que não foi por ser a linha estabelecida no GDMO, apenas acho que a armadura de treino do Kotemon acabe por levá-lo a armadura de samurai do Musyamon. É claro, os Digimon não tem linha evolutiva fixa e podem acabar se transformando em quase qualquer um, desde que tenha alguma ligação entre os tipos.

E Gladimon, com sua habilidade em esgrima, sobrepujou o Seadramon dominado pela engrenagem com facilidade. Imagino-o retirando a engrenagem com precisão cirúrgica.

Mas o Musyamon continua aparecendo, né não? Que tem o Musyamon para o vilão oculto parecer até mesmo desejar que fosse essa a evolução de Kotemon?
LANGLEY002
LANGLEY002
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 485
Data de inscrição : 10/09/2016
Idade : 19
Localização : Teppelin
Mensagem Pessoal : There is but one truly serious philosophical problem and that is mind of steel fans.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Qua Nov 22, 2017 12:21 pm

Mr. Pines escreveu:Gostei bastante desse capítulo. A preocupação de Erika começa a revelar sua personalidade e os problemas pessoais enfrentados pela garota. Todos devemos saber que não é fácil se um humano, cheio de obrigações impostas por pais, escola, trabalho, e ao mesmo tempo estar lutando pelo Digital World.

Mas espera aí. Quem seria esse vilão e qual o motivo de ele ter tanto interesse em Erika? Por um momento cheguei a pensar que pudesse se tratar de um Phantomon, mas a descrição da foice me deu uma dúvida.

E olha só que quebra, eles vencendo uma batalha contra um Digimon adulto sem nenhum dos protagonistas apanhar, foi uma boa. E como eu disse para o capítulo anterior, as batalhas sequentes em que eles estão se envolvendo os está deixando exaustos. Desconfio que a evolução não veio para Kaoru e Bearmon e Hiroshi e Monmon por terem gastado muita energia para fazer isso tão pouco tempo atrás para derrotar o Orgemon.

E por que não Musyamon. Eu realmente cheguei a pensar que seria Musyamon. Juro que não foi por ser a linha estabelecida no GDMO, apenas acho que a armadura de treino do Kotemon acabe por levá-lo a armadura de samurai do Musyamon. É claro, os Digimon não tem linha evolutiva fixa e podem acabar se transformando em quase qualquer um, desde que tenha alguma ligação entre os tipos.

E Gladimon, com sua habilidade em esgrima, sobrepujou o Seadramon dominado pela engrenagem com facilidade. Imagino-o retirando a engrenagem com precisão cirúrgica.

Mas o Musyamon continua aparecendo, né não? Que tem o Musyamon para o vilão oculto parecer até mesmo desejar que fosse essa a evolução de Kotemon?

Você acertou. A evolução não veio porque eles estavam sem energia para fazer o Digivice reagir. Pretendo desenvolver o sub plot do Digivice em breve para explicar isso e outras coisas.

Fiquei surpreso por vc imaginar que seria um Phantomon. Eu nem lembrava da existência desse Digimon. Espero que ninguém descubra o vilão até eu o revelar. E se descobrir, manter para si mesmo ou me mandar uma MP me perguntando se é mesmo o Digimon que imagina ser o vilão.

Eu cheguei a pensar no Musyamon como evolução pro Kotemon, mas decidi que Gladimon seria uma evolução melhor para o Kotemon, já que Gladimon bate melhor com o comportamento do Kotemon e a mudança do tipo Data para o tipo Vírus não ser tão radical sem nenhuma explicação. Se eu usar Musyamon no futuro, muito provavelmente vai ser uma evolução negativa, como o Megidramon foi para o Takato em Tamers.

Em breve posto o capítulo 6.
Lawliet
Lawliet
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 134
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 20
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Digimon Network - Página 4 Empty Re: Digimon Network

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum