Sobre o Politicamente Correcto

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Concorda com o uso do Politicamente Correcto?

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_lcap6%Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_rcap 6% 
[ 1 ]
Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_lcap17%Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_rcap 17% 
[ 3 ]
Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_lcap77%Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_rcap 77% 
[ 14 ]
Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_lcap0%Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_rcap 0% 
[ 0 ]
Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_lcap0%Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 I_vote_rcap 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 18

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Dragon em Seg Out 08, 2012 6:26 pm

Existe uma linha que deve ser traçada e essa linha precisa ser MUITO clara, por que o conceito está se perdendo cada dia mais. Essa linha deve separar do respeito e a educação do politicamente correto como duas coisas muito distintas, por que uma é o que a sua mãe e o seu pai te ensinam em casa e a outra é uma imposição muitas vezes grosseira.

Eu por definição considero o "Politicamente Correto" algo engessado, vazio e exagerado. Na grande maioria das vezes em que o politicamente correto é usado, ele não é necessário. E ao contrário do que muitos pensam o politicamente correto não resulta em respeito mútuo, mas sim em alienação. Por que o respeito nasce do conhecimento e do convívio, mas o politicamente correto nasce de um conceito pré-programado, um preconceito muitas vezes sutil. A Ray deu um exemplo disso, se as pessoas estivessem realmente preocupadas em respeitar os negros eles iriam pedir a opinião deles e não chama-los de "portugueses afro-descendentes-do-sul-da-Namíbia-oriental" por que é politicamente correto. Eu mesmo tenho um amigo que chamamos de "Nêgo", imaginana a gente andando pela rua chamando ele de "Afro-descendente" '-'

O problema é que muitas pessoas hoje tem se envolvido com o manto do politicamente correto como se isso fosse o certo, como se fosse criar uma sociedade melhor e mais respeitosa. Bem, surprise motherfucker Getúlio Vargas era extremamente politicamente correto (No sentido figurado da palavra =P) e olha o que deu, anos e anos de ditadura. E o pior é que caminhamos para a ditadura do Politicamente Correto, uma ditadura da hipocrisia. Estou vendo o dia em que vamos ter que dizer coisas como "Estou me encaminhando para o estabelecimento estadunidense conhecido como Mc Donalds comer um produto alimentício derivado de carne bovina" E como brinde vou receber a constituição brasileira. The fuck...

O mais engraçado disso tudo é ao mesmo tempo em que o politicamente correto tem se intensificado, a libertinagem tem corrido por fora até chegar ao cúmulo do absurdo de adolescentes que acham que usar droga é "normal". Mas nem nisso o politicamente correto e necessário, por que se essas crianças tivessem o conhecimento sobre o que é realmente a droga e o que ela pode causar, não pensariam assim.

Essa separação ainda tem que ser mais evidente no campo do humor, por que o humor é em sua essência uma forma de quebrar esse engessamento que o politicamente correto proporciona. O humor TEM que ser corrosivo, ácido, crítico, ou então ele vira isso:


(Isso por que são os melhores momentos)

Hoje no Brasil está na moda processar humorista por que não gostou da piada que ele fez. Caramba, se não gostou ignora e passa pra frente, não é como se a sua vida fosse mudar por que um humorista que você não conhece nem nunca se encontrou pessoalmente na vida fez uma piada idiota num lugar em que você não estava pra um monte de gente que você não conhece num programa que você não assiste. Mas claro, nem tudo é perfeito e sempre vão existir pessoas como o Seth MacFarlane que levam isso para o outro extremo e usam do politicamente INCORRETO para conseguir os holofotes e lucro fácil, ou algum de vocês realmente acha que a história daquele filme do ursinho maconheiro é genial?


A única coisa que me ofende é burrice. Quando alguém toma uma atitude derivada da pura burrice ou tenta impor a própria burrice pra cima de mim isso me ofende e também ofende meu censo crítico. Agora eu não levo a sério o politicamente incorreto até por que é isso que quem usa esse tipo de artifício quer que eu faça. Mas como eu sou arrogante e prepotente, quando alguém tenta me ofender eu tento ofender MAIS, só pra provar que eu tenho a língua mais afiada desse lado do oeste. Just for the lulz =P
Dragon
Dragon
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1815
Data de inscrição : 22/09/2011
Idade : 25
Localização : Gentlemen Land
Mensagem Pessoal : Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por aswq em Ter Out 09, 2012 9:51 am

Le Dragon das Almondegas disse tudo...

Nem vou comentar o caso do tópico do Wada, do tsunami no Japão ou das torres gémeas kkk

Quanto a reagir, o negocio é responder na mesma moeda sendo ou não a brincar dá pra se brincar ou não brincar de volta. O resto depende das proporções e da outra pessoa em questão...
É forma mais eficaz de ganhar respeito, por exemplo, no 6º ano um gajo 3 anos mais velho não parava de me dar reguada até que olhei pro lápis, afiei-o e fiz lhe um buraco no braço. Resultou no objectivo de o fazer parar.
Pra mim não deixou de ser brincadeira, normalmente só levo a serio se for alguém que não conheço =P

O bullying foi criado pra proteger quem não o sabe fazer.


aswq
aswq
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 261
Data de inscrição : 30/10/2011
Idade : 23
Localização : Sitio qualquer de lugar nenhum...
Mensagem Pessoal : If i can feel my blood burning i don't need anything else.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Rayana em Qua Out 10, 2012 5:07 pm

Eu concordo com o Dragon em especial na parte da divisão entre "respeito" e "politicamente correcto".
O problema começa quando as pessoas à tua volta gostam e cultivam o politicamente correcto...

Uma cena que se passa muito cá em Portugal, e que eu nunca hei-de entender: por que raios existe tanta estratificação social? E é o próprio povinho a fazer culto dessa divisão entre "pessoas da aldeia" e "senhores doutores"...

Um gajo que tire um curso na universidade passa automaticamente a ser chamado de "doutor", não importa que curso ele tirou - se andar com fato e gravata, passa automaticamente a ser respeitado na rua onde vive, e os velhotes até param na rua para lhe sorrir e dar-lhes os bons dias, perguntam como vão mulher e filhos, até lhe vão a casa levar a fruta que cresceu no quintal deles.

Entretanto, passa um gajo vestido de forma informal, um gajo que às tantas tem mais cultura geral do que aquele cretino de gravata, porque já visitou outros países e lê que se farta, basta usar uma tatuagem no braço ou não fazer a barba, as pessoas mais velhas nem olham para ele ou passam para o outro lado da estrada quando se cruzam na rua, olham-no de lado e abanam a cabeça com aquele ar de "esta geração, francamente...".

Então, há uma coisa que parece-me conclusivo neste tópico: é que o "politicamente correcto" está inevitavelmente ligado ao conceito de hipocrisia... xDD

Eu já nem queria entrar no conceito do bullying porque isso resulta sempre num show de recalques chato que não tenho paciência para ler, mas quando me vêm com a moda do "pagar na mesma moeda"... vocês perdoem-me, mas não concordo com isso - a menos que sejam mesmo esses casos doidos de escola onde a pirralhada não entende outra linguagem, fazer o quê lol. Mas no mundo adulto, poupem-me, não é porque o outro é tolo que eu também tenho que ser tola... não gosto de fazer depender as minhas atitudes do que os outros fazem ou deixam de fazer. (Mas cada qual sabe de si...) Não gosto de brincar com os sentimentos dos outros. Sou bastante séria nessas coisas, gosto de gostar das pessoas e sobretudo tenho um respeito extremo pelo que os outros sentem - goste eu dessa pessoa ou não, não interessa, respeito e pronto.

Se alguém se sentir magoado por eu violar o politicamente correcto, eu terei tendência para ser "politicamente incorrecta" de uma forma mais suave, que a faça entender que comigo ela pode estar à vontade e que não precisa de máscaras. Mas com subtileza, para não melindrar ninguém.

Mas falava mais daquelas situações em que te dão uma alcunha/apelido qualquer menos "respeitoso", porque há casos em que se calhar vocês nem gostam e até olham de lado com desconfiança para quem faz isso. (Tive um colega meu que deu no focinho a alguém que achou piada chamar-lhe de "cabrão", no gozo e na mais pura ingenuidade - e era uma pessoa supostamente "politicamente incorrecta" para toda a gente. Achei aquilo meio paradoxal [e de uma infantilidade besta... xDD] porque ele chamava de cabrão aos amigos... figures).
Rayana
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 31
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por spikehunter em Qua Out 10, 2012 11:36 pm

Concordo plenamente contigo Ray , na verdade querem nos impurrar um "modo fabricado"
ipócrita e distorcido "desfarçado de correto !
Essa história de apelido a que se ver se a pessoa não se sente importunada o magoada, pois as vezes pega um apelido que não gostamos!
Acho que está no tom de voz e no jeito como é feita a coisa!
spikehunter
spikehunter
Baby 2 (Younenki II)
Baby 2 (Younenki II)

Comportamento : 100%
Mensagens : 52
Data de inscrição : 27/09/2012
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Marcy em Qui Out 11, 2012 9:59 am

O conceito do politicamente correto está aplicado não só aos tratamentos verbais, mas também aos modos e costumes. Tipo, alguém pode ser considerado politicamente incorreto se estiver praticando uma religião num local onde todo mundo despreza as crenças dessa pessoa; pode ser considerado politicamente incorreto alguém que não segue a lei da etiqueta, do belo e do perfeito, e assim vai...

Como eu já mencionei, reparo que ultimamente estão pressionando mais as pessoas a serem politicamente corretas. Claro, essa pressão já existia desde o começo da Humanidade, mas agora sinto que está mais vigoroso.
Marcy
Marcy
Adult (Seijukuki)
Adult (Seijukuki)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 824
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 22
Localização : Toca da raposa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Dragon em Qui Out 11, 2012 11:26 pm

Acontece que hoje em dia temos uma falsa noção de liberdade. As pessoas acreditam que são 100% livres, mas são delimitadas e moldadas cada vez mais por um padrão específico, coisas que as outras pessoas esperam que você faça. Algo meio "Você é livre, mas tem que fazer aquilo que nós queremos que você faça".

Por mais irônico que pareça isso é facilmente observado nos "livre pensadores" que se dizem "libertos de toda enganação que a falta de conhecimento pode proporcionar" A maioria deles são robozinhos pré programados que repetem as mesmas frases de efeito como papagaios bem treinados.

Voltando ao assunto do tópico, estes dias tive um bom exemplo de como o "politicamente correto" leva a pessoas a fazerem atos de pura burrice. Por exemplo, tenho um amigo que está cursando enfermagem. Ele estava nos dizendo que agora em alguns hospitais, quando se vai preencher o cadastro do paciente, tem que se perguntar o sexo por que se por exemplo o paciente for "assexuado" o campo tem que ser preenchido dessa forma.

Dá pra entender o tamanho da idiotice que isso é? Não importa se você é homem, mulher, hetero, homo, bi, tri, pansexual ou se você se considera um abajur, o médico precisa saber o que você tem no meio das pernas pra ele poder te tratar da forma correta. Aí você, homem, chega lá com dor no ventre e coloca na ficha "assexuado" o médico te receita um anticoncepcional e você se fode com aquilo depois HAUAHUAHAUHAUHA Esse mundo tá uma loucura.
Dragon
Dragon
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1815
Data de inscrição : 22/09/2011
Idade : 25
Localização : Gentlemen Land
Mensagem Pessoal : Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Rayana em Sex Out 12, 2012 7:11 am

Não é toa que o conceito de "Liberdade" foi das primeiras coisas que me perguntaram nas aulas de Filosofia aqui em terras lusas.

"O que é a liberdade?" - tive umas 3 aulas só para perguntar a cada aluno o que era a liberdade. Cada pessoa respondeu coisas diferentes, e alguns conceitos foram até engraçados (houve um colega meu disse que "a liberdade hoje em dia é só para quem tem dinheiro").

Mas o que foi consensual é que a liberdade absoluta é uma ilusão. Uma frase que me ficou na cabeça - e que faz sentido - é "A tua liberdade acaba onde começa a liberdade do outro, e vice-versa".

Eu não sei como o pessoal que lê os posts do fórum vão interpretar o post acima, do Dragon, mas acho que é necessário explicar isto: é que as coisas que os "livre-pensadores" do passado escreveram valem a pena assimilar e aprender. O problema, parece-me, está em quem recebe (e, mais tarde, transmite) esses ensinamentos, quando os memorizam e os transformam em dogmas ou paradigmas, ao invés de processar e usar esse conhecimento para continuar a pensar e a reflectir, no tal processo em busca de mais conhecimento e de mais compreensão e de mais, enfim, "liberdade". O problema não está no conteúdo, mas na forma como ele é usado, imo.

Mas é justamente por isto que eu votei "depende" - é que o Politicamente Correcto, concordes com ele ou não, é uma realidade nos dias de hoje, que por vezes obriga-te a fazeres coisas que não queres. E obriga-me, não porque me apontem uma arma do tipo "ou fazes ou és fuzilada", não porque eu concorde com ele, e muito menos porque me deixei subjugar por ele - mas simplesmente porque ser-se um ser social não passa simplesmente por questões de "ser politicamente correcto ou não". Há outros vectores de força que influenciam.

A minha consciência moral impele-me muitas vezes a ter cuidado para não ferir as outras pessoas mesmo em questões dessas. Pode às vezes até ser necessário magoá-las para elas "acordarem", mas é preciso bastante cuidado, pois a mente humana é frágil e há danos que podem ser irreparáveis.
É que isso está de tal modo embrenhado na nossa sociedade, que já se não questiona certas coisas - o pessoal tornou-se gado - e é preciso bastante audácia e perspicácia da tua parte para saber ser íntegro e genuíno contigo mesmo, ao mesmo tempo que convives no meio desse rebanho.

- Ou crias uma situação de choque frontal, que te exclui, e que põe em causa o teu emprego, a tua sobrevivência, a tua situação familiar...
- Ou crias uma situação de acompanhamento dessa realidade, que vais tentando compreender para ir influenciando aos poucos, como podes, e que garante a segurança das tuas relações sociais. E sim, eu acredito que é possível ensinar os teus colegas de trabalho e até o teu patrão a serem mais relaxados e a ignorarem certas coisas, se fores inteligente e se souberes dar a conhecer a arte de se ser genuíno e sincero, nas horas mais oportunas. É um processo difícil, moroso, e que requer muita paciência, mas na minha opinião que vale a pena investir. É assim que eu tento viver no dia a dia, é assim que eu acho que vale a pena viver. Faz-me sentir que estou a ser útil às pessoas à minha volta. E acreditem, isto não é teoria, se eu penso assim é porque me tenho dado bem com isto em casos bem reais.

Basicamente, trata-se de derreter o bloco de gelo que certas pessoas criam à volta delas, ao invés de simplesmente o partir com violência.*
(Atenção: derretê-lo! Não lapidá-lo e moldá-lo para distorcer a imagem que cria o outro de mim, pois isso não passaria de manipulação. Tomemos cuidado para não cair nestas armadilhas do ego. Trata-se de procurar a integridade do outro - não de forçar a minha verdade nele)

Como isso da ficha hospitalar, que realmente é um perfeito disparate do ponto de vista clínico (que é cientifico, logo, objectivo: ou é pénis ou é vagina, [ou ambos] lol) e cujas tendências sexuais (que estão na psique, logo, são subjectivas) pouco têm a ver. Mas que às tantas é suficiente para alguém despedir o enfermeiro e ele ficar numa situação complicada, principalmente se tiver filhos a sustentar. E que pode complicar-lhe a vida se alguém se lembrar de fazer uma manifestação contra a descriminação sexual ao não incluir "homossexual" na ficha (por paradoxal que pareça, pois incluir essas merdas em fichas clínicas, imo, é ainda mais discriminatório '-' lol).

Ou seja, na prática, tens é que ter bastante sagacidade e esperteza na forma como recusas essas coisas. xDD É aí que eu acho que o humor é uma excelente forma de terapia e de obrigar a sociedade a pensar nas merdas que faz. Não é à toa também que grande parte das coisas que nos fazem rir são sobre morte, estupidez, sexo, pretos, portugueses (no vosso caso), etc. O humor é, apesar dos risos que provoca, uma coisa séria, porque desde que o humor é humor, ele sempre falou de coisas sérias.


* Ou rendam-se ao sistema rumo a um futuro onde dizer palavrões será punido com multa de várias centenas de dólares. Aprendam a limpar o orifício anal com 3 conchas, só para prevenir...
Rayana
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 31
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Seiryuumon em Sex Out 12, 2012 10:31 am

Eu não sei como o pessoal que lê os posts do fórum vão interpretar o post acima, do Dragon, mas acho que é necessário explicar isto: é que as coisas que os "livre-pensadores" do passado escreveram valem a pena assimilar e aprender. O problema, parece-me, está em quem recebe (e, mais tarde, transmite) esses ensinamentos, quando os memorizam e os transformam em dogmas ou paradigmas, ao invés de processar e usar esse conhecimento para continuar a pensar e a reflectir, no tal processo em busca de mais conhecimento e de mais compreensão e de mais, enfim, "liberdade". O problema não está no conteúdo, mas na forma como ele é usado, imo.

Nem tanto, pra ser "livre-pensador" hoje basta não aceitar qualquer ensinamento cristão (de outras religiões pode). Se não aceitar já é "livre-pensador, de mente aberta que não se baseia em dogmas". Mas vai lá discordar do cara pra ver se ele é realmente o que tá vendendo sobre ele mesmo... Ou seja, as pessoas estão cada vez mais perdendo a capacidade de sequer projetar um pensamento lógico. Baseiam-se somente na afirmação alheia e estão virando militantes de uma causa que nem conhecem. São incapazes de conceber que não são livres pensadores, muito menos de mente aberta.

Esse assunto acaba se cruzando com a aplicação do esquerdismo na sociedade ocidental, onde essa incapacidade intelectual é um dos objetivos para que o esquerdismo possa ser aplicado pra valer (uma população inteligente dificilmente se deixaria levar - não estou considerando inteligência a mera acumulação de conhecimento científico). A aplicação do Politicamente Correto como censura e punição também está na listinha.
Seiryuumon
Seiryuumon
Child (Seichouki)
Child (Seichouki)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 261
Data de inscrição : 09/12/2011
Idade : 30
Localização : São Luís - Dark Area, liderada pelo Sarney >=(

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Rayana em Sex Out 12, 2012 11:49 am

Bem, eu não sei como as coisas são aí no Brasil, então suponho que me esteja a escapar qualquer coisa...... (Esse exemplo da ficha nos hospitais seria algo tosco no cenário português por exemplo; seria logo motivo de gozo nos jornais, pelo menos por aqui. xD)

Dizer que "basta contrariar qualquer ensinamento cristão" é redutor em demasiados sentidos. Mas também já li que em certas zonas do Brasil existe realmente uma grande tensão entre ateus e não ateus, ao passo que aqui ser-se ateu é a coisa mais natural e comum do mundo - se tanto são os religiosos que são olhados de lado (mas só quando entram em fanatismos, se deixarem as pessoas em paz fica tudo na boa).

Os problemas que existem e que conheço no meu país talvez sejam de outra espécie... Não imagino como passaria pela cabeça de alguém achar-se mais inteligente só por se afirmar com ideologias de esquerda. E olha que eu saí de um curso de arte moderna, onde muitos alunos e professores eram de esquerda - conheço bem esse ambiente, aprendi muito, e realmente eram pessoas mais cultas do que a média e pouco dadas aos código do Politicamente Correcto - mas não significa que tudo o resto se resuma a gente burra e inculta que deva ser "educada". Não vi padrões de pensamentos dogmáticos da parte deles - bem pelo contrário. Se fosse assim, não seriam diferentes dos apoiantes de ideologias fascistas. Uma coisa não tem nada a ver com a outra... o.o" (ou não deveria ter...)

E uma coisa és tu e as pessoas que te rodeiam e com quem tens que interagir e sobreviver, outra coisa são os outros e a sociedade no geral - é muita prepotência pensar que temos o direito de mudar os outros. xD Por isso disse uns posts atrás que "criticar os outros é fácil", mas é de nós de quem devemos realmente falar, pois as atitudes começam por nós próprios.


Última edição por Rayana Wolfer em Sex Out 12, 2012 12:15 pm, editado 1 vez(es)
Rayana
Rayana
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Feminino Mensagens : 1767
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 31
Localização : Portugal
Mensagem Pessoal : Born to be wild.

http://rainbow09.comli.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Dragon em Sex Out 12, 2012 12:15 pm

É por isso que eu coloquei entre aspas, pois hoje em dia o cara lê duas frases de Oscar Wilde e já se considera o maior filósofo do mundo. É o que a Ray disse, invés de se usar esse conhecimento para o crescimento intelectual e buscar mais conhecimento para que o crescimento continue acontecendo, se adota esses fragmentos de conhecimento como verdade absoluta. Caralho, quando eu vi que o Stephen Hawking abria o livro mais recente dele dizendo "A filosofia está morta" eu fiquei com vontade de ir até lá e bater nele até ele voltar a andar pra fugir de mim. E ainda assim tem pessoas que adotam esse livro como a sua "bíblia".
Existem muitos ateus que no Brasil fazem uma guerra religiosa. Eles afirmam de pés juntos que o cristianismo deve ser eliminado da face da terra por que a única coisa que ele trouxe foi o retrocesso da sociedade. Bem, surprise motherfucker² a teoria do Big Bang foi proposta por um padre.
O que eu acho engraçado e fico sem entender é que muitos deles partem para ofensas pessoais (provavelmente por causa da falta de argumentos) dizendo que cristianismo é coisa de gente burra e ignorante. É, tipo o Isaac Newton '-'


Eu acho que no geral sou politicamente incorreto. Por que eu não tenho medo de dizer o que penso, não tenho medo de bater de frente com algo que não concordo, faço aquilo que eu tenho vontade de fazer e não o que esperam que eu faça.
Talvez eu goste de viver no modo hard, mas eu fui criado para ser um influenciador, não um influenciado. Eu mudo o mundo ao meu redor sem deixar que ele me mude, talvez seja isso que as pessoas considerem viver na contra-mão do sistema.
Dragon
Dragon
Ultimate (Kyuukyokutai)
Ultimate (Kyuukyokutai)

Comportamento : 100%
Masculino Mensagens : 1815
Data de inscrição : 22/09/2011
Idade : 25
Localização : Gentlemen Land
Mensagem Pessoal : Why so british? Let's put a monocle on that face!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sobre o Politicamente Correcto - Página 3 Empty Re: Sobre o Politicamente Correcto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum